História Mudança de planos - Capítulo 47


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 19
Palavras 1.168
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais ummmm. Boa leitura.

Capítulo 47 - 47- era verdade 🙊


Fanfic / Fanfiction Mudança de planos - Capítulo 47 - 47- era verdade 🙊

Acordei na minha cama. Era outro dia. Sorri relaxada.
- era só um pesadelo... Graças a Deus.- falei sozinha.
Me arrumei e fui para a escola.
Lá contei para Monica do meu pesadelo maluco.
- poxa, bem que poderia existir dois, queria tentar com outro...- falou.
- e Leo?- perguntei. Negou.
- está seco comigo, e eu não vou ficar correndo atrás de ninguém.- falou. Concordei.
Fábio faltou de novo. Saí da escola e fui para a casa dele. Abriu de óculos escuro.
- oi.- falei o abraçando.
- você de novo!- reclamou. Sorri sem entender.
- decepcionado?- perguntei. Não respondeu.
- é gostosa.- falou. O encarei.- entra, vamos para meu quarto que a gente faz o que eu preciso.- falou, saiu da porta me deixando confusa. Entrei e Fechei a porta.
- o que aconteceu ?- perguntei, sorriu.
- vem comigo gata.- falou pegando minha mão e me direcionando escada acima. Passou a porta de seu quarto. Soltei sua mão.
- onde está indo?- perguntei no corredor. Se virou pra mim me olhando.
- pro meu quarto.- falou. Comecei a rir. Enlacei seu pescoço.
- se drogou de novo?- perguntei. Levantou uma sobrancelha.
- garota, acho que é você quem está fumada.- falou. Nossa, que grosseria, desde quando ele é assim? Me afastei. A porta de seu quarto abriu e eu levei um susto, gritei.- mano, tira essa garota daqui...- falou um dos Fábios. Olhei para o que acabou de sair do quarto.
- Elisa!- falou nervoso.
- ai meu Deus! O que está acontecendo aqui? Eu acho que estou vendo coisas.- falei.
- nunca falou pra gata que tem um irmão gêmeo.- falou o outro Fábio. O encarei. Tirou o óculos. A diferença está nos olhos, um é mais claro que o outro.
- Elisa, vem comigo, eu te explico tudo aqui dentro.- falou o Fábio que acabou de sair do quarto.
- essa eu quero ver!- falou o outro cruzando os braços na frente do peito.
- eu... Eu estou confusa...- falei gaguejando.
- eu sei meu amor, vem comigo...- falou puxando minha mão me levando para dentro do quarto, olhei para o outro Fábio, todo convencido sorrindo com dentes perfeitos. Fechou a porta.- Elisa, eu sei que devia ter dito antes...
- eu não sei o que esta acontecendo...- falei gaguejando. O olhei nos olhos. Concordou.
- eu sei que deve ser difícil... Eu deveria ter dito isso a muito tempo ou você descoberto isso sozinha...- falou.
- eu tive um pesadelo com isso...- comentei. Negou.
- não, aconteceu de verdade e foi ontem, você desmaiou com o susto, e eu te levei pra casa...- falou.- eu tenho um irmão gêmeo, idêntico... Aquele álbum, não era efeitos fotográficos... Era eu e ele.- falou bati em minha cabeça.
- como eu fui burra! Que horror...- falei, me abraçou.
- eu não sou amigo dele, não o suporto, mas ele resolveu vir pra cá do nada... Eu queria ter tido tempo para te contar...- falou. O encarei.
- você mentiu pra mim! Falou que não eram gêmeos quando perguntei, escondeu isso de mim, sabe tudo sobre mim, e eu não sei absolutamente nada sobre você pelo que vejo... Eu estava achando que era você lá fora! Mentiu pra mim sobre você.- falei magoada. Pegou minha mão, puxei.- achei que era mais velho ou mais novo, da onde ele vem ?- perguntei.
- vem da Flórida... Morava com a minha tia, e não nos vemos faz meses...- falou triste.
- eu preciso respirar, preciso processar tudo isso... Preciso sair daqui.- falei me levantando. Se levantou e segurou meu braço me puxando pra si. Encostou minha cabeça em seu peito.
- eu sei que não é fácil, mas me desculpa... Não está sendo fácil pra mim também...- falou acariciando meu cabelo. Abracei sua cintura.
- eu sei... Só peço para que não minta para mim... Eu quero te conhecer de verdade, não me prive de você... Eu não esperava um tiro desse a essa altura do campeonato... É difícil.- falei.
- vou trabalhar nisso, mas não ne odeie, eu queria ter dito isso de forma diferente...- falou. O olhei e o beijei delicadamente. Nos abraçamos.
- preciso ir.- falei me afastando. Saí e Carlos estava sorrindo encostado na parede. O encarei.
- ainda quer visitar meu quarto linda?- perguntou achando graça. Fiquei o encarando.
- você não presta.- falei sabendo qual é a dele.
- você me beijou ontem.- falou como se fosse óbvio.- tem certeza de que sou eu quem não presta ?- perguntou. Saí andando.
Saí da casa deles e fui para a minha.
- Elisa? – chamou Gisele.
- oi.- falei indo a sua direção. Me viu.
- nossa, o que te deu ? Parece que viu um fantasma.- falou. A encarei, peguei água na geladeira e me servi.- o que aconteceu?- perguntou. Bebi tudo.
- Fábio... Ele tem um irmão gêmeo, idêntico, e eu não sabia... Acabei de descobrir, de uma forma nada agradável.- falei. Sorriu.
- hmm, é gato ?- perguntou.
- é idêntico a Fábio, só muda cor do cabelo, que ele é mais loiro, e os olhos, o dele é verde.- falei. Ela ponderou.
- nossa!!- falou. Bufei.
- preciso de um banho...- falei. Concordou. Subi para meu quarto.
Sai do banho e levei um susto com Fábio no meu quarto.
- que susto! – falei tocando o lado do meu coração. Se levantou da minha cama.
- oi.- falou vindo na minha direção. Tirei a toalha úmida da cabeça. Deixei o cabelo cair molhado.
- oi.- falei. Tocou meu rosto, gelei.
- eu quero ficar com você o dia inteiro hoje.- falou. O olhei sem entender.
- mas por que ?- perguntei. Alisou meu cabelo e puxou minha cintura com a dele.
- hoje disse que não me conhecia, não é verdade, você não sabe de algumas coisas, mas sabe muito...- falou.
- não precisa fazer isso! Não é pra ser algo forçado, eu quero te conhecer aos poucos, mas algo como um irmão gêmeo é demais! Eu sabia que tinha um irmão, mas nunca falou muito dele... – falei. Me deu um beijo leve.
- promete que ele não vai estragar nada entre nós ?- perguntou inseguro. Olhei em seus olhos, e sorri. Sorriu.
- não vai.- falei.
- vamos dar uma volta!- falou me puxando pela mão, soltei.
- não posso...- lembrei. Me olhou curioso.
- porque tenho um seminário pra organizar e terminar.- falei. Bufou e enlaçou firme minha cintura.
- ah... Vamos lá... Deixa os estudos um pouco... Será rápido.- falou. Me seu um beijo no ombro.
- não, eu realmente tenho que terminar isso... poderia me ajudar.- sugeri. Enrolou meu rabo de cavalo nas mãos e desceu pelo meu pescoço.
- qualquer coisa que me mantenha pertinho de você, é bem vindo.- falou. Sorri, me beijou.
Espalhei meu material na cama e liguei meu computador, começamos a trabalhar.
Meia hora depois estava beijando ele.


Notas Finais


ETA que agora ta daora...espero que tenham gostado beijosss 😘😘👊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...