História Mudança é primavera. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Tsunade Senju
Tags Hinasasu, Hinata, Naruto, Romance, Sasuhina, Sasuke, Tramas
Exibições 144
Palavras 2.101
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 15 - Seguindo em frente


Hinata acordou se sentindo mal, não conseguia sair da cama, estava com dor de cabeça, pensou que deveria ir tomar café, mas não conseguia levantar, Hanabi entrou no quarto pulando e gritando de felicidade. Hinata a olhou e pediu:  Hana, por favor não grite.
Ela falou: - Você não vai tomar café?
Hinata disse: - Estou sem fome e sem forças, trabalhei muito por causa do festival quero dormir, Hana.
- Vou trazer seu café no quarto você merece e saiu.
Hiashi com cara fechada, perguntou a Hanabi quando esta passou com a bandeja: - Hinata não levantou?
Ela disse: - Não está se sentindo bem, está cansada.
- Você sabe que horas ela voltou?
Hanabi respondeu: - Antes de nós, pois quando cheguei a porta de seu quarto já estava fechada.
Hinata agradeceu a Hanabi o café na cama, tomou o café rapidamente, estava com fome, mas sem ânimo, só ouvia que Hana falava do festival, mas não conseguia se concentrar, Hana pegou a cesta de café e disse vou te deixar dormir, você realmente não parece bem.
Hinata caiu em um sono profundo sem sonhos, quando acordou eram 12h com Hanabi batendo na porta de seu quarto e entrando e disse: - Você está bem? Quer que peça para chamarem um médico.
Ela disse: Não precisa estou bem, só estou exausta, vou descer para almoçar.
Lembrou do beijo de Sasuke e Sakura e pensou não posso mais sentir essa sensação que tive com o desprezo do Naruto, tudo era imaginação de sua cabeça, Sasuke era bom para ela e nunca tinha feito nada que alimentasse o que ela tava sentindo. Era o seu carma para o sofrimento que estava fazendo aquela brincadeira, Sasuke sempre foi verdadeiro, nunca tinha dito nada... ela precisava entender a realidade e parar de criar algo que não existe, era a sua quedinha para o sofrimento que fazia ela se sentir traída, ela só tinha amizade. Hanabi falou: - Papai está esperando para almoçar.
Hinata lembrou que seu pai nem falou com ela no festival, esperando por ela ...parecia piada... e ficou triste novamente, isso sim foi sempre muito claro, seu desprezo por ela.
Quando desceu seu pai disse: - Finalmente, achei que teria que chamar um médico, mesmo você sendo uma espécie de um.
Hinata pensou só ele para conseguir fazer uma piada ser rude... uma espécie de um...
Ela sentou na mesa e comeu em silêncio, agradeceu o fato de ser domingo e poder voltar ao seu quarto para dormir, ela precisava colocar a sua cabeça no lugar e parar de imaginar coisas que não existem.
---
No outro dia Hinata tinha que ir levar Yuho na fisioterapia, esperava estar preparada pra ver Sasuke, quando chegou na vila se surpreendeu ao ver Sasuke ajudando o sr Ly com uma porta, ele estava sujo e suado gostou do que viu, ele interagindo e ajudando.
Deu bom dia de longe, mas Sasuke pediu um minuto ao sr Ly e foi falar com ela.
- Bom dia, Hinata, está tudo bem?
- Sim está.
- Você saiu cedo do festival.
Ela respondeu: - Meu pai estava me olhando torto, achei melhor obedecer e ir para casa. E você se divertiu muito no festival?
Ele respondeu: - Até um certo ponto.
Hinata ficou pensando o que ele quis dizer com até um certo ponto?
Ele sorriu e disse: - Tenho só mais 2 bandejas de congelados sabia?  Minha geladeira está começando  a sentir falta delas, então se você quiser ajudar minha geladeira, fique à vontade, claro, não que você tenha obrigação..
Ela sorriu e disse: -  Então diga à sua geladeira que terei prazer em ajudar.
A sra Ly e Yuho chegaram, eles foram ao hospital, Hinata abanou de longe para Sasuke e pensou gosto muito dele e não quero perder a amizade nunca.
---
Voltando para continuar ajudar o sr Ly este o olhou e disse: - Ela é realmente uma moça preciosa, que transmite todo o calor, calidez de um sol de primavera ou outono.
Sasuke sorriu do que ele disse e pensou é exatamente isso, um calor que aquece, mas não machuca, que você quer ficar sentido, como sentar em um campo florido se aquecendo a luz do sol. Sasuke ainda sentia aquele frio na barriga, aquela sensação de queda que teve quando tomou consciência total do seu ser e de Hinata. Seu coração parecia que tinha parado eu depois explodiu junto com todas as células do seu corpo, nunca tinha tido uma descarga de adrenalina tanto forte até aquele momento, nem quando tinha lutado com o Itachi, então existe muito mais...
----
Chegando em casa após levar Yuho na fisioterapia, pensou preciso ver o que vou preparar de congelados, já iria preparar os sucos de algumas polpas e as sopas de viagem, e buscar mais um frasco de valeriana, talvez possa triturar as folhas que tem no pé crescido no jardim do Sasuke. Passaria lá antes de chegar ao trabalho e pediria ao sr Ly, esperava que Sasuke não a visse.
----
Quando o sr Ly começou a cortar alguns galhos de valeriana, Sasuke perguntou: - Já estão crescidas de mais?
E o srLy respondeu: não Hinata me pediu uns galhos vou levar pra ela, ela está me esperando.
Sasuke achou aquilo um pouco estranho, por que  Hinata não foi até ali pegar?
----
Hinata foi ao trabalho tudo estava tranquilo, as pessoas estavam felizes devido ao festival, a Ino a encontrou e disse: - Parabéns amiga!
Hinata sorriu: - obrigada, mas tem que parabenizar o Shino.
Ino perguntou: - Porque saiu cedo do festival?
E ela respondeu: - Não estava me sentindo muito bem, estava cansada demais, mas o que eu perdi?
Ino disse: - Tudo!!! Ficamos até a madrugada rindo e brincando, o Shino depois nos encontrou e ficamos paparicando ele!! Cada uma das meninas ganhou um ursinho no estande de tiro, foi muito divertindo os meninos acertando e entregando o ursinho para uma de nós.
- Bom que todos estavam juntos e se divertindo -, lembrou de Neji e pensou espero que tenha gostado do festival.
Bem começaram a trabalhar e o dia passou bem rápido, quando Hinata saiu Sasuke já estava lá.
Hinata deu boa noite e disse: - Hoje está um noite agradável e leve, acho que a diversão do festival ainda paira no ar.
Ele disse: - É realmente uma noite bonita e calma, parece que vai ser restauradora de energias.
Ela disse: - Porque diz isso?
- Sinto que vou dormir como um bebê.
Ela disse: - Como um bebezinho da mamãe?
- Olha Hinata!
- Tudo bem,  amanhã vamos fazer tratamento?
Ele respondeu: - Vamos, espero a cesta na clareira e você também pode vir junto!! Boa noite, Hinata.
Ela riu e disse: - A cesta agradece a consideração pelo esforço dela!! Boa noite!
---
Hinata acordou cedo e começou a preparar as comidas congeladas, a embalar os sucos e sopas, colocando 1 comprimido em cada embalagem e não mais duas, ela se sentia cada vez mais culpada por fazer isso, mas não podia parar sem falar com a Hokage antes, iria tentar conversar com ela hoje, Hinata não percebeu que uma folha inteira de valeriana tinha ficado presa na embalagem de uma das bandejas de congelados.
Às 15h foi para a clareira com as duas cestas, estavam pesadas, quando Sasuke a viu ajudou e disse: -Não precisava...
Ela disse: - Não é para você é para a sua geladeira, tenha cuidado de colocar os mais novos embaixo e consumir primeiro os que já estão na geladeira, ok?
Ele riu: -  Sim Sra!
- Vamos lanchar com essa cesta aqui e a outra é da geladeira. Hinata estendeu a toalha e começou a tirar o lanche deles, ele percebeu que um pote fechado tinha ficado dentro da cesta e resmungou.
Hinata o olhou e disse: - Vamos comer.
Ela disse: - Pronto Sr Uchiha, vamos começar? Sente de costas para mim, que sou apenas uma poltrona para você se encostar e pensar alto! Cadê as fotos?
Ele tirou do bolso as fotos, há que estava por cima era a de sua mãe que ele já havia falado, pegou a próxima e viu que era uma de toda a família reunida, ele era pequeno na foto, e começou a descrever a foto, julgava que a foto tinha sido tirada uns 2 anos antes dos acontecimentos, todos estavam felizes na foto, até o seu pai estava com expressão de felicidade e lembrou que seu pai brincava com ele, que saiam a caminhar pela vila com ele sentado em seu pescoço e que não havia um muro na vila, que seu o fazia cócegas no seu pescoço devido a barba. Lembrou de quando as coisas começaram a mudar, que foi quando o seu irmão começou a mudar também, lembrou da construção do muro, lembrou que começou a sentir ciúmes do irmão e a querer chamar a atenção do seu pai, e parou de falar...
Hinata percebeu o silêncio longo e disse: -Você deve ter puxado a personalidade do seu pai, porque quando os problemas começaram ele não conseguiu lidar muito bem com isso, se afastando e ficando quieto, assim como você faz, ele não conseguiu se aproximar de Itachi e se afastou de você, como você faz..., você consegue entendê-lo agora...
Fiquei chocado porque era isso mesmo o que eu fiz e o que ele fez, sim conseguia entendê-lo. Se sentiu aliviado de alguma forma com seu pai , era a forma dele lidar com as coisas ou não conseguir lidar, e mais um peso saiu de suas costas, sentiu o cheiro das flores novamente..
Hinata disse: - Agora que o seu jardim está florido você podia levar algumas rosas de lá ao cemitério para eles, o que você acha?
Ele assentiu com a cabeça, ela disse: - Preciso ir agora... até mais, seja um bom menino.. pegou a cesta menor e saiu.
Quando chegou na vila e a viu sem o muro, disse baixinho - A ausência do muro é em sua homenagem pai e Itachi e resolver pegar algumas flores e ir ao cemitério, iria guardar a cesta na geladeira também.
Colheu as flores, e colocou uma dentro da cesta, com um bilhete: " A geladeira enviou um agradecimento", e foi ao cemitério, colocou as flores lá e disse para os 3 túmulos a sua frente, sintam o cheiro dessas rosas que é tão familiar, é o cheiro da nossa antiga casa que agora voltou. Deixou algumas lágrimas de tristeza e depois algumas de saudade caírem e saiu sentindo-se mais leve.
Foi para a sala da Hokage e lá encontrou o Kakashi com ela e perguntou: - Alguma novidade?
E ela: - Sim, descobrimos com certeza que é uma organização nova, que a finalidade deles era realmente dinheiro, parece que eles queriam comprar uma fazenda para viver..., o maior deles tem apenas 18 anos-,  ela riu sem graça e continou: - São 6 membros mesmo, que o mais perigoso deles ainda está solto e que é irmão de um que também escapou. Não sabemos se eles darão um novo passo. Talvez tenhamos que ir atrás deles, mas vai ser mais perigoso. Por enquanto vou mandar só a equipe de rastreamento para ver se achamos o esconderijo.
---
Hinata saiu do hospital e Sasuke a estava esperando com a cesta na mão, perguntou como foi o trabalho e ela respondeu bom e tranquilo, seria bom que fosse sempre assim sem problemas, ele comentou que talvez logo saísse em missão, perguntou pelo tratamento de Yuho e ela disse ainda sem previsão de andar sem muletas o que era uma pena, antes de ir ele disse tem algo dentro da cesta para você, deu um boa noite e beijou sua testa pela primeira vez... sentiu uma paz quando fez isso, sentiu realmente  como aquilo era um gesto de carinho e saiu lembrando que Itachi batia os dedos na sua testa, significava eu te amo, ele soube tarde demais.
Hinata chegou em casa e já abriu a cesta tinha ficado curiosa depois que o rapaz tinha beijado sua testa, era uma rosa linda com um bilhetinho, riu quando leu e resolveu guardar para sempre aquele momento e aqueles mimos.
---
No outro dia tinha foi a vila para buscar Yuho para o tratamento, chegando lá lembrou da rosa e ficou muito feliz, não viu Sasuke, quando voltou para a vila 1h depois também não o viu, reparou que a placa com o símbolo Uchiha continuava no mesmo lugar, encostada no muro da casa de Sasuke, a vila estava muito bonita.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...