História Mudança é primavera. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Rock Lee, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Tsunade Senju
Tags Hinasasu, Hinata, Naruto, Romance, Sasuhina, Sasuke, Tramas
Exibições 147
Palavras 2.901
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Esperança para Yuho


No outro dia levantei cedo, meu sono foi leve, não consegui pensar em nada que não fosse a perna de Yuho, cheguei ao hospital antes das 8h e encontrei a Hokage, ela me disse que tinha ido ver Yuho e que tinha achado que daria certo aquela loucura, estava indo analisar um pedaço da pele para verificar se havia bactérias, falei para ela que Shino disse que teria que trazer os insetos por uns dias consecutivos até ter certeza que não havia mais nada e que elas não iriam mais crescer.
Fui ao quarto de Yuho e ele dormia, não o acordei, falei com o sr Ly e informei que iríamos fazer o procedimento por alguns dias ainda, mas que ele tinha que esperar para podermos analisar os resultados, conversei com Sakura e a deixei a par de tudo da minha parte e resolvi voltar para casa e cumprir minha promessa com Hanabi e levá-la para brincar na vila Uchiha.
Chegamos na vila levei ela até a casa da sra Ly que me disse que iria ao hospital rapidamente para pegar algumas coisas para lavar, que voltaria logo, e depois retornaria ao hospital para levar a filha também para ver o irmão, que só estava esperando o sr Ly voltar do hospital.
Eram 09:30 iria na casa de Sasuke levar a valeriana, os bolinhos digo ... e levou as duas meninas consigo, bateu na porta e ele logo abriu, olhou envesado para as duas meninas, eu disse na hora: - Trouxe o café da manhã, ainda não tomou?
Ele disse: - Não, entrem - pelo menos tinha um verbo, duas palavras na frase dele!
As meninas ficaram mudas e entraram atrás de mim, apresentei eles devidamente e ele ficou olhando a Hanabi, ela como é muito hiperativa já se aproximou e pegou na mão dele cumprimentando, ele ficou sério e não disse nada. Falei para elas irem ao  jardim e ver o que o sr Ly havia feito, uns minutos depois ouvia uns gritinhos elas tinham visto o balanço e diziam: - Arruma Hinata.
Eu disse vou tentar, não conseguia, nisso apareceu o Sasuke e disse: - Vou te levantar e você coloca no pino ali em cima essa corrente, ele me ergueu rapidamente, tive um pouco de dificuldade pois estava bem apertado, ele me desceu de vagar, puxou as corrente até encaixar direito e disse está pronto. Eu ainda me sentia com a cintura apertada pensando como ele era forte e ... pára com isso disse para mim mesma.
Elas começaram imediatamente a brincar... voltamos para a cozinha e ele serviu-se de café e pegou um bolinho... Perguntou como tinha sido com Yuho e contei tudo que tinha acontecido ontem e hoje de manhã, ele só ouvia, falei que iria cedo para o hospital encontrar o Shino e não iria na clareira.
O sr Ly chegou e falei para ele, vou levar as meninas pra pracinha para elas não atrapalharem ele e... você disse me virando para Sasuke, ele só resmungou alguma coisa e eu sai.
Voltei para a vila depois da pracinha e a sra Ly já estava em casa esperando deixei a Yokuri, não vi o Sasuke, acho que ele não devia estar saindo de casa para não encontrar as crianças, como era difícil lidar com ele ...
Hanabi só me dizia o caminho todo de volta como o Sasuke era quieto e bonito e ótimo ninja etc., acho que ela ficou com uma queda por ele, e sei porquê, apesar de conviver mais com ele ainda não conseguia me sentir a vontade na sua presença e ele parecia deixar bem claro que não queria isso.
Voltei para casa tomei um banho, almocei com a Hanabi falando do Sasuke com a Yumi e fui para o hospital, estavam todos no quarto do Yuho, me assustei, mas o Shino me disse para irmos pegar a caixa da perna, enquanto a Hokage colocava ele para dormir. Me sentia agoniada ainda com aquele tratamento, era uma loucura da minha cabeça, tinha envolvido todo mundo naquilo e não sabia se iria dar certo, sou sempre tão insegura e isso sempre me prejudica, se desse certo não era porque eu era  confiante e sabia o que fazia como Sasuke, era porque dei sorte e os outros eram competentes.
Voltamos para o quarto com a caixa da perna e com mais creme de fezes de insetos pronto: Precisa achar um nome para aquilo, para não ter perigo de pronunciar perto das pessoas- , falei para o Shino, -   Vou chamar esse creme de Shino.
Ele disse: - Parece uma ofensa indireta.
Eu disse: - Eu não quis dizer isso! Desculpe!
Ele riu e disse: -  Eu sei Hinata, mas que tal outro nome?
- Pensarei nisso.
Chegando no quarto Yuho já estava dormindo, preparamos rapidamente a caixa, Shino colocou os insetos e foi se concentrar, esperamos, 1 hora depois o Shino tirou a cabeça da gola e disse: - Meus insetos acharam poucas bacterias vivas, mas havia algum sinal de reprodução, o tecido novo está livre, mas o antigo ainda não. Volto amanhã novamente para fazermos a mesma coisa, mas tenho um péssima notícia, precisaremos fazer alguns cortes na perna, para os meus insetos penetrarem melhor e procurarem mais bactérias.
Me entristeci, cortes na perna. A Hokage respondeu rapidamente: - Então amanhã nesse horário fazemos de novo, quando você chegar farei os cortes no lugares que você achar melhor, obrigado Shino, você nos deu ótimas notícias.
Ele parecia satisfeito depois do que ela disse e saiu, eu ainda processava tudo quando ela disse: - Vejo esperança para esse garoto agora, devia comemorar Hinata, eu respondi:
- Não consigo, pois tenho medo que algo aconteça e me tire essa alegria.
Ela me olhou brava e disse: - Você tem que crescer, não pode ver drama em tudo, as coisas machucam, mas não matam, só uma coisa faz isso a morte e você que ser sua morte em vida? Não deixe as coisas te abaterem, mesmo que pareçam ruins, elas provavelmente sempre estão melhor que ontem, um exemplo é o Sasuke, ainda é complicado, mas ontem ele era pior! Vou para o laboratório fazer uma cultura da pele do Hashirama para colocarmos quando der no Yuho para apressar a cicatrização e depois pensar na fisioterapia.
Ainda bem que a Hokage sabia olhar para frente, ela já tinha pulado o atual problema e já estava pensando no depois, eu realmente preciso ser mais eficiente, fico só envolta do drama chorando e me lamento, já estou cansada disso. Passei o creme na perna de Yuho e aguardei ele acordar e ver se sentia alguma dor, estava tudo bem.
Às 23h saí, não vi Sasuke, não havia ninguém, fiquei chateada na hora, mas ele não tem obrigação ou estava em missão, mas acho que ele resolveu se afastar, hoje havia muita gente na casa dele ele não deve ter gostado daquilo, principalmente as meninas, talvez devesse me afastar um pouco, aí me lembrei e como ele tomaria a valeriana? não, devia continuar indo lá e levando bolinhos e sucos, e persistência ...
Sasuke estava escondido nas árvores e pensando, preciso me afastar um pouco dela, não sou companhia para ela e tenho certeza que o imponente Hiashi Hyuuga também acha, ela merece alguém bom realmente, viu as 30 expressões diferentes que passavam no seu rosto, no que será que ela pensava, acompanhou ela de longe chegar em casa, voltou para a vila pensando o que era aquela loucura das Hanabi e menina  Yokuri falando ao mesmo tempo, ficaram tão feliz com aquele balanço velho, o que a vida dele se transformou crianças, flores...
---
No outro dia fiquei com preguiça de preparar bolinhos, mas não tinha escolha, preparei suco também e um pão recheado de queijo, tomate e um pouco de valeriana, me sentia tão mal com isso, mas não tinha o que fazer até encontrar outro caminho, será que Shino sabia realmente tudo? será que podia ajudar nisso também, seria bom ter alguém para conversar ... que desculpa usaria para ir na casa do Sasuke? bem avisaria que não iria na clareira seria a única. Saí tarde eram 10h e fui com a cesta para lá me dei conta que as pessoas veriam, ainda bem que o sr Ly morava ali dando uma desculpa.
Fui falar com a sra Ly, ela estava arrumando uma sacola ia ao hospital para ficar e o sr Ly voltar, ela perguntou sobre o que poderia fazer para ajudar a pagar a estadia, fiquei com pena, sabia como era ruim depender de outra pessoa, sempre estar em dívida e fazendo alguma coisa ela poderia devolver um pouco dessa ajuda, falei pra ela que a minha idéia era ela faxinar as outras casas, mas sem pressa uma a uma, podendo levar dias na mesma, sem problema, podendo deixar pelo menos uma apta a ser alugada, assim Sasuke poderia ganhar algum dinheiro, ... pensei e assim não me matar, seria difícil alguém da vila morar ali ..., falei para ver com o sr Ly a arrumação das janelas da casa antes de ela iniciar a faxina da mesma.
Pensei também em falar com o Kakashi, Naruto e Hokage sobre isso, porque se eles oferecessem as casas para alugar seria mais fácil de as pessoas aceitarem por causa de história da vila. Oferecer para alguns viajantes que permanecessem por 1 mês, por exemplo e também eles podiam frequentar mais o lugar, como eles eram pessoas respeitáveis as pessoas mudariam a visão sobre o local, mas tinha também aquele muro que separava a vila, precisava falar com Kakashi sobre isso, para ele conversar com Sasuke, se derrubassem daria acesso a pracinha e consequentemente as pessoas da vila Uchiha não ficariam isoladas, e também aquela placa da entrada com o símbolo Uchiha bem grande, tinha que tirar ela dali, aquilo parecia uma triste lembrança ... Sasuke nunca concordaria.
E como abordaria o Kakashi e o Naruto, sem que ele soubessem o que estava acontecendo? falaria com o Kakashi sobre o muro e a placa, para iniciar isso com o Sasuke, já estava ficando cansada daquela luta psicológica com Sasuke e nem sei se seria permanente..., ele parecia arredio ultimamente, depois eu tocaria no assunto para ajudar a convencê-lo.
Bem precisava falar com o Sasuke sobre tudo isso, a faxina nas outras casas, uma abertura para a pracinha, já ajudaria com o muro todo ... não primeiro sobre a faxina.
Fui na casa dele juntando coragem, ele abriu a porta me olhou e perguntou afirmando:
- Você não vai novamente na clareira.
Eu falei: - Não, você quer mudar as sessões para de manhã na sua casa, poderia ser..
Ele disse: - Não precisa, você tem bastante trabalho e precisa de um horário livre para não fazer nada.
- Trouxe lanches para você, e algo novo que espero que goste.
Ele franziu a testa e perguntou: o que é?
Mostrei o pão e disse: - Tem um recheio bem gostoso eu acho.
- Ok vou provar um pedaço agora - servi para ele com o suco, ja foi uma dose de valeriana pensei.
Disse: - Precisava falar contigo uma coisa...
Ele já enrrugou a testa de novo e disse: - O que é?
- A sra Ly quer ajudar e agradecer pela estadia, ela poderia fazer faxina na sua casa se você quiser ou nas outras casas.
Ele respondeu na lata: - Não.
- Sasuke a sra Ly quer agradecer a sua ajuda e se sentir útil, deixa ela ir limpando aos poucos as outras casas, assim elas vão ficando mais aptas a serem alugadas, não é isso que você quer?
Pensei não, não quero ninguém aqui no meu lugar, mas não tinha lógica dizer isso, não tinha desculpa para não aceitar... respondi: -  Na minha casa não precisa, mas ela pode ir limpando as outras casas, vou te dar a chave daquela outra da entrada a esquerda.
Eu olhei para aqueles olhos negros e disse: - Muito obrigada! E tem outra coisa ...
Ele respondeu: -  Outra coisa?!
Eu disse: - Esqueci o que era, vou lá falar com o sr Ly e sai correndo, não era momento para falar do muro.
Dei uma volta no jardim, cumprimentei o sr Ly perguntei se tinha visto Yuho e ele disse que sim e que o filho parecia mais animado, pensei Graças, o jardim já estava ficando muito bonito,  se via tudo brotando já, ele disse que já ia começar a arrumar os canteiros e os jardins das outras casas, faltava agora só o tempo e a primavera chegar...
Sasuke viu a Hinata saindo e pensou porque fui tão seco, mas não aguento toda essa empolgação, tô me sentindo sufocado, acho que eu é que tinha que tomar valeriana, pois as coisas estão saindo como talvez eu pensei, talvez eu quisesse,  mas no fundo acho que queria ficar isolado, ... acho que Kakashi tem razão quando diz que eu estou querendo frear as mudanças, mas que elas iriam acontecer independente da minha vontade e que eu devia seguir a maré e não lutar contra porque senão só vou me irritar e cansar e morrer afogado se não mudar.
---
Hinata
Achei melhor já ir falar com a Hokage sobre as casas, ela estava na sala dela graças, falei que precisava de um tempo para explicar tudo a ela, falei das casas para alugar, falei sobre ela usar a influência dela e passear no local, ela perguntou se já tinha casa pronta eu disse, não mas assim que tiver lhe avisaria e falei sobre a placa e o muro, comentei que a vila pra pertencer a Konoha não deveria ter aquele muro isolando, e comentei se ela não podia usar uma casa daquele lugar para algo público, claro que ela teria que convencer o Sasuke a deixar. Ela disse: - Algo público?
  Eu respondi: - Sim, uma escola, um posto de saúde, uma biblioteca ou museu da cidade, o prédio da delegacia ficava perto da pracinha era imenso e estava abandonado.
Ela ficou quieta por um tempo e depois me disse: - Você é esperta Hinata, que mais você pensa?
Eu falei temos que tirar aquela placa sem ferir o orgulho de Sasuke, porque aquilo lembra sempre a tragédia, talvez uma feira na pracinha algo que traga gente para perto, pois comércio tras circulação de gente e assim se esquece dos problemas. Acho que deveríamos incluir o Kakashi nos planos sobre a retirada do muro ele poderia ajudar a convencer o Sasuke.
Ela disse: - Concordo deixa que eu falo com Kakashi, e seu pai Hiashi?
- Ainda viajando, Graças, tenho medo que ele saiba da vila e me proiba de ir, você sabe como ele é, se eu tiver notícias te aviso, me avise também quando Kakashi ou você falar do muro, quero argumentar que abrindo uma passagem para a pracinha vai ficar mais perto para Yokuri e Yuho brincar e ir ao hospital.
- Você é realmente esperta.
Não falei nada, porque não queria que parecesse que tudo era uma estratégia, era só cuidado e receio.
Hokage pediu a Shizune uma cópia da planta do bairro Uchiha e que trouxesse sem alarde e agora...Hokage pensou vou estudar bem essa vila e a posição na cidade, tirar o muro e incluir no centro da cidade com comércio e um lugar público, é Hinata é tão esperta quanto Sasuke, mas ela não deixa transparecer para ninguém essa inteligência, será humildade? é uma pena o pai dela, quando ele descobrir sobre o Sasuke, vai matá-la, preciso pensar em como bloquear isso e ele aceitar Sasuke como genro.
Shizune apareceu com a planta, Hinata tem razão a vila sem o muro ficaria bem localizada, pois ela se estendia pela lateral do centro da  cidade, era próxima a pracinha e próxima ao hospital, e ao centro comercial,  ela podia também melhorar aquela pracinha, colocar mais bancos e brinquedos como início, vou pensar mais um pouco e falar com o Kakashi.
Hinata foi para casa e pensou passo um completado,  e a placa ela tinha que pensar em algo, não para agora, mas se ela tirasse para pintar e em vez de colocar lá colocasse grudado no muro da entrada, não lá emcima que daria para ver de longe, ficaria legal e ele não perderia seu orgulho porque a placa estaria lá imensa ainda, é no futuro Hinata você terá uma ideia. Vou para casa tenho ainda uma horas para descansar, antes de encontrar o Shino no hospital.
Chegando ao hospital às 14h fui direto para o quarto do Yuho, ele já dormia e  Hokage falava com Shino sobre os cortes, ele pediu que fosse feito com a distância de um dedo entre um e outro e que fosse até as áreas que não demonstrasse nenhum sinal de infecção, assim não a dúvida que os insetos conseguiriam achar qualquer bactéria,  seriam vários cortes e eu já fiquei triste, a Hokage me viu e disse Hinata vá dar uma volta no hospital e vê se está tudo em ordem, os cortes eu mesmo faço e ajudo o Shino a colocar a caixa e os insetos, venha mais tarde depois para acompanhar o Shino.
Eu não queria ir, mas ela me deu uma ordem. Shino me entregou mais fezes para fazer mais creme de fezes, preciso pensar em um nome para isso, talvez de creme barro Aburame.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...