História Mudança em minha vida (Romance Gay) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance Gay
Exibições 87
Palavras 498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Por que não me contou antes?


Rodrigo On

Acabamos de chegar do colégio, Jonathan é um pouco sem educação e subiu pro quarto dele não quis falar com a mãe dele, então eu resolvi falar com ela é incrível como em uma semana e pouco eu já tenha criado uma amizade enorme com a tia Nathália, eu gosto muito dela e sinto que ela gosta bastante de mim também, ela é como uma segunda mãe pra mim. Tempos conversando ela toca no assunto daquela noite.

-Ei, mas enfim você gostou de ficar com o Jonathan? -Ela disse e eu corei na hora e coloquei a mão no rosto. -Não precisa ficar com vergonha, afinal foi só uma ficada né? 

-COMO ASSIM? -O Jonathan disse da ponta da escada.

-Eu vou deixar vocês a sós. -Ela disse saindo.

-COMO ASSIM A GENTE FICOU RODRIGO? ME RESPONDE! -Ele disse ele estava gritando comigo, aquilo seria extremamente sexy se ele não estivesse gritando comigo e basicamente quase me matando eu cheguei a estar com medo dele naquele momento, ele nunca ficou assim comigo e então eu levantei.

-C-calma Jon. -Eu disse.

-CALMA? VOCÊ QUER QUE EU TENHA CALMA? POR QUE NÃO ME CONTOU QUE A GENTE TRANSOU? -Ele disse me empurrou na parede e me segurou contra ela.

-J-jon está me machucando. -Eu disse realmente estava doendo muito e eu não queria ver ele magoado comigo e eu estava quase chorando.

-MACHUCANDO? VOCÊ MERECIA MAIS QUE ISSO RODRIGO VOCÊ MERECIA MORRER! -Ele gritou mais alto bem mais alto comigo e me apertou bem mais forte e aquilo realmente estava doendo muito em mim, em ambas formas. Então eu começo a chorar aquelas últimas palavras dele vai ficar em minha mente em um bom tempo. Jonathan era forte se ele quisesse ele poderia matar pessoas em só uma pedrada. -COMO VOCÊ ESCONDEU ISSO DE MIM?

-C-calma Jon. V-você estava bêbado...

-PRIMEIRAMENTE NÃO ME CHAMA DE 'JON' SEU BAITOLA DESGRAÇADO EU TE ODEIO! -Aquelas palavras doeram muito mais e ele percebeu o que estava fazendo eu comecei a chorar bem mais e ele me abraçou. -Me Desculpa rodrigo me desculpa mesmo... 

-Já estou acustumado. -Eu disse limpando minhas lágrimas.

-Perdão mesmo, Rodri. Eu te amo, eu não te odeio ta? Você é como um irmão pra mim ou até mais. -Ele disse e me soltou.

-Ok, Jon... Vou sair um pouco.

Eu saio da casa dele ainda chorando um pouco até que sou parado por um carro e três caras diferentes com máscaras saem de lá e me colocam no porta malas. Eu gritava por socorro mas eu estava até sem forças pra gritar e chorava muito até que pelo vidro do carro eu vejo Jon correndo atrás do carro.

Jonathan On

-NÃÃO!!!!! RODRIGO!!!!!!!!!!!! -Eu corria desesperado atrás daquele carro eu não conseguia acompanhar meu Deus pra onde ele foi? Eu amo ele eu preciso falar pra ele! Pera, eu não sou gay EU NÃO SOU!

Eu sentei no meio da rua e comecei a chorar muito.

... Continua?


Notas Finais


Demorei mas voltei, e.e <3 amo vocês obrigado por estarem lendo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...