História Mudanças com o Tempo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 13
Palavras 708
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Poesias, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, gente! Essa é minha primeira história. Não fiz inspirada em nenhuma outra. Estou simplesmente imaginando uma história que não aconteceu comigo. Difícil, mas legal. Meu público alvo é o adolescente.
Sou estudante de psicologia do Centro Universitário São Camilo. Então, meu foco maior será analisar as personagens psicologicamente em tudo o que for acontecendo.
Espero que gostem!
Boa leitura!

Capítulo 1 - Aprovada ou não no Vestibular?


Estou suando frio como nunca! Nunca me senti tão ansiosa para algo quanto agora! Estou esperando impaciente a tartaruga do meu computador ligar!

Dei Aleluia quando abriu o google chrome. Comecei a roer as unhas quando coloquei o site da faculdade. Estava quase fazendo xixi na calça quando vi: LISTA DE APROVADOS da Faculdade de Psicologia da UFScar!

Computador mais lerdo que o meu não existe! De repente, apareceu a lista! Comecei a procurar a letra E para ver se alguma Emily tinha sido aprovada. Ou melhor, eu. E não qualquer Emily. Vou morrer se ver uma Emily, mas com um sobrenome que não seja o meu.

Ariane, Ana, Antônio, Anderson, Aí, Quantos nomes com a letra A!! Só para me fazer esperar mais para chegar na letra E! Agora, quanta Beatriz existe no mundo é incrível! Só nessa lista, mais incrivel ainda! Mas, to pouco me lixando para elas! Cadê a letra E? LETRA E, SENHOR!!

Quando chegou na letra D, meus dedos começaram a tremer, eu estava lendo essa lista o mais cuidadosa possível, mas ao mesmo tempo sabia que podia desmaiar a qualquer momento porque meu coração batia muito rápido! Quanto tempo esperei por esse momento! Quantas sextas fiquei estudando para estar nessa lista! Quantos dias acordei as 6 da manhã para estudar para essa prova!! Esse ano parecia até um zumbi: só ia de casa para o cursinho e do cursinho para casa. Será que valeu a pena todo esse esforço?

            Quando começou a letra E, eu berrei “FINALMENTE!” e nesse exato momento, para minha grande felicidade, minha luz acabou e aí, o computador desligou. Que Raivaaaaaaa!!

Brincadeirinha!! Enganei vocês!! Na verdade, acabou a luz dentro de mim. O Mundo escureceu quando li na tela as únicas letras que existem no mundo. Letras que compõem o meu lindo nome: EMILY RAMOS DA SILVA.  Na verdade, sempre achei meu nome esquisito. Mas, agora era exatamente o que queria ler e o que me dei muita felicidade.

            Aí meu Deus! Eu não acredito que isso está acontecendo! Fui aprovada na UFScar em Psicologia!! Vou para Araras!! Não pode ser que consegui! Verifiquei cinco vezes para me certificar de que não li errado. Fiquei talvez uns 5 minutos estática sem acreditar no que estava acontecendo.

Minha mãe entrou no quarto me tirando do meu transe. Voltei para a realidade, olhei para ela, dei um grande berro dizendo: COOONSEEEGUIIIIIIII, M˜AAAAAEEEE!! Sorrimos uma para outra. Ela me abraçou muito forte e me parebenizou mostrando estar bastante feliz com a notícia. Minha mãe me apoiou muito durante todo o ano.

Fui para a sala avisar meu pai duvidando muito que fale alguma coisa sem ser do tipo: não fez mais do que sua obrigação. Digo isso porque tudo o que faço ele fala isso. Pode ser trabalho, tarefas domésticas, prova, e etc. Quando tiro 10,  quando lavo a louça, quando chego do trabalho, ele nunca me elogiou, nunca reconheceu o meu esforço e ao contrário, sempre diz que eu podia ter feito melhor. Quando estava estudando para o vestibular, a maior pressão vinha dele porque exigia que eu passasse em alguma faculdade nesse ano. Ele não ia pagar outro ano de cursinho para mim. Eu simplesmente sei que esse é o jeito dele, sabem? Não esperava grande coisa… Nenhum reconhecimento.

Simplesmente eu disse animada que havia sido aprovada, ele abriu o maior sorriso, me pegou no colo, me rodopiou, quase me deixou cair e disse: Parabens, filha!!! Tô orgulhoso de você!

Pois é, esse momento marcou em mim profundamente. Muito raro meu pai me elogiar e demontrar algum sentimento a mim. Mas, dessa vez, foi a primeira que ele me abraçou sem que fosse uma despedida cotidiana. Meu pai me abraçou feliz de verdade por mim… Nunca vou esquecer! ´E claro que não é sempre que alguém passa na universidade... Mas, querendo ou não, foi surpreendente!

Sentirei muita saudade da minha família! Sempre estarão comigo aonde for. Amo vocês!

Relatarei as minhas experiências na faculdade e o quanto minha família e uns amigos me ajudaram a me adaptar a essa nova vida de universitária. Não é tão simples assim… Primeiro passo é entrar na faculdade e depois, é sair.

A meus pais e a uns amigos,

Abraços,

De Emily Ramos


Notas Finais


Obrigada pela leitura!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...