História Mudando Os Meus Conceitos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari
Tags Gaaino, Itasaku, Naruhina, Nauruto, Sasusaku
Visualizações 44
Palavras 1.379
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, como vocês estão? Espero que bem.
Mais um capítulo para vocês.

Boa leitura! ^-^

Capítulo 5 - O primo da minha amiga


Aquele turbulento fim de semana passou dando início a segunda feira. Tinha aula apenas três dias naquela semana porque emendaram um feriado. Seria ótimo para estudar algumas matérias complicadas já que as provas estavam chegando. 

 

Estava dentro da sala de aula com a professora Kurenai tagarelando sobre algo relacionado a sua matéria. Eu como boa aluna anotava tudo rapidamente enquanto outras pessoas pareciam estar entediadas com todo aquele falatório. Hora  ou outra, eu sentia meu celular vibrando dentro do bolso da minha calça, eu tentava ignorar ao máximo, mas o felizardo por trás dessas mensagens não parava por nada.

 

Retirei discretamente o aparelho e olhei o visor. Haviam três mensagens, o que me deixou surpresa já que somente Ino costumava a me mandar alguma coisa naquele horário. Achei melhor concentrar minha atenção na aula e esperar pelo intervalo. Kurenai era uma mulher muito rígida e explicava muito bem o seu conteúdo. Apesar de já tê-la visto inúmeras vezes com o professor Asuma, ela mantinha postura quando estava dentro da faculdade e se mostrava atenciosa com os seus alunos.

 

As duas aulas consecutivas passaram rapidamente para mim, que anotava com certa velocidade, tudo o que fosse possível no caderno. Kurenai encerrou sua aula e deu início ao intervalo de vinte minutos. Permaneci dentro da sala assim como de costume. Peguei novamente o celular para ler as mensagens.

 

Nova mensagem de: Itachi

Bom dia Sakura.

Já conseguiu me perdoar totalmente? 

Ainda me arrependo de tê-la deixado daquela forma, mas surgiu um imprevisto e acho que no momento seria melhor a gente se comunicar apenas aqui. É um problema que preciso resolver, então não pense que estou te evitando, mas preciso de um tempo para mim. Espero que compreenda.

 

- Realmente, parece ser algo sério. - Me senti aliviada. Itachi parecia inconformado, tanto quanto eu. Já havia me mandado várias mensagens desde ontem tentando se desculpar e talvez deva pensar que ainda estou com raiva.

 

Nova mensagem de: Ino

Ah miga, essas aulas de hoje são tão chatas.

Vou passar na sua casa hoje a tarde pra gente ter aquela conversa.

Beijinhos.

 

Como de costume, Ino sempre me mandava mensagens reclamando de algo e pra variar, ela tem vindo me ver muito ultimamente. Algo que eu achava desnecessário as vezes. Por fim fui ler a última mensagem. Era o mesmo número de ontem, mas não tinha salvo na minha lista de contatos.

 

Nova mensagem de: Desconhecido (salvei seu número com esse nome)

Bom dia flor do dia!

És a mais bela flor do meu jardim.

Espero que esteja tendo um ótimo dia e se prepare para uma surpresa.

Em breve nos veremos.

 

Esse cara estava me intrigando até demais. Desde ontem fiquei martelando sobre quem poderia ser essa misteriosa pessoa e como conseguiu o meu número. O cara parecia aqueles admiradores secretos. Iria contar a Ino a respeito disso e também sobre o emo Uchiha chamado Sasuke que ela tanto me questionou ontem a tarde.

 

Aquela manhã passou rapidamente. Fiquei muito distraída nas minhas duas últimas aulas e quando fui perceber já estava em casa. Preparei meu almoço, não estava afim de pedir comida. Depois disso organizei a baderna do meu quarto e arrumei toda a casa. Por sorte tinha deixado minhas roupas serem lavadas no fim de semana, me poupando de fazer mais coisa. Se tem coisa que eu odeio, é casa bagunçada e eu tinha mania de limpeza, mas sempre que Ino dormia aqui, tudo ficava fora do lugar e meio bagunçado. Principalmente o quarto de hospedes que a loira ficava as vezes.

 

Após terminar meus afazeres, fui tomar um relaxante banho. Não demorei muito pois Ino logo estaria chegando. Pouco tempo depois,já com a tv ligada na sala, ouço o sinal da campanhia. Atendo a porta e dou de cara com uma loira acompanhada de um ruivo que eu não conhecia.

 

- Testuda! Bom te ver com essa cara amarrada. - A loira veio até mim me abraçando como se fizesse anos que não nos víamos. 

 

- Bom te ver também porcona, agora desgruda. - Me desfiz do abraço e ela fez uma cara de que estava emburrada. 

 

O ruivo apenas observava tudo e só resolveu falar algo quando o encarei.

 

- Desculpe aparecer tão repentinamente aqui, mas Ino queria me apresentar a você... érr... Sakura não é mesmo? - Se explicou.

 

- Haruno Sakura e Ino, podia ter me avisado antes. - Encarei a loira com raiva. Detestava quando ela fazia esse tipo de coisa e olha que não era a primeira vez.

 

- Larga de ser chata. Eu ia te chamar pra sair, mas sabia que provavelmente você não iria querer. Esse é o Sasori, lindo né? - Observei a face do ruivo e concordei com Ino. 

 

- É o ruivo que você estava secando aquele outro dia? - Perguntei confusa. Vagamente me lembrei do homem que estava junto com todos nós no encontro as cegas.

 

- Não! Aquele é o Gaara. - Falou envergonhada e eu apenas ri.

 

Convidei eles para entrarem e os recepcionei até a cozinha. Por sorte tinha algumas coisas gostosas para lhe servirem. Eu e Ino ficamos conversando sobre coisas da vida. O ruivo parecia nos escutar atentamente e as vezes falava algo a respeito do nosso assunto. Ele me parecia ser uma boa pessoa, me lembrou um pouco o Itachi, mas eu não entendia o motivo da loira ter trazido ele até minha casa, então resolvi perguntar.

 

- Ino, por que trouxe ele até aqui? - Apontei em direção ao ruivo chamando a atenção de ambos para mim. 

 

- Ele é meu primo Sakura. - Disse a loira me surpreendendo. Anos de amizade e eu nem sabia sobre Ino ter um primo gato como ele.

 

- Nossa, eu nem sabia. - Falei um pouco sem graça.

 

- Não se lembra de mim Sakura? - Questionou-me chamando tanto minha atenção quanto a de Ino.

 

Como assim, me lembrar dele?

 

- Como assim Sasori? Eu nem conheço você... 

 

- É verdade Sakura, mas ele estudou no mesmo colégio que você no ensino médio. - A loira interrompeu o assunto me surpreendendo mais ainda. Nós sabíamos muito sobre a outra.

 

- Você não deve se lembrar de mim pois sou dois anos mais velho que você, mas quando minha prima comentou a seu respeito, já cogitei que fosse aquela rosada do colégio de Konoha. - Imaginei mil e umas coisas na minha mente, inclusive lembrei do quão patética eu era por ter me apaixonado por Sasuke.

 

- Que coincidência Ino ter parentes que estudaram lá e me desculpe, realmente não me lembro de vê-lo por lá. - Sentia-me envergonhada e também curiosa para saber o que ele queria comigo.

 

- É por isso que estou aqui. - Riu simpaticamente. - Queria vê-la, então Ino me chamou para vir até aqui e me perdoe se você não gostou. - Tentou se desculpar comigo.

 

- Desculpo você, mas não essa testuda. - Falei e todos rimos. 

 

Ficamos ali conversando mais um pouco. Em um determinado assunto, Sasori comentou sobre a minha paixão platônica por Sasuke Uchiha. No começo me senti desagradável com todo o assunto, só que não podia deixar isso me incomodar pelo resto da vida. Até zoamos um pouco aquela Sakura e por fim, todas as dúvidas de Ino foram esclarecidas. Quando o assunto envolvia homem, ela não parava de me questionar até obter alguma resposta. 

 

Como já estava tarde, ambos despediram-se de mim. Eu fiquei contente por ter tido aquela conversa e também me senti segura em relação ao Sasori. Em momento algum fiquei com raiva ou enojada. Ele parecia ser um cara bem maduro e decidido. Também tinha uns assuntos diferentes que me conseguiam prender minha atenção enquanto Ino apenas parece se entediar. 

 

- Hoje foi divertido. - Pensei comigo mesma.

 

Fui até a cozinha lavar o pouco da louça que tinha sujado e de repente ouço meu celular emitindo um som de mensagem. Rapidamente o pego e visualizo a mensagem do número com nome desconhecido.

 

Obrigado por ter me recebido bem nessa tarde.

Foi ótimo vê-la pessoalmente e espero que isso possa acontecer mais vezes daqui adiante. 

 

Agora tudo fazia sentido. Talvez Ino soubesse disso mas preferiu não me contar. Era Sasori que me mandava aquelas mensagens. Uma surpresa em tanto.


Notas Finais


Sakura tá feita. Três beldades com interesse na nossa querida rosada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...