História Mudando um pouco as coisas - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Gajeel Redfox, Juvia Lockser
Tags Bacchus X Erza, Gavia, Midnight X Angel, Nali, Romira, Stinerva
Visualizações 39
Palavras 1.714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quero deixar um agradecimento especial para todos que comentaram, muito obrigado mesmo!

Capítulo 8 - Capítulo 8


As seis horas da manhã de sábado, Gajeel andava de um a lado para o outro na sala do seu apartamento , resolveu que iria conquistar Juvia e faria com que ela respondesse ´´sim´´ o mais rápido possível.

Começaria dando um presente para ela e como não era muito bom nessas coisas , iria pedir ajuda para o Natsu , não que o rosado fosse um especialista nessa área, ele era uma verdadeira porta nesse assunto, na realidade a ajuda que ele necessitava do seu amigo era simples: Precisava de Lisanna para ajuda-lo, assim apertou o botão de chamar do celular.

LIGAÇÃO TELEFÔNICA ON:

Natsu: Alô , que se quer a essas horas ? Ainda mais no sábado.

Gajeel: Cala a boca e escuta, preciso que a Lisanna vá comigo hoje no shopping e você também pode vir junto, mas se atrapalhar eu te arrebento!

Natsu: Vou falar pra ela, mas você não vai dar em cima dela! Se não eu e que te arrebento!

Gajeel: Oh mula,!Se eu tivesse essa intenção , não tinha falado pra você ir junto, não esquece de pedir pra ela ir.

Natsu: Metalzinho se você quiser namorar a Juvia , vai ter de aprender a ser mais delicado.

Gajeel: Espero que o seu pinto caia!

Natsu: Vai sentar numa lança!

LIGAÇÃO TELEFONICA OFF

Gajeel ficou fulo da vida, esse Salamander covarde, ele iria mostrar que não precisava perder a essência para poder ter a garota que morava ao lado do seu lado.

Andou à passos largos até o apartamento dela, socou a porta e quando ela abriu sem falar nada, ele tascou um tremendo beijo na moça, após alguns minutos quase a devorando , ele a soltou e sem mostrar signos de cansaço disse:

– Tinha de falar que você é muito linda Juvia! Falou e voltou para o próprio apartamento deixando uma lisonjeada e confundida Juvia com a palavra na boca e com as pernas bambas pela emoção.

–-------------------------------------------X----------------------------------------

Era sábado de manhã, para ser mais exato : era sábado de manhã, oito horas e Midnight já estava com a sua loja aberta.

O nome dele era Amoshi, mas todas as pessoas que conhecia o chamavam pelo apelido, Angel era a exceção e ele preferia que fosse assim , gostava como o nome dele era pronunciado na voz da agora namorada e Minerva também poderia chamá-lo assim , porém a mulher de olhos verdes o chamava de Onii-san ou Midnight.

Um leve sorriso surgiu nos lábios pintados de preto, sua vida estava tomando rumo, vários fatores combinavam para isso: a garota dos sonhos dele o correspondia, possuía uma familiar com quem se importava e amava e o mesmo sentimento era reciproco por parte da sua irmã, adorava a loja de discos em que era o proprietário, além dos amigos malucos e ainda era vocalista de uma banda que tinha potencial para fazer sucesso.

O garoto gótico escutava o clássico álbum ´´ Altar of Madness´´ do Morbid Angel e falando em Angel, ela estava dormindo na cama dele vestida apenas com a camisa do Type O negative e lingerie, era bom pensar que ela estava lá( a casa do Midnight fica no andar de cima da loja), pois ela sempre ia embora antes dele acordar.

Resolveu dar uma olhada nas noticias da internet no notebook e viu que o Hangar , uma ótima banda brasileira que mescla heavy metal tradicional com hard tocaria em Magnólia, Angel adorava essa banda, não pensou duas vezes em comprar dois ingressos para o tal show que aconteceria semana que vem.

Sua atenção foi tirada da tela do computador, quando ouviu o sinal que anunciava a entrada de alguém no lugar, pelo perfume e o barulho dos saltos ecoando no piso, já soube quem era sem olhar.

– Olá Minnie-chan. Saudou Midnight saindo de trás do balcão e recebendo como resposta um selinho de Minerva, era assim que a irmã o cumprimentava.

– Sabe que eu odeio quando me chamam assim, mas você pode já que é o mais velho.Respondeu a mulher de traços orientais no seu tom rotineiro.

– Acho Minnie( vcs sabiam que a Minnie do Mickey se chama Minerva?!) um bom jeito de te chamar, assim que acostume-se. Retrucou ele dando um abraço nela como retribuição.

Minerva queria falar alguma coisa com o irmão, mas decidiu dar uma enrolada e circular pela loja olhando as coisas.

– Aquele Cd do Epica não chegou ainda? Indagou a mulher, sua banda preferida era a que onde canta Simone Simons.

– Ainda não Minnie, esse Cd é importado, demora um pouquinho para chegar, mas não se preocupe, vou guardar o seu. Respondeu Midnight, era impressão dele ou ela estava preocupada com alguma coisa.

– Isso eu já sabia.

– Então porque perguntou?

A mulher de cabelos violeta escuro suspirou e andou até chegar perto do seu interlocutor e soltou:

– Estou preocupada com o Sting, ele não dormiu em casa ontem, já liguei para todos os hospitais e nada, não fiz o mesmo com as delegacias , porque ele é covarde demais para se meter em uma briga e o pior de tudo , aquele gato fica me olhando como se eu fosse a culpada do sumiço do dono dele! Exclamou Minerva, ela podia ser a mulher mais rica de Fiore, era a dona e única acionista da maior montadora de carros e caminhões do Reino: Sabertooth, mas era bastante insegura quanto o seu relacionamento com o Eucliffe e esse desaparecimento a deixava apreensiva : ele poderia ter ido embora, morrido ou o pior de tudo, estar com alguma vagabunda em um motel de quinta.

– Hum, ele deve estar na casa do Rogue, ele saiu para beber ontem e você sabe que ele morre de vergonha de aparecer na sua casa bêbado e por isso ele deve ter ido dormir na casa do Rogue. Respondeu o gótico dando um bochecho de tão óbvia que parecia a situação.

– Você acha? Ele poderia ter ido para casa, afinal de contas aquela também é a casa dele. Vou fazer picadinho desse loiro convencido! Vou ali fora ligar para o Rogue e já volto Onii-san. Falou a mulher com a coloração do rosto mudando pela raiva.

Midnight olhou divertido a reação dela, Minerva não admitia, mas gostava de verdade do Eucliffe, Sting era meio folgado às vezes , mas ele sabia que o loiro era o grande responsável pela mudança no comportamento da mulher de olhos verdes, sabia do clichê de que o amor muda as pessoas e tal e como qualquer garota ( sim garota, apesar do poder de Minerva , ela só tinha vinte e um anos era mias nova do que a amiga do Natsu por exemplo) tem o seu lado romântico.

– Amoshi-kun, acho que dormi demais! A voz de Angel o tirou das suas teorias mentais sobre a irmã, ela entregou para ele uma xícara de café.

– Nossa você fica tão linda vestida assim! Afirmou ele dando um gole no café e admirando a anatomia da garota.

– Se com ´´vestida´´, você diz vestida apenas com uma camiseta de banda , além das roupas intimas, eu não deveria me vestir assim, pois sou uma estilista! Exclamou a musa de cabelos platinados de maneira divertida e um tanto lisonjeada pelo comentário.

– Para tudo! Então você é a garota por quem o Midnight fica suspirando? Disse Minerva a observando de maneira interessada.

– Sim, sou eu Minerva-san. Respondeu se sentindo um pouco intimidada.

– Angel só tenho uma coisa pra te falar... Quando os meus vestidos ficam prontos? Se o Midnight não fosse o Midnight ele cairia de costas pela impressão causada, vestidos valiam mais que a sua figura gótica.

– Lá pela quarta da semana que vem, posso te falar que estão ficando lindos, Minerva-san. O alivio em Angel era evidente, a irmã dele não iria implicar com ela.

– Ótimo! Você é a única estilista que sabe fazer vestidos Chinos do jeito que eu gosto! Exclamou Minerva quase dando pulos de alegria.

– E o Sting? Ele está na casa do Rogue? Midnight resolveu quebrar o momento de devaneio consumista dela.

– Hã? O Sting... Sim aquele idiota tá lá sim, vou ir buscar ele e me faça um favor Angel, leve seu namorado para me visitar na minha casa, Tchau casalzinho!

–------------------------------------------------X----------------------------------

Gajeel esperava a chegada de Natsu e Lisanna, já estava ali na frente do shopping a pelo menos quinze minutos.

Até que avistou uma das coisas mais engraçadas que já tinha presenciado, lá vinha a albina e o rosado em uma lambretinha branca que era pilotada pela moça e Natsu estava agarrado na cintura dela com uma cara aterrorizada, sério quando ele iria tratar aquela fobia de meios de transporte.

Após estacionarem, Natsu pulou da lambreta e gritou:

– Finalmente terra firme!

– Desculpe a demora Gajeel-san, é difícil pilotar enquanto se é apertada e quando ficam gritando no seu ouvido. Falou a garota de maneira divertida.

– Tudo bem , Lisanna-san, quero sua ajuda para uma coisa, pedi a Juvia em namoro e .... Falava o Redfox até ser interrompido .

– Eu sabia que você tinha uma queda por ela! Afirmou o Dragneel apontando para o outro.

– Salamander quer que eu conte uma coisa que sei para a Lisanna-san? Indagou de forma ameaçadora cravando os olhos no rosado.

– Tudo bem, eu paro! Retrucou Natsu cruzando os braços e olhando para o outro lado.

A menor dos Strauss não entendeu muita coisa, mas decidiu falar, iria ajudar, estava feliz por Juvia sempre achou que os dois combinavam juntos.

– A loja do Midnight-san é aqui por perto, já tenho uma ideia para o presente da Juvia-chan. Respondeu Lisanna de forma animada.

– Qual seria essa ideia? Perguntou Gajeel.

– Lembra quando a casa da Juvia inundou? Falou Lisanna

– Sim , ela deixou o chuveiro ligado e saiu para um congresso sobre segurança de parques aquáticos e quando voltou a casa estava um desastre. Afirmou o moreno fazendo cara de que se lembrava de algo.

– Lembra dos vinis dos Ramones que estragaram, porque você não dá para ela uns novos, deve ter lá na loja. Disse a albina de maneira convincente.

– É verdade, ela até chorou por causa daqueles discos, vai ser um ótimo presente! Exclamou Gajeel batendo a palma da mão na da garota como forma de saudação.

Natsu se sentia um pouco deslocado e esquecido olhando aquela cena.

 

TO BE CONTINUED...

 


Notas Finais


Comentários???

Até a próxima pessoal! o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...