História Muito Bem Acompanhada - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eliane Giardini
Personagens Eliane Giardini
Exibições 55
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei mais voltei.... espero que gostem. Eu tava com saudades de vocês enfim to aqui.

Capítulo 10 - Situação delicada


Narrado por Victor 

Fui para a varanda refleti em tudo que aconteceu, Aquela mulher infelizmente mexeu comigo eu realmente não deveria ter vindo com ela, eu nunca fui acompanhante quando o ambiente se trata de um casamento eu não sei porque aceitei e pior eu gostei dela isso NUNCA nunca  deveria ter acontecido eu sou um patético realmente relacionamentos nunca foi meu forte. Estava perdido em meus pensamentos quando  ouço vozes na sala.

- mãe !, cadê a Helena e o Victor???? Preciso que eles me acompanhem no salão eu e Rafael vamos ensaiar novamente com a professora de dança   daqui  1 hora. -Bianca.

- estou aqui Maninha. Helena falou com a voz animada.

-Ai que bom !. Vamos? Cadê Victor?.

- tô aqui fora Bianca.

Me levantei e fui de encontro com elas peguei na mão da Bianca e beijei a mesma com respeito e carinho.

- bom dia bia. Falei a olhando nos olhos a mesma me encarava com admiração.

- bom dia Vi. Disse sorrindo para mim.

- veja como ele é um príncipe. Bianca disse olhando  para Helena que me olhava seria.

- eu sei que é. Disse ela vindo em minha direção ela beijou meu lábio inferior. Seu corpo estava colado ao meu e seus braços entrelaçados ao meu pescoço. Logo em seguida me encarou enquanto Bianca saia pela porta.

- vamos gente até chegar no salão vai demorar com esse trânsito infernal.- Bianca.

- desculpe mais precisamos agir como namorados. -Helena.

- bom você já pode me soltar. Falei sério. 

- todo bem. Ela disse se afastando e indo de encontro ao carro de Bianca. Ela se a sentou no banco de trás fiz o mesmo sentei ao seu lado. Coloquei meu óculos de sol e olhei pela janela para não ter que olhar para Helena.

Narrado por Helena 

Enquanto estava ali naquele carro comecei a me lembrar da nossa noite passada e de hoje pela manhã. Comecei a me lembrar como Victor havia pegado meu café da manhã e me levado na cama e ali recordando dei ênfase de Victor ter vindo em minha direção com um sorriso encantador e me parecia que ele ia me dar um beijo antes deu perguntar " aconteceu alguma coisa?"

A meu Deus como não pensei nisso antes? Victor está gostando de mim !.  Eu como psicóloga já deveria ter notado isso eu coloquei tudo a perder.

Olhava para Victor enquanto me perdia em meus pensamentos meu olhar era semi - cerrado. Eu analisava Victor dos pés à cabeça como faço em meu consultório, analiso gestos fala e comportamentos. Era exatamente  o que estava fazendo nesse instante com Victor.

Agora todo explica seu comportamento comigo. Sorri enquanto pensava.

- chegamos !. -Bianca.

Descemos todos e fomos em direção ao salão. Coloquei minha mão sobre a do Victor  tentei entrelaça mais ele não permitiu.

- por favor Helena menos contato possível. Não precise exagerar eu quero distância de você o máximo possível. 

Ele disse enquanto chegávamos no meio do salão. Tinha uma mulher orientando Rafael e Bianca. Logo começamos a dançar. da parte de Victor ele dançava com muita má vontade segurei para não gargalhar pois sabia bem o motivo que ele estava assim.

- sabe Victor você dança péssimo. Falei provocando.

- você que é uma pata choca que não sabe dançar eu que não vou ficar te ensinando.

- quem conduz na dança senhor Victor é o homem sabia ? E se você não fosse tão lindo eu não ia te aturar viu? Te mandaria ir embora agora mesmo só não faço isso porque estou facinada com tanta beleza em um homem só. 

- me poupe, você só não me manda embora primeiro porque pagou caro pra me ter como acompanhante e também porque quer fazer ciumes em um panaca que te largou feito estátua no altar. Sua expressão era de raiva. 

Apenas o analisei e sorri o olhando. Victor estava mesmo com raiva de mim,e com razão eu fui uma idiota mesmo.

- tudo bem Victor. Disse colando meu corpo mais no dele. Cheguei perto de seu corpo o máximo que pude encostei meu rosto no seu. Deixando Victor completamente sem reação.  Sorri ao perceber que ele ficou surpreso com minha reação, no mínimo achou que eu iria revidar suas agressões. 

Logo Victor começou a rodar nossos corpos ainda colados me surpreendendo. O olhei e seu semblante era sério esbanjei um lindo sorriso a ele enquanto sentia meus cabelos voando com a força que Rodavamos.

Ele arqueou uma sobrancelha e em seguida sorriu lindamente para mim,ficando ainda mais sedutor. Quando percebemos estávamos dançando por toda estencao daquele salão num ritmo perfeito. Victor além de lindo dançava muito bem.

- ha então quer dizer que o senhor sabe dança?. -Falei divertida enquanto ele me girava.

Ele não disse nada apenas sorriu para mim.

- Victor  perdão por hoje  eu realmente sinto muito. Falei seria o encarando.

- o que aconteceu hoje? Sua voz era irônica.

- você sabe. 

- eu não me recordo, há tá lembrei sobre a tal noite que você não se lembra né? 

Gargalhei e Victor me olhou sério em seguida sorriu de leve.

- você é uma figura Helena. Ele disse sorrindo com cara de " você não tem jeito mesmo" para mim.

- eu me lembro. (Disse sedutora). E foi a melhor transa da minha vida. (Falei em seu ouvido). Se não me engano dr Victor também me recordo que não usamos camisinha. (Falei num tom de brincadeira ).

- isso é verdade. - ele falou sorrindo.

- eu vou te pagar. 

- eu não quero Helena.

- porque? Mais isso é o justo. Falei seria.

- eu não quero porque.... (ele pausou sua fala e respirou fundo) eu gostei e não vai ser justo com você.

Nesse momento fiquei encantada com a maneira que Victor  falou e sem pensar nas consequências  dos meus atos beijei Victor que retribuiu prontamente o beijo.

- e se você quiser agente sai agora é vamos na farmácia compra uma pirola do dia seguinte. -Ele disse parando o beijo.

- bem pensado. - Falei divertida arrancando um lindo sorriso de Victor que nesse momento coçou a cabeça me olhando sem graça.

-eu nunca fiz isso Helena. 

- não precisa se explicar. O interrompi parando de dançar com Victor. 

-Vamos agora?

Nós despedimos de bia que deu sua chave para Victor dirigir e explicou que iria com Rafael.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...