História Mulan - O despertar do dragão - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mulan
Personagens Chien Po, Chi-Fu, Fa Li, Fa Mulan, Fa Zhou, Imperador, Irmãozinho, Khan, Li Shang, Ling, Mushu, Personagens Originais, Shan Yu, Vovó Fa, Yao
Tags Irmãozinho, Mulan
Visualizações 62
Palavras 952
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Visita inesperada


Fanfic / Fanfiction Mulan - O despertar do dragão - Capítulo 8 - Visita inesperada

~Mulan

Levantei cedo como de costume, escovei os dentes e prendi  cabelo em um coque despojado com alguns fios soltos com um pincel,nem troquei de roupa e saí do quarto para tomar café da manhã( ela estava com aquela roupa quando ela acorda  no começo do filme) estava cambaleando com os olhos semi abertos devido ao sono e ao chegar na mesa do café, todos olham para mim inclusive o Lord Qin e príncipe Jeeki, mas o que eles estão fazendo  aqui? Meus ancestrais! Fiquei parada sem reação e meu cabelo logo soltou-se, botei o pincel atrás da orelha, meu pai pigarreou:

-Hurn Hurn, bom dia Mulan.

-Bom dia papai.-Disse curvando-me como comprimento, Lord Qin e Jeeki olhavam-me torto.-Bom dia mamãe, Lord Qin e príncipe Jeeki curvei-me para os mesmos.

-Bom dia minha filha, vamos sente-se.-Disse olhando-me assustada, oras eu estou em minha casa e posso estar vestida do jeito que eu quiser, como eu ia saber?Sentei ao seu lado e a cutuquei falando entre os dentes.

-Mãe, por que não me disse que tínhamos visitas hoje?-

-Desculpe.-Disse sorrindo disfarçadamente.

-Então...Lord Qin...-Disse meu pai iniciando conversa.

-Acredito que já esteja na hora de decidir a data do casamento.-Quase cuspi o café e engasguei-me, mamãe deu-me apressadamente um copo de água.-Está tudo bem senhorita?-

-Está sim Lord Qin, ela só se engasgou com o café.-Disfarçou minha mãe, de repente deu-me um estralo na mente, o café da manhã de Ming, olhei para minha vó e ela logo entendeu o recado.

-Com licença senhores.-Disse pegando a comida e pondo-a em um prato indo para fora de casa.

-Aonde a senhora vai com esse prato de comida mamãe?-Perguntou meu pai

-Posso comer onde eu quiser.-Disse saindo e arrancando uma risada baixa de mim.

-Continuando Lord Qin.-Disse meu pai.

-Ah sim,que o casamento aconteça quando Mulan estiver apta para ser esposa do futuro Lord, meu filho.-Nunca vou estar preparada meu senhor.

-Como assim?-Disse mamãe confusa.

-Mulan deve ser enviada para uma espécie de escola onde moças de sua idade estão destinadas a serem esposas de grandes líderes e etc.-

-E por quanto tempo ela ficaria lá?-Perguntou Fa Zhou curioso.

-2 anos.- Dois anos?É muito tempo!Com certeza não estava gostando dessa ideia.

-Então está decidido, Mulan vai para essa tal escola, é muito cara?-

-Não se preocupe Fa Zhou, eu custearei.-Disse Lord Qin.

-O que?-Levantei-me da mesa batendo as mãos na mesma.

-Mulan...-

-Pai, eu não quero ir!-Disse olhando para o mesmo.

-Mulan não me envergonhe!Você vai para essa escola, para o seu bem.-Disse meu pai nem olhando na minha cara.

-Mas...-

-Vá para o seu quarto, agora!-Fiz cara feia e corri até o quarto, pulei a janela e fui direto ao estábulo, chorando abracei minha vó que estava sentada no feno, que não entendeu e mesmo assim me abraçou.

-O que foi que aconteceu criança?-Disse passando a mão em minha cabeça.

-E-ele vão me mandar e-embora!-

-Embora?-Disse Ming com voz assustada.

-Oh Ming...-Ela também estava assustada e chorando, olhei para a mesma e a abracei.-

-Por favor não me deixe.-Aquilo foi como uma facada no coração, como se fosse uma mãe abandonando seu único filho.

Minha vó não perguntou o motivo da minha partida pois com certeza já sabia o motivo, já era uma pessoa vivida.

-Mas eu tenho que ir, não tenho escolha.-

-Por que?...Por que....-Sussurrava Ming.

-Eu vou ser a futura esposa de uma pessoa muito importante, preciso ir para uma escola que preparam moças como eu para o tipo de vida que irei ter.

-Me leve com você!Por favor...-

-Ming eu...Não posso.-Disse fazendo barulho de choro e olhando para o céu derramando algumas lágrimas.

-Você vai ficar quanto tempo longe?- Fiquei em silêncio.-Por favor, me diga.-

-Dois anos.-Falei rápido e prendendo o fôlego, ela separou-se um pouco para olhar em meus olhos, o seus olhos estavam arregalados e  brilhando pois estavam marejados.

-O-o que?- Virei o olhar olhando para o lado. Ela pegou em meu rosto.-Mulan, olha pra mim.-Olhei a contra gosto com lágrimas caindo.-Me diz que isso não é verdade.-Fechei os olhos com força e funguei desviando o rosto.-Você não pode me deixar...-Disse quase gritando.

-Não fale isso como se eu quisesse.-Disse ainda chorando.

-Não chorem crianças,o tempo voa.-Disse minha vó com o olhar triste olhando céu.-Mulan, é melhor entrarmos, Lord Qin e seu filho já foram.-

-Eu não quero.

-Olhe pra mim!-Disse vovó levantando meu rosto e olhando-me com raiva.Logo seu olhar suavizou-se dando um sorriso terno com os lábios.-Olha como você é linda...Não devia se lamentar tanto.-Abaixei o olhar ainda triste.-Vamos minha querida!Erga sua cabeça!Lembre-se:-Falei junto a frase que ela sempre falava para mim quando eu era pequena.-Você é forte o bastante.-Dei um sorriso mínimo, já estava me sentindo melhor e a abracei.-Obrigada vovó.-Sorri com o lábios e voltei meu olhar para Ming, minha vó saiu e nos deixou a sós, peguei em suas mãos e a fiz olhar para mim.

-Mulan...-Disse chorosa.

-Shi...-A peguei no colo botando-a entre minhas pernas cruzadas de costas para mim.-Quero que se lembre do que vou lhe falar, assim nunca vai se esquecer de mim.-Dizia com uma voz amável.-Você é gentil, você é inteligente, você é importante...-Dizia sussurrando, abracei-a.-Nunca se esqueça disso.-Disse beijando sua cabeça e fiquei acalentando-a até ela adormecer outra vez.Botei ela na cama improvisada,levantei fechei os punhos em determinação e disse para mim mesma:-Eu sou forte o bastante.-Entrei na casa e minha família esperava-me na sala, meu pai falou com pesar.:

-Mulan, eu sei que é difícil--

-Não se preocupe meu pai, vou cumprir  o meu dever e honrar minha família.-Disse com convicção, minha mãe olhou para mim sorrindo orgulhoso,forcei um sorriso para abraçar meu pai.

-Estou muito orgulhoso de você, então está decidido, daqui a três dias você partirá.-

 

 

 

 

CONTINUA...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...