História MULHERES VINGATIVAS- Livro 1: Está com você! - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 26
Palavras 1.291
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Último capítulo será postado amanhã 💔😪

Capítulo 41 - Almas gêmeas


Diana estava hiper nervosa, percebendo isso, Nicolas esticou o braço e tomou sua mão a apertando de leve, ela sorriu de lado e eles voltaram a atenção para o padre.

Enquanto o pobre padre realizava a cerimônia, os noivos mal prestavam atenção.

Nicolas não tirava os olhos de Diana, estava se lixando para o padre, já Diana... Estava com os pensamentos longe, não escutou uma palavra do que o homem falou e continuaria assim, perdida em pensamentos, não fosse o apertão que Nicolas lhe deu.

Ela ergueu os olhos, pronta para lhe lançar um olhar furioso, mas desistiu ao perceber que todos olhavam para ela.

_Hum... - ela sorriu sem graça - Pode repetir?

O padre ameaçou revirar os olhos, mas mudou de idéia, respirou fundo e repetiu.

_Você, Diana Parker. Aceita Nicolas Avellar como seu legítimo...

_Ah, isso? - ela interrompeu, levando outro apertão de Nick - Eu aceito, mas só se parar de me apertar.

O padre franziu o cenho, arrancando uma risada gostosa de Nicolas.

_E você, Nicolas Avellar...

_Nem precisa terminar. - ele também interrompeu, fazendo o padre bufar - Eu aceito.

Eles trocaram as alianças e nem esperaram o aval do padre para se beijarem.

_Quem disse que as bruxas não tem finais felizes? - ele falou baixinho para ela, enquanto eram comprimentados pelos convidados.

Ela franziu o cenho. Ele se lembrava disso?

Nicolas deu de ombros, e voltou sua atenção aos convidados, bem quando Paola apareceu em sua frente.

_Muito corajosa ou muito burra? - disse levando a mão ao queixo - Eis a questão.

_Ela está comigo. - Betão falou, puxando Diana para um abraço apertado.

_Grandes coisas. - ele desdenhou - E dá pra soltar a minha mulher?

Diana riu do ciúmes do marido e se afastou, deixando um beijo carinhoso no rosto de Humberto.

_Parabéns. - ela disse baixinho.

Paola se aproximou da noiva sob o olhar ameaçador de Nicolas. Ele não pensaria duas vezes antes de matá-la se ela tentasse algo contra Diana. Mas o que aconteceu foi totalmente o contrário do que os rapazes imaginavam.

Diana abraçou Paola e lhe sussurrou algo.

Nicolas e Humberto trocaram um olhar confuso, ambos sem conseguir entender a cena que presenciaram.

_Tá, já chega! - Nick interrompeu o abraço - O que está acontecendo aqui?

_Longa história. - Paola respondeu, trocando um olhar cumplice com Diana - Ela te conta na lua de mel.

Depois de cumprimentaram a todos, os convidados foram instruídos a seguir para o salão de festas para a grande recepção. Diana preferia algo mais simples, mas Rachel fez questão de algo "A altura de uma Parker".

Diana estava cansada, doida para arrancar aquele vestido e se jogar numa cama bem fofa...

_Vamos? - Nicolas a clicou dentro do carro.

_Me lembre de nunca mais deixar minha mãe organizar meus casamentos - comentou divertida.

_Não terá necessidade.

Demorou um pouco para Diana perceber que eles não estavam indo para o salão de festas. Ela olhos a estrada confusa, e voltou seu olhar para Nicolas que tranquilo, parecia nem se importar.

_Nicolas estamos indo para o lado errado. - disse aflita. Rachel a mataria se chegasse atrasada.

_Não estamos - ele respondeu - Relaxa está bem.? Sei o que estou fazendo.

Ela franziu o cenho, ia questioná-lo e só não o fez porque não tinha a mínima vontade de voltar para seus convidados, a maioria das pessoas que a cumprimentaram com abraços e felicitações, mal a conheciam.

Nicolas dirigiu por mais algum tempo, ele estava em silêncio, pensando longe, tentando tomar uma decisão. Ele tinha armado toda aquela surpresa, pois não suportava ver Diana tão triste. Tinha dias que ela estava bem e parecia a Diana que ele conheceu, porém em outros dias ela estava depressiva e ele mal a reconhecia. Desde que acordou naquele hospital, ela era uma montanha russa de emoções e doía nele vê-la assim.

_Toma, coloca isso? - ele jogou uma venda em seu colo.

Ela o encarou intrigada, tentando desvendar o que ele escondia mas foi em vão. Naquele dia Nicolas estava mais misterioso que nunca, e ela sabia que não conseguiria arrancar nada dele, então decidiu jogar seu jogo.

Ela sentiu quando o carro parou e se perguntou onde estava.

Nicolas desceu e fechou sua porta com um pouco mais de força do que o necessário, logo ele estava do outro lado, puxando Diana para fora do carro.

_Isso não está divertido. - ela reclamou, ouvindo ele gargalhar.

Nicolas passou o braço ao redor dela, a guiando pelo caminho, cuidando para que ela não caísse ou sujasse o vestido.

_Já estamos chegando. - disse, dando um beijo no topo de sua cabeça.

Alguns minutos a mais de caminhada e eles pararam. Diana não tinha idéia de onde estava. Ventava um pouco e o ar tinha um cheiro doce de flores, ao longe ela ouvia o canto dos pássaros e o barulho do ventos nas folhas. Ela estava aflita, normalmente não gostava de surpresas, odiava qualquer coisa que a pegasse desprevenida, coisas que não havia planejado, mas ao contrário do que ela esperava, o nervosismo que sentia não era algo ruim...

_Lara. - ela chamou, pegando ela de surpresa. Nick nunca a tinha chamado pelo nome de infância e ouvi-lo saindo de seus lábios, em sua voz rouca, ascendeu algo dentro dela - Antes de tirar a venda, eu queria que soubesse que só estou tentando te alegrar... Então se não gostar da surpresa...

Diana bufou, estava sem paciência para discursos e cheia de curiosidade. Ela arrancou a venda e perdeu o chão.

Ela estava em um grande campo florido, pequenas flores roxas que ela nem sabia o nome.

O sol estava se pondo no céu, pintando as nuvens de laranja e deixando o lugar ainda mais encantador. Era lindo, parecia um paraíso, uma pintura de um artista talentoso... Mas não foi só a beleza do lugar que emocionou Diana e sim o que tinha ali que tornava o lugar tão especial.

Ela deu pequenos passos até chegar ao grande túmulo de mármore. Os túmulos se erguiam impotentes em meio a delicadeza do jardim, um ao lado do outro, feitos de puro mármore branco que reduzia a luz do sol.

Nicolas observava de longe, perdido na beleza da cena, na beleza da mulher. Diana novamente parecia brilhar em meio às flores, seu vestido em contraste com as flores do campo... Ele estava hipnotizado.

*Susan Almeida*

Mulher dedicada e mãe de uma princesa.

*Henrique Almeida*

Marido exemplar e pai de uma princesa.

As lágrimas vieram antes que Diana pudesse pensar em impedir. A emoção era tão grande, que ela se ajoelhou em frente aos túmulos dos pais e deixou o choro vir.

Nicolas caminhou receoso até ela, não sabendo se tinha tomado a atitude certa ou se aquilo havia piorado o estado dela. Ele se ajoelhou ao seu lado, abraçando-a pelos ombros que se sacudia pelo choro.

_Desculpa meu amor. - ele sussurrou, na intenção de acalmá-la - Me perdoa, eu fui tolo em achar...

_Obrigada. - ela interrompeu e buscou seus olhos.

_São simbólicos - ele explicou, se sentindo aliviado - Mas pensei que... Talvez você se sentisse melhor se tivesse onde chorar por eles... Me desculpa se não...

_Eu amei. - ela o cortou - Isso é... É lindo Nick... Eu amei.

Ele sorriu ao receber o sorriso dela, ainda mais por saber que ele era o responsável por fazê-la sorrir, era ele o motivo de algo tão bonito e ele passaria o resto da vida fazendo de tudo para ver aquele sorriso por mais vezes.

Diana se aninhou nos braços de Nicolas, ainda ajoelhada diante dos túmulos de seus pais. O sol se pôs por completo, a noite chegou e eles continuaram ali... Quietos, um sentindo o coração do outro. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...