História Mulier Diaboli


Escrita por: ~


Sinopse:
"Era heresia, sim, tinha nome de heresia, mas a crença de Yixing era outra."

Concurso TNK || LayKai/KaiXing || steampunk!au || problemas sociais
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias EXO
Personagens Kai, Lay, Sehun
Tags Concursotnklay, Kaixing, Laykai, Steampunk, Steampunk!au, Steampunk!exo, Tnklaykai
Exibições 102
Comentários 3
Palavras 9.409
Terminada Sim

Fanfic / Fanfiction Mulier Diaboli
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Luta, Magia, Misticismo, Shonen-Ai, Slash, Steampunk, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capítulo Único - Primo Uomo
3
102
9.409

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~voltairenism
Capítulo 1 - Capítulo Único - Primo Uomo
Usuário: ~voltairenism
Usuário
Eu, rainha em comentar nas fanfics que já tem anos. Mas eu tinha, desculpa.
Eu simplesmente AMO steampunk. Descobri anos atrás quando vi um cosplay do batman versão steampunk -q e eu me apaixonei nisso. Cara, se eu pudesse, eu seria aqueles caras que simplesmente se vestem dessa forma o tempo todo afakgak Ok, nem tanto, mas eu queria criar aquelas coisas malucas que entusiastas nessa vanguarda fazem.
mulheeeeer NÃO SEGURA AS IDEIAS. Eu adoraria saber dessas coisas, você falou que a Inglaterra comanda tudo e algo sobre Darwin, e eu queria muito saber como é isso. É basicamente por isso que eu estou comentando, mas já que eu estou aqui vou falar tudo que eu senti lendo isso.
Eu acho que sua mente é muito como a minha, não sei kkkkk Quero dizer, não tem nada do que eu não goste nessa fanfic. Normalmente eu fico com essa sensação de satisfação só quando leio uma PWP só com pegação e nada de roteiro, porque, afinal, o que eu teria a reclamar sobre isso? LOL
Cara, que medo, QUE MEDO, do Jongin morrer. Sério, li com o cu na mão. Quando falou que ele tinha água nos pulmões, achei que fosse tuberculose, e fiquei tipo porra, fudeu, caralho. As autoras sempre gostam de matar as personagens desnecessariamente e fiquei feliz tanto com a sobrevivência dele como o fato disso ter um motivo. Afinal, o Lay quer mudar vidas, e ele fez isso. Qual sentido faria para a estória se ele morresse? Nenhum. Chega de matar sem motivo, gente. No livro "O Estrangeiro" [...]
(Coloquei os colchetes porque originalmente eu tinha ido muito longe).
Eu li, certa vez, uma fanfic com esse fundo de crítica social, mas tudo parecia... Superficial. Eu fiquei meio pedante, coisa aliás que não me orgulho, em relação às fanfics desse site, porque sinceramente tudo me parece um reportagem de jornal - sensacionalista não é a palavra, mas não tem mais que um relato e uma proposta de me fazer chorar. Não quero minorizar essas fanfics, é, tem quem goste, mas eu não me interesso por isso.
Já a crítica na sua fanfic é... Elegante. Muitas vezes me aparecem fanfics que gritam NOSSA OLHA ESSA COISA ERRADO TA VENDO EU TO FAZENDO UMA POLEMICA DENUNCIANDO ISSO AQUI e não, aqui a crítica é tímida, mas muito forte e, por mim, ganhou ainda mais peso sendo feita dessa forma.
Outra, eu gostei da sua escrita. Tipo, eu gostei mesmo mesmo mesmo. Eu gosto de como é sem rodeios, como é rápida. Rápida assim como as coisas tornaram-se no século XVII. É consistente e você detalha e cria esse universo sem perder o foco. Eu gosto muito de quando a escrita é visual, eu tento escrever assim. Sabe, quando você consegue visualizar tudo e você se fascina com o que está sendo criado na sua cabeça apenas com palavras? É algo que gosto muito no próprio Júlio Verne, acho que tem dele em você, sei lá. Eu adoro viajar com a leitura, é uma pena que envelhecemos e somos obrigados a ler Crime e Castigo. Adoro você, Dostoizinho, mas olha....... Haja paciência.
Aquele momento que você se pergunta do que eu estou falando. Desculpa, eu não tenho nenhum foco.
E seu mundo é lindo. Imaginei o campo e acho que dei uma choradinha. As flores se tornarem bronze perto da fábrica e então fazerem sons de sinos....................... A garganta até apertou pra chorar de novo.
Enfim, são esses os motivos que justificam os fatos de eu simplesmente estar completamente apaixonada e satisfeita com isso aqui e de querer muito te chamar pra jogar RPG de mesa. Já jogou? Basicamente, alguém narra alguma estória e você diz o que vai fazer, então joga os dados pra saber se pode ou não. Tem umas muitas regras, mas é isso aí, em suma. Aposto que seria massa de jogar contigo, acho que você seria daqueles jogadores que entram na personagem, de verdade. De novo, do que eu tô falando?
CARA, na parte que o Fleumático falou "Precisa amar eu antes de amar outro" como referência para o que Jongin poderia estar pensando, eu gritei aqui ISSO É MUITO EU SOCORRO. E os diálogos dos dois.... Meu aesthetic, caramba. E ESSES NOMES DOIDOS SÃO AS MELHORES COISAS QUE EXISTEM.
Eu não sei, eu realmente não sei o que falar (KKKK PIADA BOA, FALEI QUASE NADA NÉ) mas é isso tudo é tão doido e me dá aquela sensação na barriga de quando eu assisto Star Trek e aquilo é tão bom e o mundo é bom demais porque isso existe, sabe??? Eu, intensa? É tão original, mesmo que tenha a Madame Satã do filme, é tudo tão criativo e único. Eu adoro essa.... isso. O steampunk, o alquimista esotérico, a dança, as fábricas, o campo, a campanula de bronze, o fleumático - kkk que nome legal. Fleumático. Sério, fleumático. Fleumaaaaaaaaatico. Enfim, essa mistura, coisas que eu parei para pensar "de onde ela tirou isso, meu deus", de uma forma boa, claro. De uma forma ótima.
Sinceramente, eu acho que poderia ficar aqui escrevendo sobre essa fic por umas horas, mas já deu. Resumindo, eu gostei e to dando muitas palmas em pé.
Postado por ~Nevermore_
Capítulo 1 - Capítulo Único - Primo Uomo
Usuário: ~Nevermore_
Usuário
Moça, onde estão os comentários nessa fanfic? Como assim não tem nenhum??
Eu achei tudo incrível! Me ensina a escrever como você kkkkk

Foi um dos plots mais lindos que já li, e olha que sou chato. Acho que foi a primeira história em um dos meus universos favoritos, e nossa, você conseguiu descrever tudo tão bem, tão magnífico. Eu realmente estou estupefaço aqui, porque... wow, o que foi isso que acabei de ler?
A história dos personagens, a emoção, os detalhes, os sentimentos e a forma como eles se envolvem, você conseguiu deixar tudo isso e muito mais, fluir de uma maneira inacreditável.
Meus parabéns por essa história! Tu me deixou "tocado"(??), não sei especificar. Mas chorei, ri e fiquei encantado - principalmente pela Madame Satã kkkkkk espero tirar um tempo para ver o filme em breve.
As cenas do campo, o que foi isso? Parece que todas as cenas surgiam na minha mente, como se realmente fossem parte de um filme. A história do Jongin é algo extremamente tocante, triste e nos faz entender seus sentimentos por si. Mas o que é mais lindo ainda, é a forma como Yixing o faz ver o quanto ele é uma pessoa incrível, ao mesmo tempo que isso certamente volta para ele.
As mensagens deixadas ao longo da narrativa; sinceramente espero que os leitores as captem, porque frases lindas é o que não falta!
Só acho injusto uma fanfic incrível como essa não ter mais favoritos e mais comentários, porque certamente merece!

Parabéns novamente, pelo desenvolvimento de um enredo incrível!