História Mundo das Sombras - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Anjos, Demonios, Fogo, Gelo, Lobos, Sombras, Vampiros
Visualizações 124
Palavras 769
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi Seres Humaninhos, essa vai ser a minha primeira fanfic que saiu do papel, então não esperem muita coisa kkk
Espero que gostem da história e tenham uma boa leitura...

Capítulo 1 - Justo eu?!


Fanfic / Fanfiction Mundo das Sombras - Capítulo 1 - Justo eu?!

Sabe quando nada mais faz sentido e tudo muda. Então, bem-vindo a minha vida...um verdadeiro tédio. Meu nome é Scarlet, tenho 16 anos e recentemente morando em Nova York com a minha mãe, o meu pai? Nem sei onde aquele vagabundo foi para, já que abandonou minha mãe ao saber da minha existência, pra mim já nem faz diferença.

 

Acordo com aquele maldito despertador tocando. Acordo com uma preguiça maior que o mundo. Crio coragem e me levanto, vou tomar um banho frio para ver se a preguiça vai embora, fico no banho umas meia hora. Ao sair, me seco e coloco uma blusa vermelha, um jeans escuro e um all star preto. Abro a porta do quarto, pego minha xícara de café forte e a minha mochila. Saio de casa e vou chamar o Miguel, meu melhor amigo.

-OH RAPUNZEL, NÃO TENHO O DIA TODO!!!. Digo gritando/brincando com ele.

-JÁ VOU SUA CHATA...

E lá vem ele, desajeitado como sempre...

-E aí?

-E aí o que?. Pergunto sem entender nada

-Como estou?. Ele diz convencido

-Idiota, como sempre. Dou muita risada, chegando a deixar ele sem graça

Conversamos até o caminho do colégio. Ao chegarmos próximo a entrada, eu parei e respirei fundo (ritual de rotina), pois sabia que daquela porta em diante, o inferno ia começar, me despedi do Miguel e fomos para nossas salas.

Entrei na sala já de saco cheio, me sentei no mesmo lugar de sempre. Fiquei até feliz, pois bati meu recorde, cinco minutos sem ninguém me encher o saco, parece pouco, mais pra mim foi MUITO. Bem que falam, "felicidade dura pouco", pois percebo que a Jennifer e a Daniela se aproximam de mim e sussurram em meu ouvido:

-O mundo seria bem melhor sem você...

Quis responder, mais o meu medo de levar um tapa ou de ir a diretória, foi maior. Foi quando o sinal tocou e me senti a pessoa mais aliviada do mundo, ao sair vejo que o Miguel estava me esperando do lado de fora de sua sala, corro em sua direção:

-Oi seu idiota. Falo feliz da vida

-Oi sua boba

-vai comer o que?. Pergunta o Miguel, tentando puxar assunto

-hoje eu não vou comer nada. Digo meio desanimada

-Por que, não vai comer, comer é a melhor coisa do mundo. Ele diz com os olhos brilhando, só de pensar na palavra: "COMIDA".

-Sei que comer é bom, mais estou me sentindo estranha, esses dias tudo o que coloco no estômago ele rejeita. Falo com a cabeça baixa, me sentindo culpada.

-Scar, vai no médico e ver o que é. Ele me chama pelo apelido, afim de conseguir minha atenção de volta.

-Não preciso ir ao médico, acho que foi algo que comi. Falo me questionando

-Não esqueça que hoje temos maratona de Teen Wolf, lá em casa. Ele diz empolgado.

-Não vou esquecer, prometo. Digo dando uma risada.

 

O intervalo havia acabado e tivemos que nos separar, ele me deu um abraço apertado, e me dizendo:

-Não liga para aqueles idiotas

 

Em meus pensamentos...

O Mi era uma das razões do meu viver, pois sempre estava ao meu lado quando precisei. Sei que xingo ele, mais no fundo amo aquele babaca, aquele amor de amigos, ele é como meu irmão...

 

Voltando ao mundo real...

O professor chega e diz:

-Alunos, hoje vamos ter um trabalho em duplas, as duplas vão ser sortidas por mim, e não aceito reclamações.

Já vi que hoje seria um dia longo, tão longo que parecia não ter fim. Foi que o professor começou a sortear:

-Scarlet e...Kevin

Fiquei com raiva desse trabalho, mais aliviada, pois o Kevin era o único que não enchia o meu saco. Quando sai dos meu pensamentos, reparei que ele estava ajoelhado do lado da minha carteira, me observando viajar em meus pensamentos, não vou mentir, fiquei muito sem graça. Mas ele pergunta:

-Onde quer fazer o trabalho? Na minha casa ou na sua?. Ele pergunta com aquele sorriso lindo

-Você que sabe. Falo viajando em seu sorriso.

-Pode ser hoje na minha casa?

-Hoje eu não sei se vai dar... 

-Então vê que dia você acha melhor, e me fala. Ok? 

-OK

O último sinal toca, quando vejo o Mi já está lá fora, então vou correndo ver aquele besta

-Oi rotina. Falo empurrando-o

-Oi doida. Ele fala assustado

-Vamos?. Eu pergunto

-Vamos. Ele afirma

 

Ao chegar em casa, me atiro na cama e penso em tudo que havia acontecido. Então decido ir para a sala, mais no meio do trajeto acabo caindo, com a visão turva, vejo um vulto escuro em minha frente...

 


Notas Finais


Até o próximo cap, espero que tenham gostado <3
Eu continuo ou não?
Tô sem muitas ideias, sugestões?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...