História Mundo De Cabeça Pra Baixo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kurama (Kyuubi), Madara Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Drama, Fetiche, Naruto, Revelaçoes, Romance, Sexo
Exibições 10
Palavras 1.343
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Comédia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hey !!! Como estão, seus lindos ^^? desculpa, por o 1º capítulo estar meio curto hehe ;)

Capítulo 2 - Momentos Estranhos


Fanfic / Fanfiction Mundo De Cabeça Pra Baixo - Capítulo 2 - Momentos Estranhos

— Isso mesmo !! Ele vai vim aqui pra falar com a sua tia , *caham* — pigarreia ela, dando um sorriso para disfarçar o que acabara de sair de sua boca — quero dizer... a chefe Tsunade

— ELE VAI VIM AQUI !?— falei como se estivesse prestes a cair durinha ali mesmo, porque convenhamos... aquele cara era o tipo de cara que qualquer garota mataria para ter, eu não vou dizer que não achei ele uma "gracinha", mas é difícil ter que lidar com um rosto bonito como um daqueles, por mais que eu trabalhe em uma empresa de moda, ainda não me acostumei em ficar vendo pessoas mega lindas (mais lindas que eu e qualquer médico de cirurgia plástica juntos) sendo rejeitadas porque, conforme tia Tsunade, "não teem a 'chama' que ela procura", não faço a mínima ideia de que "chama" é essa que ela tanto fala, mas eu não me importo muito, talvez seja algum tipo de fetiche que ela criou pra matar o tempo no trabalho, sabe como é né ... quando não temos nada pra fazer, é cada coisa que a gente procura na internet que até Deus desconfia. Mas continuando a história ... é difícil esse negocio de se meter com gente famosa, é cada fofoca que criam de você e isso se o ser humano que você tá , não tiver um(a) ex , porque aí o negócio fica preto (nunca passei por isso, como eu havia dito, nunca namorei, mas a Ino sim, ela namorou um carinha chamado Deidara ou alguma coisa assim), eu só sei que um humano do sexo masculino, que por sinal, eu acabara de conhecer visualmente através da internet numa tela de computador, estava indo falar com minha chefe/tia para fazer sei lá OQUE e pior de tudo é que eu me apaixonei levemente por ele, como se fosse aquele tipo de paixonite de fãs... você gosta do carinha famoso, mas sabe (ou as vezes nem sabe) que as chances com ele são bem mínimas (não é impossível), mas do jeito que EU SOU é bem improvável, não me entenda mal, não tô caindo de amores pelo cara ou desistindo, talvez eu só não me veja com alguém
 
— Claro que vem, boba! Se esqueceu que trabalhamos com pessoas desse "tipo". E... é a sua chance de CAIR EM CIMA !

— Eu ?! Deixa de falar besteira, Ino! COMO é que um modelo super famoso e bonito iria ficar com uma pessoinha normal e nada sexy ? Não faz sentido...

— Mas é claro que faz, você nunca leu histórias de...— Naquele momento Ino foi interrompida pelo som da porta do escritório sendo aberta havia dois homens de estatura alta (mais altos que eu), eles deviam ser os seguranças... logo atrás avistei outros dois muito lindos, pareciam ser irmãos, não os reconheci de primeira, mas depois que forcei bem a vista, eu os reconheci

— Oh. Meu. Deus, impossível...— sussurrei baixinho com queixo quase caindo no chão, fiquei literalmente em choque enquanto Ino sorria para as paredes, parecia uma criança que acabara de ganhar o doce que tanto fazia birra para ter

— Sakura, olha só quem tá aqui!! — sussurrou ela, enquanto os dois homens esbeltos passavam, ela os conhecia, mas não de uma forma como se fossem amigos ou se quer conhecidos, um deles ela acabara de ver pela internet, enquanto ao outro... aquele era um dos seus poucos ídolos, Itachi ... Enquanto ela se perdia em seus pensamentos, Itachi a olhou nos seus olhos, seu corpo todo tremeu e sentiu suas pernas bambas, ele se aproximou para a mesa do secretaria onde Ino e Sakura estavam

— Ino, preciso ir, se não a tia Tsunade, bem ... você sabe — vou direto para a grande e luxuosa sala da chefe (um pouco nervosa e sentido os olhares de nossos "clientes" atrás de mim, enquanto deixo Ino ter a atenção deles para ela) e fiquei ali arrumando as papeladas em quanto procuro meu lugar de direito ao lado da cadeira gigante e super confortável, onde logo seria ocupada por ela, minha "tia chefe" (como passei a chama-la) à partir daí foi quando Tsunade apareceu do nada ao meu lado e sentou-se na grande cadeira confortável e as portas se abriram... lá estava Itachi e Sasuke. Itachi me olhava intensamente, enquanto Sasuke parecia nem ter notado a minha presença, logo me arrependi de ser ajudante da minha tia... Eu devia ter aceitado no trabalhar Drive Thru, acho que teria sido melhor. O clima estava meio tenso e pesado, Tsunade e Itachi se olhavam com olhos saindo labaredas e eu logo fiquei com vontade de me esconder,  estavam todos muito sérios na sala, não saía nem um piu. Depois do longo tempo e clímax pesado eu me espantei com um grito...

—TSUNADE! Minha velha amiga, como está ?— anunciou Itachi

— Itachi, seu filha da mãe, nunca mais veio me fazer uma visita, o que foi ? Esqueceu da sua amiga aqui é?— entrei em choque naquele momento, pensei que os dois íam ter um pega ali mesmo e que aquele prédio/escritório iria desmoronar, mas ao invés disso os dois se abraçaram de uma forma amigável, quando olhei para Sasuke, sua expressão era totalmente indiferente, enquanto EU estava ALI com uma cara de palhaça e em um estado grave de estátua

— Então Itachi, o que te trouxe aqui ? Creio que não foi só para me ver, até porque vejo que trouxe o pequeno Sasuke com você — quase solto uma gargalhada ao mesmo tempo em que fiquei mais paralisada do que já estava, o GAROTO ao lado do meu ídolo PREDILETO era na verdade seu irmão caçula, se eu pudesse dava de cara no chão, mas não conseguia mexer um músculo

— Bem... como você já deve saber, meu irmão está ganhado espaço no "mundo da fama" e eu pretendo dirigir um filme com ele estrelando, mas antes de começarmos, nós faremos um desfile e eu gostaria que você e SUA AJUDANTE (é bom destacar essa parte, porque né ...) participassem e ajudassem com a organização e publicação de ambos os trabalhos, o do desfile e o do filme — enquanto Itachi falava aquelas palavras, eu percebi que seus olhos pousavam em mim de vez em quando e foi aí que fiquei com uma FERRENHA vontade de cair dura ALI, na frente de todo mundo, nem me importando se ía pagar mico ou não

— Hum... Isso parece interessante

— Então ... O que me diz ? Vai me apoiar nessa !? — falou Itachi fazendo cosplay de Ino, só faltava pular em cima dos braços da Tsunade

— Claro que vou, seu idiota. Mas precisarei entrevistar você, sabe ... aquele lenga-lenga todo. Muita gente vai querer saber do filme e blah blah

— Ah! Haha tudo bem, marque um dia para ir lá em casa para fazermos a entrevista

— Você sabe que não tenho tempo pra isso, eu posso mandar a minha ajudante — quando ela disse isso, foi aí que me engasguei com minha própria saliva e comecei a tocir de forma silenciosa para que não chamasse os olhares penetrantes que estavam na sala, além de estar corando fortemente só pelo fato de estar na mesma sala que meu ídolo/diretor/modelo/executivo e homem (sim, isso mesmo) preferido estar ali, eu já fiquei passando mal, imagina ir pra casa DELE! Aí eu morro mesmo, só senta e espera

— Claro! Bem ... tenho que ir agora, hum... Sakura, apareça às 20:30 na cafeteria ao lado do shopping da esquina, okay? — sorriu ele, e claro! Eu virei um tomatão e logo tentei voltar ao normal o mais rápido que podia, não queria ficar vermelha em frente ao Itachi e Sasuke (embora ele nem tenha se quer dito alguma coisa ou olhado para mim)

— E-E-Eu estarei lá, hehe — nesse momento em que minha voz saiu e a frase completou-se, Sasuke olhou para mim, ele não desviou, muito menos eu, aqueles olhos negros e brilhantes me hipnotizavam, acho que fiquei em transe por um momento, pois só voltei à realidade depois que ouvi o barulho da porta sendo aberta e a voz de Ino...


Notas Finais


Oi gente, espero que estejam gostando e não se preocupem, pois a história não ficará parada ;3 *kisses*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...