História Mundo de Deuses e Demônios (Web Novel) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 1.446
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Luta, Magia
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 22 - Preparações


Uma semana se passou desde o ataque aos representantes.

Agora, o Ken, a Haruhi e o Enzo estão em uma sala secreta que o Yuuji preparou pra eles depois do ataque.

Eles já estão nessa sala há alguns dias por causa do que os atacantes fizeram. Logo depois de lançarem uma Super-Magia misteriosa, os responsáveis pelo ataque espalharam para todos os humanos a verdade sobre os deuses e demônios, que, até agora, era conhecida somente por poucos no mundo dos humanos.

Isso criou um caos enorme na sociedade humana. Normalmente, o Ken deveria resolver isso, mas ele tem outros problemas pra lidar no momento.

Agora, o Ken tinha chamado o Ato e ele trouxe um dos amigos do Ken, o Merlin, para examinar a magia.

— Então Merlin, o que você acha?

— Eu consegui determinar os efeitos da magia e posso tentar descobrir de onde ela foi lançada, mas... os efeitos não vão ser nada bom pra vocês três. Bom, faz mais efeitos em humanos do que em não humanos.

— Como assim? Explique, por favor.

A Haruhi perguntou e o Merlin respondeu.

— Basicamente, essa magia só afeta alvos pré-determinados, no caso, os Representantes das Raças, por isso a Judecca, a Leviathan e a Dympna não foram afetadas. O que essa magia faz é rejuvenescer o alvo até o ponto em que ele volta a ser um feto e morre. Como podem ver no Ken, a magia já está fazendo efeito.

O que ele disse era verdade. O Ken agora estava com o braço que havia perdido de volta e seu olho, que antes era preto e vermelho, voltou ao normal.

— E quanto tempo nós temos até a magia completar seu trabalho?

O Enzo perguntou e, novamente, o Merlin respondeu.

— O Enzo e a Haruhi devem durar um total de 30 dias ou mais, mas o Ken só vai durar 15 dias no total, ou seja, 8 dias a partir de agora, ele vai morrer.

O Enzo já tinha pensado em algo parecido, por isso ele já estava um passo a frente. O Ken perguntou.

— Então, Merlin, consegue desfazer a magia?

— S-sim, mas vou precisar de um tempo e também... — o Merlin respirou e falou — Quem quer que tenha usado a magia, está constantemente re-escrevendo ela. Então, eu posso desfazer a magia contanto que alguém impeça o usuário de continuar a re-escrever ela.

— Então as coisas são simples. Nós só precisamos encontrar e derrotar esse cara em até 8 dias. Merlin, começa a procurar a localização dele, Haruhi e Enzo vocês podem explicar pro Ato os poderes de vocês? Depois eu e ele vamos explicar o nosso e a gente vai pra cima desses caras.

Enquanto todos estavam surpresos com a proposta do Ken, a Haruhi começou a falar.

— Hahahahahahahahahahaha! Você é bem interessante, agora eu entendo porque tem tantas mulheres que gostam de você. Talvez eu me junte a elas daqui a pouco — ela deu uma pequena pausa e falou — Bom, eu tenho o poder que todos os deuses possuem, que é chamado de Poder da Criação, é bem parecido com o poder daquele seu amigo, acho que era John, mas ele não se limita a criar matéria, mas também pode criar formas de vida e outras coisas. Também tenho um poder único que me permite controlar ações através de uma ordem, apesar de que nem sempre funciona. Nós deuses também temos uma outra forma que aumenta nossas capacidades físicas.

Logo depois da Haruhi, o Enzo falou.

— Já que não tem jeito eu vou falar. Eu tenho o poder em comum entre os demônios, chamado de Poder de Corrosão, ele nos permite corroer coisas, os mais avançados conseguem usar esse poder pra corroer coisas não físicas. O Dante era muito bom com isso, mas o poder dele corroeu a própria mente. Meu poder único me permite controlar cada átomo do meu corpo e reformar eles conforme minha vontade. Os demônios também tem uma outra forma, que você já viu quando lutou contra o Dante, essa forma aumenta nossas capacidades físicas.

Agora era a vez do Ato. Ele não parecia querer falar, mas, com o olhar, o Ken o forçou.

— Eu tenho uma magia que me permite controlar tinta e uma habilidade de criar coisas a partir da tinta.

— Anda moleque. Fala logo tudo.

— Tá tá, ok. Eu também tenho uma magia pra controlar sangue e tenho alguns poderes no meu olho tapado.

O Ken desistiu de fazer ele falar mais, só com isso já dava pra eles fazerem algo.

— Bom, eu...

— Ah, você não precisa falar. Eu fiz uma pesquisa sobre você antes de vir, por isso eu sei dos seus poderes.

— É, eu também.

A Haruhi falou e o Enzo seguiu logo depois. O Merlin se aproximou deles e falou.

— Pessoal, eu já achei.

Todos ouviram o que o Merlin falou. Depois de um tempo, uma garota chegou.

— Desculpa, eu me atrasei. Bom, não é como se eu fosse lutar, mas eu vou ajudar vocês a chegarem até o cara que tá liderando esse grupo. Ah sim, eu vim aqui pra conhecer e ajudar o Ken.

A garota tinha os cabelos e olhos escuros, os cabelos chegavam a cintura. Ela lembrava do Enzo. O Ken perguntou.

— Ei Enzo, ela é aquela sua irmã?

— Sim. O nome dela é Erika. Eu pedi pra ela vir aqui pra garantir que você vai durar o mesmo tempo que eu ou a Haruhi. Bom, eu não sei se o poder dela sozinho vai ser suficiente.

— Então eu vou ajudar ela. Eu já tenho até uma ideia, quer tentar agora Erika?

A Erika assentiu com a cabeça, parecia que ela já sabia o que a Haruhi tinha planejado. As duas, junto com o Ken, foram pra um dos quartos no prédio. Quando chegaram lá, tanto a Erika quanto a Haruhi pareciam ficar menos tensas e falaram.

— Pode até já ser um pouco tarde pra isso, mas eu fico feliz de ver você de novo depois de tanto tempo, Erika.

— Eu também Haruhi. Nós não nos falamos desde que nós viramos representantes das nossas raças, né?

— Vocês duas já se conheciam?

— Sim, nós nos conhecemos de infância, mas ninguém sabe disso. A gente tava pensando em fazer um trato de paz, só que você chegou na nossa frente. Agora, vamos começar?

— Sim, eu estou curiosa sobre o que conquistou tantas mulheres.

De repente, a Erika deu um beijo na boca do Ken, ela estava forçando ele a beber a saliva dela. Ao mesmo tempo, a Haruhi tirou as calças dele e começou a chupar a parte masculina dele. A Erika parou por um momento e explicou.

— Eu tenho os mesmos poderes que meu irmão, por isso eu estou botando minha saliva em você, aí eu vou poder impedir que seu corpo rejuvenesça usando meu poder. Pode ser meio difícil de entender, mas dá pra pegar a ideia geral.

— Já o que eu tô fazendo é usar meu Poder da Criação pra fazer as partes que a Erika não consegue alcançar pararem de rejuvenescer.

— Não que eu esteja reclamando, mas é preciso vocês fazerem tudo isso?

— Não. Nem um pouco.

— A gente tá fazendo assim porque a gente quer.

Depois de mais uns minutos, as duas tinham tirado todas as roupas do Ken e também já estavam praticamente peladas, elas estavam usando só as calcinhas.

— Como nós só vamos sair amanhã de manhã, vamos aproveitar bem a noite. Mas, nossas raças são bem cabeça dura.

— Verdade. Então, é melhor nós evitarmos algo que possa ser usado de forma errada, como dizer que nós duas fomos estupradas por você. Então, infelizmente, nós não vamos poder perder a virgindade agora, por isso nós vamos usar a técnica de botar por dentro da calcinha. Ou tentar algum outro buraco.

A Judecca, a Dymphna e a Leviathan não falaram nada e ficaram só assistindo. Agora, elas sabiam que iam ter que conversar com a Jessica e a Naomi quando se encontrassem de novo.

Depois de uma noite bem animada com as duas, o Ken conseguiu reduzir os efeitos da Super-Magia. Na manhã seguinte, com exceção da Erika e do Merlin, todos os outros foram até o esconderijo daqueles que tentaram impedir a criação da paz entre as raças.

Ah sim, nem o Enzo nem o Ato sabiam com certeza o que o Ken tinha feito com elas duas a noite toda, mas, por já conhecer o Ken a bastante tempo, o Ato falou pro Enzo que a irmã dele ia passar muito mais noites com o Ken e que existe uma boa possibilidade do Ken virar cunhado do Enzo no futuro.

Olhando pelo lado bom, agora era praticamente impossível evitar a paz entre humanos, deuses e demônios.


Notas Finais


Mais um capítulo postado. Cara, essa semana tão ocupada que eu pensei que eu não ia conseguir postar hoje.
Eu tenho que falar da Haruhi e da Erika né? Ok.
A Haruhi e a Erika são amigas de infância e ela tinham combinado de virarem representantes de suas respectivas raças pra criarem uma paz, o Ken vencer o Dante abriu a vaga pra Representante dos Demônios e isso forçou o Representante dos Deuses a mudar também, criando a oportunidade perfeita pra elas.
As duas estudaram bastante o Ken porque elas admiravam ele por ter vencido o Dante, essa admiração eventualmente virou amor. Na verdade, as vezes, elas escapavam dos seus mundos e ficavam seguindo o Ken pra observar ele em pessoa.
A Erika enfrentou alguns problemas pra se tornar representante, já que ela não é muito boa em lutas. Mas, ela sugeriu que os demônios tivessem dois representantes pra evitar que o mesmo problema do Dante se repetisse. A ideia foi aceita e, por coincidência, o irmão dela, o Enzo, virou o segundo Representante dos Demônios.
Bom, no geral é isso, até semana que vem.
Aliás, o harém do Ken não para de crescer. O engraçado é que originalmente eu não planejava que ele tivesse um harém, mas eu explico isso outra hora.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...