História Mundo Minúsculo - Segunda Temporada - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Amor, Cellbits, Paixão, Romance, Youtube, Youtubers
Exibições 23
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi gente, então, eu quero falar algumas coisas antes desse capítulo começar.
Podem me chamar de ambiciosa, coisa que eu sou um pouco, mas a Fanfic não está tendo o retorno que eu esperava. Recentemente, como alguns já sabem, eu criei uma nova história de um outro tema, e essa outra história está tendo mais visualizações que esta, o que é estranho pois ela é mais atual. Eu não irei parar de escrever esta história, até porque eu tenho um compromisso com quem a lê, mas se puderem compartilhar e contar pros amigos eu agradeceria muito!
Fiquem com o capítulo!

Capítulo 10 - 10 - Larissa


Depois de me recuperar me volto para Rafael pronta para brigar com ele, mas o mesmo está agachado procurando alguma coisa desesperadamente.

- O que foi?- Pergunto.

- Bem, prometa que não vai me matar...

- Dou minha palavra.

- Eu perdi a chave do banheiro.

- Você o quê?!

- Você prometeu que não iria me matar!

Calma Larissa, se controla, ajude-o a procurar e tudo ficará bem e não haverá mortes... Você já lidou com uma situação dessas com o Felipe, não a porquê ficar desesperada agora.

O ajudei a procurar a chave, mas ela não estava em lugar algum, estávamos cogitando gritar por socorro, mas o que todos iriam pensar ao ver um homem e uma mulher trancados sozinhos no banheiro? Eles iam imaginar o que nós fizemos e isso seria péssimo para nossa imagem, principalmente a minha. provavelmente Felipe vai me demitir e demitir Rafael também, o que seria bom porque eu teria a chance de escolher outra profissão.

- Não tem sinal da chave.- Rafael diz enxugando o suor.- Aqui está muito quente, será que eu posso tirar minha blusa?

- Vai, tira.- Digo virando de costas.- Só não me deixe excitada.

- Claro que não.

Ele tira o casaco e depois a camisa, revelando aquele peitoral magnífico... Se controla Lari! Foque a chave, foque a chave, foque a chave!

O banheiro não era tão grande, então começamos a imaginar o pior: A chave caiu na pia, a chave caiu no vaso sanitário, ela caiu no lixo... Se uma destas coisas tivessem acontecido não teríamos outra escolha, a não ser gritar por ajuda. Pensamos em sair pela janela, mas seria suicídio, pensamos em arrombar a porta, mas chamaria muita atenção. A única solução era gritar...

- Vista sua blusa!- Digo nervosa.- Se esconde em um dos boxes, assim que todo mundo voltar pras salas eu venho aqui e te digo pra sair.

Ele assentiu com a cabeça e me dá um selinho antes de entrar e trancar um dos boxes, começo a bater desesperadamente na porta e gritar por ajuda, logo ouço algumas vozes abafadas do outro lado da porta. Podia ouvir algumas pessoas chamando os bombeiros, o samu, e até a polícia, achei aquilo desnecessário, mas enfim... Começo a sentir cheiro de queimado e uma fumaça começa a invadir o banheiro por uma pequena janela existente.

 Logo algumas pessoas começam a gritar alguma coisa, mas não consigo entender. A fumaça invade cada vez mais o local e os gritos se tornam mais altos, ouço o barulho de sirenes e autos falantes do lado de fora. Finalmente entendo o que estão dizendo: FOGO!

- Rafael!- Digo.- Fogo! Sai daí!

Ele abre a porta do boxe o mais rápido o possível, começamos a esmurrar a porta. Ninguém aparecia para nos ajudar, a fumaça toma conta do banheiro, a respiração é quase impossível. A última coisa que me lembro é de Rafael ajoelhado ao meu lado...


Notas Finais


Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...