História Mundo minúsculo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Tags Amor, Paixão, Romance, Youtube, Youtubers
Exibições 189
Palavras 708
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


É minha primeira fanfic, relevem algumas coisas. Qualquer erro de ortografia me desculpem e por favor me alertem para eu consertar.

Capítulo 1 - 1- Larissa


Acordo no meio da noite com barulho de discussão, claro, meus pais estavam brigando de novo...

Eles estão discutindo assim há meses, ainda não sei porque eles ainda não se separaram, meu pai bebe todos os dias agora e tenho medo do que ele pode fazer comigo, minha mãe chora todos os dias em seu quarto. E eu, bem, só estudo e tento fazer com que o mesmo não aconteça com meu namorado e eu. 

Meu namorado se chama Felipe, ele tem cabelos castanhos e tem pele branca. Ele é o meu príncipe encantado.

Ouço barulhos na escada, alguém vem em direção ao meu quarto. Vejo a maçaneta girar e imediatamente me sento na cama, meu pai entra pela porta e se senta na ponta da cama, ele está de cabeça baixa, logo ele levanta a cabeça e respira fundo.

- Lari...- Ele me chama pelo apelido- Eu e sua mãe...

Já era de se esperar, estava pronta para esse momento. Havia simulado essa situação desde meus 15 anos, sabia que um dia isso iria acontecer.

- Vão se divorciar...- Concluo a frase.

- E você pode escolher com quem ficar. Quer dizer, se quiser continuar morando com um de nós.

Pela primeira vez posso escolher, posso ir morar com Lipe e viver uma vida maravilhosa, ou, escolher ficar com um deles e terminar os estudos para ser bem sucedida.

- Eu... Vou continuar morando com o senhor, a mamãe não me quer mais, ela mesma disse isso há alguns dias. Tenho impressão que ela já tem outro filho.

Impressão Larissa? Eu tenho certeza! Eu vi minha mãe há dois dias com outra criança no colo, ela chamava o bebê de filho e o dava mais atenção do que a mim.

Posso ver um sorriso se formar no rosto de meu pai, ele que não tinha mais esperanças depois da primeira briga com minha mãe.

- Nós vamos para casa de uma amiga minha, prepare suas coisas, iremos para outra cidade.

Era só o que em faltava! Outra cidade?! E meus estudos? E meu namorado?  

- Mas, e meus estudos?

- Existe outra faculdade que tem o curso de biologia por lá, pode fazer o concurso de bolsas e continuar de onde parou aqui.

- E o Lipe, pai?

- O Felipe, ele pode ir. Mas só se ele quiser, se não... Então temos um problema.

Eu amo meu namorado, mas eu não posso desistir do meu pai agora, ele precisa de mim. Vou falar com ele ao amanhecer.

- Quando sairemos?

- Amanhã ás 10:00.

- Ok, falo com Lipe. Que horas são? Talvez possa falar com ele agora.

- Acho que pode, ele está lá embaixo. Ele ouviu o barulho da discussão e está procurando você.

Ótimo, o amor da minha vida pode não aceitar a ideia de viajar comigo e eu o perderei pro resto da minha vida.

Coloco um roupão de um azul bem clarinho e desço as escadas descalça, logo posso ver Felipe sentado no sofá na nossa enorme sala, ele está atento a escada e se levanta ao me ver.

Assim que coloco os pés na lajota fria ele corre para me abraçar, me dá um curto beijo e logo vamos para o sofá onde minha mãe está olhando o celular.

- Lari- Lipe começa a falar- Está bem? Ouvi barulhos.

- Não foi nada- Falo olhando para meu pai- Está tudo bem, mas eu vou viajar para morar em outra cidade...

- Por que amor?!

- Meus pais...- Uma lágrima cai involuntariamente.

- Ah Lari, pra onde vocês vão?

  - Carazinho- Meu pai responde.

- Irei te visitar amor- Felipe fala secando minha lágrima- Infelizmente tenho que concluir meus estudos aqui, mas assim que terminar a faculdade vou morar lá com você.

- Vai me visitar quando?- Pergunto comum pouco de alegria.

- De mês em mês, tudo bem assim?

Faço que sim com a cabeça, Felipe se levanta e cumprimenta meu pai antes de sair de casa. Eu olho para minha mãe e balanço negativamente a cabeça, subo para meu quarto e ligo o Skype. Vou falar com minha melhor amiga: Sierra.

- Sabe que horas são, vampira?- Ela diz esfregando os olhos.

- Tenho uma coisa pra te dizer...


Notas Finais


Acabou! Amanhã posto mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...