História Mundo Místico Que Vivemos - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 3
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Lian


Fanfic / Fanfiction Mundo Místico Que Vivemos - Capítulo 10 - Lian

  Os jovens estavam na escola, tendo a segunda aula. Raider estava dormindo e os outros prestando atenção na aula de química.

  A diretora apareceu, abriu a porta e disse:

 - Quero apresentar para vocês a nova aluna.- 

 - Oie gente, me chamo Laura Unicórnio.- Disse ela.

  Os quatro que a conhecem ficaram muito surpreso, pois sabia que ela não irria visita-los naquele lugar.

  - Laura o que faz aqui?- Disse Kali.

 - Vocês me pediram para visitar, e meus pais me deixaram aprender mais sobre os humanos.- Respondeu Laura.

 Uma colega de Kali veio em direção a elas e perguntou a Laura:

 -Esse chifre de unicórnio é lindo onde você comprou?-

 Kali muito surpresa com a pergunta respondeu no lugar de Laura.

  -Ela comprou em Celium City, ela não é desse estado.- 

  A garota foi embora e Kali perguntou a Laura e aos meninos:

- Como ela enxergou o chifre, sendo que ela é uma humana normal.- 

 - Acho que ela acredita mais em unicórnio do que na propia mágia.- Respondeu Laura.

- Nossa. Acho que essa foi por pouco.- Disse Quinn.

  Ficaram o dia inteiro na companhia de Laura, até que bate o sinal da saída. Neste momento o livro brilhou e estava escrito:

" Um dos seis elementos da luz que foi ussado para derrotar o mago tirano, foi encontrado e ativado. A pessoa que o achou o chapéu de Shiva é um sibila então procurem ppr ele antes que algo de ruim aconteça."

 - Legal! Agora vamos procurar alguém.- Disse Troy desanimado.

 - Até que eu ajudaria, mas tenho que voltar antes de escucer. Sabem que eu moro um pouco longe.-Disse Laura se despedindo e foi para casa.

 Quando os jovens sairam um carro preto de luxo passou e parou do lado deles, o vidro baixou e uma mulher disse.

 - Olha quem eu vejo denovo, as crianças de ontem a noite.-

 - La Belle, como você está solta.- Perguntou Kali.

 - Não tinha como eu ser pressa sendo a juiza dessa cidade.- Respondeu La Belle e foi embora com seu carro.

  - Por isso que essa cidade ta ruim, uma bruxa como juíza.- Comentou Troy.

  - Vamos procurar esse sibila.-Disse Kali.

 Sairam e foram andando, sabendo que os sibilas gostam de andar com roupas bem diferentes, e o outro artefato é um chapéu coco.

  Na rodoviaria chega um joven com roupas bem coloridas e usando um chapéu coco. Parecia perdido, pois ele veio de um lugar muito distante.

  Estavam os quatros jovens passando por ali e eles viram aquele jovem com ropas extravagantes, logo pensaram em ir falar com ele para tirar as dúvidas.

 - Oie, tudo bem? Me chamo Kali você é novo por aqui?- Perguntou Kali sorrindo.

 - Oie, eu sou o Lian. Meu chapéu me trouxe para cá, mas não sei por que, agora estou perdido.- Respondeu o jovem muito simpático.

 - Como assim o chapéu te trouxe?- Perguntou Troy.

 - Ele me teletransportou para aqui. Vocês sabem por quê?- Respondeu Lian.

 E logo respondeu a sua própria pergunta:

 - O chapéu me disse para procurar as pessoas que estão com o livro de Merlin e pedir ajuda para eles. Vocês conhecem.-

 - Que ironia do destino, quem você está procurando samos nos, e nos estavamos te procurando.- Respondeu Quinn.

 - Parece que não era só nos que estavamos atrás dele.- Disse Raider apontando para o céu.

 Vinha voando três harpias, uma delas era o harpia que eles emfrentaram no dia em que ganharam seus artefatos. E uma das harpias disse:

 - Menino do chapéu estranho, venha com nosco, o nosso mestre lhe quer.-

 - Ah nem pensar, tenho pavor de gente de unhas grandes. Não. vi não.- Respondeu Lian.

 Após Lian, responder seus olhos brilharam na cor violeta e fez aparecer várias copias dele e dos jovens, no qual, eles aproveitaram para fugir e corre para a biblioteca.

  As harpias desnorteadas com a ilusão, não sabia o que fazer e não conseguiu perceber que eles tinham fugido.

  Chegando na biblioteca, Lian logo explicou como tinba feito.

 - Minha família de sibilas, podem ussar as energias mágicas para criar ilusão, mas é totalmente inofensiva.-

 -Olha, você tem onde ficar?- Perguntou Kali.

 - Não, vim totalmente despreparado.- Respondeu Lian sem graça.

 - Você pode morar aqui na biblioteca, é bem seguro e ninguém vai incomodar.- Disse Troy.

 - Mas não mexe nos objetos, são um pouco perigosos.- Quando Quinn estava falando, Lian sem querer esbarrou no vaso de jade e ele caiu e quebrou.

  Uma grande fumaça verde se formou e ouviram um grande rugido de dragão.



 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...