História Mundo Sem Volta - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rebelde (RBD)
Exibições 14
Palavras 1.313
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Dependemos uns dos outros, e de nós mesmos também" boa leitura.

Capítulo 13 - Surviving...


Fanfic / Fanfiction Mundo Sem Volta - Capítulo 13 - Surviving...

Meu coração está a mil por hora e o pior de tudo é que além de estar tudo escuro, eu sei que estou com meus pês molhados de sangue, e isso me deixa aflita, querendo desistir dessa prova, mas não posso fazer isso, sinto o cheiro de sangue entrar pela minha respiração e meu estomago dá voltas de tanto nojo e pavor que tenho deste tipo de liquido, e ainda tem mais, de quem será esse rio de sangue que começa a subir aos poucos, e eu fico mais nervosa ainda com o pensamento que pode ser o sangue de Celina, e nessa sala pequena e escura, eu começo a tentar ficar acima do chão encostando e empurrando minhas duas mãos contra a parede retilínea e moderna.

_Você tem que sair daqui Anahí.- diz uma voz atrapalhando a minha tentativa de me erguer.

_Quem disse isso?- digo ainda mais surpresa pela sala ser pequena e vazia.

_Sou eu, a sua amiga...- diz a voz que não pode ser reconhecida.

_Eu não tenho mais amigas.- digo esperando que essa conversa maluca termine o quanto antes.

_É claro que não tem, você me matou...- diz a voz friamente- você séria capaz de matar todos para sobreviver, é assim que você é!

_Não, você não é minha amiga e eu não sou assim.- digo sentindo o sangue começar a chegar nos meus joelhos.

_Você é! e sempre será- e de repente vejo uma imagem surgir na parede, uma imagem luminosa, e é ela Celina mas não está me olhando, até que algo ou alguém virá sua cabeça para me ver e ela está com arranhões e mordidas por todo o rosto ensanguentado, e está realmente morta, e a imagem vai abaixando e mostra um rio de sangue descer pelos pês dela.

_Socorro!!!- digo agora totalmente desnorteada e cheia de pânico ao perceber que realmente é o sangue de Celina

_Vocês não podem fazer isso com um ser humano, eu juro que eu vou acabar com todos vocês!!!- grita Any chorando em desespero e sem esperança.

*****

Eu estou determinado a ir até o final dessa prova, ou não me chamo Alfonso Herrera, preciso fazer Gastão ter que engolir cada palavra e risada que ele deu será o melhor alimento do qual quero experimentar, e vou ser mil vezes pior com ele, mas ajudarei aqueles que precisam e são pessoas boas, tenho muitas coisas em mente. E a principal que não sai da minha cabeça e ela, Any, com seu jeito sincero no olhar e com um sorriso tão perfeito, mas fico sem direção quando tenho que observar ela chorando por culpa desse treinamento, gostaria de fazer algo por ela, porém tenho quase certeza que ela só tem olhos para Christopher que se finge de idiota para chamar a atenção dela, eu não sou assim, sou apenas um cara frio e que muitas das vezes prefere não demonstrar tanto seus sentimentos.

_Mas o que é isso- diz Alfonso se abaixando ao ver uma coisa brilhando refletindo uma luz e vê que é um anel com um papel molhado do qual ele coloca perto o anel luminoso e começa a ler.

_Eis que você é um jogador de sorte, sempre querendo estar a frente de todos e nunca demonstrando o verdadeiro homem que você é, mas sua família precisa de você neste exato momento e você tem que desistir, sua mãe está... bem creio que você saiba do que estou falando, filho você tem que voltar, só precisa pedir para desistir e tudo será como era antes.

Lágrimas brotam dos olhos dele e ele começa a gritar loucamente no escuro com um sentimento de raiva e ódio fluindo instantaneamente e permanecendo dentro dele, então vozes de seus pais e de seus familiares ecoam pela sua sala, todas pedindo freneticamente para que ele desista, o provocando ainda mais, e então ele começa a aliviar a sua dor e raiva esmurrando as paredes com suas mãos agora ficando machucadas pelas intensas batidas.

*****

As portas de Christian e Maite se abrem e eles caem no chão juntamente com muita água que sai pela porta e Dulce se levanta e corre em direção a eles para ver como eles estão, e só Christian abre os olhos e põe para fora bastante água da qual ele engoliu, e se ergue para ver quem está perto dele.

_Christian, ainda bem que você acordou, a Maite deve estar bem mas...- e mesmo antes de Dulce poder terminar de falar ele se levanta rápido e vai até onde sua amada está deitada e molhada por completa.

_Maite! fala comigo eu preciso de você aqui- diz ele segurando o rosto dela entre as suas mãos- eu te amo, por favor não me abandona...

_Faz respiração boca a boca nela que eu vou fazendo pressão na barriga para ela por essa água para fora- diz Dulce já do lado dele- mas ande logo, ou ela pode não conseguir voltar a respirar.

_Tudo bem- diz Christian se abaixando e começando o procedimento para tentar salvar ela de um possível afogamento e Dulce também o ajuda e não para de tentar.

A porta de Christopher também se abre e ele cai de costas no chão com uma corda amarrada em suas mãos e em seus pês juntamente com uma mordaça da qual ele começa tenta chamar atenção para que alguém o ajude.

*****

A sala já esta começando a ficar cheia de mais com sangue, que agora está na altura de meus cotovelos e eu fico parada e apenas fecho os meus olhos aceitando o meu destino, sendo qual for ele, se for para acontecer tem que ser agora, não vou mais lutar, é quando uma corda bate em mim e eu percebo que o teto levantou um pouco e talvez se eu subir e me agarrar nessa corda eu fique salva e ganhe essa horrível prova, e assim eu faço, me agarro na ponta da corda que se mantém firme e fico ali colocando todas as minhas forças em minhas mãos para que eu não cai no rio de sangue e me afogue.

Como podemos fazer isso? se pergunta Alfonso, como esse treinamento pode mexer tanto com ele, e seus raros sentimentos? não importa, ele não vai desistir, vai lutar por essa vitória e só vai parar quando não tiver mais forças, e isso não vai acontecer nem tão cedo pois ele tem em sí um pensamento que funciona como um alimento, ou seja, Any que nesse momento também pensa carinhosamente nele e chora quase sem força mais nenhuma para segurar a ponta da corda.

*****

Maite começa a tossir água e mais água e aos poucos vai voltando para a realidade, e então Dulce que não gosta nem um pouco de segurar vela, prefere deixar o casal a sós e vai em direção a Christopher para tirar as cordas e a mordaça de sua boca, e tira primeiro a mordaça para que ele fale o que quiser.

_Gastão não pode puxar a corda também ou então alguém vai perder a prova e ele vai ter mais chances de volta a ser líder!- diz Christopher fazendo Dulce ficar com uma expressão de incompreensão.

_Não podemos fazer nada, a não ser torcer para que ele não puxe essa corda e tenha chances de fazer novamente o seu reinado.- diz Dulce tentando ajudar ele de alguma forma.

Gastão também está no escuro e foi assombrado com seus medos e pesadelos e agora consegue ver claramente uma corda em cima de sua cabeça, a corda é luminoso e emite brilho, e realmente não a nada a perder pensa ele, mas será mesmo que ele deve puxar ou se agarrar na ponta dessa corda, ou isso será apenas uma armadilha? é isso que ele terá que decidir, e quem sabe mudar os rumos do jogo e se tornar novamente "The Cruel King"...


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...