História Mundos diferentes 2 Temporada: Lutar por eles... - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 683
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


"Eu tive que fugir e me disfarçar, tomara que de certo!"

Capítulo 7 - Foge!-Gabriel.-Parte final.


   Entramos no quarto eu fecho as maos e apunhalo o pescoco dele fazendo com que ele caise, eu amarro as maos dele, ele levanta o rosto:
   -Vadia!
   Dou um soco na cara dele:
   -Quem mais esta envolvido nisso?
   -Pra que?
   -Fala!
   -Tem um documento com os nomes de todos envolvidos.
   -Otimo, agora liga pra sua mulher, pede pra ela trazer esses documentos e a filha de voces!  
   -O que voce quer com minha filha?!
   -Levar ela pra tia.
  -Ti...a?
  Eu tiro a peruca:
   -Agora reconhece.
   -Alany?!
   -Nao tua mae desgraca!
   -Sua...
   Eu saco a arma:
   -Termina a frase e eu te mato.
   Ele engole a seco:
    -Bom mesmo.-Eu guardo a arma e ponho a peruca de volta.
   Puxo do palito dele o celular dele e procuro na agenda o numero da Cassydi:
   -Ta, agora fala.-Seguro o celular com uma mao e com a outra mantenho a arma apontada na cabeca dele.
   -Alo? Cassydi, amor cade a pequena? Traz ela aqui ok? E traz o documento com o nome dos empresarios junto ok? Nao, nao precisa de seguranca, vem so voces duas, e uma reuniao de ermegencia, aqui numa boate da cidade, aquela bem famosa, isso, vem ok? No quarto 13, Tchau.
   Eu desligo o celular e ponho no chao, dou uma pisa nele;
   -Agora fique quietinho.
   Eu ponho uma mordaca na boca dele, olho pela janela e vejo ela com a menina no colo, fecho a janela e a cortina, me escondo atras da porta com a arma na mao:
   -Shiiii.-Dou um sorriso.
   Ela abre a porta:
   -Gabriel?!
   Ela olha pra tras e da de cara com a arma apontada pro rosto dela:
   -Oi Cassydi.-Fecho a porta.-Nos encontramos de novo, a chefona e a empregada insolente.
   Dou um sorriso:
   -Poe a pequena na cama e se ajoelha.
   Ela faz:
   -Deita no chao.
   Ela se deita, eu amarro as maos dela, ela nao se debate, eu a sento ao lado do Gabriel, aperto o botao do dispositivo:
   -Cunhadinha e esse mesmo?-Tiro uma foto com a lente.
   -Esse mesmo Alany, pode matalos, mas antes, joga a menina pela janela.
   -Ta doida?!
  -Ai fora tem um capanga nosso, e ela nao vai se machucar porque tem um cochao anti queda ai embaixo.
   -Mas o que vai fazer com ela?
   -A Sabrina ira buscala, eu vou levar ela ate um dos pedagios onde ela vai buscar a menina.
   -Ok.
   Eu pego a menina nos bracos:
   -O que vai fazer com ela?! O que eu te fiz?!
   -Nao me reconhece?-Eu puxo a peruca.-Alany, a empregada.
   Eu jogo a menina:
   -NAO!
   -Calma, ela vai pra casa da Sabrina.-Aperto o dispositivo-O que eu faco agora?
   -Mate os.
   -Ok.
  Eu saco a arma e efetuo dois tiros em cada, pulo pela janela com o documento em maos, e a bolsa, claro.
   Eu abro a bolsa e la vejo lentes novas, uma roupa e uma peruca meio feia.
   Eu vou ate um restaurante e me troco, queimo as roupas e corro ate onde estava a moto, olho pra tras e vejo um dos caras atras de mim de moto, eu acelero, olho pra tras e atiro duas vezes, ele cai, logo veio dois atras de mim, como idiota entro numa rua sem saida, eu deco da moto e comeco uma luta manual com eles, bloquei um ataque, dou um chute na barriga de um, e atiro no outro que vinha logo atras, dou um tiro, puxo a katana e corto a cabeca de um, depois chegaram mais dois, eles atiram, eu revido e mato eles.
   Vou ate a casa, tomo um banho e me alimento, depois me deito na cama, pensando qiando esse pesadelo vai ter fim.
  A Amelya me liga:
  -Ja tenho uma vitima pra voce amanha de manha.
  -Ok entao.
   -Desligo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...