História Mundos diferentes... - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Vampiros
Exibições 27
Palavras 1.597
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Muita treta vish! “ψ(`∇´)ψ

Capítulo 7 - Por quanto tempo vai me seguir?


Fanfic / Fanfiction Mundos diferentes... - Capítulo 7 - Por quanto tempo vai me seguir?

   Eu estava tentando processar tudo, a historia das ninfas e vampiras e visoes e....Eu estou muito confusa, pra mim isso so existia em contos de fadas! Imagina! Todos que voce conhecem sao pessoas normais e voce PAN! Uma vampira fugindo de ninfas!
   Eu estava confusa, o Maki me olhava preucupado:
   -Diz pra mim que isso e um sonho! Nao! Isso nao pode! E coisa de crianca pequena! 
   -Nao...Nao e.
   -Meu pais mentiram pra mim! Eu...Eu nao sei o que fazer, o que pensar, talvez seja um sonho ruim, logo irei acordar!
   Maki me abraca:
   -Pra mim, isso e um sonho bom, um sonho que eu esperei a vida toda pra que se realizar!
   Eu me afasto com calma e olho em seus olhos:
   -Me diz que nao...Voce, eles-Aponto pros meninos-E isso,-Aponto a mordida no meu pescoco-Nao e real.
   Eu vou em direcao ao quarto, olho no relogio, 06:30, eu fico olhando o teto, imaginando o que sera daqui pra frente:
   -Hum, sereias? Que coisa de crianca!
   Eu me viro pro lado e adormeco.
   Acordo e olho pro relogio:
   -8:40?! PUTA MERDA!
   Saio correndo ate a cozinha e coloco o cafe pra coar, depois corro pro banheiro ja arrancando a roupa e deixando elas pela casa, ligo o chuveiro e comeco a me banhar. Nao tinha passado nem tres minutos e eu ja tava me trocando, coloquei meu uniforme e fiz um coque no cabelo.
   Voltei pra cozinha e bebi uma xicara de cafe olhando a janela, eu fechei os olhos e lembre do sonho:
   -Vampiros...Sereias....Fugas....Princesas....Hum coisinha mais doida.
   -Falando sozinha Alany?
   Eu tomo um susto e quando abro meus olhos la estava, Maki, pendurado de cabeca pra baixo na minha janela!:
   -M..Maki?!
   -Eu mesmo!-Ele some e aparece atras de mim-Vai trabalhar?
   -Sim.-Pego a bolsa e saio pra garagem.
   -Hum...Mais ja mamae?-Diz Leo.
   -S..Sim criancas.
   -A porque?-Diz Lyan.
   -Porque sim! E voces tem quase dezoito anos! Parem de agir como bebes!
   -Hum ok mamae.-Diz ambos.
   Eu entro no carro e vou ao trabalho, chego no estacionamento e encontro Sabrina, num banco com o...GABRIEL?!:
   -Alany! Aqui!-Diz ela com um sorriso aterrorizante.
   -Hum...Oi!-Digo timida.
   -Ja iremos entrar!-Diz Sabrina euforica.
   Gabriel apenas observava com calma, o que me deixa preucupada, serio, nada contra mais ele e estranho, maior cara de pedofilo!
   Eu entro na empresa e subo ate a sala, quando entro Tadan! Uma surpresa:
   -Que bom que chegou Alany!
   -M..Maki?! Como raio voce entrou aqui?!
   -Horas, sou um vampiro! Vou onde me der na telha!
   -Ok mais tinha que ser justo na empresa onde trabalho?!
   -Horas! Sou seu seguranca!-Ele some e aparece por tras de mim me abracando-Tenho que te vigiar.-Ele abre a boca, parece que ele vai me morder.
   -Entao nao se alimente em servico.-Eu ando em direcao a minha mesa.
   -Ce que manda, patroa!
   Dou um sorriso e ligo o computador, ele se senta na mesa do chef:
   -Nao fui com a cara do tal Gabriel.
   -Hum.-Falo vidrada no computador.
   -Aquela sua amiga e bem gostosa.
   -Que legal.-Ainda vidrada no computador.
   Ele me olha surpreso:
   -Leo e Lyan sao gays.
   -Que bom.-Eu nem estava prestando atencao.
   -Hum, Alany voce e gostosa.
   -Hum, concordo.
   -Ei!-Ele e puxa-Voce nem ouviu!
   -Ouvi sim!
   -Entao o que eu falei?
   Eu tento lembrar mas nao consigo:
   -Hum...Er....
   -Vamos Alany tente lembrar!
   Entao me lembro:
   -Que voce nao foi com a cara do Gabriel, que achou a Sabrina gostosa e que eu tambem sou gos...-Coro na hora!-FILHO DUMA PUTA TEM VERGONHA NA CARA NAO?!-Comeci a bater nele.
   Eu empurrei ele e agente acabou caindo:
   -Gostei.-Diz ele colando o rosto dele no meu.
   -Ei!-Empurro ele e me levanto-Agora vaza que o chef ja vai subir!
   -Ok, tchau!-Ele me da um selinho e some.
   -Abusado.-Dou um sorriso e arrumo a saia e sento na mesa.
   A porta se abre:
   -Bom dia Alany.
   -B..Bom dia senhor Gabriel.
   -Acho que ja sabe sobre a gravidez da Cassydi.-Diz ele arrumando uns papeis.
   -Sim, eu sei.-Ligo o munitor.
   -E tambem sabe que eu nao fico feliz com isso.
   -P..Porque nao? Filho e uma bencao!-Olho pra ele surpresa.
   -Mas com algumas pessoas, vira um tormento.
   Ele comeca a escrever algo no computador, fico ali, paralizada por uns minutos, apenas o observando, fico so  imaginando o que o deixou tao frio.
   Ele teve como sempre as reunioes, telefonemas, e tals, entao ele teve que sair e adivinha quem ficou no lugar dele? A puta da Cassydi!
   Ela entra na sala:
   -Otimo! Apenas nois duas.
   Ela me puxa pelos bracos e joga contra parede:
   -So vim te avisar que voce nem ninguem vai tirar o Gabriel de mim!
   -Eu nunca o tireu de voce! Ele que se afastou! Ele percebeu o tao sujo um ser humano pode ser! E ate que nivel pode se rebaixar!
   -Cala a boca que voce nao sabe de porra nenhuma!
   -A UNICA COISA QUE EU SEI E QUE ELE ESTA CANSADO DE VOCE! AI VOCE VEM COM ESSE FOGO NO CU FALANDO QUE E OS OUTROS QUE TIRA ELE DE VOCE! MAIS NAO! ELE CANSOU DE COMER PUTA!
   Ela me olhou assustada, e PAN! Picou a mao na minha cara:
   -Sua...PUTA DO CARAI!-Me levanto do chao e bato na cara dela, mais segurando pra nao cair, vai que ela perde a crianca ai e culpa minha-Nao se aproxime, nao fale, nem pense em mim se nao VAI TER COISA PIOR QUE ISSO!
   Saio da sala batendo os pes:
   -Entao que comece a guerra...-Disse ela apoiada na mesa com a mao no rosto.
   Eu vou ate o terraco, encosto no balcao da Sabrina e falo o que houve:
   -Prepara que essa empresa ta em guerra!-Digo dando um gole no cafe.
   -Ai meu deus, se o Gabriel descobre uma coisa dessas voces tao ferradas!
   -O pior e que tenho certeza que ela vai falar pra ele.-Dou um gole no cafe-O pior e que eu sei que ela vai mentir sobre algo.
   -Concordo plenamente!
   -Bom.-Dou o ultimo gole e coloco a xicara sobre o balcao-Vou la enfrentar a grande puta.
   -Boa sorte!-Disse ela recolhendo uns papeis.
   -Valeu!-Entro no elevador.
   Quando subo pra sala nao encontro a Cassydi, e sim o Maki:
   -Alany! Eu vi tido! Uou voce e de mais!
   -Nao, nao sou! Se por acaso nao sabe aquela era a mulher do patrao e ainda por cima esta gravida!
   -Ta bom! Eu sei que foi um pouco errado, mais fala baixo que ela ta na sala do lado.
   -O que ela foi fazer la?
   -E eu que sei?!
   Ele some, e a Cassydi entra na sala, eu me sento na mesa, ela estava com a bochecha meio enfaichada, eu fiquei observando e segurando a risasada.
   Uns minitos depois o Gabriel entra na sala:
   -Fudeu...-Cochico.
   Ele olha pra minha cara e pra cara da Cassydi, sim, minha cara tava com uma marca de tapa, e eu nao escondi porque nao queria, mais garanto que a marca dela e pior hahahaha.
   Ele se senta na cadeira fazendo com que Cassydi se levanta se:
   -O que houve aqui?-Ele esta bem serio.
   -Bom senhor ela que..*Interrompida*
   -Ela me agrediu! Acertou minha cara em cheio! Quase wue eu perco nosso filho!
   -Primeiro, voce me acertou primeiro, dizendo que eu tinha tomado o senhor Gabriel de voce, ai eu retruquei, claro! Nao sou boba de ficar calada! Ai voce veio e POW! Acertou minha cara!
   -Ai voce acertou a minha! Se eu tivesse caido talvez teria perdido meu filho! Voce nem parou pra pensar que eu estou gravida!-Ela poe a mao na barriga.
   -Voce deveria ter pensado duas vezes antes de ter vindo me xingar!
   Gabriel nos observava rindo:
   -Isso Gabriel! Ri mesmo! Quero ver se estaria rindo se eu tivesse perdido nosso filho!
   -Mas...-Ele a olha supreso.
   -Olha aqui!-Ela mostra uma ferida ao lado da barriga-E se isso foce um pouco mais grave?
   -Alany! Como pode fazer isso?! Quase matou meu filho!-Ele se levantou e bateu na mesa-Nao acredito!
   -Imagina se tivesse acontecido coisa pior?!
   -Alany esta...*Interrompido*
   -Despedida? Ok entao! Passe bem lembrando do beijo que me roubou.-Me levanto e saio com ar de vitoriosa e satisfeita.
   -O BEIJO O QUE?!-Cassydi olha pra ele com uma cara de capeta!
   Eu vou pra casa e me troco, sento na escada e comeco a escrever, mais os cachorros nao dao paz!:
   -Lyan e Leo! Se transformem em cachorros agora!
   Ele se transformaram:
   -Assim e melhor! Vamos!
   Eu abro o portao e vou ate uma pracinha que tem por perto, eu estava desenhando quando meu celular tocou:
   -Alo?
   -Me diz que e mintira o que a Cassydi acabou de falar!
  -Sobre minha demissao?
   -Ela disse que te bateu ate voce pedir pra parar! E que depois foi embora chorando!
   -Bom, eu nao pedi pra parar, e nem chorei, mais fala que neguinha apanhou ate ficar com a cara inchada ninguem fala!
   -Me conta mais sobre isso!
  Eu disse pra ela dos xingamentos e que eu bati nela e tals, e quando terminei ela ficou pasma!:
   -Ta certo acerta a piranha mesmo! Ela merece! Tu e dez amiga!
   -Haha, eu sei!
   -Convencida! Bom vou desligar, e vou falar com meu mano, ele vai te recontratar se nao eu mato ele e a Cassydi junto!
   -Ta louca! Ela ta gravida!
   -Entao eu mato ela assim que meu sobrinho nascer!
   -Haha, palhaca!
   -Tchau Alany vou desligar.
   -Tchau!
   Quando desligo o celular adivinha quem me aparece? Maki!:
   -Concordo com ela! Voce e dez!
   -M...Maki?!
   -Eu mesmo!
   -Porque nao ficou em casa?
   -Porque tenho que ficar cuidando de voce!
   -Nao precisa! Por quanto tempo vai me seguir?-Me deito na grama.
   -A vida toda se for preciso.-Ele deita ao meu lado pega minha mao.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...