História Mundos em Colisão pt 2 - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters, The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Clary Fairchild (Clary Fray), Damon Salvatore, Jace Herondale (Jace Wayland), Jeremy Gilbert, Luke Graymark, Raphael Santiago, Stefan Salvatore
Exibições 41
Palavras 732
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Fim?


Fanfic / Fanfiction Mundos em Colisão pt 2 - Capítulo 12 - Fim?

Acordei em um hospital. Espera, acordei? Me sentei rapidamente e no mesmo instante varias cabeças viraram na minha direção.

-O que aconteceu com você? -Perguntou Robert Lightwood, ou melhor, o Inquisidor.

Engoli em seco e olhei para todos que estavam lá: Simon, Izzy, Magnus, Alec, Luke, Damon e Stefan. E contei tudo que havia acontecido desde que minha mãe foi assassinada (deixando de fora o metamorfo e o encontro com os mortos). Um silêncio perturbador tomou contar por algum tempo até Robert se pronunciar:

-Bem, como O Ciclo esta oficialmente encerrado não vejo o porquê de você permanecer nessa cidade, então você vai ter que voltar para Idris comigo e contar essa história pra Clave. Depois veremos oque vai acontecer com você, querida.

Suspirei e me afundei mais na cama:

-Será que eu poderia falar com os Salvatores sozinha?

Alec, Magnus e Robert saíram e Izzy os seguiu me mandando um beijo no ar. Simon veio me dar um beijo na testa e aproveitou pra dizer:

-Nunca mais me assuste desse jeito Fray.

Sorri, eu gostava quando ele me chamava pelo sobrenome que usei por 16 anos, era bom lembrar daquela época onde tudo era mais simples.

Luke apertou meu ombro de leve e disse:

-Não me assuste assim novamente Clary, eu não conseguiria viver sem você também.- ele me deu um beijo e saiu me deixando sozinha com os vampiros.

-Bem, acho que eu devo uma mansão pra vocês -disse tentando quebrar o silêncio que se formou.

- VOCÊ QUASE NOS MATOU DE PREOCUPAÇÃO! -gritou Damon- sabe como foi pra nós chegarmos em Nova Orleans daquela forma e sem você? Ou como foi voltar pra cá e encontrar oque restou da nossa casa cercado de mortos e policiais? Foi bem difícil hipnotizar tanta gente e depois ainda ter que te dar sangue e...

-Espera -o cortei- vocês que me trouxeram a vida?

-Foi o Damon, na verdade. -disse Stefan- ele salvou sua vida pelo que entendi, afinal, seus machucados e queimaduras eram bem graves, normalmente você teria morrido.

Claro, foi por isso que eu vi minha mãe, Jace e Sebastian! Porque eu estava quase morta, mas Damon me salvou e eu aproveitaria essa nova chance.

-Obrigada por isso e por tudo -falei sorrindo- acho que vou embora agora, mas prometo pagar uma parte da construção da casa de vocês.

-Fica tranquila, não vamos mais ficar em Mystic Falls, vamos nos mudar pra New Orleans e ficar com alguns velhos amigos. -falou Stefan.

-Você tem que ir nos visitar um dia. -falou Damon e sorriu- você é legal, Ruiva. É tipo uma irmã que nunca tive.

Sorri e os abracei no momento que a porta se abriu e Robert entrou acompanhado pelo meu padrasto.

-Temos que ir agora. -Ele me estendeu uma caixa- Luke trouxe algumas roupas pra você e tem algumas coisas que sobraram da explosão.

Abri a caixa e dentro dela tinha um vestido verde claro, um all star branco e a adaga que Jace me deu tantos meses atrás. A segurei e tive uma ideia.

-Será que vocês podem guarda-la pra mim? Eu vivo perdendo ela e depois reencontrando.

-Tem certeza? -perguntou Damon a segurando pelo cabo.

-Claro, é um motivo extra pra eu ir visita-los. -falei.

Depois de me vestir e dar adeus para os meus velhos amigos fomos eu, Robert, Luke e os Salvatores para o lugar em que o portal pra Idris havia sido feito. Luke iria comigo, pois era meu guardião legal e depois que eu depor perante a Clave eu voltarei com ele para NY.

Robert foi o primeiro a entrar no portal sendo seguido por Luke. Me aproximei dele, mas parei quando Damon disse:

-Hey Ruiva, vai mesmo ir nos visitar?

Sorri e disse:

-Você esta com minha adaga favorita Salvatore, é claro que vou ir atrás dela -sorri junto com ele e disse- mas se isso te deixar melhor eu juro pelo Anjo que vamos nos ver em breve.

Ele acenou e sorriu enquanto eu abraçava ele e Stefan antes de mergulhar no portal.

Eu posso não ter encontrado um amor em Beavon Hills ou em Mystic Falls, mas eu havia feito novos e maravilhosos amigos que me ensinaram uma coisa que eu havia esquecido a muito tempo:

Não importa o quão difícil seja continuar a vida, pois enquanto tivermos pessoas por quem lutar sempre teremos um motivo pra continuar a viver.


Notas Finais


Desculpem por não ser um cap ou um fim tão bom, mas eu odeio encerrar histórias, parece que eu enc errei uma parte de mim :'(

Mas eu só tenho oque agradecer: Obrigada por estarem sempre acompanhando minhas fanfics e por comentarem sempre. Espero ver vocês na minha nova Fic da Izzy e do Dean, se quiserem mando o link nos comentários.

OBRIGADA POR TUDO, TIA PIRATA AMA VCS ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...