História Murk - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Efeito Borboleta, Exo, Poderes
Exibições 5
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Científica, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIIIIIIII
postando atrasada mas é aquele ditado, antes tarde do q nunca rs
mas então É SUCHEN MEU POVO
okay, vou parar
já dei spoiler no titulo então já to indo embora devagarinho
boa leituraa <3

Capítulo 2 - Wine And Rays


Fanfic / Fanfiction Murk - Capítulo 2 - Wine And Rays

"O vinho mais caro não serve pra nada quando a sede é de água."

Eu estava feliz. Hoje era dia que pediria o amor de minha vida em casamento.

Me arrumei o mais rápido possível, estaria lanchando com uns amigos numa praia.

Respirei fundo ao me olhar para o espelho, será que ele iria aceitar? 

Jongdae era o nome de meu amado, ele era lindo, seja por dentro ou por fora.

O seu sorriso era maravilhoso, seu carisma, tudo. 

Eu estava completamente apaixonado por ele e sabia que ele também estava por mim, dava pra ver em seus olhos.

~~

Estávamos nos divertindo, percebo que já bebi demais quando começo a dançar. 

Mas que eu me lembre, bebi poucos copos. Olho para minha mão e vejo uma garrafa de vinho invés de um copo.

Jongdae me puxa para algum canto, me joga na parede e eu diz algo que eu não consigo escutar bem, junto meus lábios ao seu e sou rejeitado. Ganho leves tapinhas no rosto, ele estava tentando me despertar.

"Ei, amor. Eu estou acordado."

"Junmyeon, você bebeu demais, me da essa garrafa."

"Você é lindo."

"Obrigada, agora me dá."

"Antes, eu quero algo."

"Oque?"

Fico de joelhos e vejo seus olhos crescerem de tamanho. 

"Aqui não, levanta dai."

"Não é isso, burro. Eu quero pedir..."

 

Procuro o anel em meu bolso, achando rapidamente no esquerdo, mostro a ele e vejo sua expressão mudar.

"Eu quero pedir sua mão, Jongdae."

Lágrimas se formam em seu rosto e ele cai de joelhos, beijo sua testa.

"Se você não quiser, irei compreender."

"Mas...Eu quero."

"Oque?"

"Eu quero passar o resto da minha vida com você, eu irei te amar para sempre. Pode acontecer qualquer coisa, mas eu nunca te abandonarei, eu sou destinado a você, tenho total certeza disto."

Começo a chorar junto, mas era de felicidade.

"Eu te amo tanto, Jongdae."

~~

Estava de noite, estávamos só nos dois agora, nossos amigos resolveram ir embora.

Era um clima bom, trocávamos beijos a cada minuto.

Me levantei e tirei minhas roupas, fui andando de costas até a água sendo acompanhado pelos olhos de Jongdae. Entrei na aguá gelada e tremi, devo ter feito alguma careta pois ele riu. 

Mergulhei, nadei em uma direção que não sabia.

Uma mania que tenho, é que quando estou me sentindo bem, fecho meus olhos.

E foi oque eu fiz, nadei de olhos fechados.

Até que sinto minha cabeça latejar, vejo sangue e pedras. Ah, doía tanto, e o sangue, ele não parava.

Grito por Jongdae, lembro que estou debaixo d 'água, me apavoro e perco o ar.

Desmaio vendo apenas o reflexo da lua e Jongdae vindo em minha direção.

Acho que vejo também um raio, mas minha visão já estava escura demais para eu ter certeza de algo.

~~

Acordo e vejo o céu, olho para meu lado e vejo Jongdae e ele...estava queimado? Suas roupas estavam rasgadas.

Sinto-me diferente, não sentia dor de cabeça, não podia ser a bebida. Eu havia batido minha cabeça não é? Era pra estar...Com um corte.

Pego meu celular e pelo reflexo vejo tudo normal. Mas não estava eu sabia disso.

Pego minhas coisas e de Jongdae e levo o mais rápido possível para o carro, voltando para buscar-lo.

"EI, Jong, acorde."

Balanço seu corpo e vejo seu olhos abrirem.

"Onde estamos?"

"Na praia. Ainda."

"Você está bem?"

"Estou sim, mas e você?"

"Meu corpo dói e, eu me sinto estranho."

"Eu também estou assim. Acho que deve ser a maresia."

Ele se senta e olha para seu corpo, assustado ao ver seu estado se levanta assim como eu.

"Oque aconteceu?"

"Eu não sei."

"Por que eu estou assim? Ah meu Deus...Eu não consigo lembrar de nada."

"Eu lembro."

"Oque?"

"Eu fui nadar...Então bati minha cabeça numa pedra, acho que você foi me resgatar porque eu vi você, a lua e...Um raio."

"Um...Raio?"

"Sim, acho que por isso você está assim."

"Mas se realmente eu fui atingido, era para eu estar morto."

"Isso que eu pensei."

"Quer saber? Não vamos esquentar com isso, você está bem e eu também, isso que importa. Vamos pra casa."

"Certo."

Fomos para casa, na verdade ele só me deixou na minha, o chamei para entrar para cuidar dele mas ele rejeitou dizendo que voltaria para o jantar. Assenti e entrei em casa.

Estava cansado, então fui deitar um pouco.

~~

Ouvi meu celular tocar, me revirei na cama. Ele parou, resolvi voltar a dormir, mas ele voltou a tocar novamente. Procurei-o no criado mudo, achando meu celular logo e o trazendo para mim.

Aceso, faz minha visão arder. Logo quando iria atender, desligam. Vejo quem era e vejo quinze ligações perdidas de Jongdae. Vejo a hora, já poderia ser de noite e ele estava a me chamar na porta. Retorno sua ligação e logo sou atendido.

"Ei Jong...Aconteceu algo?"

"Junmyeon, aconteceu. E foi, muito, mais muito estranho."

"Oque?"

"Eu cheguei em casa, e fui tomar uma água, mas acabei derrubando o copo. Ele quebrou e quando fui limpar, acabei me cortanto."

"E?"

"Cresceu uma raiva em mim, eu sai quebrando tudo aqui. Não consegui me controlar. E do nada, começou a chover."

"E oque isso tem a ver?"

"Eu acho que fui eu..."

"Jong...Foi uma coencidencia do destino"

"Não foi! Eu não estou enlouquecendo Junmyeon!"

Ouvi um raio cair e me assustei.

"Eu sei que você não está."

"Você ouviu? Só foi eu gritar, eu não sei oque está acontecendo."

"Fica calmo..."

"Você não acredita em mim não é? Tudo bem Junmyeon, eu ai te mostrar."

E desligou. Jongdae estava nervoso e dava pra perceber isso em seu tom de voz.

Me levantei e fui tomar um banho, me deliciando na água morna da minha banheira.

Percebi que fiquei muito tempo ali quando ouvi a companhia.

Me retirei rapidamente, vestindo uma blusa branca e uma calça moletom cinza.

Desci e encontrei um Jongdae todo molhado do lado de fora.

O puxei para dentro e o sentei no sofá, fui pegar uma toalha para ele e quando voltei vi seu olhar perdido em qualquer canto da sala.

"Ei Jong..."

Chamei sua atenção, o que fez com que ele levasse um susto, mais um raio caiu também me assustando.

"Está vendo?"

Entreguei a toalha para ele que começou a secar seus cabelos.

"Oque está acontecendo?"

"A chuva...Eu estou controlando ela."

"Como assim?"

"Assim."

Caminhou até a janela e olhou para o céu. Disse algumas palavras baixas que não consegui ouvir. E de repente, a chuva parou.

Me espantei e fui andando para trás. Não é do dia pro outro que o amor da sua a vida ganha poderes.

Acabei caindo no sofá e vi Jongdae me olhar triste.

"Você está com medo?"

"Não...Só é estranho demais."

"Sabe oque é mais estranho?"

Vi seu olhar mudar de direção e quando segui. Vi uma cachoeira de água descendo minhas escadas, subi um sentimento de desespero e então por um reflexo, eu apontei para a água.

E assim como foi estranho ver Jongdae parando a chuva, foi mais estranho ainda ver a água parando.


Notas Finais


eu disse que to indo embora rs
só vim pra postar e já to saindo
os caps tão pequeno mesmo pq a historia não começou realmente
proximo cap não vou falar de quem é
até semana q vem
xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...