História Mútuo ( Suga) - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Personagens Originais, Suga, V
Tags Jin, Romance, Suga, Taehyung, Violencia, Yoongi
Visualizações 189
Palavras 2.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem desse capítulo tanto quanto eu ❤

Capítulo 43 - O momento mais bonito


Ao abrir meus olhos, a primeira coisa que vejo são dois pares de olhos puxados e dois sorrisos sapecas. Eu nem precisei do meu despertador...

__ Mãe, hoje tem festa, né?! Vai ter bolo, doce, comida e...muito bolo! - a empolgação dele é única! Em meio a pulinhos e palmas, ele sacode Dan. - eu vou comer muito, muito.

__ Não é pra tanto! Se você comer muito, vai ter dor de barriga.

__ Hãn?!. - coloca as mãos na cintura parecendo estar indignado com as minhas palavras, como se " Ah, grande coisa! E isso lá é impedimento? É só ir fazer cocô depois". Acho muito engraçado quando ele fala gesticulando. - Não tem problema.

__ Ok sr. Guloso, vamos nos preocupar com uma refeição de cada vez. - desço da cama levando os dois. - Vamos lavar o rosto e tomar café.

Um pouco antes de receber a mensagem do Yoongi dizendo que o vôo tinha atrasado, isso lá por volta das 3 da manhã, Jinhei entrou chorando no meu quarto e pulou em meus braços. Eu perguntei o porquê daquele choro, e ele disse que sentia muita falta da mãe.

Nossa, meu coração ficou pequenininho!

Eu não sabia como colocar todas as palavras nem sentimentos para fora, mas procurei acalmá-lo dizendo algumas coisas bonitas, porém, reais. Ele me ouviu atentamente e pouco a pouco se tranquilizou no meu abraço apertado. 

Preciso amá-lo mais!

E não, não é só porque ele é filho do Yoongi, ou que porque merece amor já que não tem a mãe....

Eu preciso amá-lo porque QUERO, porque preciso, porque vejo necessidade disso. Quero amá-lo mais, porque...eu o amo muito.

Depois de uma rápida higiene, nos dirigimos até a cozinha, onde Taehyung se encontrava fazendo a sua única especialidade culinária: omelete. Bom, pelo menos ele faz isso muito, muito bem.

__ Que cheiro gostoso. - Dan diz depois de um abraço apertado no tio. Já sentado na sua cadeira, devora o omelete enquanto também come Sucrilhos. Eu não falo mais nada.

__ O Yoongi mandou mensagem? - pergunta me servindo. Assinto e tomo um gole de café. Melhor abrir minha boca só para receber alimento. - Ah, quando eu estava no hospital, ele disse que minha mãe havia passado por exames e estava melhor. Ela vai ficar em observação.

__ Ah, então é por isso que ele já está voltando...

__ Sim. - suspira pesadamente. - Eu estou pensando em visitá-la nas minhas férias. O que acha?

__ Não sei bem o que opinar sobre esse assunto, mas, sei que você ficará feliz em vê-la, então, vá! O que me importa é a sua felicidade.

__ Obrigado por se importar tanto. - ele estica o braço e aperta a minha mão. Seu sorriso tranquilo só me dá certeza do quão feliz ele ficará daqui a algumas horas.

Mal posso esperar. 

*

Claro, Deus é muito generoso, mas hoje ele se superou. O dia está lindo! É como se ele houvesse preparado esse clima somente para nós. Egoísta pensar assim, eu sei.

Está quente, mas não é um calor chato, daqueles que nos faz procurar a mínima sombra para se proteger. Há uma brisa fresca pairando, mas ela está longe de também ser incômoda. Nossa, eu nem sei descrever ao certo, só sei que está perfeito.

Como eu sou mulher e tenho umas 589986 a mais pra fazer, deixei os dois baixinhos com Taehyung, Jimin e Kookie e vim me preparar. O salão que estamos está praticamente fechado só pra gente! Além das garotas, algumas familiares do Noew também estão aqui.

Yoongi pediu que eu contasse da surpresa pro Tae somente para a Mer, para que ela entenda o motivo dele não aparecer ao lado dos demais padrinhos.

Pelo horário que ele embarcou, é provável que chegue até antes da cerimônia, mas ele disse que a mãe quer se preparar para ver o Tae, por isso, também já deixei um horário agendado pra ela, além de ter escolhido um vestido bonito.

Meu Deus! Prevejo lagrimas e lágrimas para logo mais. 

Conforme os minutos e horas passam, uma a uma fica pronta. A minha ansiedade é tanta que sinto arrepios constantemente.

Depois de pronta, mando mensagem para Taehyung e peço para que ele venha buscar Rosé e eu. Não demora muito e ele aparece com o Caleb buzinando em frente ao salão.

__ Até daqui a pouco, prima!

Juro que vi uma lagrimazinha brotar nos olhos dela!

*

A cor do sol indicando que o final da tarde está se aproximando, contransta com as plantas e cadeiras num marrom "metalizado", e, também proporciona uma linda visão digna de belas fotos. Um lindo jardim amplo decorado com flores brancas. Temperatura perfeita, vento refrescante.

Como terá 150 convidados, há 150 cadeiras Dior divididas em duas fileiras. No caminho da noiva, está o tradicional tapede vermelho e o caminho com vasos cheios de flores Mosquitinho. Um arco de galhos secos com mais flores brancas divide o espaço entre os convidados e a espécie de púlpito onde o juiz de paz ficará.

Está tudo bem simples, mas muito acolhedor. Não sei, é como se o momento fizesse toda a beleza.

__ Mamãe, o celular. - Dan entrega a minha clutch. O pequeno está vestido num lindo terninho preto, mas no lugar do paletó, está com um colete. Ai, vou morder essa criança.

Pego o aparelho e sorrio ao ver a foto estampada. Olho ao redor, me certificando de não encontrar Tae tão próximo, e atendo. Ele está um pouco mais adiante rindo com o Hoseok.

__ Oi, onde você está?

__ Acabamos de desembarcar! Minha vó está cansada, então disse que vai ficar em casa. Assim que chegarmos, tomaremos um banho e depois irei com a minha mãe para o salão. Já tem convidado ai?

__ Acabaram de chegar alguns...

__ Ok! Manda uma mensagem quando a cerimônia acabar.

__ Pode deixar.

Sorrio para o nada apertando o aparelho. Yoongi carrega empolgação na sua voz! Não vejo a hora de ver aquele rosto estampando felicidade outra vez.

Tá, ele está longe há dois dias, mas estou com saudades. Me julgue.

*

Violet, Eu, Alison, Rosé e Patrice do lado direito.

Noew tremendo igual vara verde, Caleb, Taehyung, Jay, Scott e Louis no lado esquerdo.

A nossa frente, 150 convidados tranquilos e ansiosos. Destaque para sra Ellen, minha mãe, o John, minha vó, Hoseok, Jimin, Jungkook e os meus pequenos. E ao lado esquerdo de todos, alguns poucos músicos ajeitando os instrumentos.

Cerca de 10 minutos passam para honrar aquele atraso costumeiro da noiva, até que alguém avisa a chegada da pessoa mais importante da tarde.

Um momento digno de filme. O sol se pondo parece iluminar somente a garota de branco parada no início do caminho. Com os olhos marejados, Mer sorri para todos e provoca o maior sorriso no seu futuro marido.

Fala sério, não tenho maturidade para aguentar um cena dessas!

Não chora, sua maquiagem está linda, Emily!! 

Ao som de um lindo instrumental, Meredith inicia seus passos rumo ao seu grande amor. A medida em que ela se aproxima, parece roubar o ar do Noew. Coitado! Ele está a ponto de desabar. Alguns passos depois, ela é recebida com um singelo beijo na testa e uma lágrima teimosa.

Sério, que momento lindo!

O juiz de paz cumprimenta todo mundo e dá inicio a cerimônia. Ele não diz muita coisa, deixa a mais importante para os noivos. Votos e juras de amor são trocadas, provocando em muitos, incluindo eu, lágrimas.

Eu não pensei que um amor assim era real, que um momento assim realmente poderia existir. É incrível como tudo é igual nos livros, mas diferente de muitos que li, o amor deles é tranquilo. Que sorte a deles!

Debaixo de risos gostosos e olhares curiosos, Chloé entra com as alianças. Próxima a nós, é recebida por um beijo duplo dos pais, provavelmente rendendo uma linda foto.



__ ... E pode beijar a noiva!

__ Eu nao acredito que a minha irmã caçula casou primeiro que eu. - Violet diz  enquanto seca as lágrimas. É óbvio que ela não sente inveja da irmã, mas sim da situação, acredito eu. Entendo, entendo. O amor deles é de causar inveja mesmo...

__ Relaxa! Você ainda irá encontrar o seu. - tento consolá-la. Sei lá, agora eu realmente acredito nisso. Acredito que todo mundo viverá um belo amor, dure dias ou anos. Ela apenas tem que estar preparada pra isso. 

Como eu havia combinado, mando uma mensagem para o Yoongi dizendo que a cerimônia acabou. Em seguida, ele responde dizendo que em alguns minutos estará aqui.

Ai, falta pouco!!

Pouco a pouco os convidados se dirigem para o salão ao lado. Me encanto novamente com o espaço e com dois grandes lustres que fornecem maior luminosidade. 

Mesas, outros itens decorativos, flores e embalagens de alguns comes e bebes estão em branco e violeta. Diferente do jardim, aqui dentro é completamente chique e glamouroso!

Em uma mesa dupla, todos do grupo se ajeitam e devoram algumas coisas que são servidas. Uma movimentação um pouco mais a frente chama a minha atenção, e a de todos, quando uma grande entrada é aberta, revelando uma banda!!

Eu estranhei quando vim em duas visitas com a Mer. Esse espaço era fechado e o espaço atrás do salão, também. Cara, adorei isso! Mais ao fundo há várias outras mesas e mais jardim iluminado.

Enquanto o jantar não é servido, a banda começa a tocar. Sinto meu celular vibrar, e quando o pego, vejo uma mensagem do Yoongi dizendo que já está no jardim. É agora!

__ Em, vem caminhar comigo?

Para minha surpresa, Tae é quem me convida para sair dali, bem quando eu ia inventar um pretexto. Que bom!

Deixando todo o resto para trás, acompanho meu amigo procurando controlar meu nervosismo. Taehyung tenta pegar na minha mão, mas como eu estou suando, pego o seu braço. 

Encima de uma pequena ponte, apoiamos nossos cutuvelos no corrimão da mesma. Olho para o céu esperando por suas palavras.

__ Como se sente? - me pergunta com um semblante divertido.

__ Tão feliz que nem sei como explicar, só sei sentir. - digo sinceramente. - Estou feliz com o Yoongi e com o Jinhei perto de mim. - suspiro - Estou feliz com a vida que levo ao lado de todos vocês.

__ Você não sabe o quanto me alegro em ouvi-la! - se aproxima e me envolve em um abraço amoroso. - Seremos todos felizes, pra sempre.

__ Sim. - beijo sua testa -. Ai Tae, se você soubesse o quanto te amo, o quanto desejo seu bem... - aperto sua mão e seguro o choro. - Eu amo o Yoongi de todo meu coração e com todas as forças, mas você pra mim é único! É você a minha alma gêmea, a minha real metade.

__ E você também é a minha. Te amo Em! Sempre estarei com você.

Ao ouvir isso é impossível conter algumas lágrimas. Eu o amo tanto que chega doer! Tae sempre foi tudo quando não tive nada, sempre foi o centro do meu mundo, a minha base. Ele merece todo o meu amor.

__ Eu acho que vou contar para os meus tios sobre o meu super "segredo" - sorri.

__ Ai meu Deus, isso é ótimo! Não sinta medo. Duvido que aqueles anjos que você chama de tios, o julgue. Eles sempre estarão ao seu lado.

__ Espero.

__ Estava procurando os dois.

Yoongi surge do nada, nos assustando. Automaticamente, corro até ele e o abraço. Se afastando, me beija rapidamente e vai até Taehyung.

__ Deixou a nossa mãe bem?

__ Sim, não se preocupe! - Yoongi o abraça e aponta para a direção que a mãe está.

__ Bom, vou deixar os dois sozinhos. - diz, dando um passo.

__ Espera! - seguro seu braço. - Vamos tirar algumas fotos antes do jantar.

__ Nossa, vem - agarra cada um de nós pelas mãos e nos arrasta na direção em que a mãe está. - Tem um lugar lindo para tirar fotos.

Deus! Tão inocente...

Sob olhares e assuntos aleatórios, chegamos nesse tal lugar. Pequenas árvores, flores e arbustos bem cuidados, fora a iluminação, deixa o lugar lindo. Meu coração bate mais rápido quando encontro a mãe deles sentada em um banco, de costas para nós. Ai, eu vou surtar.

__ Caramba, tem gente ali. - lamenta. -Imaginei mil poses naquele banco.

__ Vou pedir para ela sair dali.

__ Para Yoongi, que vergonha! Deixa a mulher lá, vamos tirar uma selfie aqui mesmo.

__ Calma, não vou ser estúpido.

__ Ah, vai lá então. - vira os olhos e pega o celular do bolso. - Em, olha aqui. - e posiciona o cel de um jeito certo.

Cara, qual será a reação dele? Ele vai gritar? Chorar? Sair correndo? É, talvez! Estamos falando de Taehyung. Capaz também de dar um treco nele. Ai, e se? Não, não! Ele irá ficar feliz, apenas.

__ Nossa, que fotos horríveis.

__ Para, eu tô bonita. - defendo! E o pior é que estou mesmo.

__Vamos tirar outra.

Viro Taehyung para o lado contrário dos dois e não disfarço a cara de total surpresa ao ver o rosto da senhora Min. Meu Deus, que linda!

__ Olha aqui. - Tae posiciona o cel novamente e tira umas três fotos.

__ Pronto Taehyung, ela saiu.

__ E não disse nada? Você é tão idiota  - pergunta sem olhar para os lados. Sua atenção está voltada para a tela do aparelho.

__ Eu disse que sairia com a condição de tirar uma foto com você.

Ao ouvir a primeira palavra, Tae paralisou. Ele ainda não olhou para o lado; parece estar com medo de não ser real, mas, lágrimas já caem incontrolavelmente e molham sua camisa branca. Suas mãos estão trêmulas, resultando, por fim, a queda do celular.

O meu coração vai sair pela boca. Tae, fala alguma coisa!!

__ Taehyung, olha pra mim. Sou eu, sua mãe.

Ele a obedece, lentamente. Na medida em que isso acontece, sua boca abre mais e seu choro se torna mais intenso e alto.

__ Me perdoa, por fav...

Ele não a deixa terminar e a abraça desabando de vez. As lágrimas, os sons, a dor, a saudade, o amor...tudo se mistura. Os dois estão nitidamente desesperados um pelo outro.

__ Me perdoa, me perdoa, me perdoa....

Ela repete várias vezes mesmo quando ele emite vários "Shiiu". Nem posso imaginar toda a dor e culpa que ela carrega. Coitadinhos, meu Deus.

Taehyung desfaz o abraço e distribui beijos por todo o rosto da mãe, provocando nela, risos. Ele começa a rir também, mas volta a chorar no mesmo instante. Que cena...

E eu? E o Yoongi? Bem, estamos abraços, chorando e sorrindo, assistindo a cena mais linda que já presenciamos.


Notas Finais


Um beijo 😘

Obrigada por ler até aqui ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...