História My Alphas - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Visualizações 17
Palavras 2.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Ficção Científica, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oe wolfys (:

"Aviso : Bom depois desse capitulo, eu vou começa a fazer uma coisa diferente.. agora vai ser um capitulo pra Nilinosh e outro capitulo pra Zourry..

Ps. - Quando for Nilinosh... só vai
ter Pov's do Niall, Liam, Nick e Josh.

Ps². - Quando for Zourry... só vai ter Pov's do Zayn, Louis e Harry.

Ps³. - Quando eu estiver sem idéia pro próximo capítulo, vou continua com as mesma coisa que parou no capítulo anterior...

Ex: se eu parei num cap que esta com Zourry e eu não tiver ideia pro capitulo de Nilinosh eu vou continua com Zourry... entenderam ?! Okay?! Oks!"

Um bj da aleatória~

Capítulo 4 - Chuva e flash black


Fanfic / Fanfiction My Alphas - Capítulo 4 - Chuva e flash black

Capitulo Four - Chuva e flash back.

( Niall Pov's )

Estava deitado em minha cama lendo um livro qualquer que peguei do quarto do meu irmão. Um vento frio entrou no quarto então olhei pra janela e se encontrava aberta e as cortinas estavam balançando, marquei a página do livro e o coloquei em cima da cama, caminhei até a janela e olhei pro céu, o mesmo estava escuro e as nuvens estavam andando/correndo sei lá como fala quando as nuvens se deslocam do lugar, rápido, passou alguns segundos e começou a chover, mas bem fraquinho, olhei pro poste e um flash black de quando eu era criança passou pela minha cabeça.

~Flash Black On: "- 1997 ( Niall e Nick tinham oito anos ) -"

Eu estava brincando de futebol com meu irmão no quintal da minha casa, estava chovendo, mas estava legal, jogar futebol na chuva, mas meu irmão chutou forte e a bola caiu na rua.

- Vou ir pega, espera ai - Falei pro Nick e abri o portal da minha casa logo saindo e atravessando a rua, na hora que eu me abaixei pra pegar a bola, um raio atingiu o poste de luz, e com a explosão meu corpo voou longe, não me lembro direito, mas bati minha cabeça em alguma coisa, e a última palavra que escutei antes de desmaiar foi.

- Niall!

~

Acordei no hospital com uma dor de cabeça e minha visão estava embaçada, olhei pro lado e vi uma enfermeira trocando o soro.

- Como se sente? - Ela perguntou passando a mão nos meus cabelos.

- Estou com uma dor forte de cabeça, e minha visão está meia embaçada. - Falei colocando a mão na cabeça, senti um pano em minha mão e estranhei olhado pra enfermeira.

- Se lembra de alguma coisa?

- Eu estava brincando com meu irmão na minha casa estava chovendo, ai a bola caiu na rua e eu fui pegar, mas na hora acho que um raio acertou um poste que estava perto da bola, e eu só lembro de ter batido em algum lugar e não me lembro de mais nada.

- Pelo menos você não perdeu a memória, a queda foi feia você deve ficar alguns meses aqui pra se recupera, quer ver alguém?

- Sim, meu irmão, poderia chamá-lo?

- Sim, espere um pouco, e fica deitado é melhor pra você. - apenas assenti e ela saiu do quarto.

Olhei em volta e o quarto tinha pouca coisa, uma cama de solteiro na qual eu estava deitado, uma televisão na parede em frente a cama, as paredes eram bege, tinha um sofá verde do meu lado esquerdo, e uma janela em cima do sofá, do meu lado direito tinha uma poltrona também verde e um criado mudo com um vaso de flores, parei de prestar atenção no quarto quando a porta abriu e um outro eu entrou no quarto correndo e subiu em cima da cama me abraçando.

- Aí - falei quando ele me apertou com força.

- Ai meu deus! Desculpa, te machuquei? onde dói? - Nick perguntou tudo de uma vez.

- Tudo bem, você só me apertou, as minhas costas está doendo. - Nick ia falar, mas alguém entrou no quarto o interrompendo.

- Garoto como você corre - A enfermeira falo um pouco ofegante. - Sai de cima dele, vai machuca-lo. - Ela falou, quando Nick ia descer da cama eu segurei seu braço e não deixei.

- Deixa ele aqui comigo, meu irmão não vai me machucar.

- Tudo bem, só não tenta ficar muito em cima dele - Ela falou logo saindo da sala, Nick se deitou na cama do meu lado e me abraçou.

- Eu te amo, promete nunca me deixar? - Ele falou me olhando com aqueles lindos olhos azuis.

- Eu também te amo, prometo! - Falei e ele me deu um rápido selinho logo se aconchegando mais em mim.

-- -- --

~ Sete anos depois: ( Eles tinham quinze anos )

Acordei com um barulho de um trovão que iluminou a casa toda, como estava a noite deu pra ver meu quarto todo, abracei minhas pernas e tentei voltar a dormir, mas outro trovão me fez abrir os olhos assustado de novo, levantei da cama, calcei meu chinelo e sai do quarto indo pro quarto na frente do meu, dei uma batida na porta antes de entrar, vi o Nick enrolado debaixo do edredom dormindo, fechei a porta e caminhei até sua cama me deitando no espaço livre que tinha do seu lado, fechei meus olhos e tentei dormi, mais a chuva lá fora não deixava, me encolhi na cama, mas logo senti seus braços em minha cintura me trazendo pra perto de si, sentir seu peito quente em minhas costa e suspirei.

- Não consegue dormi? - Ele perguntou sussurrando em meu ouvido e meus pelos se arrepiaram por sua voz rouca.

- Você sabe que não. - Falei me aconchegando mais em seus braços, ele beijou meu pescoço e senti um arrepio quando seus lábios tocaram minha pele.

- Não precisa ficar com medo, eu estou aqui agora - Ele sussurrou com a voz rouca - Agora tente dormir - Ele falou se aconchegando em minhas costas.

- Mas eu já perdi o sono - Disse me virando e ficando com meu rosto próximo ao dele.

- Então o que acha de fazermos alguma coisa até seu sono voltar? - Ele disse me olhando, como o quarto estava pouco iluminado, vi ele sorri de lado brevemente.

- Podemos ver um filme? - Perguntei um pouco baixo, já que nosso rotos estavam perto demais.

- Claro, qual?

-Mata-me de prazer.. pode ser?

- Claro, pera ai, vou coloca aqui. - Ele falou acendendo a luz e levantando da cama, ele caminhou até a tv e ligou o dvd logo colocando o filme, apagou a luz e deitou na cama de volta me puxando pra mim fica entre as suas pernas, me aconcheguei em seus braços e comecei a prestar atenção no filme.

-- -- --

Depois de meia hora de filme, e até agora só tinha passado putaria, eu sentia o Nick se remexendo toda hora atrás de mim, a chuva ainda caia lá fora, violenta, mais eu me sentia bem perto do Nick, mais um relâmpago iluminou todo o quarto e a televisão apagou.

- Acho que acabou a luz - Nick falou.

- É - Falei me levantando, mas antes de sair de seus braços, ele me puxou de novo e eu deitei de novo em seu peito. - Por que fez isso?

- Não quero que saia daqui.

- Eu não vou sair, eu só ia me deitar na cama - Falei tentando levantar mas ele passou um braço pela minha cintura e colou nossos corpos me impedindo de levantar.

- Fica aqui, está confortável - Ele sussurrou em meu ouvido e meu corpo se arrepiou, ele beijou meu pescoço e chupou a pele do mesmo.

- O-oque está fazendo?

- Eu? só aproveitando o momento, tem tempo que nós não ficamos assim, não sente falta?

- Sinto, depois que nossos pais viram nós se beijamos, nós não tivemos nenhum contato mais íntimo - Falei me virando e olhando em seus olhos, que mesmo sem luz eu podia ver o quão bonitos eram.

- O que acha de re-lembrar os velhos tempos? - Ele falou dessa vez beijando meu queixo.

- Acho uma boa idéia - Falei e celei nossos lábios, tinha o mesmo sabor que anos atrás, mordi seu lábio inferior e parti o beijo com um selinho, me virei totalmente pra ele e me sentei em seu colo, e foi então que percebi seu ereção, olhei pra baixo e depois olhei pra ele, não podia enxerga seu rosto por causa do quarto escuro, mas sabia exatamente que ele tinha corado, sorri e lhe dei um selinho, e rebolei em seu colo.

- Ah Ni-Niall?

- Oi? - Respondi ainda rebolando em seu colo e beijando seu pescoço, chupei a pele do mesmo e mordi logo em seguida, eu sabia que amanhã ia fica marcado, mas essa era a intenção.

- Tá doendo. - ele falou gemendo.

- Aonde amor?

- Aqui - Ele falou rebolando e roçando nossos membros, gemi e beijei ele de novo, separei o beijo com um selinho e tirei sua blusa saindo do seu colo, e tirei sua bermuda também o deixando apenas de boxer, peguei seu membro em cima da boxer e o apertei de leve, lambi sua glande por cima do pano e ele gemeu.

- Niall, anda logo.

- O que você quer baby?

- Que você me chupe, anda logo... nini.

-Com prazer - falei tirando a boxer e jogando em algum canto do quarto, peguei seu membro na mão e não me surpreendi por ser grande, por que tudo dele é igual o meu, então eu já imaginava isso, masturbei ele um pouco e asoprei e abocanhei seu membro, ele gemeu e colocou a mão na minha cabeça guiando os movimentos, masturbei o resto que não cabia em minha boca com a mão e continuei fazendo movimento vai-e-vem com a boca e seu membro engrossou e eu percebi que ele iria goza, aumentei a velocidade e logo sentir um liquido quente em minha boca, que eu não hesitei em engolir, ele me puxou pra cima e selou nossos lábios em um beijo quente e cheio de desejo.

- Minha vez - Ele falou e me deitou na cama e sentou no meu colo rebolando em meu membro, gemi e coloquei a mão em sua cintura o ajudando com os movimentos ele gemeu e me beijou, só que não conseguimos manter o beijo por muito tempo, tirei o cabelo que estava grudado em sua testa e lhe dei um selinho, ele tirou minha blusa, e depois minha calça de moletom junto com minha boxer, ele me masturbou e logo colocou tudo na boca, sentir meu membro em sua garganta e gemi, ele me olhou com aquela carinha de inocente ( que de inocente não tem nada ) e piscou um olho gemi e coloquei a mão em seus cabelos os puxando, depois de alguns minutos me derreti em sua boca e ele levantou e me beijou fazendo eu senti meu próprio gosto.

- Você é uma delicia - Ele falou me dando um selinho. - Agora vamos tomar banho? a luz já voltou - Ele falou e foi só então que percebi que a tv estava ligada.

~

- Estou cansado.

- Você não vai dormir​ assim na minha cama não - Ele falou me dando um tapa na bunda.

- Ai! Tá bom eu vou, mas me carrega? - Falei com a voz manhosa e esticando os bracinhos.

- Não se acostuma não - Ele falou e levantou da cama, e me pegou no colo estilo noiva e me levou pro banheiro me colocando sentado em cima da pia, ele ligou o chuveiro e esperou a água do mesmo fica morna e me pegou no colo de novo me colocando de baixo d'água e no chão.

Tomamos banho sem fazer nada demas, apenas rolou uns beijos, sair do banheiro apenas com uma toalha enrolada na cintura, fui até a cômoda do Nick e peguei qualquer boxer sua que vi pela frente e vesti.

- Você fica sexy de azul - Nick falou no meu ouvido me causando arrepio.

- O-obrigado - Falei corando e desviando o olhar, ele pegou uma bermuda e vestiu.

- Vamos dormi agora? Já parou de chover -Ele falou abrindo a cortina e olhando pro céu.

- Vamos, ainda temos duas horas de sono, antes de acorda pro colégio - Falei me jogando na cama e entrando de baixo do edredom, Nick desligou a tv e deitou na cama logo abraçando minha cintura.

-Boa noite, te amo.

- Também te amo. - Falei e fechei os olhos deixando o sono me dominar.

-- -- --

- Niall? Cê tá bem cara? - Sai dos meus pensamentos com o Nick me chamando.

- Oi?

- Eu tava te chamando já tem um tempo.

- Eu tava pensando.

- Em que?

- No dia do meu acidente, e depois naquela noite que nós ficamos juntos.

- Vai fica tudo bem, eu estou aqui.

- Eu sei, eu te amo - Falei o abraçando e logo seus braços contornaram minha cintura.

- Também te amo baby. - Ele falou e eu levantei a cabeça e o beijei, ele apertou minha cintura e suas mãos foram pra minha coxa as apertando, ele levantou uma perna minha e eu dei impulso as entrelaçando em sua cintura.

- Eu ia te chamar pra janta, mas acho que ele pode espera um pouco né? - Ele falou um pouco ofegante e mordeu minha bochecha.

- Sim pode. - Falei beijando ele de novo, ele nos carregou até a cama, me deitou nela e deitou entre minhas pernas..


Notas Finais


Ent wolves.. éh isso, espero qe gostem (: até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...