História My Angel - Vkook-TaeKook - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Rap Monster, Sehun, Seungri, Suga, Suho, T.O.P, Taeyang, Tao, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 79
Palavras 1.157
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drabs, Droubble, Fluffy, Hentai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hoseok e tão mau

Quem será o anjo? Hum?

Capítulo 17 - 17


Fanfic / Fanfiction My Angel - Vkook-TaeKook - Capítulo 17 - 17

- Você é tão inútil Jungkook - Hoseok Exclamou com uma voz raivosa e chegava cada vez mais perto do menor que já chorava encurralado no parapeito da sacada. - Não se conforma que ninguém te ama e pronto? Aish, você só da trabalho - Chegou em frente ao menor e segurou seus braços fortemente levantando o menor. O sentou no parapeito e o virou para frente fazendo assim este observar o céu azul. 


 - Aproveite sua vista, pois será a última coisa que você verá - e assim empurrou o menor do prédio. 


 Pessoas que passavam por volta se apavoraram quando viram o menino cair rapidamente em direção ao chão. 


Mas algo estranho aconteceu. Estranho não, bizarro.


 O mesmo foi parado quando estava bem perto do chão como se estivesse sendo segurado. Jungkook olhou para cima e viu a imagem de um lindo anjo que lhe abraçava fazendo assim o mesmo não cair. Jungkook foi sentado delicadamente no chão e os olhares chocados de todos assustou o anjo que já se preparava para ir mas Jungkook sussurrou - ainda apavorado - baixinho para o mesmo. 


 - Vai me deixar assim? Sem nenhuma explicação? - O lindo anjo lhe encarou sorridente e tocou a testa de Jungkook lhe fazendo apagar. 


 Os batimentos do menor pararam rapidamente, seu sangue parou de circular fazendo assim o mesmo ficar pálido e gelado. Ele parecia morto. 


Taehyung observava a cena estático, este pode ver o anjo que "matou" Jungkook e se sentia devastado.


 Até que aconteceu. 


 O corpo do menor brilhou fortemente fazendo assim todos cobrirem os olhos.


 Como se fosse uma explosão de luz. 


 O corpo foi levitando até a altura do prédio e de repente desapareceu. Como fumaça. 


 Taehyung entrou em desespero, ligou rapidamente para ChanYeol que lhe atendeu no primeiro toque.


 - O que o Jungkook é? - Foi direto ao assunto e ouviu Chanyeol suspirar. 


 - Venha aqui que eu lhe explico. Taehyung saiu correndo até a casa do maior e quando chegou foi recebido por um Baekhyun com a face confusa e raivosa. 


 - O que foi? - Perguntou confuso 


 - Ele não quer me contar sem você aqui - Exclamou raivoso e se sentou longe do maior que estava com a cabecinha abaixada e pés batendo no chão rapidamente. - Pode começar. Eu não aguento mais segredos de vocês - Baekhyun Exclamou furioso e Chanyeol lhe encarou com os olhos manejando fazendo o mesmo se calar e sentir seu coração pesar. Odiava ver seu Chanyeol chorando.


 - Jungkook é um anjo - Este sussurrou trêmulo e os dois presentes ficaram em estado de choque. - Ele nasceu um anjo e é um anjo. - Como assim? - Baekhyun interrompeu seu marido sentindo seu coração doer ainda mais vendo seu marido chorar. 


 - Eu também sou, mas eu preferi vir pra cá e cuidar de você como um humano normal tá? - Exclamou um pouco mais alto e Baekhyun sentiu seu corpo tremer. Seu marido é um anjo? 


 - O que? - Taehyung murmurou estático.


 - Faz 200 anos. Quando Deus decidiu que todos os anjos deveriam ter um protegido. Teriam que cuidar deles até morrerem e quando acontecesse cuidaria da sua reencarnação. Bom, Deus me falou que meu protegido era SungJesu. Cuidei dele por 83 anos até ele morrer, e ficou nessa ordem até 1992, quando a vida passado do SungJesu reencarnou no Baek. - Baekhyun deu um pulo assustado e acabou caindo no chão. - Cuidei dele mais que todos, vigiava ele 24 horas por dia e aconteceu o que não era pra acontecer. - Este soluços baixo e limpou rapidamente suas lágrimas. 


 - O que? - Taehyung perguntou curioso 


 - Eu tive que mudar de protegido porque me apaixonei por ele. Anjos não podem se apaixonar, por ninguém - Baekhyun arregalou os olhos e sentiu seu mundo cair aos poucos quando viu uma cicatriz enorme nas costas de seu marido - Eu tive minhas assas arrancadas e tive que me casar com Tzuyu. Nesse tempo tivemos o Jungkook e Deus me chamou novamente no céu. - Suspirou trêmulo e abaixou sua blusa escondendo aquela bendita cicatriz. - Ele me falou que Jungkook era um anjo especial, é meio humano e meio anjo. Um híbrido. Ele não podia morar no céu pois era meio humano então deixou ele aqui com Tzuyu. Eu tive que voltar pra lá pois Deus precisava de mim com ele - Apontou para Baekhyun que chorava baixinho ouvindo a estória. - O Baekhyun nessa época tinha 10 anos e no dia 12 ele foi atropelado, no mesmo dia eu tive que voltar para cuidar dele porque só eu podia ajudar. Fiquei ao lado por uma semana curando todos os machucados devagar para não parecer estranho para os médicos. Isso estava sugando demais minha graça e eu tive que parar. Mas Deus não me queria sem assas então me propôs uma oferta. - Encarou Baekhyun e logo depois Jungkook - Ou eu ficava no céu e teria minhas assas devolta, ou eu viria para a terra e ficaria com ele - Olhou para Baekhyun que rapidamente foi até si e o abraçou forte chorando em seu ombro. - Mas nem tudo é flores. Teve uma condição - Baekhyun se separou do marido lhe olhando preocupado enquanto o mesmo voltava a chorar. - Se o Jungkook estivesse em perigo ou preste a morrer ele pegaria ele é o transformaria em anjo e cuidaria dele como um anjo de verdade. E eu seria castigado por não cuidar direito dele - Chanyeol já sentia a sua cicatriz queimar mas aguentou até terminar. - Eu voltaria para o céu Baekhyun se encontra estático e apavorado, sua vontade era de matar Deus e ajudar seu marido que tinha a face contorcida. 


 - Não, não pode ser - Taehyung murmurou desesperado e entrou em pânico - Eu preciso dele aqui, agora. Como eu faço para trazê-lo devolta? 


 - Ele vai voltar. Você é o protegido dele - Chanyeol sentiu as penas começarem a atravessar sua carne e gritou de dor. Baekhyun, ainda apavorado, tentava de qualquer jeito ajudar o marido, mas não tinha muito o que fazer. - Ele vai escolher você, eu conheço meu filho - Fechou seus olhos fortemente mas os abriu rapidamente para encarar Taehyung e Baekhyun pela última vez. - Tae, cuida dele. Baek? - Baekhyun assediu desolado e com a face vermelha de tanto chorar - Eu amo você, não esqueça disso - Deu um sorriso dolorido e gritou de dor. 


 As suas assas rasgaram sua blusa e bateram lindamente fazendo um vento forte. 


As roupas de Chanyeol foram mudando e ele estava só de branco novamente. Em sua cabeça estava uma coroa dourada com diversas pedras e seus olhos ficaram azuis como o mar. Assim que olhou para Baekhyun uma luz forte brilhou em si e em questão de segundos desapareceu fazendo um barulho estridente quebrando todos os vidros da casa.  


Notas Finais


Taram ksksks


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...