História My Angel - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~idksuckers

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Cher Lloyd, Cody Simpson, Dylan O'Brien, Francisco Lachowski, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Dylan O'Brien, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Drama, Escola, Família, Festa, Luta, Novela, Romance, Shoujo Romântico, Violencia
Visualizações 1.352
Palavras 924
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


É importante que vocês dessem suas opniões pra saber se continuo ou se devo parar por isso deixem comentários!! Obrigado e espero que gostem!!


O BIEBER APARECE NO CAPÍTULO 13
Nós começamos esta fic e acabamos por perlongar demais a história inicial, então por isso é que ele só entra no capítulo 13, sorry!

Capítulo 5 - Should I forgive him?


Fanfic / Fanfiction My Angel - Capítulo 5 - Should I forgive him?

Acordei com alguém em cima de mim, fui abrindo os olhos devegar por causa da claridade e vejo a bunda de mary enconstada a mim e sua perna em cima das minha barriga me empedindo de respirar direito. Eu juro que vou matar ela um dia. Mary ontem esteve toda aos risinhos com aquele de tal Jonny, então agora ela vai ver.

— Ei Mary sai de cima de mim meu amor, mal consigo respirar.— fiz voz grossa tentando imitar a voz de Jonny, tapando depois minha boca me contendo pra não rir.

Vi Mary se virar e me agarrar e sorrir ainda de olhos fechados, agora estava ficando divertido. Mais uma vez tentei fazer voz grossa e não me rir.

— Amor, você tá cheia de estrias nas suas pernas.—é o ponto fraco de mary, ela é linda e tem um corpo que faz todos rapazes babar e as meninas se roerem de inveja mas insiste que tem estrias, as vezes apetece-me matar ela sabe?

— O QUE? O QUE VOCE DISSE JONNY? AONDE? AONDE?—mary acordou gritando e se levantando e olhando pra suas pernas, logo comecei a rir muito ficando quase sem ar e mary logo olhou pra mim me fuzilando com os olhos, seus olhos transpiravam fúria.

—VOCÊ TA LOUCA EMMA ? EU PODIA TER MORRIDO DE ATAQUE NO CORAÇÃO MENINA.—disse me tacando com a almofada e eu só consegui rir e rir mais.

—Deixa de ser fresca mary... você é burra mesmo. — disse ainda rindo, logo vi mary rindo também.

— Nunca mais faça isso. — disse ela olhando pra mim sorrindo.

— Sabe o que você fez? — perguntei ainda me rindo e vi mary fazer uma cara de desentendimento—Eu falei como Jonny e você me abraçou e sorriu feito uma menina apaixonada. — disse ainda rindo lembrando de sua cara.

— Oh ....ãh .... não fiz nada disso você esta mentindo. —disse nervosa começando a ficar com suas cara vermelha.

— Fez sim mary foi lindo de ver. Como foi Jonny? — perguntei agora mais calma.

— Eu so conheci ele a umas semanas, quer dizer eu já o tinha visto na escola mas nunca tinha falado pra ele nem ele pra mim tão bem assim , ele e bem engraçado e simpático sabe? — disse mary sorrindo, provavelmente se lembrando da noite de ontem.

—Eai.....voces se beijaram? — perguntei.

— É ....quer dizer....ãh....sim. — disse mary e logo se escondendo debaixo dos lençois.

— Sua vagabunda, tou feliz por se ter divertido. —disse me deitando ao lado dela. —  Mary?— olhou pra mim dando a entender que eu continuasse falando. —  Ethan ontem falou pra mim quando fui pegar a bebida e eu dei um fora nele, depois quando sai da tua beira e fui dançar ele me agarrou e me beijou, eu não sei o que deu em mim mas eu apenas nem consegui me mexer, e depois fugi para aqui e vim dormir. —disse um pouco nervosa e coçando minha cabeça.

— MEU DEUS! Emma voce não fez nada? É menina, você ainda está apaixonada por mais que você negue não é facil esquecer uma pessoa que gostamos muito, tem que tomar cuidado eu não quero você magoada, mas sei lá apenas deixe....deixe acontecer, fale com ethan, não o ignore vocês até podem ser bem amigos, sabe eu o conhecia muito bem na altura e você sabe disso. Ele mudou Emma não está mais aquele estupido que irrita todo mundo, de uma chance pra ele. — disse mary me agarrando nas mãos e olhando no fundo dos meus olhos, eu vi que mary estava sendo sincera, ela não consegue mentir pra mim sem eu descobrir.

—É, secalhar voce tem razão. — disse sorrindo e logo nos abraçamos. — E você e o Jonny, vou estar de olho, não quero assustar você ou algo assim  mas tenho um mau pressentimento com as intenções desse cara. — disse o que a fez sorrir torto.

Fomos tomar um duche pois iriamos ao shopping almoçar e fazer uma compras, espalhecer, estavamos ambas necessitando disso.

Eu vesti um short e uma camisola de renda preta, Mary vestiu um short e uma t-shirt dos “NIRVANA” logo saímos e chegamos no shopping.

Fomos ao McDonnals comer alguma coisa antes de fazermos nossas compras. Iriamos comprar uns vestidos e sapatos para nossas proximas festas e não só. Entramos nas lojas todas, estavamos rodeadas de sacos, compramos muita coisa mesmo. As vezes era bom passar tempo com mary ela me fazia bem, muito bem.

Olhei pro meu relógio e batiam as 18:00h tinhamos passado nossa tarde no shopping, fomos para casa, como era domingo mary vem dormir a minha casa e amanha iremos a pé as duas pra escola mesmo.

Fomos para minha casa, e estava vazia,  pois  meus pais estavam trabalhando e so viriam daqui a 2 semanas, subimos no meu quarto e guardamos a roupa, mary deixou as roupas aqui pois quando saimos mary vinha sempe cá para nos prepararmos as duas aqui. Quando terminamos de arrumar já era hora de jantar descemos, e pusemos macarrão para comermos. Comemos tudinho estavamos cheias de fome por causa da nossa tardinha no shopping.

Subimos e nos deitamos conversando.

—Mary, como vou olhar pro ethan amanhã? — perguntei com insegurança.

— Com os olhos. — riu eu taquei uma almofada nela. — Se ele falar com você, responde. — disse mary muito natural.

—Tenho medo sabe? De me machucar de novo, de começar gostando dele e ele me machucar.

— Se ele fizer isso com eu corto o pinto dele e dou de comer aos cães. — disse mary me fazendo rir, logo dormimos. Amanhã tinha a porra da escola de novo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...