História My Angel - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~idksuckers

Postado
Categorias Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Cher Lloyd, Cody Simpson, Dylan O'Brien, Francisco Lachowski, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Barbara Palvin, Cameron Dallas, Chaz Somers, Dylan O'Brien, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Ryan Butler
Tags Drama, Escola, Família, Festa, Luta, Novela, Romance, Shoujo Romântico, Violencia
Visualizações 935
Palavras 1.463
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O BIEBER APARECE NO CAPÍTULO 13
Nós começamos esta fic e acabamos por perlongar demais a história inicial, então por isso é que ele só entra no capítulo 13, sorry!

Capítulo 9 - Don't hurt me again , ok?


Fanfic / Fanfiction My Angel - Capítulo 9 - Don't hurt me again , ok?

Acordei com a luz me batendo nos olhos, não senti mais Ethan do meu lado  e olhei pro lado Jonny também não estava ao pé de Mary. Acordei Mary e fomos á cozinha comer algo. Encontrei um bilhete na bancada que dizia :

“Bom dia, Dormiram bem?

Espero que sim, porque nós dormimos.
Eu e Jonny saimos fomos ajeitar nossa vida , mas ver vocês dormir digo já que foi lindo, é uma pena não termos ficado mais tempo, pegamos vôces logo á noite, estejam prontas ás 20:00, eu e Jonny temos uma surpresa pra vôces, se vistam bem.
                                                                  Beijo, Ethan e Jonny,
                                                                                 Até.”

 

Eu e Mary olhamos uma pra outra e sorrimos, estavamos felizes mesmo, decidimos ir ao shopping comprar uma roupa pra logo ir ter com os meninos.

Subimos, tomamos um duche e nos vestimos (notas finais), saimos e fomos pro shopping.

Já eram 18:00h da tarde eu e Mary almoçamos lá, e estavamos comprando mais roupa, tinhamos comprado nossa roupa e sapatos pra logo á noite, e estavamos acabando de sair da loja, pra irmos pra casa nos arranjarmos.

Chegamos em casa, subimos eu fui tomar um duche enquanto Mary estava tirando nossas roupas do saco, tomei meu duche  logo mary entrou  e começou tomado o seu, me começei vestindo, e depois mary saio e se vestiu também. O meu vestido era branco com um pouco de renda em cima, bem simples, fiz minha make e pus meu colar e calcei meus sapatos pretos, Mary tinha uma camisola vermelha linda, e uma saia branca uns sapatos pretos e  fez sua make, estavamos prontas e já batia as 20:00 e ouvimos a canpainha tocar olhamos uma pra outra.

— Mesmo no ponto.— disse espantada.

— Uau eles se esmeraram já viu Emma.— disse Mary e nos rimos, descemos e abrimos a porta.

Eles estavam lindos, bem vestidos e sorriam pra nós encostados em seus carros, logo nos vieram buscar e nos abriram a porta. Ethan ia na frente e o carro de Jonny vinha bem atrás. Estavamos andando á um bom tempo, então decidi quebrar o silencio.

— Você ta bonito, viu Ethan.— disse sorrindo pra ele.

— Eu? Você está linda Emma.— disse com um sorriso mas nao tirando seus olhos da estrada.

— Onde nos vão levar?— estava morrendo pra saber.

— Surpresa, Jonny vai levar Mary noutro sítio, e escusa de perguntar de novo, quando chegar, voce vê.— disse ethan, comecei bufando, e o vi rindo baixinho de mim e abanando sua cabeça.

Me encostei ao vidro vendo os carros passando e as luzes passando, logo cai no sono, ele estava sendo perfeito, ele estava diferente, mais fofo, e estava mais maduro, eu vou dar uma chance pra ele, só saberemos se tentarmos, por isso eu vou tentar, ele era o rapaz que eu imaginava que me faria feliz, mesmo quando sofria era ele em quem eu pensava, mesmo depois de tudo aquela chama dentro de mim não apagou por completo, afinal quando se apaixona por alguém isso  não desaparece facilmente  ele luta até ao fim, ele luta até ao ultimo suspiro, até á ultima lágrima, ao ultimo sorriso, até ao adeus, e ainda tinha uma pequena chama acessa que estava cada vez mais forte por causa de ethan, mesmo depois de tudo. Sempre. Senti alguém me chamando e me sacodindo.

— Emma chegamos, acorde.— disse me dando um beijo na testa, logo por impulso sorri e acordei.

Ele me deu a mão pra sair do carro, e logo vi um espaço lindo , uma mesa bem arranjada com velas, tudo prontinho com um caminho de rosas no chão. Ethan me agarrou na cintura e eu não sabia o que dizer estava olhando pra tudo, o céu estava coberto de estrelas, estava completamente lindo, eu parecia um burro olhando pra um palácio, eu amei.

— Então?Gostou?— perguntou me olhando e sorrindo.

— Eu...eu não sei o que dizer, está lindo, eu amei, obrigado, muito obrigado, não era preciso.— disse o abraçando e sorrindo muito.

— Claro que era, vôce merece isto e muito mais, eu te fiz sofrer  agora tenho que arranjar a bosta que fiz, você é especial sempre foi, eu que não vi isso, vivia num mundo de ilusões, pensando em ser o que os outros esperavam que eu fosse e não quem eu realmente queria ser.— disse me olhando nos olhos.

Fomos indo pra mesa e chegou um homem com uma bandeja na mão, logo vieram nossos pratos  ele os pousou e começamos jantando.

Estava tudo lindo, as estrelas iluminavam cada pequeno espaço daquele sítio, eu estava feliz, feliz com Ethan pela primeira vez, logo o jantar acabou e fomos pra trás do carro, ele abriu a mala e nos sentamos olhando pro céu, apenas o admirando.

— Sabe, você esta mudado, eu estou adorando essse novo Ethan, obrigado por isto tudo que você fez.— disse continuando olhando pro céu.

Tudo tão complicado, se torna tão simples num piscar de olhos, tão sereno, tão calmo, tão perfeito.

— Emma , quando entramos de férias eu comecei pensando em toda a borrada que fiz e sabe o que eu descobri?— perguntou me olhando, o que fez com que eu o olhasse pedindo que ele continuasse.— Descobri que eu sempre gostei de você, so que não queria admitir queria mostrar o que os outros queria ver  não o que eu queria ser, eu te fiz sofrer, eu te fiz mal, mas eu sei que não consigo parar de pensar em você. No seu sorriso, nos seus olhos que brilham a toda a hora, no seu riso, na sua voz, na sua maneira de ser, não consigo deixar de pensar como se o meu coração não quisesse mais ninguém sabe? Eu errei mas vou fazer de tudo pra ver um sorriso nesse seu rosto perfeito, porque ninguém merece sofrer o que você sofreu, ninguem, me desculpe, me desculpe por tudo. Eu te amo.— disse  com uma lágrima caindo pelo seu rosto.

 Eu estava espantada, sem palavras e uma lágrima estava também caindo do meu rosto depois do que ethan disse, depois daquele “eu te amo” senti um fogo dentro de mi me consumindo por inteiro, minha chama se tornando poderosa, se apoderando de mim e meu coração quase saltando fora, não pensei duas vezes e me aproximou. Ele limpou minha lágrima com seu dedo suavemente e logo me beijou, um beijo diferente de todos os outros, com sentimento, foi ai que me apercebi que podia tamber o amar. Paramos o beijo e sorrimos, logo o abracei.

— Emma, fica comigo?— perguntou me agarrando nas mão, eu estava feliz, estava contente por nao sofrer mais.

— Eu estou contigo. — disse fazendo graça o fazendo rir.

— Tu entendeu. Fica?

— Sim.— disse o abracando e o beijando.— Só me prometa que não me magoa de novo ok?—disse olhando bem no fundo de seus olhos.

—Nunca mais. — disse me sorrindo.

 

Mary Pov On

Jonny estava dirigindo á um bom tempo e aquilo estava me metendo muito nervosa, o carro de ethan desapareceu a meio da viagem , mas pra onde ele foi? Bom não interessa, eu estava ficando impaciente e Jonny não me dizia nada sobre onde iamos.

— Não se preocupe estamos quase chegando.— disse ele pousando sua mão em minha perna e sorrindo docemente pra mim.

— Onde me vai levar, já passou um tempão. — perguntei impacient cruzando meus braços.

—Só vai saber quando chegar, não se preocupe. – disse Jonny rindo do meu estado.

Bufei e logo me encostei ao vidro e senti o cansaço se apoderar de mim. Senti alguém me tocando no braço e me chamando.

— Mary, tanta agitação e você pegou no sono? — disse jonny rindo.

—Você que demorou muito chegando.  Já chegamos mesmo?
— Já , venha. — disse ele sorrindo e pegando minha mão.

Fomos andando até chegarmos a um espaço cheio de velas que formavam um caminho lindo, visto que estava escuro e so se via a luz da lua brilhando fortemente, onde fomos andando até chegar a um espaço com uma mesa toda arranjada com velas, rosas, bebida tudo estava completamente perfeito. Jonny pegou na rosa e me deu.

— Mary.— dizia jonny me arrando na mão. – Voce é completamente linda, sua personalidade me consome, eu realmente me apaixonei por você. Você me faz bem, veio aqui porque eu queria fazer uma pergunta muito importante que irá mudar a minha vida espero eu. Mary, namora comigo?— Jonny permanecia sorrindo me agarrando na mão e na outra mão a rosa me ofereceu a rosa.

E eu não sabia o que dizer, até que percebi que ele estava esperando minha resposta.
— Sim!— disse sorrindo e logo o abraçando, jonny riu aliviado e me beijou.

—Porra demorou tanto que pensei que ia dizer não.— disse jonny rindo.

—É, foi por ter demorado tanto tempo chegando aqui.— disse rindo e logo fomos pra mesinha jantar.

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...