História My Angel - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Demi Lovato, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Demi Lovato justin Bieber, Demi&justin
Exibições 35
Palavras 3.537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá amores, demorei mais voltei com o cap. Espero que gostem.

Capítulo 39 - Coisas do destino


Fanfic / Fanfiction My Angel - Capítulo 39 - Coisas do destino

Demi

Acordei com uma letra na minha cabeça, levantei correndo, peguei meu violão, coloquei meu celular no gravador de audio.

Depois disso fui preparar o café da manhã pois ainda era cedo e o pessoal ainda está dormindo, depois fui acordar todos para tomarmos café juntos, quando estavamos na mesa a campainha tocou.

-Bom dia, desculpa atrapalhar o café de vocês, sei que ainda é muito cedo mais preciso falar com você Demi.-Disse Scooter entrando na cozinha.

-Bom dia, toma café com a genter?-Perguntou Selena.

-Eu aceito sim, obrigada.-Disse ele se sentando.

-Então Demi tenho duas notícias pra você que a gravadora tomou, eles contraram seguranças para você mas você precisa de um lugar novo para morar, seus amigos podem morar com você. -Disse Scooter.

-Porque ela tem que se mudar?-Perguntou Ari.

-Eles querem mais segurança para ela.-Respondeu Scooter.

-Tudo bem, eu preciso escolher a casa ?-Perguntei.

-Se você quiser, a gravadora tem algumas casa.-Disse ele.

-Ok, eu vou terminar meu café me arrumo e a gente vai.-Disse.

-Eu tenho outra notícia. A Ellen convidou você para ir ao programa dela gravar não vai ser ao vivo mais vai ser exibido ainda hoje e estreiar seu clipe lá.-Disse ele.

-Uau, eu vou sem dúvida, a Ellen foi maravilhosa comigo quando fui com o Justin.-Disse animada. -Tudo bem mas vamos deixar pra você ir ver as casas amanhã, assim você tem mais tempo pra se arrumar e preparar pra ir ao programa hoje a noite um carro vem buscar vocês.-Disse ele se levantando.

-Ta bom.-Disse sorrindo super feliz.

Quando fui levar Scooter até a porta lembrei de mandar a música para a gravadora.

-Scooter eu escrevi uma música hoje e queria mandar ela pra gravadora e ver se consigo encaixar ela no cd, será que se eu for eu consigo me arrumar pra ir ao programa da Ellen?-Perguntei.

-Claro, vou dar um jeito pra você.-Disse ele sorrindo.

Justin

Acordei empolgado e feliz por que fiz uma nova música, vou hoje a gravadora para gravala, quero cantar ela para as minhas beliebers o mais rápido possível sei que elas vão amar.

Assim que tomei o café da manhã fui direto para a gravadora, quando cheguei lá tinha um grupo gravando um clipe em um dos estúdio e tava uma movimentação, procurei pelo meu produtor.

-E ai Justin.-O produtor me cumprimentou.

-E ai cara.-Comprimentei.

-O que tem pra mim?-Perguntou ele.

-Eu fiz uma música e queria gravar ela e se possível lançar antes do Cd.-Disse.

-Que maravilha, me mostra a música que a gente vê o que vai fazer.-Disse ele, eu me sentei peguei o violão que estava do lado da cadeira e mostrei a música.

-Séria um ótimo dueto.-Disse ele quando terminei de cantar.

-Também acho, mas o problema é achar a pessoa certa que entre no sentimento da sua. Sei la.-Disse.

-Vamos gravar a sua parte e se acharmos alguém a gente regrava.-Disse ele.

-Blz.-Fui para o estúdio de gravação cantar.

Quando estavamos vendo como ficou a gravação eu recebi uma ligação da Ellen.

Ligação on:

-Alô Justin? -Perguntou ela assim que atendi.

-Oii.-Respondi.

-Desculpa te atrapalhar mais eu queria saber se tem alguma novidade pra mim ou se quer vim participar do meu programa hoje?, semana que vem vou tirar férias e antes vou deixar uns programas gravados.-Disse ela.

-Quero sim. Hoje?-Perguntei.

-Se puder.-Disse ela.

-Claro, estou aqui na gravadora e quando terminar vou direto pra i.-Respondi.

-Ótimo vou estar te esperando.-Disse ela.

Ligação off.

Eu e meu produtor trabalhamos juntos na música.

Demi

Depois que terminei meu café fui me arrumar pra ir lá na gravadora mostrar a música e depois serguir direto pra gravação do programa da Ellen.

O pessoal vai se arrumar aqui e me encontrar na no estúdio do programa, eles estão super felizes e nervosos por ir ao um program de tv pela primeira vez.

Assim que estava pronta me despedi do pessoal e sai, peguei um táxis, segui para a gravadora.

Quando cheguei lá, fui direto procurar o meu produtor.

-Demi minha estrela.-Disse ele quando me viu entrar.

-Nem tando.-Disse rindo.

-O que tem pra mim?-Perguntou ele.

-Tenho uma música.-Disse.

-Vamos ver então.-Disse ele e eu mostrei.

-Eu gostei muito mas seria muito mais linda se fosse um dueto.-Disse ele.

-Você acha?-Perguntei.

-Sim, mas vc é a autora você que descide.-Disse ele.

-Eu queria gravar pra ver primeiro como fica e depois vejo, pode ser?-Perguntei.

-Claro, vai lá.-Disse ele e eu fui lá pro estudio.

Quando terminamos de gravar a a gente editou junto e ficou combinado se achar alguém pra fazer um dueto ele me ligaria.

Scooter me ajudou com as meninas que produzem os clipes para que eu pudesse ja ir arrumada para o programa. As meninas da produção estavam arrumando um grupo para um clipe, que estava sendo produzido ali na gravadora.

Elas separam alguns vestidos lindos, mas eu me apaixonei por um vestido até o joelho, todo florido e com uma gola super fofo. Elas me maquiaram e arrumaram meu cabelo.

Depois de arrumada corri para o estúdio para gravar o programa da Ellen.

Justin

Antes de sair da gravadora, a movimentação para a gravação do clipe de uma banda me chamou atenção, quando entrei nos bastidores vi uma garota de costa muito bonita com um vestido florido super angelical, quando consegui ver o rosto dela, não acreditei que era ela tão linda e feliz.

Sai dali antes que ela me vi se. Ver ela tão linda, com aquele sorriso radiante dela me deu um aperto no peito, saber que a felicidade dela não sou eu, me deixa triste.

Entrei no meu carro e segui para o estúdio da Ellen. Quando entrei no estacionamento do estudo, fiquei um tempo ali dentro do carro tentando me recompor para não acabar magoando alguém.

Demi

Quando cheguei no estúdio eles me levaram até o meu camarim, eu deixei minha bolsa e logo em seguida a Ellen entrou pra me comprimentar, conversamos um pouco e depois fui passar o som com a banda, logo em seguida eles me microfonaram, eu voltei para o camarim para esperar a Ellen começar a gravar até que chegue a minha hora de entrar.

A moça da produção me chamou pois estava quase na hora de eu entrar, ela assustou o meu microfone.

-Hoje eu estou muito feliz por estar recebendo uma nova cantora que está dominando o coração de todo mundo. Com muito orgulho eu recebo em meu programa Demi Lovato.-Ellen me apresentou e eu entrei.

-Ola Demi, como vai?-Perguntou ela assim que me sentei.

-Bem. Estou muito feliz pelo seu convite de voltar aqui.-Disse sorrindo.

-É muito bom ter você aqui de novo, mas dessa vez você sozinha.-Disse ela se referindo a outra vez.

-Então Demi vamos falar um pouco da sua carreira na música? -Perguntou ela.

-Claro.-Respondi.

-Você sempre gostou de música, quem te influenciou a gostar de música? -Perguntou ela.

-Eu sempre gostei de ouvir música e cantarolava em casa na escola, minha mãe e amigas falavam que eu cantava bem mais não dava muita bola. Já em relação a influência eu não tive nem uma.-Respondi.

-Como o resto do mundo descobriu esse seu talento?-Perguntou ela.

-Então, depois que eu sai da casa do Justin eu voltei a trabalhar na lanchonete de uma grande amiga, eu acho que me gravaram enquanto eu estava distraida cantarolando ai quando a estava cheio de pessoas eles me pediram pra cantar eu fiquei com vergonha mais cantei e meu vídeo foi visto pelo Scooter, ele me ajudou.-Respondi.

-Incrível você ser descoberta como cantora só depois de sair da casa do Justin que é um cantor. Você nunca cantarolou por lá? -Perguntou ela.

-Não tive tempo.-Disse sorrindo.

-E o que aconteceu para você sair da casa do Justin e do trabalho?-Perguntou ela.

-Ir trabalhar com o Justin foi apenas uma experiência pois nunca tinha trabalhado como assistente, eu gostei muito de trabalhar com ele mas já tinha dado o meu tempo ele precisava de alguém mais experiente naquele trabalho.-Respondi.

-E como foi pra você essa experiência?-Perguntou ela.

-Foi ótima, tive a oportunidade de conhecer pessoas da música, a família, amigos. -Disse sorrindo ao lembrar das crianças, Patty, Jeremy, Raytlin, Chaz, Nolan, Chris e claro não podia me esquecer da Valquiria.

-Saiu uma nota que você tinha sido demitida por inveja do Justin com o seu talento. Isso é mentira ou verdade?-Perguntou.

-É mentira, Justin não precisa ter inveja de ninguém, ele é um ótimo cantor, toda vários estrumentos e tem fãs maravilhosos, ele não precisa ter inveja de ninguém.-Respondi.

-Será que tem chances de ter um dueto ou coisa assim entre você e Justin?-Perguntou ela.

-Seria ótimo, mas não se i pode ser que em um futuro tenha sim.-Respondi sorrindo.

-Falando nas Beliebers, elas gostaram muito de você e algumas até shipparam você com o Bieber. Então eu queria saber se rolou alguma coisa com vocês? Eu lembro no dia em que vocês viera aqui juntos teve uma troca de olhar ou foi impressão minha?-Perguntou ela.

-Impressão. As beliebers são incríveis, mas não rolou nada entre a gente, Justin sempre me respeitou muito. Ele é mulherendo, e aquele olhar dele era penas brincadeira, nunca passou de amizade.-Respondi.

-Que pena, vocês formariam um casal lindo.-Comentou ela.

-Vamos falar do seu clipe que vamos estreiar aqui agora.-Pediu ela.

-Claro, esse clipe é o meu primeiro,a música é composição minha. Fizemos esse clipe em um deserto de sal e espero que gostem.-Disse sorrindo.

-Vamos assistir.-Disse ela olhando pro telão.

-Uau, que clipe incrível.-Disse ela.

-Obrigada, eu estou muito orgulhosa de mim mesmo e de toda a produção o diretor que me ajudaram com o clipe.-Disse sorrindo.

-Podemos ouvir você ao vivo?-Perguntou ela.

-Claro, eu preparei uma música que não é minha é do Justin, mas eu me indentifiquei com ela, vou cantar e dedicar a minha família e amigos que sempre me apoiaram.-Disse indo pro mine palco junto com a banda.

Acreditar, acreditar acreditar

Eu não sei como cheguei aqui, uh Sabia que não seria fácil

Mas sua fé em mim era tão clara Não importava quantas vezes eu era

nocauteado no chão

Mas você sabia que um dia eu estaria de pé

Apenas olhe pra mim agora Porque tudo começa por alguma coisa

Mas alguma coisa seria nada Nada se seu coração não tivesse sonhado comigo

Onde eu estaria

Se você não tivesse acreditado (acreditar, acreditar) Acreditar

Quando estava cantando fui até a plateia onde estava meus amigos, Ari estava chorando de emoção.

Quando a música acabou voltei para onde estavamos sentados.

-Podemos falar da sua vida pessoal? -Perguntou ela.

-Claro.- Respondi.

-Você está solteira?-Perguntou ela.

-Sim.-Respondi.

-Eu não sei se você viu, mas saiu umas fotos sua com uma garoto, ele é seu namorado ou ficante?-Perguntou ela.

-Esse é o Joe irmão do meu amigo Nick, o Joe é um grande amigo mas não somos namorados e nem ficantes.-Respondi.

-Demi muito obrigado pela sua presença aqui em meu programa, a casa está de portas abertas pra você voltar quantas vezes quiser.-Disse ela se levantando.

-Eu que agradeço.-Disse de pé e sorrindo pra ela.

-Quando seu cd estiver pronto quero que venha lançar ele aqui.-Disse ela.

-Pode deixar.-Respondi.

-Essa foi a nova estrela Demi lovato.-Disse ela enquanto eu mandava beijos para a plateia.

Justin

Depois de um tempo no carro tentando me acalmar eu finalmente sai, quando entrei eles me levaram até o meu camarim, ouvi batidas na porta.

-Pode entrar.-Disse.

-Ola Justin.-Disse Ellen entrando.

-Oi Ellen.-Disse dando um abraço nela.

-Como vai você meu amigo?-Perguntou ela.

-Tentando levar a vida da melhor forma possível.-Disse sorrindo fraco.

-Imagino comoas coisa devem estar difícil, mas não desiste não você tem um propósitos só precisa colocar os seus sentimentos em ordem que você vai ver.-Disse ela me dando um abraço e saindo.

O que ela disse ficou na minha cabeça até a hora de gravarmos.

Fizemos umas gravações de pegadinha, estavamos no banheiro fingindo que estavamos nos pegando dentro de um dos reservados, quando entrava alguém e nos via levava um susto.

Depois ela me pediu para gravar uma música para quando exibirem a pegadinha vão passar eu canto.

Quando estava passando o som, peguei meu celular e vi que tinha uma mensagem do meu produtor com a música que gravei hoje.

-Música legal essa.-Disse o quitarista.

-Gostou? -Perguntei.

-Gostei. Quer fazer ela com a banda ?-Perguntou ele.

-Vamos lá.-Disse animado.

Demi

Quando estava saindo do estúdio escutei um som que parecia muito com a música que eu gravei hoje, curiosa segui o som até conseguir ver quem era que estava tocando a minha música.

-Justin?-Disse baixo pra mim mesma.

Nós não nos falamos mais

Nós não nos falamos mais

Nós não nos falamos mais

Como costumávamos

Não nos amamos mais

Para quê foi tudo aquilo?

Oh, não nos falamos mais

Como costumávamos

Ouvi dizer que você encontrou aquele

Aquele por quem procurava

Gostaria de ter descoberto que não era eu

Mesmo depois de todo esse tempo,

Ainda me pergunto

Por que não consigo deixar você para trás

Da mesma maneira que você conseguiu

Tão facilmente

Não quero saber

Qual tipo de vestido você está usando

Esta noite

Se ele está te abraçando forte

Como eu te abraçava

Tive uma overdose

Deveria saber que seu amor era um jogo

Agora não consigo te tirar do meu cérebro

Oh, é uma pena

Que não nos falamos mais

Nós não nos falamos mais

Nós não nos falamos mais

Como costumávamos

Não nos amamos mais

Para quê foi tudo aquilo?

Oh, não nos falamos mais

Como costumávamos

Espero só que você esteja deitado ao

Lado de alguém

Que sabe te amar como eu sei

Deve haver uma boa razão pela qual

Você se foi

De vez em quando eu ainda penso que

Você

Talvez queira que eu apareça na sua

Porta

Mas tenho medo demais de que esteja

Errada

Não quero saber

Se você está olhando nos olhos dela

Se ela está abraçando com eu

Costumava abraçar

Tive uma overdose

Deveria saber que seu amor era um jogo

Agora não consigo te tirar do meu cérebro

Oh, é uma pena

Que não nos falamos mais

(Não nos falamos mais)

Não nos falamos mais

(Não nos falamos mais)

Não nos falamos mais

(Não nos falamos mais)

Como costumávamos

Não nos amamos mais

(Nós não, nós não )

Para que foi tudo aquilo?

(Nós não, nós não )

Oh, não nos falamos mais

Como costumavamos

Como costumávamos

Não quero saber

Quam tipo de vestido você está usando

Esta noite

Se ele faz direito

Como eu Costumava fazer

Tive uma overdose

Deveria saber que seu amor era um jogo

Agora não consigo te tirar do meu cérebro

Oh, é uma pena

Que não nos falamos mais

(Nós não, nós não )

Nós não nos falamos mais

(Nós não, nós não )

-Uau, vocês fizeram um ótimo dueto.-Disse o guitarrista.

Nós ficamos nos olhando, meu olhos começaram a arder e eu sabia que ia começar a chorar então sai o mais de presa da li.

-Demi espera.-Ouvi Ari gritar mas não queria ouvir ela falar só queria ir para bem longe dele.

Arinck & Sel

-Eu vou matar esse idiota.-Disse Ari indo na direção do palco.

-Você não vai fazer nada.-Disse Nick segurando ela.

-Para onde será que foi a minha amiga?-Perguntou Sel.

-Não sei, mas o melhor agora é deixar ela sozinha nós só deixariamos ela mais nervosa.-Disse Nick.

-Ai que ódio dele, por que ele tinha que estar aqui?-Disse Ari nervosa.

-Acho que foi bom eles se verem e cantarem aquela música, foi como um desabafo.-Disse Nick.

-Como foi bom? Minha amiga saiu daqui chorando você não viu?-Disse Ari mais nervosa ainda.

-Calma meu amor.-Nick tentou acalmar ela.

-Vamos embora, talvez a Demi tenha ido para a casa.-Disse Sel.

-Tem razão amiga.-Disse Ari.

Justin

Depois do duento fiquei sem chão, sem condições de gravar a música que a Ellen me pediu. Deixei um bilhete pedindo desculpas e fui para a casa.

Quando cheguei em casa subi para o meu quarto sem falar com ninguém e ne tranquei, preciso ficar sozinho pensar no que aconteceu, pensar que ela estava bem na minha frente e eu não fiz nada para pedir desculpas.

Eu não tinha percebido que a minha música se juntou com a dela, eu compôs só o que gravei! Será que estamos tão ligados assim que até compôs uma música "juntos".

Não isso é doidice, foi muita consciência nossas músicas se em caixarem ou ela improvisar. Sei la...

Joe

Eu estava trabalhando em uma moto quando a Demi apareceu chorando.

-Ei o que aconteceu?-Perguntou olhando para ela sem entender nada.

-Eu preciso de você.-Disse ela me abraçando.

-Ta bom vamos sair daqui.-Peguei ela pela mão.

Subi na moto dei o capacete para ela liguei a moto ela subiu e a levei para minha casa, foi o único lugar que pensei em levar ela.

Quando chegamos ela desceu da moto e ficou observando para saber se conhecer o lugar.

-Vamos entrar? -Perguntei E ela apenas assentiu.

Entramos em casa, ela ficou observando tudo.

-Você quer beber alguma coisa? -Perguntei.

-Quero sim. Me da um pouco de água.-Respondeu ela.

-To. Agora vamos falar sobre o que aconteceu.-Disse me sentando ao lado dela e entregando o copo.

-Eu estava gravando o programa da Ellen e quando estava saindo ouvi alguém tocar a música que eu gravei hoje cedo, fui ver quem era e adivinha... sim ele mesmo Justin.-Disse ela triste.

-Ele roubou sua música? -Perguntei tentando entender.

-Não sei, só sei que ele estava cantando ela. Quando percebi eu estava cantando junto com ele, como um dueto. Foi tão difícil encarrar.-Disse ela quase chorando de novo.

-Vocês brigaram? Ele te ofendeu ? -Perguntei preocupado.

-Não nós só cantamos música como se tivéssemos desafando.-Disse ela.

-Então por que você apareceu lá na oficina em prantos?-Perguntei sem entender.

-É que na hora que terminamos a música eu achei... eu... achei que ele iria pelo menos me pedir desculpas, perguntar como eu estou... sei la... acho que esperei de mais dele.-Disse ela triste.

-Fica assim não, ele não merece o seu perdão.-Disse abraçando ela.

-Todo mundo merece um perdão, mas significa que vamos esquecer o que aconteceu.-Disse ela meio brava pelo que eu disse.

-É você tem razão.-Disse abaixando a cabeça.

-Eu só não consigo entender como ele sabia a música, sei lá parece que a parte dele se encaixou perfeiamente com a minha, tipo eu só escrevi uma parte a que ele cantou não.-Disse ela meio confusa tentando entender.

-Ele pode ter composto a parte dele e você a sua e só na hora que vocês cantaram a música se completou.-Disse olhando para ela que abriu um sorriso lindo.

-Nossa... Não sei nem o que dizer.-Disse ela sorrindo.

-Você está se sentindo melhor?-Perguntei.

-Estou sim, obrigada por me ouvir ainda mais falar do Justin, sei o quando deve ser chato para você, juro que não faço de propósito por saber que você gosta de mim, é que sei lá você é o único que me escuta a Ari e as vezes a Sel querem me fazer mudar o que sinto só para que essa dor vá em bora mais acho que a única forma da dor ir embora é em cara la e sentir.-Disse ela tentando se explicar.

-Demi não precisa se explicar, eu ja entendi que você ama o Justin e isso não vai mudar, serei seu amigo até você dizer ao contrário.-Disse dando um beijo na testa dela.

-Obrigada.-Ela disse sorrindo.

-Então vai um sanduíche? -Perguntei abrindo a geladeira.

-Claro.-Respondeu ela.

Demi

Depois de passar o resto do dia com o Joe, ele me levou para a casa onde sinceramente eu não queria entrar para ter que dar muitas explicações mais eles são meus amigos e se preocupam comigo pelo meu bem.

Quando entrei Ari veio correndo me abraçar.

-Meninas eu estava morta de preocupação.-Disse ela me olhando para ver se não faltava nem um pedaço.

-Eu estou bem só precisa sair da li.-Respondi sentando no sofá.

-A então posso saber onde a senhora foi enquanto nos morriamos de preocupação? -Perguntou Ari.

-Ariana.-Gritou Sel e Nick para chamar a atenção dela.

-Eu fui até a oficina falar com o Joe mamãe.-Disse irônica.

-Ufa menos mau.-Disse ela.

-Eu vou tomar um banho e cair na cama pois hoje o dia foi terrível.-Disse me levantando.

-Amiga você tava linda na gravação com a Ellen.-Disse Sel me abraçando.

-Obrigada, vocês também estavam lindos e amei ter vocês lá para me apoiar.-Disse olhando para todos eles.

Depois do banho deitei na cama olhei para o teto e a lembrança do momento em que estava cantando com o Justin voltou, é estranho porque da mesma forma que sinto raiva por ele não ter ao menos falado eu sinto muito, eu sinto um pontinha de felicidade por ter ficado perto dele novamente e dessa vez cantando junto com ele, algo que eu nunca imaginei.

Juro que não sei mais o que fazer, estava tudo indo tão bem, mas depois de hoje tudo se confundiu dentro de mim.

Arinck & Sel

-Ei o que você tanto ve nesse celular?-Perguntou Nick para Ari.

-Estou vendo um vídeo.-Disse Ari tentando disfarçar alguma coisa.

-Deixa eu ver.-Nick pegou o celular da mão dela enquanto ela tentava recuperar pulando para  Alcançar.

-Você gravou a Demi e o Justin cantando?-Perguntou Nick olhando bravo para ela.

-Sim qual o problema?-Perguntei Ari sem entender.

-Não deixa a Demi ser isso.-Disse Sel.

-Você postou na internet? -Perguntou Nick assustado.

-Calma gente, não postei e nem vou mostrar para a Demi. Eu gravei porque eles estavam tão lindo e eu super shipoo os dois juntos.-Disse Ari sorrindo.

-Ufa menos mal.-Sel e Nick dizeram juntos aliviados.

Justin

Dormi e sonhei que eu estava frente a frente com a Demi mais dessa vez só estavamos nos dois sem banda, ao redor estava tudo escuro e só uma luz iluminava a gente, eu cantava para ela pedindo desculpas.

Sonho on:

É muito tarde para pedir desculpas

Agora?

Pois estou com saudades de você e não

Só do seu corpo

É muito tarde para pedir desculpas

Agora?

Sim, eu sei que te decepcionei

Agora é muito tarde para pedir desculpas ?

Eu estava ajoelhado na frente dela emplorando pelo seu perdão, ela apenas olhou nos meus olhos e cantou.

E os meus band-aids acabaram de

Acabar

Eu não sei nem por onde começar

Pois não pode se fazer um curativo nesse

Ferimento

Nunca se pode consertar um coração...

Sonho off.

Acordei super triste com o sonho que tive, lembrei do que minha mãe disse sobre eu compor uma música pedindo desculpas, talvez esse sonho seja mais um incentivo para compor, peguei meu violão ao lado da cama e comecei aos poucos tentar em caixar as letras junto com a que sonhei.

Continua...



Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpa os erros de português.

Só lembrando que estamos nos últimos cap dessa temporada 😙😙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...