História My Angel-Imagine Kim Taehyung - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 140
Palavras 2.267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oooooiiii
Antes de tudo, AAAAAHHHHHHH SOCORRO MEU G-DRAGON
Abro a página dessa história e SURPRESA.
200 Favoritos
200 Pessoas lindas
200Krlh
Porra, amo vocês de mais
Serião, Valeu
A tia Choco está de volta. Me desculpem pela demora pelo amor de santo Yoongi, não me matem.
Eu estava com esse projeto de capítulo a dias mas não saía devido a um bloquei mental que está acontecendo cada vez mas frequente, ou é só preguiça mesmo.
"As vadia ganha aquele olhar
mas quem o sempai devia notar
eu o
universo errado está..."
*WTF Bangtan?*
Desculpa gente, tô com raiva do crush.
Tá, bora pro cap.
PERA, antes que eu me esqueça. No cap. vcs verão/ lerão uma música dos meninos e pra quem não ouviu ela ainda ou já mas quer acompanhar enquanto ela estiver sendo citada vou deichar um link pra vocês.
https://www.youtube.com/watch?v=Sp3p_8fAvsY
Sem mais. Vamos ao capítulo.
Boa leitura ^^
Beijinhos >3<

Capítulo 29 - Surpresas


Fanfic / Fanfiction My Angel-Imagine Kim Taehyung - Capítulo 29 - Surpresas

6 Meses depois

Minha vida não poderia estar melhor, estou indo bem na faculdade, os problemas pararam de aparecer e estou muito feliz com Taehyung. Depois que perdi o bebe que estava esperando, eu e o Tae fizemos vários planos, dentre eles adotarmos crianças, mas faz algumas semanas que estava me sentindo um pouco enjoada então acendeu uma esperança. Fui à farmácia e comprei um teste de gravidez.

Quando voltei para casa Haylla e Lailla me esperavam, quando as olhei me lembrei do show dos meninos. Havia me esquecido.

HL: Eu não acredito.

S/n: Me desculpem, por favor. Eu juro que me arrumo em minutos.

Entramos em casa e fui correndo pro banheiro me arrumar. Peguei o teste e o fiz. Não tive coragem de olhar o resultado então fui tomar logo meu banho.

Saindo do Box me deparei com o teste, respirei e o olhei. Meus olhos se encheram de lágrimas, duas listras. Nem dá pra acreditar, eu estou grávida. Respiro fundo e contenho a alegria, não vou falar pras meninas porque o primeiro que tem que saber é o Tae. Também não vou ligar, pois ele deve estar se preparando para o show. Pego uma roupa e me visto.

HL: Vamos logo, você vai se atrasar e nos atrasar também. – a mais velha entra no quarto me apressando enquanto eu me arrumava.

S/n: Calma, eu já estou quase pronta. Só falta dar um jeito em meu cabelo que resolveu do nada, me desobedecer. - estou vestindo uma roupa leve já que o show é durante o dia.

L: Assim está ótimo. Só vamos.

S/n: Você falou com sua mãe que vamos deixar Taeliang lá?

L: Sim, acabo de ligar para ela.

S/n: Pronto. – Digo saindo do quarto. – Vamos.

Saímos de casa às pressas para não perdermos o show. Ainda teríamos que levar Taeliang até a casa da mãe de Lailla. Não entendi muito porque o Taehyung insistiu tanto para eu ir ao show, mas já que ganhamos os ingressos não vamos desperdiçá-los. O caminho da minha casa até a da mãe de Lailla é curto, mas de lá até o local do show é um pouco distante. Pegamos o taxi e seguimos o caminho, Lailla e Haylla estavam muito ansiosas para ver o show e eu não estava diferente logicamente.

Deixamos minha filha e seguimos para o local do show, o espaço era enorme e estava lotado. Como tínhamos cortesias, entramos e fomos até as primeiras filas. Estavam todos agitados e estaria tudo escuro se não fossem as lightstiks piscando. Esperamos ainda uma meia hora até o início do show e as meninas ainda me apressavam ao sair de casa. Eu mereço?

HL: Está na hora! – a mais velha disse em meio o barulho das demais ARMYs – Ai meu G-Dragon, eu vou morrer. – ela se abanava.

L: E o prêmio “Drama Queen” vai para – ela balança as mãos – Haylla. Eeehh!

Rimos e voltamos nossa atenção para o palco. As luzes começaram a brilhar e os gritos aumentaram 100%. Eu confesso que estava nervosa também, mas é algo que relevamos, ou não. Era como o primeiro show que vi dos meninos, só que eu não estou surtando igual àquele dia. As luzes se acenderam e os sete entraram catando “Fire”. Era nossa hora de gritar, berramos como se fôssemos loucas e pulamos ao som da música agitada. Agora eu desmaio, não, espera, aguenta. SOCORRO. Tá, respira.

Depois de Fire eles cantaram algumas músicas do álbum “Wings”. E, ai meu santo Yoongi, Taehyung estava lacrando. Não é só porque ele é meu namorado, talvez tenha haver, mas ele samba na cara de todo mundo. Em meio à música “21st Century Girls” Taehyung me nota, ele joga um beijo e faz um coração com os braços, faço o mesmo e sinto meu rosto queimar. Haylla e Lailla me empurram de um lado para o outro como duas crianças. Jeongguk percebe o quanto Taehyung está bobo e me nota também, recebo um tchauzinho e Tae, uma bagunçada no cabelo. Eles voltaram a se concentrar no show.

As demais músicas foram como sempre, muito bem desempenhas pelos garotos. Eles interagiam com as pessoas da platéia, gritavam e faziam palhaçadas. Mas de uma hora pra outra ficavam sérios e dançavam muito sensuais, chega a ser até uma afronta. Taehyung não para quieto com a língua, ver ele no palco assim é como assistir pornô. Mas não vou mentir, adoro.

HL: Você está vendo o Hoseok? – ela gritava – Acho que vou enfartar, como é que se respira mesmo?

S/n: Haylla. Sossega o fogo. – digo enquanto ela faz seu drama.

Hoseok e Haylla estavam se dando super bem, não sei por que ainda não se assumiram. A essa altura já trocaram uns mil corações e beijinhos. Estão pior que eu e Taehyung.

O show já deve estar quase no final, nem parece que estamos pulando à quase duas horas. Do nada as luzes do palco se apagam, achamos que havia terminado, mas dá início ao toque de introdução de “Buttlerfly” na versão Prologue Mix, ainda de luzes apagadas.

 

“Amugeotdo saenggakhaji ma

Neon amu maldo kkeonaejido ma

Geunyang naege useojwo”

Jeongguk começa cantando, voz maravilhosa. Mas ainda não entendi nada, será que aconteceu alguma coisa e eles estão de luzes apagadas para concertar? Ou apenas faz parte do show?

 

“ Nan ajikdo mitgijiga anha

I modeun ge da kkumin geot gata

Sarajiryeo hajima“

Essa seria a parte do Taehyung, mas não é ele quem está cantando, essa voz é do Jimin. Cadê o Taehyung? Aconteceu algo e eles estão cantando pra disfarçarem?

S/n: Lailla, não é o Taehyung que ta cantando.

L: Sim, que dizer, não. Quem está cantando é o Jimin.

S/n: Mas essa parte é do Tae.

Ela me ignora e eu novamente fico sem saber o que está acontecendo.

 

“Is it true? Is it true?

You you

Neomu areumdawo duryeowo

Untrue untrue

You you you”

Jeongguk e Jimin cantam. Nenhuma luz, a não serem as Armybombs da platéia. 

 

“Gyeote meomulleojullae

Naege yaksokhaejullae

Son daemyeon naragalkka buseojilkka

Geobna geobna geobna”

O refrão começa e os telões dos lados do palco são acesos. Em ambos começam a passar fotos minhas junto com o Tae, eu começo a chorar. Passam fotos nossas na minha casa, na casa dele, no parque, com Taeliang, brincando e fazendo palhaçada. Haylla e Lailla me balançam em busca de alguma reação minha, mas eu fico paralisada. A platéia grita.

 

“Siganeul meomchullae

I sungani jinamyeon

Eobseotdeon iri doelkka neol irheulkka

Geobna geobna geobna”

Vez de o Jimin cantar. E eu não desgrudo meus olhos dos telões.

 

“Butterfly, like a butterfly

Machi butterfly, bu butterfly cheoreom

Butterfly, like a butterfly

Machi butterfly, bu butterfly cheoreom”

Jeongguk e Jimin cantam as duas partes respectivamente. A segunda parte seria do Taehyung, cadê ele?

 

“Haessare jogeum jjipurin ni nunsseobe

Bodeurapge heundeullineun ni somteore

Ni hyanggie chwihae mami ganjilgeoryeo”

Jeongguk segue cantando.

 

“Du boreul eorumanjineun ni pumcheoreom

Hangaroi pyoryuhaneun meonjicheoreom

Neon geogi itjiman waenji dahjil anha”

A linda voz do Jin invade o local e nesse momento eu sou levada por alguém que julgo ser o segurança até uma escada que leva ao palco, morrendo de vergonha, eu subo com cuidado pra não tropeçar em nada já que está escuro.

 

“Is it true? Is it true?

You you

Neomu areumdawo duryeowo”

Jeongguk novamente canta.

 

“Untrue untrue

You you you”

Pela primeira vez na música ouço a voz do Tae, que me conforta. Mas ainda estou sem entender nada. Alguém me socorre, milhares de pessoas estão na platéia e eu to berrando por dentro.

 

“Gyeote meomulleojullae

Naege yaksokhaejullae

Son daemyeon naragalkka buseojilkka

Geobna geobna geobna”

O refrão começa com o Kook, na mesma hora as luzes se acendem em um impulso clareando todo o palco. Vejo pétalas espalhadas pelo chão, os seis garotos estão em uma linha horizontal no canto do palco. O telão principal, que fica no palco, imita os laterais reproduzindo nossas fotos.

 

“Siganeul meomchullae

I sungani jinamyeon

Eobseotdeon iri doelkka neol irheulkka

Geobna geobna geobna”

Taehyung entra no palco de terno branco, como um príncipe, cantando. Choro ainda mais. Ele segura na mão direita um buquê de rosas brancas e na outra mão segura o microfone. Todos gritam, eu fico parada. Ele segura minha mão e me leva até o centro. Minhas mãos tremiam e as dele também.

 

“Butterfly, like a butterfly

Machi butterfly, bu butterfly cheoreom

Butterfly, like a butterfly

Machi butterfly, bu butterfly cheoreom”

Jeongguk e Jin cantam. Taehyung me encara e eu coro. Alguém me explica o que está acontecendo pelo a mor de G-Dragon.

 

“Amugeotdo saenggakhaji ma

Neon amu maldo kkeonaejido ma

Geunyang naege useojwo”

Jeongguk finaliza a música, as pessoas aplaudem e depois tudo fica em silêncio.

 

Taehyung me entrega as rosas, um pouco envergonhado. Eu sorrio, ele respira fundo e limpa a garganta, em seguida olha em meus olhos.

Tae: A gente se conheceu a mais ou menos um ano, você apareceu pra mim como um anjo. O jeito que cuidou de mim parecia me conhecer como pessoa e não como o artista que sou. Realmente, você transmitia e transmite até hoje uma ótima energia, confiança, carinho. Dentre suas mil e uma qualidades e meus mil e um defeitos, a gente se encontrou e eu posso dizer que completamos um ao outro. Diante das dificuldades que enfrentamos juntos eu enfrentaria tudo de novo, estando ao seu lado é o que importa. Eu tenho a certeza de que você sente a mesma coisa em relação a mim. Meus olhos brilham só de ouvir seu nome e quando te vejo meu coração saltita como uma criança quando vê um doce. Você é meu anjo, eu quero te proteger e te amar por cada milésimo de segundo. Eu sei que para muitos pode parecer cedo ou coisa parecida, mas para mim já é mais que na hora de falar o quanto eu te amo e esse tempo que passamos juntos foram mais que suficiente para eu decidir que quero passar o resto da minha vida ao seu lado.

Ouço gritos da platéia, meu coração está pulando, terei um possível ressecamento devido ao tanto de lágrimas que já caíram dos meus olhos e meu cérebro está tentando processar suas palavras.

S/n: Taehyung, o que é isso tudo?- eu sussurro.

Tae: Meu Anjo. – Taehyung se ajoelha e em suas mãos se encontra uma caixinha que ele abre lentamente revelando duas alianças. – Você aceita se casar comigo?

Eu fico extremamente sem palavras, eu fui pedida em casamento, meu estômago está formigando, deu uma falta de ar no cérebro e eu esqueci até como se respira.

S/n: Mas que pergunta... é claro que eu aceito. Tae, você é o homem da minha vida. Eu te amo muito.

Ele solta um amplo sorriso e coloca a aliança no meu dedo, ele se levanta e eu repito o processo. Taehyung me abraça forte até desprender meus pés do chão e girar comigo. Todos gritam, esse dia não podia ficar melhor.

Depois de quase um ataque cardíaco, os demais membros nos abraça todos juntos criando um balaio de gato. Em seguida sou direcionada de volta ao meu lugar e os meninos continuam o show.

HL: E aí, gostou da surpresa?

L: Pela cara dela, ela adorou.

S/n: Pera aí, vocês sabiam?- elas fazem cara de santa – Por que não me contaram?

HL: Porque daí não seria uma surpresa.

O show acaba e fomos conduzidas novamente, mas agora para o camarim dos meninos. Chegamos e somos recebidas com aplausos. Namjoon distribui taças para todos nós e Jin passa colocando Champagne nos copos.

S/n: Tae, que loucura foi essa?

Tae: É loucura dizer que sou louco por você?

JK: Um brinde aos noivos. – levantamos as taças, as encostando.

S/n: Tae fez um discurso, lindo por sinal, e agora é minha vez. Eu sei que você ficou preparando o que falar durante um tempão. – ele abaixa a cabeça e ri um pouco – Minha fala vai ser na base do improviso mesmo. Eu nem poderia imaginar que esse pedido aconteceria e é um sonho estar vivendo com você tudo isso. Estou muito feliz, na verdade me explodindo de alegria por dentro. Tae eu te amo muito e quero muito viver cada segundo com você também. Bom, Taehyung tinha uma surpresa e eu também tenho a minha. Era pra eu contar depois quando Taehyung estivesse lá em casa e eu também não contei mais cedo porque vocês estariam se preparando para o show e eu não queria atrapalhar. – dou uma pausa e todos ficam aflitos.

Tae: Aconteceu alguma coisa?

S/n: Sim. Mas foi algo bom, maravilhoso na verdade. Tae, a algumas semanas eu estou... Quer saber?! Vou contar de vez. Taehyung, eu estou grávida.

Todos se surpreendem, Taehyung me olha tentando processar a notícia e seus pequenos olhinhos se arregalam e começam a se encher de água. Todo mundo me abraça, mas Tae continua parado sem reação alguma.

JK: Não vai abraçar sua futura esposa? – o maeknae da um soco no braço do mais velho.

Tae: Isso é maravilhoso. Meu amor, eu vou ser pai.

S/n: E eu vou ser mãe.

Nós todos rimos e comemoramos, Taehyung me dá um beijo demorado cheio de felicidade e todos ao nosso redor gritam.

Minha vontade é de desmaiar ou de sair berrando para os lados. Eu Vou Me Casar Com Kim Taehyung. É inacreditável. Eu realmente adorei tudo, a surpresa, as flores, nossas alianças, o lindo discurso que Tae preparou. Foi tudo muito mágico, mais ainda por ele fazer o pedido justamente quando eu descubro que estou grávida. Sem sombra de dúvidas, eu quero passar o resto da minha vida ao lado dele.

 

Continua...


Notas Finais


Geente, cadê meus abraços??
Brincadeirinha.
Mas se quizerem me dar, agradeço. Sou carente.
Espero que tenham gostado.
Amo vocês, tipo pra caralho.
Gooddd Byyee
Até o próximo ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...