História My Angel Suicide - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangatan Boys, Imagine Suga
Visualizações 62
Palavras 1.033
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um cap
Genteney acho que o próximo vai ser o final.
Esperem ansiosas
Boa leitura

~BongBong

Capítulo 10 - So Cold


Desde ontem eu me sinto culpada por ter gritado com o Yoon, os novos cortes demonstram isso, eu não qieria magoar ele, mas dizer o que eu tava sentindo, mas eu acabei sendo grossa, afastando ele, magoando ele, e me sentindo uma idiota.

Hoje vou pedir desculpa pra ele

Não gosto de ficar brigada com as pessoas, todas merecem uma chance.


[Hoje 7hrs 35min]

Estamos entrando na escola agora, eu estou junto com o Mark, ele com o braço em volta da minha cintura sorrindo, não consigo retribuir o seu sorriso, a culpa está pesando em meus ombros. Ele parece perceber.

<Esta tudo bem Jagiya?> ele pergunta nos parando e fazendo carinho na minha bochecha. *Não mas ira ficar* pensei.

<Oh, ne(sim).> menti, não queria que ele se preocupasse, não queria causar problemas.

<Hm, se quiser dizer algo estou aqui.> ele diz me dando um beijo na testa e eu sorrio fraco. 

<Mark, eu preciso resolver.umas coisas. Me espere na sala, ja irei para lá, certo?> eu digo e eke arqueia uma sobrancelha.

<Okay, me ligue ou mande mensagem se precisar. Tome cuidado minha pequena anjinha.> ele diz e eu sorrio ao ouvir anjinha e lhe dou um beijo na bochecha. 

É agora ou nunca, me viro entrando na escola e procurando por Yoon, ando pelos corredores, verificando todas as salas. Ja estava quasse desistindo de procurar por ele mas.ouço um barulho; uma voz; vou ver.de onde saia, parei em frente a janela de uma das salas, vendo Hyuna e Yoon.

<Não precisa ficar com essa cara docinho, não fizemos nada de errado. > ela diz dando um selinho, e ele corresponde colocando suas mãos na cintura dela. E ela se separa <Estamos fazendo algo bom docinho.> sinto.meu coração doer e Yoon olha pra mim arregalando os olhos, sinto uma mão em meu ombro, mas não tiro os olhos dali de dentro e Hyuna lhe rouba mais um selinho, sorrindo cinica pra mim.

Me viro ir embora vendo Mark olhar pra dentro com raiva segurando me pulso.


[Pov's Mark]


Olho para dentro com raiva, maldito cretino, continuo segurando o pulso dela, e a puxo para um beijo, na hora ela me corresponde, mas percebo que ela não sentia nada, alguma recuada, arrepio, nada.

Estamos distantes quando nos beijamos

Está diferente

Amor, me diz como você ficou

Tão fria que me deixa arrepiado


Somos separados bruscamente por Min Yoongi. Ele me.olha com raiva.

<Então você fala que está machucada, esta confusa, mas não hesita em beijar essezinho, estava mentindo? Logo você? Você disse tudo aquilo pra ficar com ele?> ele diz e eu quase lhe dou um soco mas s/a segura meu braço e respira fundo engolindo seco. E se vira pra ele.

<E se for isso huh? E se eu tivesse lhe despensado pra ficar com o Mark huh? E se eu fizesse esse tipo de coisa?E se eu forçasse as pessoas a me.beijarem huh? VVocê pode beijar a Hyuna e eu tenho que.ficar parada? Eu tenho que ficar sofrendo pelos cantos? Sabe o que eu tinha vindo fazer pelo menos? Sabe que euia pedir desculpa?> ela joga as palavras respirando fundo, provavelmente segurando o choro.

<Jagiya vamos...> eu peho em seu pulso mas ela solta.

<Calma Mark, eu ainda não acabei.> ela diz se virando para ele e avançando um pasl na direção de Yoongi. o que você fez com a minha pequena. <Você ao menos sabe que eu me senti culpada? Mas sabe o que eu acho agora Yoongi? Você superou bem! Parabéns! Você não mudou nada! E saiba de uma coisa! Não tente me parar.quando eu fizer uma loucura. Não me dirija o olhar. E muito menos benha com desculpas. Meça suas palavras antes de falar comigo, você sabe do que eu sou capaz nao sabe? Pois bem. Não me faça sofrer assim como não te machucarei. Agora pode terminar seus amassos, mas primeiro certifique-se que eu estou bem longe, vai que eu sofro um ataque, já que eu sou a louca e idiota da historia.>  ela fala apontandk o dedo e se aproximando dele, falando sua ukrima frase com seus rostos quade colados. o que aconteceu minha Jagiya.

Tão fria que me deixa arrepiado

Parece que eu não te conheço mais

Não entendo por quê você é tão fria comigo

Com cada respiração que você dá

Vejo que há algo acontecendo

Não entendo por quê você é tão fria comigo

Woah yeah

Woah yeah

Não entendo por quê você é tão fria comigo

Tão fria, está mais fria


Confesso estou assustado com suas palavras, elas doeram até em mim, que loucura ela faria? Suicidio? Não esqueça ela não faria isso. Pelo amor de deus não faça isso.


[Pov's S/n] 


Me viro para Mark mordendo o lábio segurando o choro, me olha preocupado e segura minha mão e direciono meu olhar para Yoongi, que parecia estat ofendido, magoado. Se doia ver-lo assim? Sim, muito. Por que gritei com ele? Pra quando eu fizer minha loucura ele não se sinta mal. Pois é isso que vou fazer uma loucura. 

<O que aconteceu com você. Como consegue?> Yoongi me olha com raiva senti que lágrimas poderiam cair.

Puxo Mark a mim e solto sua mão correndo para a sala. E vejo ele me seguir, sentirei tanto sua falta Yoongi, você não faz idéia. Paro na frente da sala e entro me sentando e abaixando minha cabeça na minha mesa, permitindo minhas lágrimas cairem. Sinto alguem me tocar mas continuo ali, deixando minhas lagrimas cairem.

<Jagi o que foi?> escuto a voz de Hobi perto de mim me abraçando e me levanto afundando minha cabeça em seu peito, permitindo as lagrimas que queriam cair rolarem.<Shh... pode chorar, não segure suas lágrimas. Chore ate se sentir bem.> ele diz fazendo cafune em minha cabeça, eu paro de chorar e seca minha lagrimas me olhando com os olhinhos prestes a chorar.

<Miane... > eu sussuro e ele me abraça.

<Estou aqui se quiser chorar, não quero te ver mal, estarei aqui para tudo.> ele diz beijando o topo da minha cabeça e me afasto olhando ao meu redor, vendo a sala vazia. E o olho e ele também me olha, preocupado, intensamente, apaixonado. E eu abraço de novo ouvindo um suspiro do mesmo.

Minhas ultimas horas com vocês, irei lembrar de vocês, aonde quer que eu esteja, amo todos vocês, farei isso para que vocês consigam viver em paz.

Não se esqueçam de mim



Notas Finais


Heyo
Veja o final no próximo capitulo.
Kissus

~BongBong


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...