História My Angel the Hell.(Imagine Jungkook) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jungkook Bts
Exibições 188
Palavras 1.462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas finais

Capítulo 9 - A viagem, encontro.


Fanfic / Fanfiction My Angel the Hell.(Imagine Jungkook) - Capítulo 9 - A viagem, encontro.

[...] 

-Vou dormi, mas antes, vamos ver se minha banda preferida postou algo.

As horas foram passando e eu nem percebi, quando me dei conta já se passava das 02h da manhã. O Jin já devia estar no 15° sono e eu aqui vidrada na pequena tela a minha frente. Fiquei cerca de 5 minutos encarando o pequeno feixe de luz que o aparelho emitia, então do nada o sinto vibrar em minha mão me tirando o foco e me fazendo soltar um pequeno gruido de susto.

[°/LIGAÇÃO ON/°]

-Alo? ​- digo tentando reconhecer o número da chamada.

-Ah, oi, ainda acordada? - diz uma voz masculina um pouco rouca.

*No momento se passava mil e uma possíveis pessoas, mas nenhuma tinha uma voz assim, me veio na cabeça ate a possibilidade de ser o Jungkook, porém sua voz era um pouco mais suave*

-Nao, ainda tô dormindo. Aqui quem fala é o Gasparzinho. É logico né... Mas quem seria você pra me ligar uma hora dessa? E se eu tivesse dormindo? Já poderia se considerar morto ... - digo escutando uma risada abafada do outro lado da linha.

-Venha me encontrar ao lado do córrego que passa próximo ao pasto das vacas, tome cuidado.

-Essa hora? Oi? E se....- antes de minhas palavras se completarem a chamada é encerrada.

[°/LIGAÇÃO OFF/°]

....

-Vai achando que eu ____ ____ vou sair a essa hora da madrugada para encontrar sei-la quem - digo me levantando da cama e pegando um moletom do Jin, que em mim fica parecendo um vestido - Eu não sou nem maluca de ir, vai que aqui tenha sapos, principalmente perto do Corguinho - abro a porta do quarto e vou caminhando para fora do hotel-fazenda 

Vejo a porta de vidro que separa a recepção do lado de fora entreaberta e a empurro, sinto um brisa gelada atingir meu rosto.

-Ala oh. Queria saber o quão alto é meu grau de curiosidade, eu estava toda confiante que iria permanecer deitada, sobre o conforto da minha coberta, mas tô aqui, parabéns ____ PARABÉNS VIU.

Dou o primeiro passo para fora do lugar onde eu estava refletindo minhas ações e sigo andando a procura do tal córrego que essa pessoa me falou. Finalmente, depois de uma longa caminhada à luz do luar vejo o córrego de águas cristalinas, ao lado tem um tronco caído e não me êxito em sentar .

-Pronto, só falta ser mais um demônio querendo arrancar minha alma, como eu sou sonsa, o que diabos eu fui fazer seguindo os comandos desse ser.

Minha atenção é desviada ao ver uma sombra vindo em minha direção calmamente, como quem não quer nada. Paralisei, sabia que tinha algo de errado nessa história. Me viro para trás e sou surpreendida com um pequeno buquê de flores amarelas, meio improvisado, levanto meu olhar para conseguir ver quem era o dama-da-noite e no mesmo segundo abro um sorriso largo ao ver quem era.

-Ai meu Deus, sério? - digo colocando as duas mãos sobre minha boca por impulso.

-Que saudade pequena - diz ele abrindo seus braços me convidando para um abraço.

-Yoongiii, eu não consigo acreditar, como me achou? - digo pulando do tronco e abraçando o mesmo.

-Eu tenho meus truques, e esse truque é sua mãe - diz ele rindo e colocando o queixo na minha cabeça.

-Que gracinha, você pintou o cabelo de preto - digo me separando dele e observando seus fios escurecidos.

-Cinza ficou muito na rotina sabe.

-Entendi, bom, que tal irmos para a recepção que tem um sofá magnífico, extremamente macio e confortável? Além do mais é quentinho e pode aquecer nossos bumbuns, perfeito para a família. - digo imitando uma propaganda de televisão.

-Mas aqui tá tão fresco - ele me olha fazendo cara de cachorro sem dono, então eu retribuo com uma cara feia - Tá bom, vamos lá.


*(Autora on)*


-Yoongi e ____ foram andando sobre a grama verdinha que era ilumida apenas pela luz emitida da Lua, como o clima estava frio o mais velho envolveu seus braços sobre os ombros da menor, os fazendo andar em sincronia. Durante o caminho ____ foi contando tudo que aconteceu no tempo em que -Yoongi estava fora, porém ela acabou por não optando em não contar sobre Jungkook por medo que o mesmo faça algo cruel ao seu amigo, igual com que fizera ao Jimin*

*(Autora off)*

-Entao quer dizer que a senhorita venceu a friendzone com o Jimin? - me olha com cara maliciosa.

-Ei, não me olhe assim - digo corando um pouco.

Ficamos em silêncio até chegar na recepção e avistar o sofá vermelho sobre um tapete de camurça branco.

-Entao me conte como foi sua primeira vez... -  diz ele sentando sobre o tapete enquanto eu decidia onde eu iria me aconchegar.

-Ja tive tantas primeiras vezes que nem sei por onde começar. - digo inocentemente me sentando no sofá.

-hmm, entao quer dizer que você é experiente ? - diz ele lançando um olhar malicioso.

-Sou uai... Espera... *Loading*... MEU DEUS, NÃO É NESSE TIPO DE COISA QUE SOU EXPERIENTE. YOONGI PARA DE ME OLHAR ASSIM.

-Desse jeito vai acordar o hotel todo sabia? - diz ele segurando uma gargalhada - bom, já que você é experiente me conta como foi. Foi onde? Banheiro? Cozinha? Sala? Quarto ou em outro lugar?

-Tu tá querendo morrer jovem né? - digo o fuzilando com os olhos.

-Tentador, mas não,sao quantas horas? - diz ele apontando para um relógio que tinha atrás de mim. 

-hmm, quase 3:30...

-Eiita porra, bora dormir. Não gosto desse horário.

-Ta bom medroso. - digo indo em direção as escadas. - amanhã nos vemos.

{DIA SEGUINTE}


Eu estava na cama, dormindo entre o conforto das cobertas até que uma grande quantidade de luz invade o quarto, tampo meu rosto com uma coberta em uma tentativa falha de esconder-me da claridade, mas sou impedida. Abro os olhos lentamente me acostumando com a luminosidade sobre meu rosto e vejo Jimin agachado ao lado da minha cama.

-AI MEU SANTO, DE ONDE VOCE VEIO? QUE SUSTO GAROTO DOIDO - digo o empurrando, fazendo com que o mesmo caia no chão com um sorriso estampado no rosto. 

-Ja tava na hora né? Bom dia pra começo de conversa. Dormiu bem? - diz ele se levantando e deitando no espaço vago da cama - Os meninos já tomaram café da manhã, só tá faltando você meu bem.

-Aneim, to com preguiça - falo me virando de costas para ele - vem me abraça, vamos dormir.

-Tentador, mas você tem que levantar. Vamos

Me levanto meio sonolenta e vou ao banheiro fazer minhas higienes matinais. Saio de lá e vou em busca de uma roupa na mala. Vejo a camisa que Yoongi me deu ano passado e me lembro do ocorrido de ontem à noite, vou correndo pegar meu celular que estava embaixo do travesseiro que Jimin estava apoiando a cabeça.

-JIMIN, SAI - digo o empurrando para o outro lado da cama.

-Ou, o que você tem hoje? Ta planejando um jeito de me matar? - ele diz com uma feição duvidosa

-Nao meu amor, é que eu acho ter visto o Yoongi ontem - digo pegando o telefone móvel e olhando o histórico de chamadas.

-O suga? Meio impossível já que ele mora um pouco distante de nós.

-Achei. Ele tava aqui mesmo, olha o número dele aqui. Vou procurar-lo. - digo indo em direção a porta.

-Ei princesa, não ta se esquecendo de nada? Tipo... Pijama você... Você pijama.

-*loading* Aah, eu ainda to de pijama. Então. Vai ficar aí enquanto eu me troco? - pergunto ao maior que lança um olhar de emoji safado.

-Nao, eu vou te ajudar a trocar, pode ser?

-So vem oppa.

-JIMIN se levanta e vem caminhando em minha direção, depositando suas mãos em minha cintura e deixando um beijo em meu pescoço me fazendo arrepiar. Logo em seguida, em um movimento lento ele abaixa meu short rosa, tendo uma visão completa da minha calcinha branca.

-Cada vez mais linda. - Jimin fala se abaixando.

No mesmo instante que deus joelhos tocam o chão ele me vira, fazendo com que eu fique de costas pra ele. Jimin depósita um selar em minha bunda seguido de um tapa forte que me fez soltar um pequeno gruido de dor.

-____ agora eu serei o daddy e você será minha babygirl.

-O papai manda, o bebê obedece. -digo 

-Minha bebê parece com calor. Que tal tirarmos essa blusa? - ele diz se levantando e retirando a roupa que cobria meus seios.

Logo após minha peça de roupa ser retirada o mais alto me abraça por trás colocando uma de duas mãos em meu seio esquerdo.

....

Notas Finais


Oi, aqui é o Luiz, a Isa não poderá postar capítulo novo esse mês, pois esta sem celular. Obrigado por ler :))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...