História My Angelus Suga - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, J-hope, J-suga, Suga, Yoonseok
Exibições 51
Palavras 2.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Demorei um pouquinho? Sim.
Mas eu tenho uma boa explicação! Essa semana foi super corrida, provas, trabalhos e o noivado da minha tia, nem tive tempo pra respirar direito! Esse capítulo não tá muito bom, mas eu já comecei a escrever o próximo e agora que estou de férias prometo dedicar bastante tempo a fanfic. Muitos beijos!

Capítulo 5 - Sala


Fanfic / Fanfiction My Angelus Suga - Capítulo 5 - Sala

Hoseok estava dormindo. 

Tão quieto e sereno que quem olhasse não diria que o garoto tinha problemas. Ou que estava sobre risco de vida e que o futuro de muita coisa poderia depender daquele pequeno menino que dormia.

No colo de Yoongi, importante ressaltar.

Yoongi acariciava os cabelos macios e negros do garoto. O loiro queria poder manter aquela tranquilidade no rosto do menor pra sempre. Odiava vê-lo preocupado e estressado.

Hoseok se mexeu no colo de Yoongi, aconchegando-se melhor na cama. 

Os dois haviam entrado no carro tão depressa que só houve tempo para pegar um casaco surrado do moreno. Suga não podia arriscar deixa-lo lá nem mais um minuto.

Aquilo havia sido um aviso. Estou perto. Um aviso que Suga não podia deixar de seguir.

Conhecia bem quem havia mandado fazer aquilo. Suas extravagâncias e jogos mentais não lhe eram novidade, mas sempre poderia haver algo a mais. 

Por ele, Hoseok estaria em um bunker, camuflado e pintado com todos os tipos de símbolos e feitiços para manter quaisquer ameaças longe, sob a vigia se vários arcanjos é claro.

Mas Yoongi sabia que não poderia deixar o menino isolado, aquilo deixaria o moreno louco e Suga não aguentaria vê-lo triste. Além disso, depois do que Jimin o dissera, não sabia mais do quem ou de quem estava protegendo Hoseok. 

Não tinha mais ideia certa de nada.

Yoongi olhou o mais novo. Tão calmo e tranquilo. O loiro pegou-se sorrindo involuntariamente. Sentia falta de visitar o moreno em seus sonhos, quando tudo era mais simples e os dois apenas conversavam por horas a fio...

O loiro tirou a cabeça do mais novo de seu colo com cuidado, pronto para ir a sua própria cama. Estava terminando de tirar a jaqueta e uma blusa de mangas, ficando apenas com uma blusa simples e larga. Mas antes que pudesse ir de fato deitar-se em sua cama sentiu uma mão envolver seu pulso. 

-Fica. - Hoseok disse sonolento. Sua língua enrolou um pouco para falar, e seus olhos não abriram direito, o que fez Yoongi rir do moreno.

-Você precisa descansar, eu vou dormir aqui do lado, não se preocupe. - Disse o loiro pronto para ir para sua cama, mas Hoseok não soltou seu braço.

-Fica. - Repetiu o moreno. Yoongi suspirou enquanto revirava os olhos, dando-se por vencido. 

O loiro deitou ao lado do garoto, tentando dar espaço para o moreno, mas Hoseok parecia pensar o contrário. O mais novo colocou um dos braços ao redor se seu hyung, abraçando o loiro. Yoongi ficou tenso e surpreso, mas depois de um tempo resolveu esquecer um pouco seus problemas, parar se pensar por um momento e fazer como Hobi fazia naquele momento. Abraçou o moreno, permitindo-se desfrutar do calor e aconchego que o corpo do maior lhe proporcionava.

E os dois se continuaram o que já durava semanas: estarem juntos todas as noites, seja em sonho ou não.

 

***

 

Hoseok acordou com um cheiro cítrico ao seu redor. O moreno não sabia o que era, mas enfiou o rosto em meio ao travesseiro, procurando mais daquele aroma maravilhoso. Só não esperava esbarrar em algo. 

No caso alguém.

No caso, Yoongi.

-Hyung - o garoto disse sonolento - O que está fazendo? 

-Ia te acordar, precisamos ir logo. - O loiro falou se levantando. Ir pra onde?

-Não hyung, eu estou cansado, vamos dormir mais um pouco. - Hoseok disse enquanto se enfiava nas cobertas, ouvindo Suga rir logo em seguida, o que fez seu rosto corar de leve. Por que ele fazia aquilo? Sempre o deixava daquele jeito.

-Não Hobi, precisamos ir. Você pode dormir no carro. Levante logo. - O loiro disse enquanto puxava o braço do moreno. 

Hoseok levantou, muito a contra gosto! Sendo seguido por uma série de palmadas na bunda desferidos por Suga para que se apressasse. 

Hoseok começou a pensar, ainda de forma confusa pelo sono, mas enquanto se despia o dia anterior vinha a sua mente.

Vejamos, Suga havia arrancado um pedaço do braço, Hoseok descobrira que Yoongi significava mais para si do que o moreno pensava, sua casa fora assaltada, revirada talvez seja melhor já que Jung não havia dado falta de nenhum objeto, mas também não tivera tempo de procurar, o que o levava a próxima coisa: tinha saído de casa só com a roupa do corpo e uma confiança cega depositada em Yoongi.

Enquanto vestia a mesma roupa, já que não havia nenhuma outra a seu alcance, o garoto se perguntava se era realmente seguro confiar tanto no loiro de pele clara. Esperava que não estivesse equivocado sua opinião sobre Yoongi.

 

O moreno saiu do banheiro puxando mexas de seu cabelo nas mãos. Estava enjoado do tom escuro de sempre. Talvez mudasse assim que houvesse oportunidade.

-Vamos Hobi, não podemos perder tempo. - Yoongi disse enquanto pegava uma mochila em cima da cama. De onde era aquela mochila? E onde seu hyung havia conseguido roupas novas? Não que Hoseok não achasse o loiro bonito na blusa branca com alguns botões abertos que lhe possibilitavam ver a clavícula branca e sensível do garoto, ou não gostasse do contrate da pele clara e a jaqueta escura, não era que Hoseok não gostava das calças apertadas do loiro, ele só queria saber onde ele conseguira essas roupas.

-Hoseok! Temos que ir. - Yoongi disse enquanto virava de costas e caminhava em direção a porta. Hoseok o seguiu, já sabendo que não adiantava questionar o loiro.

 

***

 

Os dois dirigiam pelo que parecia uma eternidade, mas na verdade era apenas algumas horas. Bom, eram várias horas. 

Horas o suficiente para que Hoseok tivesse descido várias vezes para comprar comida em postos de gasolina mal tratados e sujos. 

Era bom que aquilo valesse a pena.

-Hyung, para onde estamos indo? Isso tudo é loucura! Vamos só voltar pra casa e comer um pedaço de bolo. - Hoseok disse manhoso.

-Não podemos Hobi, isso é muito importante. Não se preocupe, estamos chegando. - O loiro disse enquanto ria do moreno.

-Você disse isso a duas horas! - Hoseok ressaltou indignado. 

-Mas agora é verdade. - Yoongi disse.

-Como posso ter certeza? - O moreno perguntou estreitando os olhos desconfiado.

-Porque já chegamos. - Yoongi disse enquanto estacionava o carro e mandava Hoseok descer.

O lugar era uma casa grande, mas tinha um ar de cabana, bem rústico. As paredes eram todas feitas com pedaços bem polidos de madeira, altas e continuas, interrompidas apenas por longas janelas de vidro. A casa era bonita de mais para ficar em um lugar tão afastado, quase dentro de uma floresta.

Hoseok sentiu um dos braços de seu hyung sobre seu ombro, parecendo lhe dar coragem para seguir em frente entrar.

A casa era ainda mais linda por dentro. Mantinha um ar rústico, mas contraditoriamente luxuoso, a sala dispunha de poltronas enormes e um sofá que parecia extremamente convidativo. Uma das maiores tv's que Hoseok já havia vista pairava acima de uma linda lareira. 

-Min Yoongi. A devo a honra? - Um garoto jovem disse. Ele tinha os grandes e puxados definidos por uma maquiagem forte, os cabelos loiros alaranjados arrumados em um topete não deixavam um só fio escapar.

-Preciso que camufle alguem pra mim. - Yoongi disse. Como assim camuflar?

O garoto ficou sério e direcionou seu olhar para Hoseok.

-Quem é ele? - Perguntou o menino curioso.

-Um protegido do céu. - O loiro respostas deu apenas isso enquanto o desconhecido se dignava a balançar a cabeça.

-Qual classe? - O garoto perguntou.

-Hope. - Yoongi disse.

-E a divisão? - O desconhecido questionou.

-J. - O loiro falou.

-Hum... - O menino balancou a cabeça confirmando. - J-Hope... Já entendi porquê quer camufla-lo. Vem, eu te ajudo. - O desconhecido disse indo em direção a um corredor. Suga o seguiu sem questionar, mas na cabeça de Hoseok ainda restavam centenas de dúvidas.

-Quem é ele hyung? - O moreno perguntou.

-É um mago. MinSeok. Vai nos ajudar.

-Ajudar como? 

-Você vai ver. - Yoongi disse assim que chegaram a um lugar enorme. Hoseok não notará que os dois haviam descido algumas escadas. Agora estavam em um cômodo grande, as paredes eram altas e de pedra polida, parecia ter sido furado em uma rocha gigante. 

Uma enorme cama estava no meio do local e algumas portas isoladas se perdiam no cômodo circular. 

-Suga, você precisa sair agora. - MinSeok disse, recebendo um olhar contrariado só loiro, mas que surpreendentemente obedeceu sem questionar.

-Então... MinSeok não é? - Hoseok perguntou se graça.

-Exatamente. Deite aqui J-Hope.

Hoseok deitou-se na cama, sentindo a maciez do coxão sob sua pele.

-Vamos apenas conversar por enquanto J-Hope. A quanto tempo você descobriu ser um protegido do céu? - O menino perguntou, arregalando de leve os olhos.

-Bom... Ja tem algumas semanas que Suga hyung começou a aparecer nos meus sonhos.

-E a quanto tempo você namoram? - MinSeok perguntou. O que era aquilo?

-Como assim? Eu não namoro o hyung! - O moreno respondeu rápido. Talvez um pouco rápido de mais.

-Oh, tudo bem, vou mudar de assunto então. Você sabe o que é a camuflagem? - O suposto mago perguntou.

-Não... Bom, eu sei o que é uma camuflagem, mas não sei se é a mesma coisa que você falam. - Hoseok respondeu sincero.

-A camuflagem é um processo complicado para explicar direito, mas simplificando é o seguinte: eu preciso injetar algo em você. Algo que vai correr todas as camadas de proteção e rastreamento que foram colocadas em você desde o nascimento.

-Uou. Pera um pouco. Desde o nascimento?

-Sim. J-Hope, você é muito raro. Aparece uma vez a cada grande mudança. Desde seu nascimento existem anjos cuidando de você. Várias camadas de proteção angelical foram colocadas em você, para te manter seguro, informando um anjo caso corra perigo. 

-E isso não é bom? - Hoseok perguntou confuso. MinSeok riu compreensivo.

-Existem vários tipos de anjos, não são uma coisa homogênea, alguns desenvolvem consciência. - O loiro disse levando um dos dedos a cabeça para exemplificar. - E quando você não deve ser mais que um exército isso se torna um problema.

-Então... Como vai ser essa camuflagem? 

-Você só precisa saber que pra acabar com tantas camadas de proteção eu preciso de cerca de um dia. O que eu vou colocar em você vai ser como um veneno. Um veneno lento que vai corroer essa proteção de dentro pra fora. E isso vai doer. Você vai sentir como se estivesse passando pelo inferno e pelo purgatório ao mesmo tempo. - MinSeok disse enquanto mordia o lábio inferior, parecendo triste em ter que dizer aquilo.

Hoseok respirou fundo. Tentando absorver aquela conformação. Ele era monitorado e vigiado desde pequeno. E agora teria de passar horas sofrendo uma dor excruciante para se livrar daquela proteção e ser deixado completamente a mercê nas mãos de seu hyung. Sem ter nenhuma garantia que daria certo.

Não sabia se realmente valia a pena.

 

***

 

Yoongi estava nervoso. Apertava as mãos pequenas, estalando os dedos finos incessantemente. O que aconteceria com Hoseok? Sabia como funcionava a camuflagem, não queria de forma alguma leva-lo até lá. Céus, Deus sabia que se houvesse outra opção, qualquer outra ele não levaria o menino para passar por aquilo. 

Mas não havia.

Não havia nada a ser feito, não antes de garantir invisibilidade a Hoseok. 

-Yoongi, o menino já se decidiu. - MinSeok disse ao entrar na sala. Estava muito sério. Algo que nao combinava com o rosto do garoto.

Suga seguiu o mago pelo corredor comprido e os lances de escada que levavam até o lugar onde Hobi estava. 

O moreno estava sentado na cama, fazendo desenhos abstratos na calça usando os dedos. Parecia tímido e assustado. Mas sua expressão mudou quando viu Suga.

-Hyung... Eu aceitei. Você disse que seria o melhor, confio em você.

-Yoongi, você sabe como ele vai ficar. Não pode interferir. - MinSeok ressaltou, olhando sério para o loiro. Este apenas estalou a língua e confirmou com a cabeça, tentando parecer confiante. 

MinSeok foi até o moreno, colocando uma das mãos em seu peito e empurrava o garoto, fazendo com que ele se deitasse. Yoongi apenas assistiu enquanto o loiro abria a camisa de Hoseok e passava os dedos finos sobre o corpo do moreno, deixando pequenos pontos brilhosos em partes vitais. Calma Yoongi, isso é necessário, é parte da camuflagem.

MinSeok deixou um beijo fracos na testa de Hoseok e todos os pontos em seu corpo começaram a brilhar muito forte e de repente pararam novamente. Restando apenas um Hobi com a respiração muito acelerada.

-Vem Hoseok, vou te levar até seu... Quarto. -MinSeok disse enquanto atravessava o enorme cômodo.

-Hyung, eu estou com medo... - Hoseok disse enquanto se apoiava no braço de Yoongi. 

-Eu sei Hobi, eu sei. Se eu pudesse mudar isso eu mudaria. Eu juro. Mas vai ficar tudo bem, não se preocupe. - Suga disse, tentando confortar o moreno que parecia tão desamparado.

MinSeok chegou a uma das portas que estavam espalhadas pelo lugar e abriu. O lugar era completamente acolchoado. Não tinha cama, nem tv, nem armários nem nada. Apenas paredes revestidas de um material fofo e macio.

-É aqui J-Hope. Você não pode sair. Não vai beber nem comer, mas não se preocupe, isso não lhe trará nenhum mal, já que qualquer tipo de energia que precisar será dada pela camuflagem.

MinSeok então deu espaço para que o menino entrasse, mas antes que pudesse ser deixado sozinho Suga o puxou pelo braço e colou suas testas, segurando firme a cabeça do moreno.

-Não se preocupe Hobi, vai dar tudo certo. Eu prometo que quando isso acabar vou cuidar de você. Prometo. 

Hoseok acariciou os braços brancos e claros de seu hyung, entrelaçando suas mãos, os dois conseguindo confiança um no outro, naquele toque breve, mas significativo. Hoseok engoliu em seco e entrou no quarto.

MinSeok fechou a porta e se virou. Saindo rápido do cômodo.

E então os gritos de dor começaram.


Notas Finais


E aí? O que acharam? Vou tentar postar o próximo segunda ou terça, mas não prometo nada. \(*3*)/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...