História My Answer Is You - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Norminah, Trolly
Visualizações 512
Palavras 1.697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei!!!!

Como estão? Sentiram a minha falta como eu senti?

Acho que não...

Bom, agora que eu concluí ME, irei focar mais nessa fic, que é o meu xodó também.

Então, vamos lá!

Boa leitura, angels!

Capítulo 22 - 21


Fanfic / Fanfiction My Answer Is You - Capítulo 22 - 21

Pov - Camila:

Nunca imaginei que um dia eu ainda estaria do lado da Lauren todo esse tempo. Afinal, éramos apenas amigas e no fundo eu pensei que não iríamos passar disso e agora somos noivas.

O mundo realmente dá voltas.

Eu estava terminando de me arrumar quando escutei a porta se abrir rápido. Continuei me maquiando sem pressa, ainda faltava duas horas para começar.

- Chan, por favor, já faz uma hora e meia que você disse que estava terminando de se maquiar e até agora nada, Lauren está quase dormindo no sofá - Dinah sentou na cama enquanto me olhava e eu apenas dei de ombros.

- Chee... Hoje é a nossa colação de grau, um dia que vai ficar gravado em nossa memória, eu quero que seja inesquecível, esse ano foi bem agitado, cheios de acontecimentos, tanto bons quanto ruins, mas que só nos deixaram mais fortes para continuar seguindo em frente - Me virei para olhá-la - Eu estou falando, coisa que ninguém e nem mesmo eu imaginávamos que isso algum dia iria acontecer, tia Clara está grávida...

- Pra você é sogrinha - Sorri e revirei os olhos.

- Continuando, sua relação com a sua mãe está indo tão bem, você vai casar e-

- Você também, Camila eu sei que pra você tudo tem que sair perfeito, eu entendo, eu passei por isso lá em Oxford, mas mesmo assim, você está demorando demais, até a Lauren que é a que mais se atrasa já terminou de se arrumar e você não sai desse quarto - Calcei os meus saltos e olhei para ela suspirando, depois virei-me para o espelho e sorri com o resultado - Você está linda, na verdade sempre foi, agora está ainda mais - Senti a sua mão na minha costa.

- Eu só estou com medo de dar errado - Disse baixo soltando um suspiro baixo - De cair, sabe? Você sabe que eu tenho ansiedade, mas no meu caso nunca é bom, eu só estava demorando porque eu queria me acalmar, desculpa...

Dinah suspirou e me puxou para um longo e forte abraço, sorri e fechei meus olhos aproveitando o contato, era como se ela me dissesse que tudo ficaria bem e que nada iria dar errado, por mais que minha amiga não fosse boa com palavras, o seu jeito de agir dizia várias coisas que ela queria falar.

Como eu sei disso? Bom, eu sempre fui boa em decifrar olhares e gestos, na escola nos ensinaram a identificar isso. Eu conseguia perceber o que a pessoa queria dizer apenas me olhando, acho que a minha deficiência me ajudou nisso.

Com Dinah não foi diferente, como a sua mãe era a pessoa que a privava de agir e falar da forma como ela queria desde criança, minha amiga se fechou mais e evitava falar o que queria pelo medo das pessoas a acharem esquisita. Quando eu conheci ela, eu percebi que ela sempre estava triste, mas disfarçava sorrindo para que ninguém perguntasse o que estava acontecendo.

- Você devia se esforçar, Chee... - Disse enquanto me afastava dela.

- Vamos com calma, eu estou tentando me soltar mais - Sorriu fraco e eu apenas deixei um beijo em sua bochecha fazendo-a sorrir largo.

Puxei-a para fora do quarto e ela continuou brincando comigo sobre a minha demora, por mais que a minha vontade era de empurrá-la na escada, eu apenas ria, pois ela estava certa.

Hoje a colação seria coletiva, mas em horários diferentes, Lauren ia ser meia hora mais tarde do que a minha, já que sua sala era a que tinha mais alunos e os procedimentos são mais longos. Desci as escadas e pude perceber todos na sala me olharem, desviei o meu olhar para minha noiva que me olhava estática e surpresa.

Sorri de lado e me aproximei deles, Clara logo ficou em minha frente com um largo sorriso e me abraçou apertado o que eu retribui rapidamente. Ela já estava com cinco meses e sua barriga já estava consideravelmente grande e eu já estava animada para ver os meus cunhados.

Depois que Clara se afastou depois de dizer o quanto eu estava linda e que tinha muito orgulho da mulher que eu havia me tornado, minha mãe e meu pai se aproximaram me dando um longo e forte abraço. Sorri largo e beijei a bochecha de cada um depois que me afastei deles.

- Você está tão linda, hija - Minha mãe disse enquanto me se afastava de mim.

- Obrigada, mamá - Sorrio para ela e meu pai continua me olhando com um largo sorriso. Ele me abraça mais uma vez e suspira.

- Você cresceu tanto e ainda conseguiu se formar no curso que você sempre quis. Eu não podia estar mais orgulhosa pela pessoa incrível que é, hija. - Seus olhos estavam marejados e mesmo assim o seu sorriso não saía do seu rosto.

Abracei ele novamente e fechei os olhos sentindo o seu perfume e aproveitando o carinho que ele fazia em minha costa. Minha mãe logo se aproximou e ficamos em um abraço triplo bastante confortável.

- Agora vamos, vocês não podem se atrasar - Meu pai disse se afastando e eu assenti enquanto caminhava até minha noiva.

- Você está linda, Camz! - Seus olhos verdes brilhava enquanto me encarava, seu sorriso lindo fazia o meu interior se agitar e a sensação de borboletas no estômago se fazer presente.

Beijei a sua bochecha e entrelacei nossas mãos, Lauren olhou para elas é sorriu beijando a minha testa.

Seu vestido era mais curto do que o meu, mas ela continuava linda. Não importava a roupa que Lauren usava, ela sempre ficava maravilhosa.

Meus pais entraram no carro da Lauren enquanto os pais da minha noiva foram com a Dinah. Eu continuava nervosa e para não demonstrar, apenas ficava escutando meus pais conversando animados com ela.



(...)



Chegamos ao auditório da faculdade e eu mais uma vez respirei fundo e procurei entrelaçar minha mão com Lauren. Minha esposa me olhou um pouco confusa mas não disse nada. Melhor assim, não queria preocupá-la logo hoje.

Tivemos que tirar algumas fotos antes de irmos ao local para vestirmos a beca. Nossa família e amigos foram se sentar enquanto ficamos nos preparando.

- Camz, por que está tão inquieta? - Encarei ela e neguei sorrindo fraco.

- Só estou animada, Lo. Não se preocupe - Beijei os seus lábios brevemente e ela suspirou.

- Você não está sorrindo, Camila. Está parecendo que está tendo uma crise de ansiedade - Desviei o olhar e ela me puxou para um abraço. - Vai dar tudo certo, amor. Você não vai cair quando subir no palco, todos vão te aplaudir quando receber o seu certificado e todos vão ver o seu lindo sorriso. - Encarei ela e Lauren estava sorrindo enquanto me olhava.

Era incrível como ela entendia os meus pensamentos. Não importava se era bom ou ruim, Lauren sempre conseguia me decifrar e me acalmar apenas com suas palavras.

Por mais que agora eu pudesse falar e me expressar melhor, a minha insegurança continuava ali, menos intensa, mas mesmo assim continuava não me deixando esquecer que eu não era boa o suficiente.

Mas toda vez que eu olhava para minha família, meus amigos e para Lauren, e via os seus olhos orgulhosos em mim, eu me sentia bem, me fazia esquecer de toda a insegurança que eu tinha e me deixava forte para continuar lutando pelo o que eu desejo.



(...)



A minha colação não demorou muito para iniciar, logo estávamos todos sentados escutando o reitor da universidade dizer algumas palavras. O nosso orador subiu e também disse mais algumas coisas e também o juramento.

Eu já estava um pouco mais calma, então quando me chamaram para subir e pegar meu certificado, não me preocupei tanto. Pude escutar ao longe alguns gritos e assobios e foi impossível não rir da minha família.



(...)



Logo começou a colação da minha noiva e eu fiquei animada e ansiosa para vê-la. Estava sentada ao lado de Normani que ria a cada comentário engraçado de Dinah sobre Lauren.

O nome dela foi chamado e todos nós nos levantamos e não me contive e comecei a gritar ao vê-la pegar o seu certificado com o reitor. Lauren estava tão radiante e eu não podia estar tão orgulhosa da minha noiva. Ela acenou para nós animada e gritamos ainda mais.



(...)



Depois que saímos da universidade, fomos para um restaurante comemorar. Meus pais e meus sogros conversavam animados, se lembrando de algo nosso quando éramos crianças o que faziam todos, inclusive Dinah, rir.

Era bom ver todos ali reunidos e bastante felizes. Depois de tudo o que aconteceu, precisávamos realmente de algo para comemorar e eu estava muito feliz por ter todos que eu amo demais comigo.

Lauren se levantou e me olhou antes de estender a mão pra mim. Olhei para a nossa família e eles estavam tão entretidos na conversa que nem perceberam quando eu me levantei, acompanhei ela até um cais que havia ali e observei ao longe os prédios iluminados de São Francisco e sorri. Senti braços me abraçar por trás e eu sorri me aconchegando mais em Lauren.

- Eu te amo, Camila - Sorri mais uma vez e me virei, encarei ela e abracei o seu pescoço.

- Eu também te amo, Lauren. Muito. - Ela me se aproximou mais selando os nossos lábios.

Nosso beijo era lento e cheio de sentimentos. Lauren apertava minha cintura devagar e logo eu aprofundei o beijo pedindo permissão para que que minha língua encontrasse a sua. Apertei a sua nuca trazendo-a mais para perto e ela sorriu entre o beijo.

Logo Lauren se afastou deixando um longo selinho em meus lábios, beijou minha testa e me abraçou deixando seu queixo no topo de minha cabeça. Suspirei e abracei ela mais forte. O clima não estava frio mas também não estava quente, estava perfeito para eu ficar agarrada nela.

Faltava algumas semanas para o Natal e o Ano Novo e eu a única coisa que eu queria era estar ao seu lado pelos próximos anos. Comemorando todas as datas e momentos junto com a pessoa que eu mais amo no mundo.

Por mais que eu não soubesse o que iria acontecer no futuro quando conheci Lauren, eu sabia que continuaria estando ao seu lado. Não importasse como.

Em todos os momentos, a minha resposta continuaria sendo ela.

Lauren.


Notas Finais


ACABOU!

A primeira temporada, claro.

Demorou mas consegui concluir essa fase.

Como eu tinha dito na nota, por motivos pessoais e pelo bloqueio chato, eu não consegui terminar no prazo que era pra ter sido.

Mas espero que tenham gostado do capítulo e que continuem comigo. Pois eu irei dar mais atenção agora à MAIY.

E nos encontramos aqui mesmo na segunda temporada.

Até logo, babies!

See Ya!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...