História My Baby - MiTw - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Mike, Pac
Tags Mitw
Exibições 71
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi genteeeee!!!Olha aqui começando a nova fic,já faz tempo que eu tenho essa ideia na cabeça(mais uma para eu ficar atualizando um capítulo por mês)...que?Eu não falei nada!

!AVISOS!

↪Nessa fic,o Mikhael vai ser o passivo,mas de vez em quando vou colocar o Pac também

↪Não vai ter esses sadomasoquismo pesadão,pelo menos por enquanto

↪Eu pensei em fazer a capa da fic agora,mas to sem ideia então...se habituem;-;

↪Desculpa se sair só de vez em quando,ou atrasados os capítulos,é que...escola é foda(7-7)

↪Como todo o youtuber,é provável que quanto mais comentários bons e fofos,mais rápido saíram os capítulos,por que mano...eu só estou postando porque vocês gostam e têm que demonstrar isso u.u.

Espero que gostem...

Beijos e a gente se vê lá embaixo!

Capítulo 1 - Minha garota


❤Minha garota❤

Capitulo - 1

P.O.V [Mikhael]

Na sala de aula apenas se ouvia o som dos lápis riscando os papeis rapidamente,pintando a folhaque antes estaria branca,agora colorida.Desenho é uma das poucas matérias com o que eu me importo e desenhar,uma das poucas coisas que eu sei fazer direito.O professor pedia para desenharmos qualquer coisa,porém a pintura agora que importava.Assim que assino o desenho,o sinal toca na mesma hora me assustando e fazendo o resto da sala levantar desesperadamente e ir embora por porta fora.Pego minha mochila calmamente e assim que eu ia sair,enquanto meu sobre-nome sendo mencionado....

-"Linnyker!"-A voz que me chamava era do professor,me fico para trás para encarar o louro de olhar verdes que lia algumas coisas no seu caderno de chamadas.

-"Posso saber o porquê de faltar tanto nas minhas aulas de matemática e sempre vir mas de desenho?"-Professor Lucas me perguntou tirando seus óculos e colocando em sua mesa,me encarando severamente.

-"Porque elas são chatas."-Digo sem alguma hesitação.Escuto o mesmo ranger os dentes,uma expressão de ódio feio em seu rosto e seu tom de voz aumentou automaticamente.

-"Onde estão seus pais,Linnyker!?"-O mesmo perginta sem paciencia.Reviro os olhos e fico calado alguns segundos.

-"Meu pai está viajando e minha mãe morrer fax tempo...feliz?"-Pergunto passando a língua no interior de minhas bochechas e passando a mão na minha jaqueta de couro preta,limpando um pouco de pó da mesma.

-"Quero que contacte o seu pai,ou eu mesmo o varei.Se em menos de uma semana não tiver alguém cuidando de você é de seus atos,pode ter a certeza que para o ano que vem,vai voltar nesta sala,na mesma turma,na mesma série!"-O mesmo disse ameaçando me reprovar de ano.Meus olhos se arregalam...eu?Ter uma baba?Impossível!

-"Tá!"-Digo é saio de uma vez da sala.Na momento em que olho para a frente,vejo vários alunos da mm inha sua me encarando sem expressão.

-"Que foi!?Perderam alguma coisa na minha cara!?Ou querem perder a fossa?"-Pergunto nervoso,todos começam a andar para longe de mim,seguindo seus rumos.Owgo meu celular é vou nas chamadas,a última conversa com o meu pai,foi no mês passado.Apertei o botão de voltar a contactar e em milésimos meus pai me atendeu.

-"Pai?"-Pergunto o chamando e me sentando no chão do lado da porta.

-"Filho,quanto tempo?O que está..."-Interrompo o mesmo com o ponto direto.

-"Meu professor diz que eu vou reprovar."-Digo rapidamente,deixando meu pai processando por alguns segundos...

-"OQUE!?MIKHAEL LINNYKER FELIX RODRIGUES!QUER MORRER AGORA?!A ÚNICA COISA QUE EU QUERO É QUE ESTUDE!MAS NEM ISSO SABE FAZER!"-Meu pai grita do outro lado da linha,me fazendo tirar o celular no ouvido e estender o braço para tentar na ficar surdo.

-"A menos que arrume alguém para...cuidar de mim!"-Digo com dificuldade.Não me passa pela cabeça ter alguém para me controlar com esta idade.

-"Oh,pode ter a certeza que vou arrumar alguém para cuidar de você!Se vier alguma reclamação para mim de seu colégio,pode ficar com medo,Linnyker!Se reprovar,eu vou aí e vou fazer você se arrepender muito..."-Meu pai diz com um tom ameaçador.Meu corpo se arrepia por completo e a ligação acaba.Engulo o seco...merda!

XxXxXxXx

Assim que saio porta fora fo colégio,meu nome é mencionado.

-"Mikhael nê?"-Escuto alguém dizer com certa calma o meu nome.Viro para trás e vejo um homem,aparentemente mais velho que eu.

-"...de onde eu te conheço mesmo?"-Pergunto para o mesmo que jogou uma fumaça na minha cara,definitivamente era adulto,para estar fumando.

-"Não precisa saber me,Mikhael!Só precisa saber que foi seu pai que me mandou aqui..."-Meus olhos se arregalam.Meu paiandou esse para cuidar de mim...beleza!Vai ser fácil enganar ele...

-"Oh...Bem,eu quero saber seu nome de qualquer maneira!"-Digo o seguindo.O mesmo ia em direção a uma Ferrari preta...gostei!

-"Meu nome é Tarik,Tarik Pacagnam."-Ele me responde entrando no carro.Fico apenas observando seus trassos...gostoso da porra!

-"Não vai entrar?"-O mesmo me pergunta.Na mesma hora saio dos meus pensamentos e entro no carro.

-"Aqui é quente..."-Digo começando a tirar kinha jaqueta.

-"Você se habitua."-Tarik me diz saindo do local.Vi como algumas pessoas me olhavam"cheio de dinheiro" deveriam estar pensando.Vi Tarik passar pela rua onde era minha casa.

-"Hey!O-onde a gente vai?"-Pergunto ficando assustado.

-"Calma,Mikhael!A gente vai só na casa da minha garota,depois a gente volta."-Tarik diz continuando a dirigir...minha garota!?

-"Sua garota...?"-Pergunto confuso.O mesmo me olha de lado e me responde em serca de segundos.

-"Amanda!"-Ele diz se referindo à que parecia ser "sua garota"...não gostei dessa garota!

-"Mas mudando de assunto,seu pai disse que você agora me pertence,o que quer disser...que vai fazer tudo o que eu mandar!"-Na mesma hora arregalo meus olhos,pensando já besteira,meu membro endurece.

-"Tudo?"-Pergunto corando um pouco.Minhad orelhas ficaram quentes,meu rosto esquenta...mas eu não sou de ninguém!

-"Sim,vai fazer os deveres,vai se comportar,tirar boas notas e sem desobedecer...apartir de agora,você é minha propriedade,Mikhael."-Meu membro nunca fixou tão duro.Awuelas palavras me fizeram sentir um pouco nervoso,por alguém achar que lhe devo satisfação,mas eu gostei de escutar...

Tarik estaciona em um quintal de uma casa,que era bem bonita por sinal e sai do carro.Fiquei apenas vendo o que ele fazia,ele falava com uma garota...loira,linda por sinal.De repente ei vejo os dois darem um beijo,ambos agarrados.Na mesma hora reparo que não estava mais erero,fiquei com nojo disso.

Vadia.

Desvio o olhar daquela garota.Em poucos minutos Tarik volta com um grande sorriso no rosto.

-"Bem...vamos!Quando chegar em casa,quero que vá direto arrumar suas coisas,sua mochila,as tarefas..."-Na mesma hora o interrompo grossamente.

-"Já que quer tanto isso porque não o faz você?!"-Pergunto.Até em me achei metido agora.

-"...AH,você não disse isso..."-Tarik trava o carro na mesma hora e me encara com certa severidade.

-"Você é um mimado,sabia?Seu pai deveria ter se esforçado mais com você...mimadinho!"-Tarik continua dirigindo.Apenas revirou meus olhos,se ele pensa que eu sou fácil desse jeito,ele pensou mais errado do que eu em prova de matemática...

-"Mimadinho...Uhum!"-Murmuro.Percebo que Tarik intendeu o que eu disse.Não estou nem aí...

-"Não pense que eu sou como seu pai,mimadinho!Eu quero respeito,sou mais velho do que pensa!"-Tarik diz.

-"Quantos?"-Pergunto desviando o olhar da janela da Ferrari e olhando seu rosto branco como neve.

-"28!"-Tarik diz.Tomará que algo a mais seja 32 sem ser sua idade...

-"Nossa!Deixa o dinossauro passar!"-Digo sarcástico.

-"Você tem 17,tem tanta coisa que eu posso que você não pode..."-Ele me responde.Fico calado aceitando minha derrota.Tarik sorri.Que sorriso perfeito.O resto deviam foi calma,pelo menos para Tarik,mas minha cabeça estava gritando o nome da "minha garota"...a sua garota nê,Tarik?Sua garota...seria uma pena elafosse... substituída...


Continua...



Notas Finais


Ah,como eu quero comentários chamando o Mikhael de menino mimadinho,me dêem esse presente de natal PLZ!

Beijos e até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...