História My Babyboy - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lu Han, Mark, Rap Monster, Sehun, Suga, V, Youngjae
Tags Botton!¡jimin, Jikook, Kookmin, Menção Chanbaek, Menção Hunhan, Menção Namjin, Menção Taeyoonseok, Passivamin
Exibições 661
Palavras 1.324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Fluffy, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sdds de vcs meus pequeninos

Espero que gostem

Boa leitura

Capítulo 15 - Thirteen


Fanfic / Fanfiction My Babyboy - Capítulo 15 - Thirteen

∆ • ∆  C h a n y e o l   ON  ∆ • ∆

Um tempo depois da Nick sair causando uma confusão enorme na cabeça dos meus amigos por causa do jeito dela de ser eu vejo um certo Byun Baekhyun surgindo rapidamente na sala e se tacando em cima de mim .

— AI MEU DEUS CHANYE EU FIQUEI COM TANTO MEDO DELA DE BATER — Ele falou com uma expressão falsa de choro em seu rosto se agarrando fortemente a mim .

— Se você se importasse mesmo comigo 'tu ia falar pra ela ficar bem calminha e ia pedir pra ela ir pro quarto calmante sem ferir ninguém

Falei um tanto bravo com o menor que ainda estava agarrado fortemente ao meu corpo

— Mais amor, ela é minha amiga e mais velha que eu, eu não posso ignorar isso — Ele falou com um biquinho que eu logo beijei

— Você sabe que eu não aguento o seu biquinho

Falei jogando a cabeça para trás como se tivesse feito algo errado

— Amor quer ajuda? — Perguntou se referindo a sacola branca onde tinha a tinta de cabelo que pedi pra Nick comprar

— Claro que sim, você tá mais acostumado com isso do que eu

Falei rindo e senti o menor se afastar do meu corpo

— BORA PINTAR O SEU CABELO PORRA — Ele gritou animado pakas e ficando em posição de luta

 • ∆ C h a n y e o l   OFF  ∆• ∆

• ° • ° • J i m i n n i e   ON   • ° • ° •

Eu e o Kyung ainda riamos um monte da cara do Tae quando a gente escuta alguém na porta de repente e logo a gente -eu, o Tae e o Soo- olhou pra porta um tanto -muito- assustados. O Soo se levanta lentamente da cama onde estava deitado ao meu lado e vai até a porta a abrindo calmamente, logo senti o cheiro de blueberry que só a Nick tinha e vejo ela lotada de sacolas, ela entra no quarto deixando um monte de sacolas pretas no chão.

— Suas roupas novas Minnie — Ela falou indo até a escrivarinha e deixou uma sacola branca lá


minha nova tinta de cabelo chegou~




↑ ↓  Quebra de tempo  ↑ ↓


Um curto tempo depois da Nick colocar a minha querida tinta nova de cabelo sobre a escrivaninha de madeira branca ela saiu calmamente do quarto falando que ela também tinha um cabelo e que não comprou tinta pra ela só pra deixar guardado no armário em seu próprio banheiro, sem esquecer óbviamente de falar pra gente chamar o YoungJae pra ele ir buscar a tinta dele com ela também


Logo meu olhar cai sobre o Tae -ainda todo descabelado e com o rosto amassado- que se levantou as presas quase tropeçando nos próprios pés e começou a correr até a sacola pegando a caixinha dentro da mesma, logo ele me olha dando um sorriso assustador


— Minnieee meu queridinho tá na hora da minha belíssima vingança — Falou me fazendo engolir em seco


Já falei que arde pra porra pintar a o cabelo bem no coro cabeludo?


• ° • ° • J i m i n n i e   OFF  • ° • ° •


∆ • ∆ C h a n y e o l  ON   ∆ • ∆


Eu estava sentadinho em frente ao espelho enorme que ocupava uma das paredes do meu banheiro, no momento eu estava sentindo as mãos cobertas por luvas do Baek em meu cabelo aplicando a tinta de cor vermelha, meus amigos também ocupavam espaço em meu banheiro me vendo com algumas manchinhas de tinta em minha testa


— Tu tá hilário bro — Kai falou rindo Da minha cara


— Melhor tu vazar por que a próxima coisa vermelha que tu vai ver vai ser o próprio sangue — Falei "tentando" me manter calmo pro Baek não errar


— Nossa pra que tanta agressividade... — Kai falou fingindo estar triste e se sentou na parte de mármore cinza que a minha hidromassagem tinha em volta




∆ • ∆ C h a n y e o l   OFF   ∆ • ∆


• ° • ° • J i m i n n i e  ON  • ° • ° •


Neste exato (e dolorido) momento eu me encontrava mordendo os lábios com certa leveza pra não machucar a pele delicada a fazendo se corromper, eu estava sentindo o meu coro cabeludo ardendo fortemente por culpa da água oxigenada que era aplicada sem dó pelo TaeHyung, Olhei pro lado vendo o KyungSoo me o olhando com muita pena por saber o quão isso é doloroso.

— Tae pelo amor de deus o menino tá quase chorando aqui — Ele ditou pro maior com certa preocupação

 Eu sabia que a essa hora o meu cabelo já devia estar descolorido o bastante mas o Tae não queria parar, Logo ouso o maior suspirar e largar o meu cabelo

 — Vai logo lavar o cabelo — Ditou calmo

Me levantei rapidamente indo até a hidromassagem, pego um tipo de chuveirinho de prata que ficava no canto da hidro e logo ligo a água fria fazendo o meu coro cabeludo parar de arder, uso a mão desocupada pra ajudar na remoção do produto

— não sei pra que isso, nem arde tanto — Tae falou revirando os olhos

 — Não arde tanto pra você, você já pintou tanto que o seu coro cabeludo nem liga mais — KyungSoo disse preparando a tinta que eu iria aplicar


 ° • ° •  J i m i n n i e   OFF  • ° • ° •



 ∆ • ∆  C h a n y e o l  ON  ∆ • ∆


O Baek estava secando o meu cabelo calmamente fazendo carinho nos fios -agora avermelhados- as vezes

— Não acredito que tu namora e não falou pro seus amiguinhos — Hoseok falou pra mim com voz chorosa

 — O Chanye é igual a Nick as vezes, prefere não tocar em assuntos que não condizem com a situação — Baek falou calmo e sorrindo animado

 — A gente nunca viu você ou a Nick na escola — Sehun disse olhando pro Baek

 — Ahhh isso é um pouco normal, a Nick sempre falta a primeira aula junto do Jackson e eu fico com o resto do grupo no terraço — Falou parando de secar os fios e começando a arrumar o meu cabelo 

 — Mas o terraço não é proibido pros alunos? — Kai perguntou surpreso

— No grupo da Nick tem o XiuMin e o Junior — Falei calmo — Os dois são do conselho estudantil e eles podem pegar a chave do terraço

 — QUE FODA — Kai gritou animado

— Eu to surpreso que vocês não sabiam afinal, o Chanyeol também tem a chave pra um lugar proibido pros alunos — Falou ainda arrumando o meu cabelo

 — OQUE? QUAL LUGAR? — Kai perguntou animado / frustado assim como Sehun

— Porão — Falei calmo, o porão passava por baixo de toda a escola e eu arrumei aquele lugar fazendo ficar daora, só agora que me lembrei que nunca mostrei pra eles

 — Nem fala pros amigos — JungKook fala ironicamente

— O Jimin também tem entrada pra um lugar proibido — Baek solta no ar

— ATÉ ELE? — Hoseok pergunta surpreso 

— Eu acho lindo aquele lugar — Falei sorrindo — pena que só da pra entrar com alguém do grupo dele se não se perde — Falei me lembrando da tentativa frustada que tive tentando chegar lá

— Como assim se perde? — JungKook perguntou confuso

 — O lugar fica aos arredores da escola, não dentro — Falei risonho — O caminho é pelo jardim mas n da pra chegar lá sem um deles 

 — Wow — Eles falaram

 — Eu sei o caminho — Baek falou risonho 

 — Como? — Yoongi perguntou sonolento

 — Já fui do grupo do Jimin 

 ∆ • ∆  C h a n y e o l   OFF  ∆ • ∆  


Notas Finais


Os comentários e as visualizações estão caindo, não estão gostando? ;-;

Byee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...