História Pink Sweaters (Larry Stylinson) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Tags Abo, Bottom!harry, H!bottom, Harry Mpreg, Larry Stylinson, Louis!tops, Ltops, Smut
Visualizações 335
Palavras 2.135
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu
não
morri.

Capítulo 12 - Chapter Twelve


Harry não esperava acordar por tão cedo naquela manhã de sábado, a verdade é que nem dormiu direito, talvez estivesse muito ansioso para a tal festa ou apenas perdeste o sono. Mas encontrava-se encarando o teto de gesso em cima da sua cama, vendo a luz do sol nascente passar pelas cortinas, não demorou para calçar suas pantufas e caminhar até a janela em frente a sua cama. O sol não apenas cortava as cortinas de seda como também as nuvens cinzentas no céu, o que anunciava que o outono já estava por começar, o que não era problema já que o tempo frio era o clima favorito de Harry.

Após minutos, Harry volta para sua cama e pega seu celular, o desbloqueia e vê a notificação de uma nova mensagem. Esperava encontrar o contado de Louis no inbox, mas era um número desconhecido.

- Me desculpe...

A mensagem havia sido enviada na madrugada do mesmo dia, então não pudera responder antes. Mesmo não sabendo quem era o remetente, não podia deixar em branco.

- Pelo o quê? Quem é?

Nenhuma possibilidade de ser alguém que conhecia passou por sua cabeça, já que o único que possuía seu número de telefone era Louis, e é bem improvável que o passe para alguém. Entediado e sem resposta, o pequeno sai de seu quarto e desce cuidadosamente as escadas até a cozinha, afim de ao menos preparar o café da manhã, mas encontra Gemma já tomando seu café sozinha.

- Bom dia, Harry. - Ela sorri, levando uma torrada com queijo até a boca - Por que acordou tão cedo?

- Bom dia, eu não dormi direito essa noite... - Harry se senta junto à sua irmã, pegando uma das xícaras de porcelana e servindo o café quente. 

- E por que não?

- Eu não sei. Só sei que vou estar com muito sono na festa hoje.

- Festa? Você vai a uma festa?! Como assim? - Gemma pergunta freneticamente.

- A-A mamãe não te contou? Louis me chamou para uma festa hoje à noite...

- O Louis? O seu amigo?

- S-Sim...

- Puxa... A primeira festa que você vai, né. Já sabe o que vai vestir?

- Ainda não... Eu não sou muito bom para escolher roupas. Vou comprar umas depois. - Os dois ficaram em silêncio por alguns minutos, até Harry sentir o olhar desconfiado da garota à sua frente - O que foi?

- Tome cuidado nessa festa, Harry, você não sabe quem vai estar lá... Além do seu amigo.

- E-Ele me disse que ia me apresentar os amigos dele.

- Mesmo assim, tome cuidado com os amigos dele. Com ele também.

- Eu não me preciso ter cuidado com o Louis. Ele... Ele... É meu amigo.

- Você não sabe como ele é quando está muito solto. Tenho certeza que a maioria das pessoas serão alfas, tome muito cuidado com eles, se o Louis é tão amigo seu, fique perto dele sempre que possível. Ou melhor, não desgrude dele. - Gemma tinha uma certa razão, a festa será na casa de Zayn, a maior parte dos convidados serão, consequentemente, alfas ao redor do pequeno ômega. Louis será seu porto seguro. - E se por acaso acontecer "aquilo", volte imediatamente para casa.

- M-Mas nunca aconteceu, não vai acontecer hoje.

- Nunca se sabe, Hazz. Às vezes vem de repente. Pegue seu celular e me ligue caso precise, eu vou te buscar voando.

- E-Eu posso pedir para o Louis me trazer.

- Não, lindo, você não vai querer ficar perto de nenhum alfa quando o seu heat chegar. Aconteça o que acontecer, não entre em desespero, não conte pra ninguém. Vá tomar um ar e me liga no mesmo segundo. Okay? - Gemma dizia tudo encarando-o nos olhos, o menino sabia que uma hora iria ter seu primeiro cio, mas descartava qualquer hipótese de que vai chegar naquela noite.

- Okay, Gem. O-Obrigado... - Mas adoraria ter Louis alí para "ajudá-lo" nessa hora.

- Como estão seus braços?

- M-Melhores... 

- Foi uma queda e tanto, hein.

- F-Foi. Vou prestar atenção no caminho... Da próxima vez.

--×

Após sair de um demorado banho quente, Harry veste um moletom para ir ao shopping fazer compras, não querendo ir sozinho, chama Niall para acompanhá-lo já que Gemma havia ido para a casa de seu namorado e seus pais trabalhando. Pega seu celular, afim de ligar para Niall, mas vê uma outra notificação de mensagem daquele mesmo número.

- Pelo o que eu te fiz. Desculpa.

- Quem é? É o Louis?

Dessa vez, a resposta veio em questão de segundos.

- Não, é o Batman. 

- O quê? 

- O Batman tem uma mecha loira, tatuagens maneiras, uma voz sexy e é extremamente sensual.

- Ele fuma maconha?

- Não.

- Então não é o Zayn.

- Tá legal você me pegou *emoji de risadas*

- Hahaha como conseguiu meu número? Louis te passou?

- Eu peguei no celular dele, precisava falar com você. Posso te ligar ou você está ocupado?

- Não, eu só ia sair agora. Mas tudo bem, pode ligar :)

- Certo.

Houve um pequeno intervalo de tempo em que Harry pôde salvar o contato de Zayn em seu celular, o rapaz liga logo em seguida.

(Call On)

- Oi, Harrie. - Zayn diz com uma voz cansada, que ficava ainda mais bonita quando ouvida no telefone.

- Oi, Zayn. Como está?

- Estou melhor agora. Err... Preciso conversar umas coisas com você.

- Olha, se for por causa daquilo de ontem, eu que peço desculpas. Eu não devia ter gritado com você, desculpa, Zee.

- N-Não - Zayn engole seco -, não pede desculpa. Eu não sabia que aquilo iria acontecer, se eu soubesse nunca teria dito nada pro Louis. Me desculpa mesmo.

- Não, Zee. - Harry suspira, sentando no colchão. - Está tudo bem quanto a isso, só me desculpa pelas coisas que eu te falei. Eu...

- H-Harry...

- Eu não te odeio, Zayn. E-Eu não queria te dizer aquilo, eu estava bravo e machucado. D-Desculpa por descontar em você.

- Mas fui eu quem contou pro Louis, foi por minha causa que você ficou daquele jeito.

- Não se preocupe com isso, já passou. Não vamos mais lembrar disso, okay?

- Okay, Harrie... Como vocês estão? Digo, você e o Louis?

- Ah b-bem... Nos resolvemos de uma forma... Estranha.

- Como assim? 

- Não posso dizer...

- Vocês transaram, né? 

- O-O quê? N-Não! Não! - Zayn gargalhava do outro lado. - Não fizemos nada disso!

- Tudo bem, não vamos entrar em detalhes. Tenho que ir agora.

- Okay, te vejo hoje à noite.

- Ah é verdade, você vai vir com o Louis hoje, né?

- Sim, ele me chamou. Não tem problema eu ir?

- Claro que não, você vai gostar daqui.

- Hahaha eu espero. Até de noite, Zee.

- Até de noite, Harrie.

(Call Off)

Harry desliga, dando fim à chamada e finalmente podendo ligar novamente para Niall, estava feliz por ter feito as pazes com Zayn, agora não será tão desconfortável ir à sua casa enquanto estivessem brigados.

--×

- Estava falando com o Zayn antes de sair. - Os garotos caminhavam pelos corredores do shopping com grandes sacolas em mãos, após algumas horas procurando as roupas certas, conseguiram achar.

- É mesmo? - O loiro vira seus olhos curiosos para Harry - Sobre o quê?

- A-Ah ele me ligou para saber se eu vou mesmo para a festa. 

- Só pra isso? - Niall ainda não sabia o que havia acontecido entre Louis e Harry, então não seria uma boa idéia contar-lhe que apanhou do mesmo há dois dias atrás. - Como ele pegou o seu número?

- Ele disse que pegou no celular do Louis. 

- Entendi. Eai, já sabe quando ele vai te pedir em namoro?

- N-Namoro? - O cachado cora, também virando seu olhar para Niall.

- Vocês não vão ficar nessa de só se comerem escondidos, né?

- N-Não! E-Eu não sei, não havia pensado nisso ainda.

- Hã? Nenhum de vocês pensaram em namoro?

- E-Eu... O Louis não me disse nada.

- Hummm acho que vou ter que dar um "empurrãozinho" nele. - O loiro colocava um dos dedos no queixo, fazendo uma expressão pensativa.

- Empurrãozinho? V-Você não vai fazer nada! 

- O Louis é muito lerdo, eu vou ajudar ele no pedido.

- N-Não vai ter pedido!

- Hum? Não, é? Você não quer ser o namorado do Louis. - Ele reclina seu corpo para mais perto do ouvido de Harry, sussurrando - Não quer ser marcado pelo Louis?

- Marcado? - Pergunta no mesmo tom.

- Sim! A marca de um alfa mostra que você pertence só a ele. Quando eu te vi pela primeira vez eu pensei que você já era marcado, você é muito fofo para estar solteiro.

- Eu não sei, Ni... Eu não pensei nisso.

- É que você pensa muito pouco! Tem que parar de pensar só no pau do Louis também!

- NIALL! - O grito do ômega ecoa pelo corredor, Niall ria de seu rosto completamente vermelho e sua expressão irritada com o que lhe disse. 

Enquanto andavam pela rua de volta para casa, ele passam por uma farmácia que lá havia.

- Ei, espera aí! - O mais velho corre para a mesma, entregando as sacolas para Harry.

- Não é hora para usar a balança, eu estou cansado. - Reclama, vendo Niall falar algo no balcão com um dos funcionários. Ele voltar alguns minutos depois com uma pequena sacola de papel. - O que é isso?

- É pra você. Vai precisar. Te vejo lá, gracinha. - Niall pega uma rua oposta, deixando Harry à poucos passos de sua casa. Ao chegar, ainda eram por volta de 4:23h da tarde, teria bastante tempo para arrumar-se e esperar por Louis.

Jogou as sacolas em sua cama e tirou seus tênis, ao olhar denovo para aquela sacola da farmácia, decide abri-lá para saber o que Niall havia lhe comprado. Tivera que tampar sua boca para não gritar ao ver a cartela de preservativos que o amigo comprou apenas para ele, obviamente insinuando que Harry e Louis transariam naquela noite.

- Eu ainda te mato, Niall Horan!!

--×

Não havia nenhum problema exagerar no shampoo naquele banho, seus cabelos eram levemente massageados pelos dedos finos enquanto escorria a espuma branca de seu corpo, misturando-se com a espuma do sabonete de morangos. Podia sentir a maciez ao secar suas curvas com a toalha, saiu do banheiro após um relaxante banho, usando seu melhor hidratante corporal e podendo enfim vestir as roupas na qual Niall o ajudou à escolher.

De dentro das sacolas saiu uma jaqueta preta com interior em veludo vermelho, uma calça escura e uma camisa branca personalizada para usar por baixo da jaqueta. Aquelas vestes não combinavam nem um pouco com o ômega, por toda parte em que olhava havia preto e mais preto, era tão sem graça. A toalha em sua cintura foi substituída por uma boxer azul bebê, estar com uma roupa íntima de cor diferente já seria um avanço. Logo a cueca fora coberta pela calça preta sem graça. Após vestir-se por completo, arrumou seus cachos da melhor e mais fofa maneira possível, antes de calçar seus vans, escolheu meias brancas e rosa confortáveis, ninguém veria por conta da calça larga que usava. E a mesma lhe apertava nos países baixos.

Seu perfume natural se juntou com o hidratante e a colônia pega escondida de seu padrasto, antes de sair do quarto em direção à sala, viu em cima do colchão os preservativos, não seria certo deixá-los alí, Niall tinha uma certa razão, se Harry e Louis fizeram mesmo alguma coisa, teria que ser feito de forma segura. Pegou três pacotinhos e colocou no bolso da calça, desceu as escadas e encontrou seus pais e sua irmã que acabaram de chegar.

- Olha só esse rapaz! - Robin diz ao ver Harry no último degrau, as outras duas viram seus olhos para o mesmo.

- Você está tão lindo, Harry. - Anne vai até o garoto, também sorrindo tocando seus braços. - Essa roupa é tão bonita.

- Obrigado, Niall me ajudou à escolher. 

- Não combinou com você, prefiro o estilo colorido. - Gemma brinca.

- Eu concordo. - Harry caminha até a irmã. - Mas...

- Está tudo bem, você tá um gato, Hazz.

- O-Obrigado. - A garota olha para Anne e Robin antes de tirar algo de seu bolso e entregar para Harry. - O que é isso?

- Camisinhas seu tolo! - Sussurra.

- Não precisa. Eu já tenho. - O menor mostra os mesmos pacotes em seu bolso e a irmã arregala os olhos.

- Wow! Bem previnido.

- Essa é a colônia que você me deu? - Robin pergunta de longe.

- S-Sim. Desculpe mais ela é muito boa.

- Ah não faz mal, ficou ótima em você.

- Que horas você vai, filho? - Anne pergunta.

- Louis vai vir me buscar... Daqui trinta minutos. - Por algum motivo, seu estômago embrulhou ao lembrar-se que Louis seria a primeira pessoa que o veria com aquelas roupas, só pensava no que acharia delas. Se estaria bonito. Se ele iria gostar. O que realmente aconteceria naquela noite... Principalmente o que Gemma lhe disse mais cedo.


Notas Finais


Eu tô vendo mais não tô acreditando, 155 favoritos? É SÉRIO ISSO PRODUÇÃO???

Cara, caraaaaaaa muito obrigada à todos vocês! Eu realmenti tô muito feliz, sério eu agradeço muito, de verdadi <333
(Eu digo que nunca mais vou atrasar, é mentira).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...