História My BabyBoy || VKook - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook, Taehyung, Taekook, Vkook
Exibições 497
Palavras 614
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Tá curto, mas o conteúdo tá maravilhoso <3

Boa leitura <3

Capítulo 12 - Fim.


Fanfic / Fanfiction My BabyBoy || VKook - Capítulo 12 - Fim.

JungKook On.

Não voltei pra sala, mandei uma mensagem para o meu pai. Ouvi o sino bater indicando a aula de educação física, que seria a última, aproveitei para ir pegar minha mochila. Fui para o ginásio e me sentei na arquibancada, meus olhos lacrimejaram ao ver TaeHyung jogando basquete, ele percebeu minha presença e parou no meio da quadra me olhando, nos encaramos por um tempo, meu coração doeu, desviei minha atenção para meu celular olhando a mensagem que havia recebido, ia responder, mas Jimin apareceu e sentou ao meu lado.

— Que cara é essa, Kookie? — Ele perguntou rindo.

— Longa história! — Disse meio mal.

— Precisa de um abraço? — Ele perguntou abrindo os braços.

Me lembrei de TaeHyung, foi por causa de um abraço que ele começou com toda essa frescura no cu. Chorei ao lembrar do que ele havia dito pra mim. Caí no choro e Jimin me abraçou.

— Não sei o que aconteceu contigo! Mas vai passar Kookie! — Ele disse e eu fui me recuperando.

TaeHyung On.

Eu deveria deixar meu orgulho de lado e ir lá, ele é a pessoa que eu amo, é com ele que quero passar a minha vida, é com ele que quero acordar todos os dias... Eu preciso assumir que sou um idiota e que a pior coisa que já fiz na minha vida foi magoa-lo. Eu preciso, preciso do bebê de volta.

O vi saindo da arquibancada, fui atrás dele na mesma hora.

— Jeon JungKook, me espera. — Disse e ele virou, assim que colocou os olhos em mim, vi seu olho brilhar, mas era por conta das lágrimas.

— Não quero te ouvir. — Ele disse saindo, mas eu o alcancei e segurei seu pulso.

— Mas você vai, você merece uma explicação. — Disse e ele se soltou.

— Você não precisa me explicar, afinal não temos nada. — Ele disse meu coração se apertou.

— Você querendo ou não, vai me ouvir. — Disse o segurando novamente. — JungKook, eu sou um completo idiota, eu sei. A pior coisa que já fiz no mundo foi te magoar, me sinto horrível por isso, não quero nunca mais beijar outra pessoa, tocar em outra pessoa, ou até mesmo amar uma pessoa, que não seja você. — Disse e vi seus olhos cheios de lágrimas. — JungKook, não posso e nem quero viver sem você, minha vida depende do seu sorriso, eu sou dependente do seu sorriso. — Disse e ele levou sua mão até a boca. — Eu sei que sou um ridículo e um orgulhoso, mas sou um ridículo orgulhoso que é completamente apaixonado por você! — Assim que terminei, deixei lágrimas escorrerem pelo meu rosto.

— Eu... — Ele ia dizer algo, mas eu o impedi.

— Só preciso que me responda uma coisa. — Disse e ele me olhou atento, ainda com seus olhos marejados. — Me perdoa por ter essa personalidade horrível, prometo melhora-la por você. — Disse tocando seu rosto. — JungKook, namora comigo? — Perguntei o olhando nos olhos.

JungKook On.

Por que ele demorou tanto pra fazer essa porra de pedido, não aguentava mais, depois de tudo que ele me disse eu só queria beija-lo e foi exatamente o que eu fiz. Eu o agarrei ali mesmo. Por mais que eu tente, não consigo ficar longe dele, não consigo não pensar nele, sou fraco quando se trata de Kim TaeHyung.

— Eu te perdoo e sim, eu quero namorar com você, Kim TaeHyung! — Disse e o beijei, seus lábios macios e quentes me traziam conforto.

Agora sim, oficialmente juntos, oficialmente namorados e o melhor, oficialmente meu.

Fim.


Notas Finais


Eita, amorzinho? Amorzinho.

Gente sério, depois de uma declaração dessas não tem como ficar com raiva do TaeTae né. Ele finalmente se redimiu e o casal finalmente está feliz. <3 aeeeew

Final feliz <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...