História My Babysitter - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jin, Mark, Rap Monster, Yugyeom
Tags Bts, Jin, Namjin, Namjoon
Visualizações 186
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey Armys!

Voltei com essa fanfic tão querida. E as tretas já vão começar minha gente!!! Preparem os corações.

Capítulo 21 - Capítulo 20: Ele voltou


Fanfic / Fanfiction My Babysitter - Capítulo 21 - Capítulo 20: Ele voltou

Mark acordou cedo, como sempre fazia. Levantou-se e seguiu para o banheiro de seu quarto, se livrando de suas roupas e adentrando o box, ligando o chuveiro.

Tomou seu banho quente e desligou o chuveiro, se secando com a toalha ao sair do box e a enrolando em torno de sua cintura, saindo do banheiro. Foi até o guarda-roupa e tirou de lá algo para vestir. Vestiu uma calça preta rasgada no joelho, uma camisa branca de manga longa e calçou um par de tênis pretos. Penteou seu cabelo e passou perfume, então saindo do quarto.

Subiu as escadas, indo até o quarto de seu bebê tão amado. Sorriu o vendo dormir e se sentou ao lado dele, acariciando seus cabelos.

— BamBam...acorde.— o chamou calmamente — Acorde pequeno.

BamBam resmungou baixinho, se remexendo e abrindo os olhinhos escuros.

— Bom dia! — Mark disse sorrindo

— Bom dia, Tio Mark.— Kunpimook disse sonolento e se sentou na cama

— Dormiu bem? — ele assentiu — Então vamos tomar um banho e se arrumar para o colégio.

Ajudou o filho a sair da cama e ir tomar banho. Depois o ajudou a se vestir e penteou os cabelos dele, então descendo os dois para a sala de jantar, onde a mesa com o café da manhã estava posta.

— Bom dia, Appa! — BamBam cumprimentou Jackson com um beijo no rosto

— Bom dia, BamBam! — sorriu e então ficou sério ao olhar para Mark

— Bom dia, Wang.— ele disse somente por educação

Mark se sentou ao lado do filho, servindo o café da manhã de ambos. Limpava BamBam com o guardanapo vez ou outra, enquanto comia.

Na hora do pequeno ir para a escola, Mark se despediu dele, pois Jackson o levaria e quanto menos tempo ambos passarem juntos, melhor.

— Boa aula! Se comporta está bem?

— Tá bom, Tio Mark.— o abraçou e então saiu de mão dada com o pai

Já se faziam poucos dias desde que Mark se mudou para a mansão Wang para cuidar seu filho. BamBam fez a festa com o novo babá, pois se apegou muito a ele com uma facilidade e rapidez que surpreendeu até mesmo Jackson. Ele aceitou a proposta por ser a única maneira de ficar perto de seu pequeno, que era o que tanto queria. E se tivesse que se calar e nunca dizer a verdade para permanecer perto dele, então que assim seja.

— Quer ajuda, Yuna? — perguntou ao entrar na cozinha e vendo a empregada limpando o local

— Não precisa, Mark. Esse é o meu trabalho.

— Ah Yuna, que isso! E também, não quero ficar sem fazer nada.

Mark sorriu gentil e se pôs a ajudar a colega de trabalho, enquanto conversavam sobre coisas aleatórias.

— Aigoo! Eu nem sei o que irei fazer de almoço e o Senhor Wang disse que um amigo dele chegaria hoje.

— Que amigo?

— Não sei, só que virá dos Estados Unidos. Aish! Podia avisar com um pouco de antecedência.— Yuna respirou fundo

— Para sua sorte, eu sou o melhor amigo do maior prodígio da cozinha coreana. Vou te ajudar com esse almoço e ficará delicioso.

— Ain, obrigado Mark! — agradeceu Yuna o abraçando

(...)

— Como foi a aula hoje? — Mark perguntou a BamBam enquanto terminava de o vestir

— Legal! Hoje eu e o TaeTae ensaiou pra apresentação da escola.

— Olha! Vai ter apresentação na sua escola?

— Antes das férias. Você vai com o appa me ver, não vai? — perguntou BamBam

— Claro que vou! Vou estar na primeira fila para te ver.

— Promete?

— Prometo de mindinho.— disse Mark sorrindo e uniu seu dedo mindinho ao do filho que sorriu

O pegou no colo e desceu para a cozinha. O deixou no balcão e ajudou Yuna no almoço e na sobremesa, enquanto BamBam observava e besliscava um pouco da comida, cedida pelo pai que não resiste a seu pedido.

— Está gostoso, BamBam? — Yuna perguntou quando a criança passou o dedo na massa de biscoito e levou a boca

— Sim!

— Então estamos indo bem! — disse Mark sorrindo

— Eu termino daqui, podem ir. Daqui a pouco já coloco a mesa.

— Está bem, Yuna. Vamos BamBam!

Mark seguiu para a sala correndo atrás de BamBam. No mesmo instante, a porta de entrada se abriu e Jackson entrou acompanhado de um homem alto, moreno e de olhos escuros, trazendo algumas malas.

— Appa!

— Oi BamBam! — Jackson o pegou no colo

— Hey BamBam, lembra de mim? — disse o homem

— Tio JB!

Mark paralisou ao ver o homem. Assim que JB o viu, desfez o sorriso que havia em seu rosto, também surpreso em o ver ali. Mark negou com a cabeça, rezando para não ser verdade.

Jaebum?!

Mark? Mark Tuan? É você mesmo?

Jaebum o olhou da cabeça aos pés. Era mesmo ele. Obviamente uns anos mais velho e mais magro que da última vez que o viu, mas era ele ali. O Mark que conheceu anos atrás, antes mesmo de se casar com Youngjae.

— Se conhecem? — Jackson perguntou

— Infelizmente sim.— Mark disse friamente

— Nossa! A quanto tempo, Mark. A última vez que o vi você era um adolescente e estava...um pouco maior.— riu fraco, se referindo ao fato de Tuan ainda estar de 6 meses de gestação quando o tinha visto pela última vez

— De onde se conhecem?

— É uma longa história.— disse Mark

Uma longa história que não envolvia exatamente a ele, e sim a Seokjin. A história entre Seokjin e Jaebum que ocorreu quando ainda estavam em Gwacheon.

— Bom...vou indo para o meu quarto.— disse Jaebum

— Venha, eu te mostro onde é.— disse Jackson colocando BamBam no chão

Jackson e Jaebum subiram com as malas, indo até o quarto de hóspedes. JB suspirou se sentando na cama. Imaginava que assim como Mark, Seokjin ainda estaria em Seul e talvez pudesse, quem sabe, reverter um pouco do mal que fez.

— A curiosidade está me matando. De onde conhece o Mark?

— O conheci em Gwacheon, ainda antes de me casar. Estava na faculdade.— suspirou e contou como o conheceu

— Conhece o Jin também?!

— Sim...

— Aigoo!... espera! Então foi você que...— ele o olhou bem — Você tem sorte de ser meu amigo, porque senão eu te matava agora, desgraçado!

— Imagino que o Jin falou horrores de mim...

— Ah se falou! Covarde! Ah se eu contar pro Youngjae...

— Nem pense! Ele me mata se souber o que eu fiz!

Enquanto isso, Mark estava quase desesperado. Jaebum havia voltado. O homem que Seokjin tanto odeia com todas as suas forças.

Ele voltou! Aigoo, o Jin vai pirar! — dizia a si mesmo

Resolveu ir ajudar Yuna a colocar a mesa. Então sentou-se junto ao BamBam para almoçar. Logo Jackson e Jaebum desceram e ficaram conversando durante o almoço.

Depois de todos já comerem, Mark e BamBam estavam na sala de estar. Jackson havia ido trabalhar. Mark levou o filho, que estava sonolento, para o quarto, onde o menino logo acabou pegando no sono.

Ao voltar para a sala, Mark encontrou Jaebum, que segurou o braço do mais novo ao tentar fugir.

— O que quer?!

— Saber como eles estão.— disse calmo

Mark permaneceu calado, sem ousar dizer nada.

— Como está o Jin?

— Muito bem sem você por perto.— disse soltando o braço dele

— E o Yugyeom?

— Vai bem... não graças a você. Você só fez mal ao Jin e ao Yug, o que quer agora? Bateu remorso? Sinto lhe dizer que é tarde demais!

Mark saiu andando irritado até o quarto. Ele bem sabe o que Jaebum tanto fez a Seokjin e o odeia tanto quanto o amigo. Acha que ele nem deveria ter voltado. E ainda pensa se conta ou não a Seokjin sobre sua volta.


Notas Finais


O que será que o JB fez de tão mal?! Que história toda é essa?!

Não se esqueçam de comentar o que acharam tá?!?!

Beijos de uma army, bye ❤💜❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...