História My Bad Boy, Park Jimin - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jimin Bangtan Boys (bts)
Visualizações 15
Palavras 1.707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AVISO

O ° significa link na descrição. Usei isso para não ficar botando parênteses com essa informação.
Colocarei certinho os links, então sem preocupações da sua parte caro leitor.

O * significa alguma informação ou significado da palavra ou nome.

Peço que prestem atenção nisso, obrigada.

☆Boa leitura a todos☆

Capítulo 1 - Uma talvez não boa chegada


Fanfic / Fanfiction My Bad Boy, Park Jimin - Capítulo 1 - Uma talvez não boa chegada

Sair de uma escola onde você estudou por anos não é fácil, falo isso pois já usufrui desse sentimento. Com 16 anos fui obrigada a me mudar para os Estados Unidos, o que não me fez nada bem. Não gostei nada dos Estados Unidos, sou muito amorosa com meu país de origem: A Coréia do Sul.

Hoje, estou colocando meus pés na Coréia depois de anos. Já sou maior de idade, e essa é a minha escolha. Não penso em sair daqui tão cedo. Literalmente, meu táxi está bem atrasado, então não penso e nem posso sair do aeroporto tão cedo.

[.....]

Entro no elevador e comprimento uma senhora que ali estava. Como ela apertou o mesmo botão do andar que eu iria, apenas sorri e coloquei-me contra a parede do elevador. Tirei de minha bolsa meu celular e meu fone. Coloquei na playlist "aleatório" e puxei minha mala para mais perto de mim.

Assim que a porta do abriu, a senhora saiu apressada. Peguei minha mala e me dirigi ao meu quarto, que de acordo com a recepcionista era o 234. Adentrei meu quarto, tranquei a porto e coloquei minha mala -junto com minha bolsa- em um local qualquer.

Um sou estridente saiu de meu celular. Alguém estava me ligando, mas a essa hora, somente um conhecido iria me despertar.

Ligação on

-Alô?! É você Seung?- perguntou  a voz da outra linha.

-Sou, quem fala?

-É a Mary- respondeu-me

-O que quer? Já são onze horas da noite sabia? 

-Desculpa, eu não quero que perca seu sono da beleza- revelou um tom sarcástico- Apenas quero lhe avisar que amanhã irei até aí lhe ajudar a carregar as coisas para a casa do seu irmão. 

-Ok, obrigada por avisar. Agora me deixe arrumar minhas coisas, amanhã eu tenho que ir mais cedo para a escola, pois devo conversar com a diretora sobre algumas coisas

-Certo. Boa sorte! Te vejo amanhã!  Bye! 

-Bye! Amanhã se falamos.

Ligação off

Joguei meu celular sobre a cômoda empoeirada do hotel. Resolvi tomar um banho para depois esvaziar minha mala e guardar minhas "tralhas".

[.....]

O despertador gritava como louco, era hora de eu acordar. Me espreguicei antes de levantar da cama com um pulo. Me direcionei para o banheiro e fiz minhas higienes básicas matinais. Assim que terminei, corri até o guarda roupa -que não era dos maiores- e peguei de lá meu uniforme°. Ele não era dos melhores, mas também não era feio. Eu apenas não usaria o blazer, e não deixaria a blusa dentro da saia -Talvez por ser muito social.

Optei por pegar algo em alguma lanchonete e comer no caminho para assim poupar tempo. Peguei meu celular e fones, coloquei os mesmos em minha mochila° e então sai de meu "apartamento provisório". O tranquei e então corri até o elevar -entrando antes dele fechar. Novamente a mesma senhora estava lá comigo.

-Olá!- tentei começar assunto, mas tudo que ganhei de resposta foi o elevador parar e ela sair correndo de mim- Oque eu fiz de errado?

Sai do mesmo quando percebi que também tinha que descer ali, já que estava no térreo. Andei até a recepcionista e entreguei a ela a chave do quarto.

-Obrigada- disse a mesma.

-Eu que agradeço!- falei sorrindo- Chegarei tarde então apenas deixe minha chave com o Sehun, já que a senhora o conhece -meu irmão, que reservou meu quarto aqui.

-Entendido- falou acenando- Até mais senhorita!

Acenti acenando de volta e então sai do hotel apressada. Tenho que estar na sala da diretora em 10 minutos, e meu carro esta nos Estados Unidos ainda -ele será enviado daqui a dois dias.

[.....]

Adentrei a diretoria e me sentei em uma cadeira um pouco a frente da mesa central -da diretora, que me esperava com um sorriso.

-Desculpa a demora!- me levantei e fiz uma reverência. Logo voltei a sentar.

-Não se preocupe com isso, é uma honra ter a minha encrenqueira favorita novamente estudando aqui- rimos- Sei que foram tempos passados,  e ouvi que você foi a melhor de sua escola là nos Estados Unidos. Deve ser uma aluna muito esforçada- me elogiou com um sorriso- Mas então.... Vamos discutir sobre sua transferência.

-Deu tudo certo?- perguntei apreensiva. 

-Felizmente sim. Você oficialmente uma estudante da Sungkyunkwan University*, mais conhecida como SKKU- falou alegre- Bem vinda Sr. Seung!

-Obrigada diretora Choi- me levante e me reverenciei novamente- Peço que a senhora me passe meus horários, pois do contrário, ficarei totalmente perdida -mesmo eu conhecendo a essa escola do chão ao telhado mais alto.

Assim que a diretora Choi me entregou os horários, sai de sua sala alegremente. Esta na hora de dizer a todos que eu voltei, e é claro que o refeitório é o lugar onde todos ficam no começo da aula -zoando e mexendo em aparelhos eletrônicos-, por isso irei para lá. 

Segui pelos corredores, como senti saudade deles. Os armários vermelhos agora estavam pintados de cinza, tão sem graça. Continue a caminhar, passei pelo bebedouro maluco que nos jogava água todo dia, agora concertado. Muita coisa havia mudado enquanto eu estava fora. Mas todo mundo sabe que eu era quem dominava essa escola. Para falar a verdade, eu era uma narcisista teimosa e muito babaca. Viver nos Estados Unidos por muito tempo me fez mudar -apesar de lá ser o contrário daqui-, fiquei alguém mais tímida -nem tanto- e menos violenta.

Quando me vi viajando, já estava no refeitório. Eu havia chegado muito cedo -esqueci desse detalhe- e agora estava ali junto com duas funcionárias que limpavam o refeitório. 

-Foi difícil limpar a guerra de comida que você causou antes de ir- falou uma das funcionárias. 

-É nem pudemos te castigar- disse a outra.

-Sinto muito- ri acompanhada delas- Faz muito tempo que não as vejo Sr. Wang e Sr. Kwan, como vão seus filhos?

-O Jackson está muito bem, está fazendo direito e começou a namorar recentemente- Falou a Sr. Wang.

-O Chung-ho está ótimo! Ele está estudando no exterior e está amando. Esta semana ele volta para casa para né visitar- Falou a Sr. Kwan sorrindo.

-Que ótimo! Espero que eles se dêem bem!- falei sorrindo e as duas me encararam- Oque foi?

-Deve mandar meu filho para os Estados Unidos também? Se ele voltar assim educadinho eu mando!- falou Sr. Wang e ambas rimos.

Logo adolescentes começaram a invadir o local, fazendo com que as duas senhoras fossem embora apenas com um aceno e um sorriso. Ao meu lado muitos começaram a cochichar, e o desconforto começou a tomar conta. Decidi que ficar ali no refeitório seria um má idéia. Antes as pessoas não falariam um "ai" para mim, e agora cochicham pelas minhas costas.

Sai do refeitório apressadamente e então fui em direção ao sanitário feminino. Assim que adentrei o mesmo, me encarei no espelho. Nunca tinha visto uma expressão tão amedrontada como a de agora.

-Aish! Odeio ser aluna nova!- reclamei abrindo minha bolsa e pegando meu celular.

Mensagens on

Contato: Mary_Chata

Você: Onde você está? Eu estou no banheiro do primeiro andar, pelo amor de Deus vem me buscar. P.S: Vem rápido!

Mensagens off

Me escorrei contra a pia, logo então ouvi o sinal de aviso -significa que faltava apenas 10 minutos para o sinal principal tocar. Encarei a porta, mas nada da Mary aparecer. Olhei para o celular, a mensagem já havia sido visualizada. 

-Aí está você!- tomei um susto imediato com a voz, percebendo logo depois que era apenas minha amiga- Vamos antes que o próximo sinal bata.

Mary saiu me arrastando pelos corredores -e escadas- até que chegarmos na nossa sala. Logo a pós entramos o último sinal bateu.

-CORRE- falou Mary desesperada- Na hora de pegar seu lugar é cada um por si!

Espantei-me e então a acompanhei -correndo- até umas cadeiras mais no fundão. Assim que sentamos uma multidão entrou na sala, todos em busca de um lugar para sentar.

-Parece que a escola ficou um caos após a minha saída- falei soltando uma risada baixa.

-Você ainda não viu nada. Tem um garoto que....- antes de terminar a frase, minha amiga foi interrompida pelo som de mensagem do seu celular- Aí meu Deus! Que milagre!

-Oque foi?- perguntei curiosa.

-A Cali ficou doente- falou soltando um riso baixo.

-Isso não devia ser algo ruim? Ela é nossa amiga!

-Não quando eu posso dizer "parece que o jogo virou não é mesmo?!

[.....]

Novamente fui puxada por Mary, só que agora em direção ao refeitório. Esta aí uma coisa que ambos não sentimos saudade -eu e meu estômago. A comida daqui nunca foi muito boa, por isso sempre comprávamos comida de fora e levávamos junto na mochila para comer aqui.

-A comida daqui ainda é muito ruim?- perguntei ainda sendo arrastada.

-Isso nunca irá mudar- largou meu pulso, pois já havíamos chegado- Hoje eu trouxe hambúrguers para nós!

Percebi que a mesma estava com a mochila nas costas. Um sorriso surgiu em meu rosto, pois eu já estava viajando mas lembranças do passado.

-Acho melhor irmos para o terrasso, vai que alguém nos vê aqui- falou apreensiva. 

[......]

Observar a vista do terrasso me fez lembrar do meu segundo dia nessa escola. Eu era tão forte e corajosa, agora como um balão, eu murchei. 

-Vamos comer?- perguntou-me Mary.

-Sim falei pegando meu hambúrguer- Mas antes, eu quero saber o que mudou aqui. Quero saber contra o que se prevenir. 

-Você não vai gostar, mas ok! A senhorita foi quem pediu- respirou fundo- Assim que você saiu da escola um grupo de garotos entrou, no começo eles eram só uns caras bonitinhos e tal. Mas logo eles mudaram para o time de basquete bonitinho. Após duas semanas aqui no colégio, eles tomaram conta. Batem em quem quiser, pegam quem quiser e são incrivelmente babacas. O líder, entre aspas, deles é um tal de Park Jimin. Pensa em um mulherengo idiota e.... Incrivelmente lindo.

-Uau! Não acredito que eles roubaram meu lugar!- falei com um tom perseverante na voz- Fui esquecida tão rapidamente como fiquei conhecida.

-Muito pelo contrário Seung, você virou uma lenda.

[......]

Tão rápido como chegamos na escola, eu e Mary saímos. Nós combinamos de encontrar Cali em sua casa, e não queríamos nos atrasar para tal compromisso. 

Não demorou muito e já estávamos em frente ao seu apartamento, batendo na porta como loucas. Fomos atendidas por nossa amiga, com uma aparência péssima. 

-Meu Deus... Você parece muito com a nossa amiga Cali!

-Acho que batemos na porta errada- falei entrando na brincadeira da Mary que já se encontrava rindo.

-Fiquem bem que tinhas se quiserem entrar!- falou Cali com seu ótimo humor.


Notas Finais


Link' da descrição

Uniforme com o blazer:
https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ8LvT9B6KIGWJNbeXAxNfBTCQnIQbvpnES8hIvGeLghoAs_0_ZyfY7EY3siQ

Uniforme sem o blazer:
https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/95/45/10/9545103d9cce2b41b637416e88b978dd.jpg

Mochila:
https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcRJvblpj2_9h9W0w_uRZs16YZx9mrFFEsi2nYkFmy4_4bTMrJvOml9IC2_Hdw

Sungkyunkwan University (SKKU):

A Sungkyunkwan University (SKKU) é a universidade mais antiga da Ásia Oriental, fundada em 1398. Ela recebe 35.000 estudantes de graduação e pós-graduação em dois campi, um de Humanas e Ciências Sociais e um de Ciências Naturais. Alguns departamentos da instituições oferecem cursos ministrados em inglês, totalizando 2.000 opções de graduações e pós-graduações no idioma. A SKKU tem parceria com a Samsung desde 1996, para dar suporte aos vários projetos de pesquisa científica da instituição. Serviços de suporte, bolsas de estudo e opções de acomodações estão disponíveis especificamente aos estudantes internacionais.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Foi isso caros leitores.
Espero que tenham gostado! O próximo capítulo sairá assim que possível ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...