História My Beautiful Lies - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Chin-hwa, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Taehyung, Tia_min, Yoongi
Visualizações 10
Palavras 1.047
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, acabei voltando bem mais rápido do que pretendia. Mas espero que gostem.

Boa leitura <3

Capítulo 2 - Primeiro Passo



Deixa eu ver se entende, vocês querem que eu finja ser seu namorado para evitar que você se case? -Jeongguk perguntou paracendo não acreditar em tudo oque havia ouvido até o momento.


 Eu também não estava querendo acreditar, afinal não estava em meus planos casar e muito menos pedir ajudar a um quase estranho. 

 -Sim.-Murmurei, quando havíamos chegados na cafeteria, por alguns minutos pensei que estava salva.

Mas agora olhando para o rosto do garoto e percebendo seu olhar de medo sobre nós, decide esquecer aquela ideia e ligar para o meu pai para avisar que ele deveria marcar a data do casamento. -É uma ideia bem louca. -Sohyun concordou me olhando de relance. -Tudo bem eu te ajudo afinal não custa nada certo?. 

 Meu sorriso parecia querer rasgar meu rosto ao ouvir o garoto, encarei Sohyun que sorria aliviada.

 -Você não imagina o quão grata eu estou nesse exato momento. 

 -Pode agradecer depois, mas oque eu vou ganhar com isso? -Arqueou as sobrancelhas cruzando os braços sobre o peito.

 -Bom, sobre isso... -Passei os dedos sobre os fios que cabelo que caiam sobre meu rosto. -Você pode escolher depois, como forma de pagamento. 

 -Tudo bem então eu tenho que ir, promete encontrar um amigo depois da faculdade e já estou atrasado. -Se levantou pegando a mochila que estava na cadeira ao seu lado. -Amanhã nós podemos resolver como tudo isso ficará, certo? 

 -Há sim, obrigada mas uma vez. -Me levantei fazendo um curvando brevemente, observei o garoto repetir o ato para logo depois se despede novamente e sair.

 -Parece que eu estou salva. 

 -Nem acredito que ele aceitou.

 -Eu também não. 


                     (...)


 O dia havia se passado rapidamente e quando me dei conta já se passavam das 20:30, me encontrava deitada na cama fitando fixamente o teto.

 Aquela ideia ainda me parecia muito estranha, mas não era para menos, afinal não é todo dia que seu pai lhe liga dizendo que quer que você se case e muito menos que sua amiga lhe arranje um "namorado".

 Eu tinha plena ciência de que meu pai não havia acreditado nem um pouco naquela história, e aquela coisa de estar aqui em três dias era apenas um pretesto para me desesperar e me fazer ceder a sua ideia maluca. 

 Ceder, aquela palavra raramente era incluída no meu dia a dia, não eu não era uma pessoa teimosa. Porém aceitar algo sem cabimento também não era algo que se incluía no meu dia a dia e eu não pretendia mudar isso dessa vez.

 Se ele me dissesse que queria me apresentar um cara eu até aceitaria, mas casar era algo radical demais. Eu era muito nova e o tal garoto devia ser também.

 Desde pequena eu fui acostumada a acatar todas as ordens dos meus pais, como uma boa filha é claro. Mas aquilo era demais e dessa vez eu não irei ceder tao fácil, precisava ao menos tentar e Jeongguk precisa me ajudar nisso. 


                    (…) 


-Vamos Chin-Hwa mais rápido, esta com a cabeça nas nuvens hoje? 

Comecei a correr o mais rápido que podia, mesmo não aguento mais, já haviam se passado exatas uma hora de relógio que estávamos naquilo, e o por que daquilo? Simplesmente por que algumas das jogadoras chegaram atrasadas. Incluindo a capitã do time.  

Quando entrei para o time pensei que não seria tão difícil afinal eu tinha noção do que fazer, mas eu fui totalmente ingênua nessa parte.

 Todos os dias tínhamos que dar voltas pelo ginásio e se alguém chegasse atrasado ou reclamasse teriamos que dar o dobro das voltas, sentia minhas pernas fraquejarem me forçando a diminuir a velocidade.

 -Vamos lá Chin-Hwa, você quer ficar até depois do horário?. -Engole a seco voltando a correr. Ficar depois do devido horário era um pesadelo, a condenada a ficar tinha que recolher tudo oque ficou no ginásio alem de limpar o banheiro e ter que trancar o local, aquilo era horrível já que o ginásio era imenso. 

 Olhei para o lado e percebe que alguns alunos que passavam pelo local paravam para olhar oque estava acontecendo, tombei a cabeça para o lado um pouco confusa ao avistar Jeongguk acompanhado de mais dois garotos.

 -Tudo bem sua molengas, já para o banho. -Diminui a velocidade parando de correr, apoiei as mãos nos joelhos respirando fundo. 

 Caminhei ate vestiário ao conseguir controlar um pouco a respiração, olhei na direção que Jeongguk, o garoto fazia sinal como se quisesse falar algo, franze o cenho parando de caminhar. O garoto revirou os olhos balançando a cabeça em sinal de negação, olhei para o seu amigo que ria da situação e logo depois olhou para mim sorrindo. 

 -Nos encontre no portão. - Balancei a cabeça concordando e me virei voltando a caminhar até o vestiário. 

 Após tomar banho e tirar aquele unifonr que tanto odiava, sair do vestiário, peguei minha mochila e sai do ginásio me despedindo de algumas das garotas que ainda estavam por ali. Caminhei até o portão avistando os três garotos parados em um canto enquanto conversavam animadamente. 

 -Oi.- Me aproximei dos garotos me cuvando brevemente.

 -Oi, eu falei que íamos terminar aquele assunto mas meus amigos estam comigo, tem problema? 

 -Claro que não.

 -Que bom, podemos ir?. -Perguntou apontando para a direção da rua ao lado.

 -Há sim vamos.


                    (...)


 -Então, nós namoramos a um mês, você tem alergia a nozes e a abelha, odeia ir a praia por que não sabe nadar bem e sempre fica cheia de areia no corpo. -Sorri impressionada com a capacidade do garoto para lembrar as coisas.- Você não leva jeito com criança. 

 -Parabéns.-Fingir bater palmas.- E caso ele pergunte algo que não saiba responder apenas finja que não e deixa que eu respondo.

 -Tudo bem.- Sorriu desviando seu olhar para seu amigo que sussurrou algo em seu ouvido.-Precisamos ir, até depois Chin-Hwa

 -Tchau. -Observei os garotos se levantarem e saírem da cafeteria sumindo do meu campo de visão. 

 Me levantei saindo logo em seguida, rezava para que tudo desse certo. Apesar de Jeongguk está contribuindo o medo de ser descoberta era maior. 

 Apesar de estarem achando que sou uma baita mentirosa, não eu não era e por incrível que pareça nunca gostei de mentirar,porém mentir parecia minha única saída e que mal faria afinal séria apenas por uma noite.             


Notas Finais


Bom,espero que tenham gostado e perdoem qualquer erro. No próximo capítulo as coisas começaram a ser explicadas de forma clara e eu tentarei contar um pouco a histórico a da Chin-Hwa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...