História My Beautiful Rarity - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Abo, Alfa, Baekyeol, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Namjin, Ômega, Sulay, Taeyoonseok, Taoris, Xiuchen
Exibições 347
Palavras 1.085
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa Leitura!!!

Capítulo 4 - Capítulo Três


   Junmyeon subiu para seu quarto na intenção de tomar um banho antes do almoço. Estava estressado e parecia que os problemas só aumentavam, mas quando soube da vinda de seus pais para a Coréia do Sul, permitiu-se ficar mais aliviado, pois seu Appa com certeza acharia uma solução.

   Quando estava descendo as escadas ouviu a voz conhecida de seu filho mais velho vinda da cozinha e isso fez com que apressasse os passos.

─ Você tem noção do quanto eu fiquei preocupado? ─ Junmyeon entrou na cozinha de repente, assustando os dois que estavam conversando aos sussuros.

─ Junmyeon! Você nos assustou ─ Yixing deu um tapa no ombro do alfa.

─ Onde você esteve Minseok? ─ perguntou vendo o filho mais velho olhar desesperado para seu Omma.

─ Eu estava com um amigo Appa ─ disse com medo da reação do alfa.

─ Que amigo é esse? ─ cruzou os braços.  Junmyeon sentia muito ciúmes de seu ômega e seus filhotes.

─ Deixa o menino em paz e leva essa comida para o jardim, hoje o almoço vai ser lá ─ entregou a bandeja para o alfa, que o olhou indignado.  ─ Nem me olha assim.

     E quando o alfa estava saindo do cômodo, Yixing fez questão de dar um tapa estalado em sua bunda. Junmyeon olhou para o marido com os olhos arregalados e de boca aberta, mas o ômega apenas sorriu sapeca e o empurrou  para fora da cozinha.

─ Você é demais Omma ─  Minseok disse sorrindo. ─ Obrigado por ter me ajudado com o Appa.

─ Não precisa agradecer ─  disse retribuindo o sorriso.  ─ Mas você sabe que uma hora vai ter que contar a verdade para ele.

─  Eu vou contar Omma.

─  Agora lave as mãos e vá para o jardim, vou procurar seu irmão e seus primos.  ─  saiu da cozinha. O ômega nem teve que procurar muito, pois assim que entrou no corredor que dava para a sala do trono, ele ouviu gritos e não precisava de muito esforço para saber quem era os causadores daquela barulheira toda.

   Kyungsoo estava muito irritado. Seu primo não o deixava brincar com ninguém além de Luhan e ficava espantando todos os seus amiguinhos na escola.

─ Você não pode fazer isso?! ─  disse já sentido os olhos lacrimejarem.

─  Posso sim! Eu sou um alfa ─  Jongln gritou de volta.  ─  E não vou deixar aquele poste com orelhas brincar com você.

─  Chanyeol não é poste coisa nenhuma ─  mesmo que estivesse com muita vontade de chorar, não iria o fazer na frente de seu primo.

─ Meninos o que está acontecendo aqui? ─  Yixing perguntou sério e com as mãos na cintura.

─  O Jongln não deixa eu e o Luhan brincar  com o Chanyeol na escola ─ deixou as lágrimas descerem por seu rosto e correu para os braços de seu Omma.

─  Você não pode fazer isso Jongln ─  o mais velho falou suavemente.  ─  Você não pode escolher os amigos das outras pessoas, elas tem que fazer isso por elas mesmas.

─ Eu sou um alfa e posso fazer o que eu quiser ─  falou de modo arrogante.

    Mesmo tendo apenas oito anos, o pequeno alfa tinha um temperamento que não condizia com sua idade, vivia brigando e se achando melhor do que as outras pessoas. Não havia um dia sequer no qual Kyungsoo e Jongln não brigavam. O alfa gostava muito de implicar com o menor e não deixava ninguém além de Luhan brincar com o ele , afinal, ele era seu primo, apenas seu.

─ Porque não deixamos esse assunto chato para lá? ─ perguntou com um sorriso. ─ Que tal irmos almoçar?

   Yixing colocou Kyungsoo no chão e pegou tanto na mão do filho quanto na do sobrinho. E antes de sair, virou-se para o casal de loiros que observavam calados a confusão entre os primos.

─ Venham vocês também ─ chamou e saiu da sala deixando os dois no cômodo.

 
   Quando Sehun segurou em uma de suas mãos, Luhan sentiu suas bochechas quentes e seu coração acelerar. O mais velho sempre se sentia assim quando o outro vinha até o castelo brincar com Jongln.

─ Hannei. Eu quero te perguntar uma coisa ─ o alfa de cabelos loiros disse com as bochechas coradas.

─ O quê? ─ perguntou sentindo o coração acelerar ainda mais.

─ Você… você quer ser meu namorado? ─  Sehun estava com muito medo do que Luhan poderia responder.

─ Você quer namorar comigo? ─  perguntou sem acreditar.

─ É. Você aceita? ─ a demora do outro estava o deixando apreensivo.

─ Eu aceito! ─ abraçou o alfa com força e deu um beijo em sua bochecha.  ─ Mas você tem que pedir permissão para o meu Appa.

─ Eu vou falar com ele ─ pegou na mão de Luhan e o puxou para o jardim.


   Quando ambos chegaram ao local onde estava ocorrendo o almoço, todos já estavam em seus devidos lugares.

─ Senhor Wu! ─ Yifan parou de conversar com o irmão e prestou atenção no pequeno alfa.

─ Sim? ─ reprimiu o sorriso ao ver os dois de mãos dadas e Sehun com aquela expressão séria.

─ Eu quero pedir a mão do Luhan em namoro ─ disse sem mais delongas e arrancou risos dos adultos.

─ Acho que vocês são novos demais para pensarem em namoro ─ disse em tom de brincadeira, que passou despercebido pelo pequeno alfa.

─ Pois saiba que eu vou namorá-lo mesmo assim ─ falou sério e Yifan sorriu bagunçando o cabelo do menor.

─ Que fofo ─ Zitao disse suspirando.  ─ Eu super deixo.

─ É meu irmão parece que você agora tem um genro ─ Junmyeon zombou passando os braços em volta do ombro de Yifan.

─ Vou deixar vocês namorarem, mas saibam que eu estou de olho ─ Sehun ficou tão feliz que abraçou Luhan e deixou vários beijos em sua bochecha.  ─ Eu disse que estou de olho ─ afastou os dois.

   Minseok vendo o clima agradável que pairava no ar, decidiu que aquele era o melhor momento para contar a verdade para seu Appa.

─ Appa. Eu tenho uma coisa para te contar ─ o ômega estava muito nervoso. Olhou para Yixing em um pedido mudo de ajuda e o mesmo apenas sussurrou um " fique calmo ".

─ O quê meu bebê? ─ olhou para o filho com um sorriso enorme.

─ Eu... Eu estou namorando e estou grávido.

─ O QUÊ!?


Notas Finais


Gente desculpa a demora. A escola está consumindo muito do meu tempo.

Acho que ainda não disse na fanfic, mas o Minseok tem dezesseis anos.

Espero que não tenha deixado passar nenhum e que vocês tenham gostado do capítulo.

Obrigada a todos aos quase 300 favoritos e todos os comentários.

Quem quiser falar comigo pode chamar no Twitter : @KorinhaStyles.

Beijos e até o próximo capítulo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...