História My Beloved Hybrid ( Imagine- Jeon Jungkook) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys
Visualizações 167
Palavras 2.703
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Trouxe mais um capítulo para vocês. Acabei de escrever então se houver algum erro ignorem tá :)

Boa leitura <3

Capítulo 4 - Podemos conversar?


 O que havia acontecido? Ela não tinha nenhuma outra reação a não ser aquela, isso já estava me preocupando.

- S/n? Você está bem? – Disse um pouco baixo me aproximando dela, mas ainda um pouco distante de si.

 Assim que recebi sua atenção ela veio ao meu lado e segurou minha mão, seu corpo estava gelado e sua mão tremia. Ela me encarou mais uma vez e abaixou seu olhar, vi uma lágrima escorrer de seus olhos e com a outra mão que estava livre passou por seu rosto, reergueu a cabeça e me olhou outra vez com um sorriso fraco.

- Estou sim, não se preocupe. – Sua voz sou baixo e parece que apenas eu vi o que havia acontecido. – Por favor não conte a ele. – Assenti

 Yoongi, Jimin e Taehyung se levantaram e fizeram uma breve reverencia e nos três o mesmo. Jin tinha uma expressão feliz, provavelmente causada por rever seu amigo em um momento de lazer ao invés de trabalho.

 Seguimos em direção a nossos assentos e ajudei S/n a se sentar e como ela tinha ficado no meio sentei ao lado direito da garota, fiquei feliz por isso, mas parece que ela estava um pouco envergonhada por não conhecer aquelas três pessoas.

- S/n. – Jin pronunciou e no mesmo instante recebeu a atenção da garota. - Esses são Yoongi, Jimin e Taehyung. – Sorriu para ela e ela observou as pessoas citadas.

- Muito prazer. – Ditou com um sorriso nos lábios, mas o ocorrido de agora pouco não saia de minha mente.

- O prazer é nosso. – Ditou Yoongi e os dois ao seu lado assentiram.

 Os dois mais velhos começaram a conversar sobre alguns assuntos e o silêncio entre mim, S/n, Jimin e Taehyung reinava, era algo desconfortável. Observei os dois a minha frente com uma expressão tipo: ‘digam algo’, e assim o fizeram.

- Então... – Taehyung começou. – É S/n estou certo? – Recebeu a atenção da garota que assentiu. – Você tem quantos anos? – Pergunto. E sério, era só isso no que ele tinha pensado?

- Dezesseis. – Disse simplista. Parece que será uma longa noite.

 

 

      S/n Pov’s

 

Algumas horas antes...

 

Como eu já tinha comido e ajudado JungKook a organizar as coisas resolvi subir para meu quarto organizar as minhas coisas que ainda estavam nas malas. Peguei meu celular e coloquei uma música num volume médio e o deixei em cima da cama, peguei minhas malas e as abri dando-me visão de algo que eu já esperava, minhas coisas tudo desorganizadas. Mesmo que eu não seja uma pessoa muito organizada nem nada, eu já tinha deixado tudo preparado para apenas chegar e colocar tudo em seu devido lugar, mas agora teia que ajeitar tudo de novo.

 Peguei em uma das malas minhas camisetas de cores solidas, coloquei elas em seus devidos cabides, que já tinham no guarda-roupas, e as coloquei em seus devidos lugares, desde a cor mais fria até a mais quente. Adoro esse joguinho de cores. Fiz o mesmo com as estampadas.

 Dobrei minhas calças e fiz da mesma maneira que as camisetas, mas a diferença era que eu só tinha calças pretas, azuis escuros e poucas com uma tonalidade mais clara. Algumas jaquetas jeans que estavam perto das calças coloquei também em cabides e os ajeitei ao lado das camisetas. Por fim era a vez de alguns vestidos que possuo, e como a mala era grande tinha como deixá-los sem dobrar por debaixo das outras roupas, pelo menos os de tamanho médio que dá mais ou menos na altura dos joelhos.

 Peguei a outra mala e a abri vendo-a no mesmo estado que a outra. Que tristeza! Meus livros e pertences íntimos estavam todos bagunçados. Peguei minhas peças intimas e as separei sutiãs em uma gaveta e calcinhas na outra. Já meus livros, os peguei um por um com todo o cuidado para não rasgar nadinha, deveria ter um pouco mais de trinta livros. Deixei-os na pequena estante que tinha em meu quarto e voltei para a mala já que ainda faltava meus calçados, mas não eram muitos no máximo uns vinte pares. Ainda bem que essas malas eram grandes, caso contrário, eu teria que ter trago umas quatro malas para trazer tudo. Coitado do JungKook, foi essa a mala que caiu em seu pé.

 Já havia terminado então decidi tomar um banho, pois suei depois de organizar tudo. Separei algumas roupas e fui para o banho, lavei meu cabelo e o restante do meu corpo, um banho relaxante. Vesti-me e sequei um pouco meu cabelo, não todo, mas grande maioria.

 Como era umas quatro da tarde resolvi descer para pegar algo para comer já que a minha última refeição foram as onzes da manhã. Quando cheguei próximo do sofá vi JungKook adormecendo no mesmo, era uma cena engraçada, pois sua cabeça estava pendida para traz, sua boca um pouco aberta e no canto dela uma pequena trilha de saliva escorria.

 Sai de perto e fui para meu real destino, a geladeira. Peguei algumas coisas e fui sentar área de convivência na parte dos fundos da casa, que dava vista a uma bela floresta. Sempre gostei de ficar ali a observando, as luzes dos raios davam as folhas das árvores mais brilho, algo realmente lindo de ser apreciado. A brisa aflorava e o simples contato com ela arrancava-me um sorriso. É muito bom sentir o contato com a natureza, por mais pequeno que seja.

 Terminei de comer e continuei ali observando a calma da natureza, algumas aves que passavam, poucas borboletas que estavam próximas a algumas flores e o verde das folhas das árvores. Era tudo muito lindo.

 Senti um uma pontada em minha cabeça, uma dor forte começou e por impulso levei minha destra no local que doía. Já estava acostumada com a aparição repentina dessas dores, mas parece que a cada vez que elas retornam, dores maiores eram sentidas.  

 Levantei com a intenção de ir para meu quarto, mas meu único destino foi o chão. A cada vez que tentava me levantar, as dores se intensificavam. Senti minhas presas e garras aparecerem, meu lado lobo começara a aparecer e eu agradecia por isso, pois as dores diminuíam. Assim que consegui levantei-me rapidamente indo em direção ao meu quarto, fechei a porta com cuidado para não acordar a pessoa que ainda adormecia no sofá.

 Peguei meus fones e coloquei uma música qualquer no último volume, deitei e fechei meus olhos fortemente tentando me acalmar. Mesmo que fosse bom minha parte lobo ter aparecido e diminuído a dor que estava sentindo, ela não poderia ficar por muito tempo. Todas as vezes que isso acontecia eu não conseguia controlar muito bem meus poderes, houve uma vez que eu cheguei a destruir um quilometro de todo o terreno de uma fazendo e não quero que isso se repita.

 Fiquei ali deitada e ainda com meus fones conectados, queria rever Erick, ele certamente saberia o que fazer em situações como essa.

 

ƔƔƔƔƔƔƔ

 

 Abri meus olhos com velocidade quando um de meus fones foi retirado de meu ouvido, era JungKook que por ter se assustado recuou.

- Ah, oi. – Disse um pouco receoso. – É que o Jin chegou e pediu para avisar para você arrumar, pois vamos em um jantar com um dos amigos dele as oito horas e ele pediu para dizer que era para você por um vestido que ele te deu em seu último aniversário. – Me sentei na cama ainda o fitando. Não gosto quando Jin faz esse tipo de joguinho.

- Ok. – Disse simplista, não queria sair ainda mais depois do que aconteceu, mas não iria recusar.

  Me levantei e fui para o meu guarda-roupas pegar o vestido que ele tinha dito, nunca cheguei a usá-lo por não ter ido a nenhum lugar que eu tivesse que ir formalmente. Espero que ainda caiba. O deixei em cima da cama e olhei a pessoa que ainda estava ali.

- Vou indo agora. – Sorriu e saiu do meu quarto.

 Tomei um banho rápido, coloquei o vestido e uma sapatilha da mesma cor. Deixei meu cabelo salto mesmo, borrifei um pouco do meu perfume doce, passei o Gloss. 728 Rose Pulpe que adoro e uma máscara para os cílios, nada muito extravagante. Coloquei meu celular no carregador e desci.

 Vi Jin perto do sofá com uma certa dificuldade para dar o nó em sua gravata, fui para perto do mesmo e o ajudei. Ele parecia alegre, fico feliz de vê-lo assim.

- O que você fez foi errado Oppa. – Terminei de arrumar sua gravata e o encarei

- Obrigado. – Ajeitou o paletó. - Eu sei, mas você não iria vir e eu quero que você conheça um amigo meu, os dois sobrinhos dele também estarão lá e você pode fazer novos amigos já que você vai começar a estudar amanhã. Lembra do que combinamos? Teríamos uma vida normal e boa aqui em Seul, esse é o nosso recomeço. – Me abraçou.

- É eu sei. – Apertei mais o abraço e senti o cheiro de Jin invadir minhas narinas. Sempre bem arrumado. – Você está cheiroso e também muito bonito sabia? – Sorri para ele.

- Obrigado. Você também querida, está linda! Mas parece que iremos nos atrasar se depender do JungKook. – Ri e ele também. – Ah querida, quando voltarmos passe em meu quarto ok?! Seu uniforme e seus materiais estam lá.

- Ok Oppa. – Sorri.

 Ouvi passos nas escadas e as observei, JungKook descia calmamente e me encarava. Vi um leve sorriso se formar e logo se desfazer no mesmo. Ele estava muito bonito, mas não estava formal como eu e Jin.

 Fomos para o carro e seguimos em direção ao tal restaurante, ninguém falava nada, mas não chegava a ser um silêncio desconfortável. Ao chegarmos a frente do restaurante bufei, não bastava eu ter que sair à noite para um lugar que não queria o local ainda estava cheio e barulhento.

 Desci e segui os dois que estavam a minha frente, paramos em frente a uma mesa e nela já estavam esperando as três pessoas que iriamos encontrar. Os dois, que deduzi serem os mais novos, conversavam entre si e um pálido mexia em seu celular.

 Nos aproximamos e assim que recebemos a atenção dos três, especificamente a do pálido a mim, paralisei. Tudo ao meu redor estava escuro e frio, a pele do pálido que a pouco tempo estava a minha descascou e revelou uma terrível criatura, a mesma que durante anos foi o principal personagem dos meus piores pesadelos quando criança. O medo dominou meu corpo e ao redor daquele horrendo ser estava tudo em cinzas. Seus olhos transmitiam terror e era como se perfurassem minha alma. Eu precisava sair dali.

- S/n? Você está bem? – Ouvi a doce voz de JungKook e me aproximei do mesmo. Sua mão estava próxima da minha então simplesmente a segurei. Minha forma de desespero e agora que me proporcionou um certo alivio. Deixei uma lágrima cair e limpei rapidamente, não poderia derramar-me em lágrimas neste local, não agora.

- Estou sim, não se preocupe. – Minha voz soou baixo e tenho certeza que ele deve estar se perguntando o porquê da lágrima, mas não irei dizer, pelos menos não agora. – Por favor não conte a ele. – O vi assentir e seguimos em direção a mesa.

 As pessoas que estavam nela se levantaram e fizeram uma breve reverencia, fizemos o mesmo e fomos nos sentar, JungKook me ajudou e se sentou ao meu lado. Observava atentamente as três pessoas desconhecidas a minha frente principalmente o pálido frente a minha esquerda. Ele já estava como antes, mas aquela cena ainda vagava livremente em minha mente. Por que eu tinha me lembrado disso? Por que agora?

- S/n. – Jin me chamou. – Esses são Yoongi, Jimin e Taehyung. – Sorriu e retribui.

- Muito prazer. – Disse tentando ter um sorriso no rosto que escondesse meu desconforto.

- O prazer é nosso. – Disse Yoongi e os dois ao lado assentiram.

 Agora Jin e Yoongi conversavam sobre alguma coisa e nos quatro que estavam também a mesa permanecíamos em silencio, estava meio desconfortável e até que eu queria tentar dizer algo, mas tudo o que eu pensava parecia ser uma péssima ideia, então simplesmente permaneci em silêncio.

- Então... – Disse Taehyung na tentativa de tirar aquele silêncio ruim. – É S/n estou certo? – Assenti. – Quantos anos você tem?

- Dezesseis. – E como uma faca cortei a conversa. Percebi o desconforto dele e me senti um pouco envergonhada. Talvez eu tivesse que ter demonstrado um pouquinho mais de interesse.

 

   Atualmente

 

- Você vai estudar com a gente? – Perguntou Jimin.

- Acho que sim. Jin disse que começo a estudar amanhã, mas não sei qual é o colégio. – Disse e os rapazes a minha frente assentiram. Talvez possamos nos dar bem. – E vocês? Quantos anos tem? – Perguntei a eles.

- Eu tenho dezesseis também. – Disse Jimin.

- E eu a mesma que o JungKook. – Disse Taehyung e sorri. Outra pessoa que não terminou os estudos?! – O que foi? – Talvez eu não tivesse que ter sorrido.

- Não é nada. – Sorri um pouco mais.

- Você está por ter pensado aquilo que disse sobre mim, não é? – Disse JungKook ao meu lado. Assenti.

- E o que seria? – Perguntou Jimin.

- Você não vai dizer? – Perguntou JungKook e neguei. – Posso? – Assenti. – É que hoje mais cedo quando estávamos conversando, no momento que eu disse minha idade ela disse: “ um rapaz desta idade que ainda não terminou os estudos” – Imitou minha voz e comecei a rir.

- Ah S/n você tem razão. – Jimin riu comigo. – E o pior é que ele é tão burro que mal sabe quanto é um mais um. – Riu mais ainda.

- Yah, isso é maneira de tratar seu Hyung? – Por pouco não deu um tapa no Jimin.

- É seu velho. – Riu mais.

- O JungKook teve a mesma reação que você Taehyung. – Sorri mais.

- E você deveria acrescentar ‘Oppa’ também. – Disse JungKook.

- Tudo bem JungKook Oppa. – Sorri para ele.

- Quando dizer meu nome também. – Acrescentou Taehyung.

- Tudo bem Taehyung Oppa. – Assenti para ele e sorri.

- Vocês gostam de se sentir velhos né? – Jimin caiu na gargalhada e arrancou mais sorrisos meus.

- Vê se para de rir igual a uma hiena, não está vendo que está atraindo atenção para nós. – Disse JungKook e agora eu Taehyung e Jimin não parávamos de rir por causa de seu comentário. Ele acabou por ceder e rir também.

- É tão bom ver vocês se dando bem. – Disse Jin ao meu lado sorrindo

- O que acham de pedirmos nosso jantar agora. – Sugeriu Yoongi.

- Acho ótimo. – Disse Taehyung

- Verdade estou com muita fome. – Disse JungKook.

 Fizemos nossos pedidos e um tempo depois comemos, estava delicioso. Nos despedimos e fomos para casa, e como mais cedo a viajem foi em silêncio, mas confortável a todos.

 Chegamos em casa e fui para o meu quarto, coloquei meu pijama e tirei a pouca maquiagem que usava, não iria banhar novamente, não parecia necessário.  Fui para o quarto de Jin pegar meu uniforme como ele havia dito, bati na porta e escutei um ‘pode entrar’, e assim fiz.

- Ah S/n, veio pegar suas coisas? – Assenti. – Está em cima daquela poltrona. – Apontou para o lugar onde estava.

 Peguei meu uniforme e o observei. Ele tinha mesmo que ser daquele tamanho, será que não poderia ser um pouco maior?

- Achou pequeno? – Perguntou Jin me fitando.

- Achei.

- Então pode deixa-lo aí, comprarei outro maior. – O coloquei de volta no mesmo lugar que o encontrei. – Amanhã levarei você para o colégio, passaremos na sala do diretor para resolver tudo o que falta e você já poderá estudar normalmente.

- Tudo bem Oppa. – Sorri para ele.

- Durma bem meu anjo. – Beijou minha testa.

- Durma bem também Oppa. – O abracei.

 Sai de seu quarto com meus materiais e fui para meu quarto. Coloquei eles em cima de uma cadeira e fui para a minha cama, deitei e assim que fechei meus olhos ouvi batidas na porta. Levantei e fui em direção a porta, quem poderia ser?

- JungKook? – Me surpreendi com a pessoa atrás da porta.

- S/n, podemos conversar? – Assenti e o deixei entrar. O que ele queria? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado :D

Me digam o que estão achando nos comentários :3

Até a próxima ^^ Beijos '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...