História My Best Choice (Imagine Chanyeol) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Chanyeol, Exo, Heterossexualidade, Parkchanyeol, Romance
Exibições 505
Palavras 3.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi Jujubas 💘
Mano, é sério, quem mais aqui infartou quando ouviu BST?
Eu tive que ligar pra minha mãe porque tava passando mal e até ela gostou do forrozin coreano seduçaum. Passei a semana inteira escutando o álbum ♡ e vcs?
Veio o que é o Taehyung - Meu Ultt - como anjo caído? Só acho que ele devia cair na minha cama, isso sim !
🌼 Me digam quem é o Ultt de vocês ! 🌼

Capítulo 21 - Permita-me Lembra-la.


Fanfic / Fanfiction My Best Choice (Imagine Chanyeol) - Capítulo 21 - Permita-me Lembra-la.

* NARRADOR ONISCIENTE *

Enquanto a chuva caia regando a cidade, Andy corria pelas vielas de Seul. Estava brava e completamente encharcada, muitas coisas estavam acontecendo na sua vida neste exato momento, o que só confirmava mais a sua teoria de que quando está tudo bom de mais, é só pra mascarar a bomba que está por vir. Estava se sentindo realizada, mas sempre que se sente dessa forma, acontece algo de ruim e ela simplesmente volta pro fundo do poço.

Primeiro veio a confissão de Chanyeol, ela não conseguia acreditar no que ele dizia,porque realmente era algo que não fazia sentido nenhum, porém quando Baekhyun e Sehun confirmaram que de fato o maior estava realmente apaixonado por ela, a garota ficou extramamente mal, foi rude com o mais velho e duvidou de seus sentimentos, coisas que ela não gostava que fizessem com ela. Logo após veio a segunda confissão da semana, Toddy ! O garoto simplesmente fez uma surpresa com Chapanhe e pétalas de rosas, e então disse " Sei que é estranho, mas, eu sou completamente apaixonado por você. Eu te amei desde a primeira vez que derrubei café na sua camisa branca e você me deu um soco no meio da cara" Andy ficou sem reação ao ouvir essa confissão, se a de Chanyeol já tinha mexido com seu psicológico imagina de Toddy que ela conhecia a 4 anos e que considerava como um irmão? Era tão estranho saber disso ! De fato, Chanyeol tinha razão, o garoto gostava mesmo dela.

Suspirou pesadamente e encarou a rua a frente, ainda faltava alguns quarteirões para chegar em sua casa. Andy estava cansada, tinha ido em uma festa pra esquecer os problemas, porém Derek estava lá e quando Toddy apareceu - completamente bêbado por sinal -  dizendo que a amava Derek partiu pra cima dele e os dois começaram a brigar, fazendo Andy  simplesmente se desesperar e sair da festa correndo para o ponto de táxi mais próximo, o que foi uma má ideia já que a mesma só estava com 10 wons no bolso levando o motorista a deixa-la no meio do caminho, já que era apenas metade do preço certo.

Assim que chegou em casa Andy se sentou na varanda de madeira e respirou fundo algumas vezes, quando de fato recuperou o fôlego se levantou e começou a bater na porta, a casa estava escura e apenas a luz da varanda estava acesa. Então começou a chamar pelo seu irmão, mas nada ! Ele provavelmente não estava em casa, seus pais foram para Busan para uma terceira lua de mel e ela e Kyung ficaram responsáveis pela casa, Andy iria dormir na casa de Irin, mas na hora da briga ficou tão inconformada que nem se lembrou que sua mochila com suas coisas - Com a sua chave de casa principalmente - estavam na casa da amiga, e nem pensou na possibilidade de seu irmão ter saído. Ótimo, era só que ela precisava, revirou os olhos e sentou novamente com as mãos no rosto e os cotovelos apoiados em suas coxas molhadas pelo jeans extremamente apertado e desconfortável.

Suspirou novamente e voltou a pensar nas coisas, seria mesmo possível, ter seu ídolo e um dos seus melhores amigos apaixonados por si? Seria mesmo possível que Derek, mesmo errado continuasse a ama-la ? Eram tantas perguntas que a rodeavam... Essas semanas estavam sendo extremamente complicadas, além das duas confissões que ficavam rodeando sua cabeça, ela também estava tendo problemas no trabalho, havia entrado uma estagiária nova e ela era realmente boa em escrever e bem, as duas estavam disputando pela vaga de colunista, tirando o fato de que Irin estava estranha, parecia esconder alguma coisa dela, e Andy estava completamente frustada com isso, nunca houve segredo entre as duas. Seus pais também não tinham aprovado nada o vídeo que ela participou, não que eles fossem rígidos ou coisa do tipo, mas eles realmente não aprovaram nada o fato de Andy estar seminua se atracando com um cara que ela nem conhecia pra metade dos Estados Unidos ver. Ok, a vida com certeza não é um passeio no parque, muito menos doce como chocolate. E o pior de tudo é que ela não podia sequer escrever essas coisas no seu diário, não podia compartilhar com ele tudo que estava acontecendo em sua vida, e por que ? Porque não sabia onde tinha deixado o bixinho, e pra falar a verdade estava com um pouco de medo de que alguma pessoa lesse as coisas que estavam escritas lá, algumas delas eram realmente pesadas.

Passou a mão pelos cabelos molhados e bufando sacou seu celular e discou o número de seu irmão.

K- Oii Maninha ! - Disse gritando, a música no fundo estava realmente muito alta.
A- Kyung, onde você está? Por favor saia daí, a música está muito alta - Esperou alguns minutos até que ouviu a música diminuindo.
K - Pode falar agora !
A - Aonde você está?
K - Eu estou em Suwon ! - Disse o garoto tranquilo.
A - Suwon ? Por que diabos você está em Suwon? Droga Kyung, eu preciso que você volte pra casa imediatamente ! - Disse furiosa.
K - Que? Ta doida? Não tem como eu voltar, to de carona com o Park, e você sabe como ele é, só sai de uma festa quando amanhece. E outra, mesmo que eu tivesse com meu carro não iria dar pra chegar aí agora, são 4 horas de viagem - Andy praguejou baixinho se lembrando de que Suwon ficava realmente longe de Icheon - Por que? O que aconteceu?
A - O que aconteceu é que o Toddy apareceu naquela maldita festa bêbado igual a um gambá e começou a brigar com o Derek, que por sinal também tava cheio de goró na mente, aí eu fiquei puta e vim embora. Só que, as minhas coisas ficaram na casa da Irin, e o motorista me deixou no meio do caminho porque segundo ele os 10 wons que eu tinha no bolso só davam pra me deixar lá e advinha? Começou a chover - Bufou - O fato é que agora eu to encharcada, com frio, sem dinheiro e sem lugar pra dormir, eu não sei o que faço Kyung.
K - Há mano, se vira ae !
A - Poxa muito obrigada viu ? Que belo irmão que você é !
K - Há eu não sei Andy... Não pera, o Sehun, droga Andy o Sehun mora na frente da nossa casa, vai lá e pede pra dormir lá, ou, pede algum dinheiro e volta pra casa da Irin.
A - Não quero ir pra casa dele Kyung, sabe o que aconteceu entre eu e o Chanyeol !
K - Então dorme na rua. Boa sorte ae !- Desligou. Andy olhou boquiaberta para o celular, só conseguia xingar mentalmente o irmão mais velho. Revirou os olhos e guardando o celular no bolso novamente correu para a casa da frente, bateu na porta umas três vezes, mas não adquiriu resposta alguma. Foi então até a janela e tentou olhar pra dentro mais sua visão estava molhada e a casa escura. Voltou para a varanda e bateu na porta mais algumas vezes, porém sem êxito. Certo, não tinha ninguém em casa.

Seus dentes batiam de frio e ela se abraçou passando as mãos pelos braços tentando se esquentar, outro ato novamente sem êxito.
A - Mais que merda ! Será que podia ficar pior ? - Assim que disse essas palavras se virou para ir embora, mas o barulho da porta e a luz da varanda sendo acesa a fez parar e então, virou-se para a pessoa atrás de si.

Ela devia ter aprendido com os filmes que quando alguém diz "Será que pode ficar pior?" realmente fica! Todo mundo diz que não se pode falar isso, mas ela não acreditava, pelo menos até agora. Chanyeol se encontrava com a mão na maçaneta e uma expressão totalmente confusa. Ele era a última pessoa que ela queria ver neste momento.

C - Andyyy - O garoto correu até a garota colocando a mão em seus braços e analisando-a - Meu Deus você está completamente encharcada! E gelada ! - Não me diga gênio? - Vem, vamos entrar! - Chanyeol a puxou para dentro da casa que Andy percebeu estar muito silenciosa - Jesus o que aconteceu? Seus lábios estão roxos - A garota soprou ainda tremendo de frio - Certo! Vamos tirar essas roupas - Novamente o garoto a puxou indo dessa vez até o banheiro - Tire essa roupas e me entregue, então vista o roupão que está aí dentro e depois você me conta o que aconteceu certo? - A garota assentiu ainda batendo dentes, entrou pra dentro do banheiro e depois de fechar a porta começou a tirar a roupa.

Chanyeol se encontrava do outro lado da mesma, esperando a garota se secar. Ficou realmente preocupado quando viu Andy toda molhada batendo queixo a essa hora da noite, isso com certeza le renderia um belo resfriado. Ouviu o barulho da maçaneta e quando a porta foi aberta recebeu as roupas molhadas da garota - Andy cadê sua calcinha e o sutiã? - Perguntou assim que desfez a trouxa.
A - Eu não vou te dar minhas roupas íntimas Park - disse a garota colocando suas peças íntimas na pequena secadora do banheiro.
C - Tudo bem então ! - O garoto então saiu em direção a área de serviço colocando as roupas da menor na secadora, assim que colocou os pés na sala viu a mesma com um roupão secando os cabelos com uma toalha nas mãos e olhava para todos os lados - Eu estou aqui ! - Disse chamando a atenção da mesma.

Assim que Andy viu o garoto tomou um pequeno susto e começou a reparar no que não tinha visto antes por conta da visão embaçada. Chanyeol se encontrava com apenas uma calça de moletom cinza cobrindo seu corpo, o abdômen malhado estava completamente amostra fazendo Andy soltar um pequeno suspiro, os cabelos estavam completamente bagunçados e os lábios vermelhos dando-lhe um ar sexy. Era a verdadeira visão da perdição.
A garota então levou as mãos até o roupão e o afouxou um pouco!
De repente ficou tão calor.

A - Há - Foi até ele com um pouco de vergonha - Cadê os meninos? A casa está tão silenciosa !
C - Os meninos não estão em casa - Disse se sentando no sofá sendo imitado por Andy - Eles foram visitar a mãe do Kyungsoo.
A - O sim, mas e você? Não foi por que ?
C - Tive que ficar pra resolver algumas coisas na empresa - A garota torceu a boca assentido - Mais agora me diga, por que chegou toda molhada aqui em casa? - Pergutou preocupado vendo a garota suspirar.
A - Eu fui em uma festa pra me divertir, já que to com incontáveis problemas - A garota revirou os olhos e pôs se explicar pela segunda vez na noite o que tinha acontecido com ela - Recapitulando, tive que vir pra cá porque não sabia mais o que fazer, e pensei que o Sehun pudesse me ajudar me emprestando alguma roupa e me dando algum dinheiro pra voltar pra casa da Irin - A garota olhou para baixo.
C - Sabe Andy? Eu até poderia te emprestar roupas e dinheiro, mas não vou - A garota o olhou confuso - Não vou te deixar sair sozinha a essa hora da noite e com essa tempestade caindo, é perigoso! Acho muito melhor você dormir aqui.
A - Não Chanyeol, eu não quero te atrapalhar ! - A verdade é que Andy estava com muita vergonha do que tinha acontecido com eles, tanta vergonha que ela não coseguia sequer  encara-lo por muito tempo sem se sentir mal, mas Chanyeol gostava muita da garota a ponto de se preocupar tanto e não querer deixa-la ir embora.
C - Você não atrapalha pequena, tem exatos 4 quartos com 8 camas disponíveis, pode dormir em qualquer uma delas - Disse o garoto - A menos que, você queira dormir na minha - Sorriu malicioso.
A - CHANYEOL ! - A menina o repreendeu logo jogando uma almofoda no mesmo que se pôs a rir.
C - Calma, você dorme na minha cama e eu na do Baek - Disse ainda rindo e a garota revirou os olhos - Vamos Andy, o Sehun iria me matar se soubesse que te deixei ir embora pra não sei aonde a essa hora da noite nessa chuva - Sehun com certeza não gostaria nada de saber daquilo, mas não só ele, como Baek e seus pais também. Respirou fundo.
A - Tudo bem, eu fico ! Mas você vai ter que me emprestar uma roupa porque eu não vou ficar andando pelada pela casa.
C - Eu não vejo problema nenhum nisso - Sorriu malicioso novamente recebendo um olhar mortal da mais nova - Calma, eu tava só brincando - Se levantou - Vou pegar uma roupa pra você aí você toma um banho pra ficar bem quentinha e confortável ta bem ? - A garota assentiu mas assim que ele deu o primeiro passo seu braço foi segurado pela a mesma.

Ela o encarava de uma maneira constrangedora e parecia com dificuldades para falar - Chanyeol - Miou abaixando a cabeça e passando a língua pelos lábios logo depois, ato esse que Chanyeol achou extremamente sexy - Eu, queria pedir desculpa! - Voltou a encara-lo -  Eu não devia ter sido rude com você, muito menos ter duvidado dos seus sentimentos por mim.
C - Então você acredita em mim ? - Perguntou sorrindo.
A - Sim Chanyeol, eu acredito, o Baekhyun e o Sehun me ligaram contando a verdade, e , eu to me sentindo extremamente mal. Eu deveria ter acreditado em você mas é que foi uma grande surpresa ouvir aquilo. Eu realmente não esperava, eu estava confusa e na hora não soube o que fazer ao certo, a não ser falar um monte de merda pra você. Eu acabei de sair de um relacionamento e as vezes eu fico meio confusa com tudo o que está acontecendo - Suspirou - Eu só... Só - abaixou a cabeça praguejando baixinho.
C - Ei ! - Chanyeol colocou as mãos nos ombros da garota fazendo uma certa pressão ali para tentar acalma-la - Esquece isso tudo bem? Não precisa pedir desculpas, eu não vou te obrigar a gostar de mim nem nada disso, eu só quero que saiba que tudo o que eu sinto por você é verdadeiro.
A - Eu acredito !
C - Fico extremamente contente, mas agora não vamos falar sobre isso, você precisa tomar um banho.
A - Por que ? Eu estou fedendo? - Começou a se cheirar fazendo o maior rir.
C - Não, mas está gelada e não quero que pegue um resfriado !

Assim que Chanyeol deixou Andy e as roupas no banheiro começou a subir as escadas em direção ao seu quarto, mas um estalo se fez presente em sua mente o fazendo voltar para a sala, tinha algo que achava que deixaria Andy feliz. Foi até a gaveta do hacker da televisão e tirou de lá um diário, o diário de Andy. A garota tinha o deixado lá na ultima vez que os visitou, mas com isso tudo que aconteceu achava que ela não queria o pegar, tinha esquecido ou provavelmente não sabia onde tinha deixado. O próprio Byun o guardou ali, disse que se qualquer um dos garotos lesse, ele iria sair atacando. Refez seu caminho novamente e foi até o seu quarto, assim que colocou os pés no cômodo tropeçou no tapete e deixou o diário cair no chão. Não sabia se era o destino ou alguma santa entidade mas algum deles fez com que o diário caísse aberto e chamasse a atenção do rapaz para algo escrito nele, algo entre as milhares de palavras ali.
Seu Nome.

Ele não iria ler,tinha se segurado duas semanas, mas droga, era o nome dele ali, e ele era curioso ao que se tratava do que as pessoas falavam ou pensavam dele. Se sentou na cama e pôs se a ler.

Andy saiu do banheiro apenas com uma camisa cobrindo seu corpo, não era sua intenção mais o samba calção que Chanyeol le dera não coube e como ele era uma girafa a camisa ficou um tanto boa em seu corpo cobrindo tudo o que tinha que cobrir. Subiu as escadas e quando chegou na porta do quarto do maior começou a puxar a blusa para baixo na intenção de faze-la ficar maior.
A - O short que você me deu não coube, então tive que vestir apenas a camisa - Falou. Sem receber uma resposta do mais velho olhou para cima e seu coração quase saiu pela boca quando viu o mesmo sentado lendo seu diário, ignorando todos os avisos de :
"NÃO LEIA SE NÃO QUISER IR PRO INFERNO" ou " PROPIEDADE PARTICULAR DE ANDY YOUNG,POR FAVOR NÃO LEIA"

Andou rapidamente até ele e arrancou o diário de sua mão numa brutalidade que assustou tanto a ela quanto a ele - Chanyeol ! - Disse quase num berro - Onde encontrou isso? E por que estava lendo? É pessoal !
Chanyeol que ainda estava assustado com a ação da mais nova pôs-se logo a responder - Você deixou ele aqui naquele dia que brigamos, estava guardado, peguei pra te devolver.
A - Devolver e Ler são ações muito diferentes sabia?
C - Desculpa, eu não iria ler, mas é que tropecei e o deixei cair.
A - É claro que deixou, suponho que ele tenha caído aberto não é ?- O garoto assentiu.
C - É sério Andy, eu juro que não iria ler, mas algo nele me deixou extremamente curioso !
A - Aé, e o que foi ?
C - Meu nome ! - Andy arregalou os olhos e segurou o diário mais forte em suas mãos cravando as unhas em sua capa. Se tinha alguém que não podia ler esse diário de jeito nenhum, essa pessoa era Chanyeol. Haviam muitas coisas sobre ele escritas lá. Tanto ruins quanto boas. O maior se levantou.
C - Sabe o que eu li ? - A menina negou com a cabeça.
A - Foi algo bem tentador que você disse que desejava fazer comigo - Deu um passo a frente se aproximando da garota que não conseguia se mexer pelo nervosismo estalado em suas juntas - Sabe o que é ? - E mais um passo. A garota negou novamente - Hum, você escreveu no dia em que me conheceu - E mais um. Andy engoliu a seco - Sabe agora do que to falando? - E mais outro. Já estava à sentimentos dela que negou novamente. Mas ela se lembrava muito bem. Algo relacionado a :
"Desejo que ele me foda gostoso".

Chanyeol pôs os braços na cintura da menor e a puxou pra si roçando os lábios em sua orelha.
C - Permita-me lembra-la então.


Notas Finais


Sinto cheiro de que? Isso mesmo Sequiçu, SHUSHUASHUA.
Não me matem Please, Amo todos vocês 💘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...