História My Best Friend - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, TWICE
Personagens Dahyun, Sehun
Tags Colegial, Novela, Romance
Exibições 9
Palavras 1.133
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


● Olá serumaninhos que amo tanto. Tudo bem? Espero que bem, mais um cap para vocês.

● Me desculpem qualquer erro, passou completamente despercebido.

● Boa Leitura

Capítulo 5 - Capitulo Quatro


Fanfic / Fanfiction My Best Friend - Capítulo 5 - Capitulo Quatro

O sol já havia nascido e Sehun continuava dormindo no sofá da casa de Yang Mi.

O mesmo acabara pegando no sono na noite anterior e, assim que os pais de Yang Mi chegaram e viram o menino dormindo no sofá, o cobriram com um lençol para que o moreno dormisse tranquilamente.

Sehun acordou com algo sendo jogado contra seu rosto e assim que o mais velho abriu os olhos, viu Yang Mi parada a sua frente segurando uma tigela de ramyeon.

— Aigoo, que horas são? — perguntou sonolento passando as mãos em seu rosto.

— Hora de você levantar desse sofá e ir comer. — respondeu comendo seu miojo. Voltou para a cozinha e Sehun, ainda relutante, se levantou.

Caminhou cambaleando ate a cozinha e se curvou dando bom dia ao senhor e a senhora Kim. Sentou-se ao lado de Yang Mi e pegou uma tigela para colocar seu ramyeon.

— Sehun, seu irmão ligou e disse que como você dormiu aqui, ele ira trazer roupas limpas e sua escova de dente para que vá arrumado para a escola. — Seo Yun, mãe de Yang Mi, disse enrolando o macarrão em seu hashi.

— Arasso. — Sehun concordou assentindo com a cabeça.

— Arasso. — Yang Mi o imitou enquanto comia seu ramyeon. O mais velho bagunçou o cabelo de Yang Mi a fazendo bufar.

— Aigoo, parem com isso. — Jun Suh, pai de Yang Mi, disse batendo na mesa. As duas crianças olharam assustadas para o mais velho. — Vocês não se cansam? Todo o dia é a mesma coisa. — perguntou fazendo os dois abaixarem a cabeça.

— Jun Suh, não seja assim com as crianças. É coisa de adolescente, tente entender. — Seo Yun disse na tentativa de acalmar seu marido.

— Aish, Seo Yun, não os defenda. É por isso que Yang Mi continua a ser essa menina má educada, porque você a deixa fazer o que quiser. — o homem disse apontando para a garota que olhava para sua tigela revirando sua comida com seu hashi.

— Aigoo, não chame minha filha de má educada. Se ela é assim é por sua culpa, que tudo a repreende. — disse num tom alto. Sehun olhou para sua amiga ao seu lado, que parecia ter perdido o animo para comer, e se levantou.

Puxou Yang Mi pelo braço e os dois se trancaram no quarto da garota.

— Quando foi que eles começaram a brigar desse jeito? Seo Yun e Jun Suh nunca foram de brigar assim. — Sehun perguntou colocando as mãos na cintura. Yang Mi se sentou em sua cama e pegou um ursinho de pelúcia, logo o abraçando.

— Eu não sei. Só sei que a culpa dessas brigas estúpidas é toda minha, eles sempre discordam algo sobre mim e a discussão começa. — respondeu olhando para o chão.

— Aish, Yang Mi. Você não é a culpada de nada aqui, babo. — Sehun disse afagando sua cabeça.

— Você deveria tomar logo seu banho, oppa. Daqui a pouco Luhan oppa chega com suas roupas. — Yang Mi disse empurrando a mão do garoto que se encontrava em sua cabeça.

— Por isso mesmo, irei esperar o hyung. Vá você primeiro. — o mais alto disse fazendo careta. Yang Mi se levantou num pulo e cruzou os braços parando na frente do mais velho. — Mwo? — perguntou confuso.

— O que faz aqui? Sai, eu vou tomar banho. — Yang Mi disse expulsando o garoto do seu quarto. Sehun bufou e se jogou no sofá para esperar a garota.

Olhou para a cozinha e viu Seo Yun lavando a louça enquanto Jun Suh estava em um canto mais afastado lendo jornal. Por um lado, aquilo chegava ate a ser engraçado.

➵ ➵ ➵

Depois de mais alguns minutos, finalmente Luhan chegou à casa de Yang Mi.

— Annyeong haseyo. — Luhan se curvou enquanto retirava seus tênis antes de entrar na sala. Sehun se encontrava deitado no sofá assistindo desenho enquanto esperava Yang Mi sair do banheiro.

— Luhan, já fez seu desjejum? Hoje eu preparei ramyeon, sua comida preferida. — Seo Yun perguntou aparecendo na porta da cozinha.

— Aigoo, mulher. Não vê que Luhan esta indo para o trabalho? É claro que ele já comeu algo. — Jun Suh reclamou fazendo com que Seo Yun fizesse careta.

— Dakchyeo! Eu estou falando com ele e não com você. — Seo Yun berrou batendo o pano de prato que segurava em sua perna.

Luhan e Sehun se entreolharam e o mais novo sussurrou para que o mais velho não fizesse nada.

Luhan lhe entregou a bolsa com as roupas limpas do moreno e, enquanto Seo Yun e Jun Suh discutiam, foi embora.

Sehun se levantou para colocar a bolsa em cima da cama de Yang Mi, porem, assim que chegou ao quarto, viu algo que não deveria ter visto.

Suas mãos suaram frio, assim como ele em todo, e este travou em frente a porta do quarto da garota.

O motivo pelo o qual Sehun ficou de boca aberta e em transe? Foi nada mais que Yang Mi trocando de roupa.

Assim que o garoto voltou a si, fechou a porta rapidamente e correu para o banheiro. Não era para ele ter visto, não era para ele ter ficado parado. Mas agora, seu coração batia num ritmo incontrolável, suas mãos suavam frio e o garoto não conseguia dizer nada, apenas gaguejar.

E o pior era que Yang Mi era sua melhor amiga. Ele não sentia nada por ela, apenas a considerava uma boa amiga.

Então... Por que ele ficou daquele jeito ao ver a garota trocar de roupa?

➵ ➵ ➵

Durante o caminho para a escola, Sehun não ousou trocar uma palavra com Yang Mi.

— Oppa, aconteceu algo? — Yang Mi perguntou tirando o mais velho de seus devaneios.

— Anya. Por quê? Deveria? — respondeu nervoso.

— Ani. — a pequena respondeu puxando as alças de sua mochila. — Eu acho. — sussurrou olhando para seus pés.

— Yang Mi, como é gostar de alguém? — perguntou olhando para frente, sem ousar em nenhum momento olhar para a garota.

— Como é gostar de alguém? — Yang Mi repetiu a pergunta de Sehun. — Bom, gostar de alguém é...

— Yang Mi. — a menina foi interrompida por uma voz que a gritou do outro lado da rua.

Os dois pararam e olharam para o outro vendo Lay. Yang Mi acenou e o moreno aproveitou que o sinal estava fechado, e correu na direção dos dois.

Assim que Lay se aproximou dos dois, os três seguiram juntos para a escola.

— Por que você havia feito àquela pergunta, Sehun? — Yang Mi perguntou sendo puxada por Lay.

— Hã... Esquece. Não era nada demais. — Sehun respondeu coçando sua nuca.

Na verdade, Sehun queria muito saber a resposta de Yang Mi para que tirasse uma pequena duvida que havia, mas ele não queria que Lay pensasse que ele estava apaixonado.

Afinal, Sehun nunca fora apaixonado por ninguém. Não seria agora que ele se apaixonaria, ainda mais, por sua melhor amiga.


Notas Finais


● Espero que tenham gostado e até o próximo cap <33

● Comentem para eu saber o que estão achando, é muito importante pra mim ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...