História My Best Friend | Jeon JungKook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Blackpink, Hentai, Romance, Violencia
Visualizações 398
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aqui está mais um capítulo da fanfic do Gukkie, espero que gostem oks?! Kkkk

Boa leitura 📚❤

Capítulo 8 - Beijo.


Fanfic / Fanfiction My Best Friend | Jeon JungKook - Capítulo 8 - Beijo.

(S/N) P.O.V

Encarei Gukkie por míseros segundos e olhei para os meus pés, escutei uma voz feminina e chutei que fosse...Lisa. Merda ela está aí.

— A Lisa está aí? – Perguntei ainda olhando para os meus pés.

— Sim... – Falou baixo. — Você está toda molhada, vem...entra. – Puxou-me para dentro e logo dei de cara com a ruiva.

— Ah... é essa garota. – Falou com desprezo enquanto encarava-me.

— A garota tem nome. – Falei com raiva.

— Não sabia que piranha tinha nome. – Falou cínica.

— E o que a puta está fazendo fora do puteiro? – Perguntei encarando ela.

A ruiva bateu o pé no chão e subiu as escadas com raiva, escutei a mãe do Jeon vindo até a sala e logo a mesma me encarou.

— (S/n), o que faz aqui a essa hora? – Perguntou me olhando. — Meu Deus, venha. Você vai tomar um banho quente e trocar essa roupa. – Falou simpática e me levou para o andar de cima.

JungKook subiu as escadas também, escutei uma porta sendo fechada com força e já sabia que era Gukkie.

{...}

Me despedi da mãe do Gukkie e pedi para que não se preocupasse comigo. Ela disse que era para eu ligar para ela quando chegasse em casa, assenti e sai dali.

As ruas estavam escuras, porém dava para ver tudo. Passei por uma farmácia e resolvi comprar um remédio para gripe. Peguei o remédio e continuei meu caminho para casa.

Assim que cheguei vi a luz da sala acesa, bati na porta algumas vezes e esperei abrirem a mesma. Minha mãe olhou-me com raiva e eu apenas a ignorei.

— Já são 2:40 da manhã, onde você estava? – Perguntou fechando a porta e vindo em minha direção.

— Eu estava na casa do Gukkie, tomei um banho e coloquei uma roupa seca. E você? Onde foi? Sabia que eu posso ficar doente, mais do que já estou, por culpa sua? – Encarei a mais velha que me olhava incrédula.

— Ninguém mandou sair a essa hora. – Falou aumentando o tom de voz.

— Olha só, eu fui traída, meu melhor amigo me trata mal, minha mãe está grávida de um cara que eu não gosto, minha vida está um inferno e eu ainda estou doente. – Falei me segurando para não chorar. — Eu vou pro quarto. – Falei e subi as escadas deixando minha mãe lá embaixo.

Entrei no quarto e escorei-me na porta, larguei o remédio no chão e comecei a chorar. Por que tão difícil?

— Eu sinto sua falta...pai. – Sussurrei para mim mesma e uma lágrima caiu no chão.

— Filha... – Minha mãe bateu na porta.

— O que foi? – Perguntei levantando-me do chão.

— Me desculpe e boa noite. – Falou e escutei passos se distanciando.

Liguei para a mãe de JungKook e avisei que estava bem, logo desliguei o celular e fui dormir.

{...}

Uma semana se passou e eu não queria falar com minha mãe, todos os dias o Jung estava vindo aqui em casa e minha mãe estava organizando as coisas para o casamento e eu apenas fiquei isolada durante a semana inteira.

— Filha, você vai ser a minha fama de honra. – Minha mãe falou sorridente e eu apenas ignorei ela, como fiz todos os dias.

Eu também não conversei com o Gukkie desde a semana passada, ele ainda está junto da Lisa e eu não gosto daquela garota. Jimin tentou conversar comigo mas eu também o ignorei.

Eu estava fazendo tarefa e minha mãe estava falando sobre o casamento enquanto fazia o almoço. A cada momento que ela citava os detalhes, eu revirava os olhos e ela me encarava.

— Aí eu o Jung vamos entrar e... – A interrompi.

— Da para parar de falar sobre isso o tempo inteiro? Caralho, você falou desse casamento a semana inteira. – Falei com raiva e a minha mãe abaixou a cabeça.

— Desculpa. – Voltou a fazer comida.

Levantei-me da mesa e guardei meus materiais na mochila, peguei a mesma e subi para meu quarto. Entrei e logo coloquei minha mochila sob a cama, sentei-me na cadeira que tinha ali e peguei meu computador.

Liguei o mesmo e coloquei uma música para tocar, levantei-me e caminhei lentamente até o guarda-roupa e peguei uma calça de moletom larga e uma regata vermelha. Vesti minhas roupas e amarrei meu cabelo, coloquei-me em frente ao espelho e soltei a música.

Estava tocando 'Monster-Exo' sou viciada nesse grupo, poderia passar horas e horas escutando as músicas deles. Eu não conseguia me concentrar nos meus passos, caia diversas vezes e meu equilíbrio estava horrível.

Pausei a música ao escutar alguém bater em minha porta. Era minha mãe.

— O que quer? – Perguntei abrindo a porta.

— JungKook está aí. – Falou e logo saiu andando.

— Gukkie? O que ele viria fazer aqui? – Perguntei para mim mesma .

Desci as escadas e eu estava ofegante, caminhei até a porta e vi JungKook sentado na varanda.

— Jeon? – Chamei o mais velho.

— Ah...(s/a), eu precisava falar com você. – Falou sorrindo fraco.

— Pode falar. – Observei o garoto levantar-se do chão.

— Eu...terminei com a Lisa e... – Parou de falar e olhou para o chão. — Queria me desculpar com você... – Sussurrou quase inaudível.

— Desculpa...o que disse Gukkie? – Perguntei levantando a cabeça do moreno.

— Me desculpe (s/a), a Lisa que me mandou ser rude com você. Eu juro que não queria... – Falou já chorando e eu encarei ele.

— Vem...entra. – Falei puxando o moreno para dentro da minha casa, minha mãe estava no sofá e eu puxei Gukkie para o andar de cima. — Está tudo bem Gukkie, não tem problema. – Falei sentando-me na cama.

{...}

Eu e o Gukkie conversamos por horas e então decidimos ver um filme, ele escolheu ver um filme de terror e eu aceitei. Gosto de terror quer dizer, eu não sou fanática, mas eu gosto.

Ele colocou o filme e logo voltou para a cama, sorri olhando o mesmo e o mesmo apertou minhas bochechas. É bom estar voltando a ser amiga do Gukkie novamente, eu amo ele...e sempre vai ser assim.

°•°•°

Pulei no colo do Gukkie quando tomei um susto, abracei ele fortemente e escutei um riso baixo do mesmo. Me soltei dele rapidamente e voltei para onde eu estava sentada, virei meu rosto para o outro lado por estar corada mas o Gukkie tentou virar meu rosto.

Sorri olhando para ele e do nada...Gukkie me beijou.


Notas Finais


Comentem o que achou.

Segue aí: @Kpopper_Koitada

Beijo e até mais ver ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...