História My Best Photo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren
Exibições 101
Palavras 1.558
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, FemmeSlash, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii voltei
Antes de lerem o capítulo, eu só queria dizer que tipo... Geralmente de 25 exibições a cada capítulo, eu só recebo dois comentários ou um.
Comentários me motivam mais a escrever. Não seja um leitor fantasma
E obrigada a todos que acompanham e para aqueles que comentam <3
Boa leitura ^^

Capítulo 5 - Capítulo 5 - Outro Ângulo


POV Lauren

Camila estava conversando com as meninas, quando de repente segurei sua mão. Ela me olhou confusa, então eu joguei um olhar discreto para Lucy, então ela rapidamente entendeu e segurou a minha mão com ainda mais força.

-Oi meninas. –disse Lucy assim que se aproximou de nós cinco.

Dinah, Ally e Normani que olhavam desconfiadas para mim e para Camila, viraram seus rostos para verem Lucy.

Lucy estava extremamente linda. Usava um short rasgado preto, com uma blusa despojada roxa com um desenho de um unicórnio com uma guitarra. Seus cabelos estavam ondulados, e ela usava uma touca e um tênis preto.

-Oi!- todas nós cumprimentamos de volta.

-Como foi na prova, Lucy? –perguntei assim que ela se sentou ao meu lado, olhando confusa para a minha mão entrelaçada na mão de Camz, que não parecia tão animada em vê-la aqui.

-Pelo menos eu tentei. –ela disse dando de ombros- Aliás, vocês viram a Veronica? É que tipo, essa maluca estava procurando o namorado dela, que eu vou ser bem sincera, tenho certeza que está a traindo com outra garota.

-Que horrível. –comentou Dinah- Por que você acha isso?

-É que ele sempre está sorrindo para o celular dele, mesmo quando ele está perto da Veronica. Ou ele está mandando mensagens para alguma garota, ou então ele está olhando o seu próprio reflexo, o que eu acho difícil porque ninguém sorri olhando para ele.

Elas riram.

-Ei, você poderia pedir ajuda a Camz, não é amor? –indaguei olhando para Camz. Não sei se a Camz arqueou as sobrancelhas porque eu a chamei de amor ou porque eu propus que a Lucy pedisse ajuda a ela- Camz sabe tirar foto. Ela poderia tirar fotos que provam que o namorado da Veronica está a traindo.

Lucy não pareceu contente com a proposta, mas mesmo assim perguntou:

-Poderia fazer isso, Camz?

Camila é dessas que não fica muito feliz quando alguém que ela não conhece muito bem a chama por esse apelido. Principalmente se essa pessoa usar em um tom irônico ou então por a própria Lucy.

-Por que eu não faria? –Camz respondeu.

Se Camila e Lucy arrumarem uma guerra, eu não sei qual dos dois lados eu participarei.

-*-*-*-*-

[07 de novembro – 15h48min]

POV Camila

Eu ainda não me recuperei depois de ouvir a Lauren me chamando de amor. É como se todos os meus sentimentos por ela virassem um só me dando um frio na barriga que não parava mais.

Ao sentir o toque dela em minha mão, eu senti um arrepio percorrer pelo meu corpo. Eu queria que pudéssemos ficar assim aquele dia inteiro, mas aí o maldito sinal tocou. Pelo menos eu vou para casa dela.

Minhas coisas já estavam no seu quarto de hóspedes. Ela mora sozinha, não sei quando seus pais se mudaram porque na verdade ela nunca me contou. E nesses momentos eu penso se ela já contou isso à Lucy, mas não a mim.

Lauren deve com certeza ter mais afinidade com a Lucy, e isso ás vezes me deixa um pouco chateada. Mas eu também não posso culpa-las, elas se conhecem há mais tempo.

A ideia que a Lauren deu foi uma das piores. Eu ajudando a Lucy é uma das piores coisas que uma pessoa pode me pedir. Eu não tenho nada contra ela, muito contrário, só não me animo quando ela está por perto...

Lauren conseguiu arrumar um ótimo quarto para mim. É mediano, e tem uma parede inteira vazia onde eu posso colocar o meu mural com as fotos que eu tiro. A foto meio zoada de Lauren ainda está comigo, preciso ter o dobro de cuidado para que ela não ache.

O bom de dividir a casa com a pessoa que você gosta, é que você pode vê-la todos os dias. E você não precisa ficar marcando com ela no telefone para se encontrarem. Minha mãe nem sabe que estou morando aqui, ela só me viu saindo com as minhas coisas sem fazer nenhum comentário.

Que seja assim. Não acredito que eu fui expulsa da minha própria casa.

-Você pretende mesmo ajudar a Lucy? –Lauren perguntou enquanto estávamos na sala assistindo uma de nossas séries favoritas, Pretty Little Liars. Eu assenti com a cabeça, enquanto comia a pipoca que eu tinha feito- Não esperei que você realmente topasse.

-Sabe como eu sou, adoro ajudar. –eu disse dando de ombros- Ajudo até mesmo aqueles que eu não conheço. É como se fosse um hábito meu.

Lauren riu e também pegou a pipoca.

-O que as meninas falaram da nossa encenação? –ela perguntou.

Dinah surtou, Normani e Ally apenas falaram que apoiam.

-Elas nem comentaram sobre isso. –dei de ombros novamente- Acho que elas já devem saber que você gosta da Lucy e por isso sabiam que nós estávamos atuando. E por sinal, somos ótimas atrizes.

-Com certeza somos.

Uma cena da Emily e da Alison passou. Elas duas formam um casal tão maravilhoso, que eu não tinha nem como definir em uma só palavra.

-Você apoia Emison? –perguntou Lauren assim que a cena acabou.

-Sim. –afirmei- Elas se completam. Pena que a Alison não tinha percebido isso antes.

-Concordo com você.

Ouvimos o barulho do celular de Lauren tocar. Ela se levantou em um pulo e sorriu ao ver quem era. Eu já posso imaginar quem é só pela cara dela.

-Oi Lucy, como vai?

Eu queria muito saber o que elas estavam falando, mas Lauren foi para cozinha. Eu respirei fundo e deitei no sofá. A série já tinha acabado então eu pensei em colocar algum filme, não sei.

Quero colocar em um filme triste, mas Lauren prefere de terror. Levantei-me do sofá e olhei os filmes que ela tinha. Eram várias sagas e filmes de terror, mas poucos de comédia e de romance. Temos gostos opostos, isso é algo que eu tenho certeza.

Peguei A Culpa é das Estrelas porque esse é um dos melhores filmes que eu já vi em toda a minha vida. A pipoca não estava no final, ela duraria para pelo menos até a primeira parte do filme.

-Hey, Camz. –Lauren chegou à sala com sua bolsa e seu casaco- Lucy me chamou para eu ir à casa dela. Você vai ficar bem aqui sozinha?

Não, eu não vou.

-Sim, eu vou. –falei- Vou ver esse filme e chorar um pouco.

-Então nos vemos mais tarde. –ela disse já saindo.

Eu nem consegui dar tchau porque ela já tinha saído. É como se estivesse com pressa só para conseguir ver a tão amada dela. Decidi que ver filme não seria a melhor opção que eu poderia fazer no momento.

Então por isso, liguei para um amigo.

-Oi Mila, pensei que eu não existisse mais para você.

-Deixa de graça, Shawn. Vamos andar de bicicleta, porque eu quero uma inspiração para tirar alguma foto.

-Nos encontramos no parque perto da minha casa.

-Tudo bem. Até logo.

-Até.

Desliguei o telefone e fui pegar minha câmera. Shawn Mendes é meu melhor amigo, é como um irmão. Algumas pessoas já duvidaram se eu e ele sentimos algo um pelo outro, mas eu sempre deixei bem claro que não.

Até porque, eu gosto de meninas e o Shawn gosta de meninos.

Está bem frio, então também tive que vestir uma roupa que me esquentasse mais. Assim que peguei tudo que eu tinha que pegar, saí correndo da casa de Lauren para chegar ao parque perto da casa de Shawn.

Vi Dinah no final de uma das ruas, mas nem é melhor eu chama-la porque ela vai querer conversar sobre milhares de assuntos e eu não estou com tempo para isso.

Quando cheguei ao parque, vi Shawn segurando uma bicicleta. Ele também estava agasalhado, e parecia estar impaciente. Não é minha culpa, Lauren não mora tão perto da casa dele.

-Por que você demorou? –ele perguntou revirando os olhos.

-É muito bom te ver, senhor impaciência. –eu disse rindo- Lauren não mora tão perto da sua casa, eu não tenho culpa...

-Lauren? –ele perguntou sorrindo maliciosamente- O que estava fazendo na casa dela?

Eu revirei os olhos e nós subimos na bicicleta. Expliquei toda a situação para ele, enquanto ele andava com a bicicleta em um parque cheio de florestas, que me ajudou bastante em me inspirar para a minha próxima foto.

-Que situação... –ele falou- Você é muito azarada, sério.

-Obrigada pelo consolo.

Paramos perto de um jardim e um rio. Enquanto ele bebia água e comia um sanduíche, eu tentava tirar uma foto perfeita. O que não estava dando certo.

-Eu não entendo por que ela nunca percebeu o que eu sinto por ela. –bati um foto, mas descartei porque ficou um lixo- Sério, eu demonstro, todos sabem disso. –tirei novamente uma foto, mas ficou péssima também- Será que o problema é meu ou ela já percebeu, mas não quer tocar no assunto? –novamente uma foto errada- DESISTO!

-Ai menina, não precisa gritar. –disse Shawn- Relaxa um pouco. Lauren pode até ser bonita, mas é bem lerda. Logo ela perceberá o que você sente por ela. Aliás, tenta tirar essa foto de  outro ângulo.

-Outro ângulo? –perguntei meio pensativa- Shawn, você é um gênio!

-Eu sou? –ele perguntou confuso.

-Termina logo de comer, eu tive uma ideia. –falei.

Dessa vez eu consegui tirar a foto perfeita. E eu também tinha um plano perfeito.


Notas Finais


Leiam as notas iniciais
Espero que tenham gostado do capítulo
Beijinhos ^.^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...