História My Big Little... Brother? (Namjin - incesto) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags 3some, Hoseok!bottom, Incesto, Jikook, Jimin!tops, Jin!bottom, Namjin, Namjoon!tops, Taehyung!tops, Taeyoonseok, Threesome, Yaoi, Yoongi!tops
Exibições 164
Palavras 1.785
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Run


Fanfic / Fanfiction My Big Little... Brother? (Namjin - incesto) - Capítulo 5 - Run

16 anos

Motivos para uma fuga

 

Jin e Namjoon haviam se tornado... Algo como uma amizade colorida entre irmãos. Eles não contaram para ninguém. Ninguém mesmo. Sabiam como sua família era. 

Jamais aceitariam um casal gay. E jamais aceitariam um casal gay entre irmãos. Os dois se encontravam todas as noites, depois de todos os seus compromissos, ficavam no quarto de um deles, trocavam beijos e carícias e depois iam dormir.

Mas um dia foi o pior que poderiam ter tido. Os dois tinham uma porta, que juntava os quartos e as suas próprias de saída, e acidentalmente, os dois acabaram esquecendo que havia gente em casa e se beijaram na sala, o que foi a pior escolha que poderiam ter feito, afinal sua avó os viu e ficou vermelha. Nenhum dos dois sabiam se era vermelha de raiva ou vergonha, mas eles saíram correndo. Aquele seria um lindo momento para uma fuga. Eles entraram cada um em seu quarto e os trancaram. Jin foi o primeiro a abrir a porta entre eles.

- Ninguém vai aceitar isso! - ouviram a voz exaltada do tio deles em algum ponto da casa, e Jin pegou no rosto de Namjoon, sussurrando bem próximo a ele:

- Namjoonnie... Nós temos que fugir daqui...

- Mas... Como?

- Hiuk tinha seus métodos. A Yooncha ajudou com o projeto da casa, então ela é cheia de jeitos para fugirmos... - eles ouviram batidas fortes na porta.

- SEOKJIN! ABRE ISSO! - gritou o tio deles, o que antes Jin considerava como pai.

- NÃO VOU ABRIR! - gritou Jin de volta

A porta era de madeira massiça, assim como o metal da fechadura, não tinha risco de ninguém arrombar. Fizeram assim para proteger a casa de assaltantes.

- Como vamos fazer isso? - perguntou Namjoon - Pra onde vamos?

- A Hiuk se mudou esses tempos pra uma casa com um quarto de hóspedes. - respondeu Jin - Ela me disse... Anos atrás... Que se tivéssemos que fugir, fossemos para a casa dela...

- Você sabe aonde ela mora? - perguntou Namjoon novamente, ele tremia.

- Não... Vou ligar para ela...

Jin se abaixou embaixo de sua mesa da escrivaninha, e puxou a porta-toque por cima e por baixo, assim a abrindo. Havia uma mochila lá que nunca havia aberto, junto ao celular. Ele tinha o número atual da irmã, então pegou o celular e discou a cobrar para este. Hiuk logo o atendeu.

"O que aconteceu? Vocês estão bem?" ela perguntou, desesperada ao ver de que número Jin havia ligado

- Estamos... Mas... Nos pegaram... - disse Jin, quase chorando

"Pegaram como? O que vocês fizeram?" ela perguntou novamente

- Nós... Nos beijamos na sala... Nossa avó viu e meu app... Digo... Nosso tio soube... Ele está louco... Tenho certeza de que quer nos bater.

"Vocês tem muita sorte que têm uma irmã rica, sabia, Jin?" ela suspirou "Quando vocês começaram a se pegar?"

- Hiuk!!

"Tá bom, depois conversamos sobre isso. Agora abra a mochila que estava ali."

- Certo. - Jin abriu a mochila, e viu o que nunca esperaria ver. Muito do que nunca esperaria ver. Havia um canivete ali, e muito dinheiro, em notas pequenas, mas havia muito dinheiro. - Hiuk, como você conseguiu isso?

"Eu economizei pra uma emergência. E isso é uma emergência. Seus amigos, Yoongi e Hoseok se mudaram para cá recentemente, certo?" ela perguntou

- Não sei para onde eles se mudaram. - respondeu Jin

"É. Mas foi para cá. Eu estou em Seul. Eu já os vi na porta da escola. Eles me cumprimentaram por ser irmã de vocês. Quero que vocês peguem o primeiro ônibus que sair da rodoviária essa madrugada e venham para Seul." ela disse

- Certo... Vamos fazer isso... Devemos levar nossas coisas?

"O essencial. Para quatro dias. Só uma mochila cada um. Depois eu busco as coisas de vocês. Deixem seus quartos trancados e me tragam a chave. Ninguém mais as têm."

- Tá bom, mana... - Jin sussurrou - E... O que nós fazemos? Como saímos daqui?

"Se vocês afastarem sua cama para o lado, vão achar um alçapão que dá no depósito da agropecuária no andar de baixo. A menina lá sabe disso e vai deixar vocês passarem se baterem na porta como quando você batia na minha."

- Ok... - Jin suspirou longamente - Vamos fazer de tudo para chegar aí.

"Pelo amor de Deus, se cuidem, e não tragam o canivete."

- T-tá bom...

"Saiam daí de madrugada. Amo vocês. Beijo."

- Beijo... - Jin suspirou outra vez tentando não chorar, e Hiuk desligou o celular

- E aí? - perguntou Namjoon

- Vamos fugir. - respondeu Jin - Arrume uma mochila com roupa para quatro dias. Foi o que ela mandou que fizéssemos. De madrugada nós saímos daqui...

- Certo... - Namjoon foi para o seu quarto, deixando a porta que os ligava aberta.

 

Fugitivos

Era de madrugada e os dois estavam no quarto de Jin. Haviam pegado o dinheiro, não haviam ainda saído do quarto. Confirmaram se não havia ninguém acordado. Para sair pela porta teriam que desligar o alarme, então desceriam à agropecuária que havia no andar de baixo, ela não tinha alarme e uma garota estava lá mais cedo antes da escola esperando os dois descerem. Eles empurraram a cama, Namjoon estava com um sobretudo preto, blusa de manda comprida e calça jeans rasgada na mesma cor, com um all star preto. Jin estava com um moletom rosa clarinho, com uma blusa branca por baixo e uma jaqueta de couro preta por cima, calça jeans normal e nikes pretos. Acharam o alçapão com um tapete por cima, o puxaram e encontraram o alçapão, que fez Jin sorrir e o abrir. Havia uma pilha de pacotes de ração ali, isso amorteceria a queda. Ele pulou e Namjoon foi atrás. Os dois se levantaram, um pouco doloridos da queda, Namjoon puxou uma corda que fechou o alçapão, e o tapete preso nele o cobriu parcialmente. Jin bateu na porta trancada do depósito, e não demorou muito para uma garota na idade de Hiuk atender.

- Corram. O próximo ônibus sai da rodoviária em meia hora. - ela disse, e chamou eles com a mão.

Jin e Namjoon passaram e ela trancou novamente a porta do depósito, colocou uma touca e um óculos, para o caso de as câmeras pegarem ela passando, e correu para um carro estacionado na frente da agropecuária, abriu atrás para eles e os dois entraram. Ela entrou no banco do motorista e deu a partida, acelerando para a rodoviária, Jin e Namjoon se encolheram quando viram a avó abrindo a porta na sacada, que olhou para o carro e voltou correndo para dentro. Mas quando bateu nas portas dos quartos dos netos, nenhum dos dois estava lá.

Eles sentaram direito quando estavam perto da rodoviária. A garota, sem sequer dizer seu nome, os deixou lá, os entregou um saco de lanche do MacDonalds e dois milkshakes.

- Boa sorte! - ela disse, quando os dois entraram correndo na rodoviária para comprar as passagens.

Eles rapidamente compraram as passagens e entraram no ônibus. Os dois estavam tristes. Mas sabiam que apanhariam do tio se houvessem saído do quarto aquela hora. O ônibus saiu e os dois suspiraram aliviados. Jin não sabia exatamente como reagir. Sua ficha sobre tudo estava caindo. Ele estava apaixonado pelo próprio irmão e os dois mantinham uma amizade colorida. Aquilo ainda soava estranho. Não conseguia ver Namjoon como seu irmão... Apenas como seu amado...

- Namjoon... - chamou

- Sim, Hyung? - perguntou Namjoon, ainda um pouquinho ofegante

Jin puxou o queixo de Namjoon e beijou o irmão mais novo. Era um beijo terno e cheio de amor. Algumas pessoas olharam estranhos, era até um pouco nítido que eles eram irmãos, mas nenhum dos dois se importou com os olhares. Apenas continuaram se beijando, por mais longos minutos até que se separaram com selinhos. Namjoon acariciou o rosto do irmão mais velho e este apoiou a cabeça em seu ombro.

- O que acha... Que aconteceria se ficássemos lá...? - perguntou o mais novo, pegando a mão do irmão e entrelaçando seus dedos.

- Iríamos apanhar. - respondeu Jin, e suspirou

- Imaginei que seria isso sua resposta... - o mais novo estava meio estático, em choque.

- Queria que não fosse assim... - Jin abriu o saco do MacDonalds e tirou os lanches de lá. Eles comeram e tomaram o milkshake em silêncio, colocaram as coisas no lixo e descansaram um pouco até chegar em Seul.

Quando desceram do ônibus, estava já claro. Jin e Namjoon estavam de mãos dadas, e quando saíram, imediatamente a irmã deles veio correndo e os abraçou.

- Ooooown, meus irmãozinhos tão se pegando! - ela falou, e apertou nossas bochechas, algumas pessoas que passavam olharam estranho.

- Hiuk... Menos... - disse Jin

- Quero ver um beijinho! - ela disse

- Hiuk! Aqui não! - Namjoon sussurrou - Estão olhando!

- Eu realmente não me importo com os olhares das pessoas. - Hiuk respondeu, dando de ombros - Venham pro carro. Arrumei o quarto de hóspedes pra vocês.

- Trouxemos as chaves dos nossos quartos... - falou Jin, enquanto caminhavam em direção ao carro de Hiuk

Os dois entraram atrás, e Hiuk deu a partida no carro.

- Quando eu for para "casa" - ela fez aspas com os dedos - eu levo as chaves de vocês e trago suas coisas. Só preciso que vocês me digam exatamente o que aconteceu.

Os dois contaram toda a história para a irmã mais velha, que ouvia atenta à eles e ao trânsito ao mesmo tempo. Estava um tanto preocupada com tudo, mas não demonstraria.

- Que bom que não o enfrentaram... - referiu-se ao tio - Sabe-se lá o que ele poderia fazer com vocês dois...

- Eu fiquei com tanto medo... - Jin se encolheu, o irmão mais velho acariciou seu cabelo, tentando o acalmar

- Não precisa ter medo dele. Ele é um idiota que não sabe de nada e acha que leva uma bola de cristal na mente. - ela bufou - Não cuidou nem do próprio nariz e acha que pode cuidar de um filho...

Namjoon e Jin se entreolharam. Nunca haviam visto a irmã com raiva de algo. Ela sempre era controlada para não perder a razão. Ficaram em silêncio, Hiuk ligou o rádio baixo aonde passava Let's Not Fall In Love do BigBang, e deixou. Jin se encostou no maior e fechou os olhos enquanto este lhe acariciava os cabelos. Não pareceu passar o tempo e chegaram em uma casa enorme. Enorme mesmo. Como alguém que trabalhava sendo dona de confeitaria.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...