História My Blood - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Beatrix, Kanato Sakamaki, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki
Tags Diabolik Lovers, Gender Band, Vampiros, Yaoi
Exibições 89
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Visual Novel, Yaoi

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


VOLTEI MEUS ANJOS,AMO MUITO VOCÊS!

Meu Deus,50 favoritos? Sério? Oh My god *oooo* Amo muuuuito vocês,sério,muito obrigada mesmo,eu não esperava que isso tivesse tantos favoritos ♥♥♥

Mas... VAMOS AO QUE INTERESSA...Hehee..

Capítulo 12 - Apenas um teste.


YUU:

Quanto tempo se passou?

Semanas?

Meses?

Nós estamos planejando tudo. E já está quase pronto. A nossa tão esperada e desejada ... fuga.
Mas antes nós decidimos fazer um experimento.
Nós vamos sumir de repente na madrugada de amanhã e iremos ver no que dá, apenas para elaborar mais os nossos planos.

  Na madrugada do dia seguinte...

Shu e eu já havíamos organizado tudo.Estava tudo pronto, agora, era só botar em prática. São 3:41 da manhã, horário em que eles estão dormindo.
E escolhemos justo hoje porque... Hoje é a Lua cheia.

" E qual o problema de ser lua cheia?"

Na Lua cheia,os vampiros ficam mais fracos e seus sentidos não ficam tão aguçados quanto são nas noites normais.
Então...Chegou a hora.

Saio do meu quarto silenciosamente e atravesso o corredor. A casa está num silêncio extremamente sombrio, e um clima tenso. Começo a andar devagar, sem fazer barulho pelo corredor, aonde desço as escadas sem fazer um mínimo de barulho.
Atravesso a sala é chego a uma porta que tem nos fundos que ninguém usava, então peguei a chave da mesma e a abri com uma paciência que eu não sei daonde que eu tirei porque eu sou nada paciente, mas pela minha tão desejada liberdade, cujo almejei por anos... Eu me esforço o tanto que precisar.
Destranco a porta.
Meu coração começa a bater tão forte que eu consigo ouvi-lo.
Sinto a adrenalina correr pelas minhas veias.
Abro a porta e saio por ela silenciosamente,sem fazer um mínimo ruído. Shu me ensinou a abrir portas sem fazer barulho, e a caminhar de modo que não deixe ruídos, nós preparamos tudo e pesquisamos sobre tudo o que precisávamos saber.
Eu estava fora.Fora daquela mansão. Ms ainda tinha o jardim. Mas... Bom, isso é só um experimento.
Fui para o lugar que eu e Shu iríamos nos encontrar, caminhando e sentindo o ar frio da madrugada gélida bater contra o meu rosto, fazendo-me encolher um pouco e meus pelos se eriçarem.
Continuo andando, olhando para todos os cantos atentamente, vendo se não tem ninguém me observando.
Shu falou que os outros vampiros dormem cerca de uma ou duas horas, e que seus irmãos começariam a acordar as 4:50. E que o primeiro a acordar, seria Kanato pois ele não consegue dormir mais de 50min,por isso o das olheiras, e o último normalmente é ele mesmo. Ri. Mas fora ele, o último a acordar seria Ayato. Algum imprevisto nesse plano, afetaria, mas não tanto.
Após terminar de caminhar para o tão esperado lugar, logo de primeira o  avistei, minha vontade era de correr e me atirar em seus braços,mas eu não podia correr, apenas caminhar lentamente para não fazer barulho.
Cheguei perto do meu amado, e sem mais nem menos, me atirei em seus braços, abraçando seu pescoço e exalando seu delicioso aroma viciante, cujo nunca iria me cansar de  sentir. Senti seus braços me envolverem correspondendo ao abraço e uma lufada de ar no vão do meu pescoço, fazendo-me arrepiar dos pés a cabeça e... Céus, como ele consegue me deixar louco apenas com um simples ato...

SHU:

Ele chegou já me abraçando, me envolvendo com seu calor aconchegante e eu não posso mentir... Já estou viciado nesse calor que ele exala, como se fosse uma droga e eu fosse seu maior dependente. Senti ele cheirar o meu pescoço como se meu cheiro fosse uma droga deliciosa. Correspondi ao seu abraço acolhedor e senti o seu cheiro doce consumir as minhas narinas,aspirei lentamente seu odor e soltei, o vendo se eriçar.
Ri soprado e deixei um selar casto na curvatura de ser pescoço,me afundando ainda mais no abraço. A sensação de amar e ser amado e tão
... Inexpressívelmente boa.
Não dá pra explicar com medidas ou palavras. Mas com atos. Atos de carinho, amor, proteção, desejo, e inúmeras outras coisas.

O Yuu faz tão bem pra mim... Eu só não sei se faço o mesmo pra ele...


(...)

Já se passaram cerca de 2 horas e já teve vestígios de que as pessoas acordaram. Não parece que eles não sentiram falta do Yuu ainda.
Falta 30 min pra hora do café da manhã.Talvez eles percebam daqui a pouco.
Em quanto isso,Yuu dormia com a cabeça encostada no meu colo ,ressonando. Seu rosto sereno e inocente,seus cabelos que tapavam seus olhos...Ele é tão encantador...
Seus lábios rosados entreabertos reclamavam alguma coisa baixinho,tudo enrolado na língua "estou sonhando e dialogando com alguma coisa". Era uma cena tão fofa e doce que eu poderia ter diabetes.

Awwn Yuu... Tão fodível ♥

  Passou alguns minutos, a casa começou a ficar um pouco mas agitada.

–Huh... Parece que eles descobriram.

  Vamos ver o que acontece.


Notas Finais


Ficou curtinho mas espero que vocês gostem ♥
Então foi isso,perdão pela demora,eu realmente demorei pra postar pq meu celular demorou p arrumar,mas obrigado por lerem,amo vocês♥

Vejo vocês no próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...