História MY Blood and YOUR Love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Lolicon
Exibições 121
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Sadomasoquismo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Genteee talvez saia mais dois capítulos hoje! Ah, sorry pelo atraso dos capítulos ;-;
Pera, esqueci de alguma coisa...
Hey Guys! Haha.

Boa leitura!

Capítulo 14 - Chegando na Festa


Fanfic / Fanfiction MY Blood and YOUR Love - Capítulo 14 - Chegando na Festa

P.O.V Jack

Chegamos na festa e percebi que a casa era chique.
Os convidados eram chiques.
A comida era chique.

Sabe, acho que nesse lugar, um pouco de poeira seria mais que estilosa.

Todos os convidados estavam bem arrumados, e não vi ninguém rindo. Alguns sorrisos foram estampados nos rostos, mas eles não me enganam. Esses sorrisos não passam de máscaras. Todos aqui são falsos.
Os RICOS são falsos.

-Ah, olá senhorita Mina!- Surge um homem de cabelos pretos, olhos puxados e de mesma cor que os cabelos. Provavelmente ele deve ser Japonês.- Senhor Hideki...

-Mina, querida!- outra mulher, igualzinha ao homem surge e abraça Mina.

Assim que Mina a abraçou, ela revirou os olhos rapidamente.

-Que saudade Temari!- Mina disse.

Enquanto eles conversavam eu me aproximei de Rin e sussurrei em seu ouvido:

-Quem são eles?

-Os Taraki. Mamãe teve um breve relacionamento com o homem que está bebendo ponche, Akira.- ela disse e nos afastamos.

-Entendi...- sussurrei e ela sorriu maliciosamente.

-Ah, deixe-me apresentar os novos membros da família Yamamoto.- Mina colocou eu e Edward à frente dela.- Esses são Jack e Edward.

-Prazer.- eu e Edward falamos e ela sorriu.

-Filhinha! Filha!- gritou a senhora Taraki.

-Sim, mamãe? - uma jovem, de cabelos castanhos bem claros, mais puxados pro mel, e olhos azuis claros surge.

-Chame sua irmã. Quero que vocês conheçam duas pessoas.- diz a Senhora Taraki e a menina se vai.

-Acho que vão conhecer suas pretendentes.- Rin sussurra e eu e Edward nos assustamos.

A garota volta, acompanhada de uma menina de cabelos negros e olhos negros, muito pálida e um pouco mais baixa que eu e Edward.

-Senhora Mina, à quanto tempo!- dizem as duas sorridentes.

-Sim queridas.- Mina diz. Acho que ela tem mais afinidade com essas duas.

-Quero apresentar seus pretendentes...- diz a Senhora Taraki e vem até nós.- Jack Yamamoto, e Edward Yamamoto.

-Olá... Espera aí... PRETENDENTES?!- a última palavra nós quatro gritamos.

-Sim, vocês irão se casar em breve. Basta escolherem com quem.- disse Mina.

-...- todos nós permanecemos em silêncio.

-Bom, essas são Kokoro e Tsunade.- Kokoro é a de cabelos castanhos e Tsunade é a de cabelos negros.

-Muito prazer?- eu e Edward dizemos.

-O prazer é todo nosso?- elas responderam.

Tanto eu e Edward, quanto elas, estávamos confusos.

P.O.V Jack OFF

*Enquanto isso na mansão Sakamaki...

P.O.V Keiko
Eu já estou arrumada.
Cabelos soltos, o vestido que Kanato escolheu e blá, blá, blá.
Estou tão ansiosa por essa festa, que não consigo pensar em nada além dela.

-Estamos atrasados...- resmungo impaciente.

-Onde que aquela garota e Ayato se meteram?!- gritou Reiji.

-Quer saber, eu vou verificar o quarto da Yui.- falei impaciente, e fui até o quarto de Yui.

Quando abri a porta, vi Yui sendo sugada por Ayato, totalmente nua.

-Ayato!!!- gritei e ele se assustou, tirando violentamente suas presas do pescoço da garota.

Por mais que eu adoraria que ela morresse, eu não posso deixar.
Os meus meninos nunca me perdoariam.

-Solte ela agora!- gritei novamente.

-Me o-obrigue!- falou cansado e com falta de ar.

-Ayato... Solte ela, e nada vai acontecer...- falei baixo com um tom de voz dominador, mas sereno.

-...- me ignorou, e quando estava prestes a morder a garota novamente, eu estalei os dedos e ele paralisou.

-Você sabe quem é a sua rainha. E os servos, devem obedecer à suas rainhas.- andei enquanto dizia sarcástica.

-... A-Ayato...- Yui sussurrou baixo, pendurada nos braços paralisados dele.

-Você nos deixou atrasados! Quando voltarmos da festa nós vamos conversar.- tirei Yui dos braços dele, e a coloquei em sua cama.- Você perdeu muito sangue...

Falei baixo e dei uma pequena cortada no meu pulso.

-Ai...- resmunguei.- Tome...

Coloquei meu pulso, já escorrendo sangue perto de sua boca e a abri.

Gostas, gotas e mais gotas caíam cada vez mais rápido. E ela bebia, como se fosse um bom vinho.

Seus ferimentos cicatrizaram e ela retomou a sua cor e consciência.

- Pronto. Vista-se e desça. Ayato, você vem comigo.- falei e controlei Ayato.

Ele estava como um cão de guarda andando atrás de mim.

-O que aconteceu?- perguntou Reiji.

-Aconteceu que esse idiota quase matou a Yui. O peguei sugando o sangue dela. E ela estava nua.

-Hum, Ayatinho tinha outras intenções.- Laito disse sarcástico.

-Sim.- falei e ele estava suando, completamente imóvel, já que estava sob meu controle.

Ficamos uns minutos esperando ela e ela desceu. Ela estava em um vestido completamente rosa. Rosa e branco. Com uns detalhes de pérolas e flores ROSAS.

Eu tive vontade de vomitar quando vi... Aquilo.

...

-Quem são vocês?- perguntou um homem.

-Somos da família Sakamaki.- disse Reiji.

-Ok... Senhorita Keiko e Senhor Reiji?

-Sim.

-Podem entrar senhores e senhoras Sakamaki.

-Obrigada.- falei e nós entramos.

O lugar era lindo, assim como todos lá.

Haviam músicos e cantores se preparando, quando um homem surgiu no palco.

-Atenção, atenção.- ele disse e todos olharam para ele.- Vamos apresentar os representantes de cada família... Vocês devem escolher um casal para representar, em 35 minutos.

-Bom, que tal vocês dois?- disse Laito e olhou para eu e Reiji.

Eu ia concordar, mas lembrei que os meus meninos não têm nenhuma mulher na família...

-Não. Yui vai com Reiji.- disse e me afastei de Reiji.

-Ah... Ok...- disseram todos.

-Eu vou tomar um pouco de ponche.- falei e fui até a mesa onde havia ponche.

P.O.V Keiko OFF

*Enquanto isso, na limusine dos Mukami...

P.O.V Kou ON

-Estamos MUITO atrasados!- resmungou Ruki.

-Sim...- disse Azusa.

-Ah... Keiko já deve estar lá.- eu falei.- Será que o plano está indo bem?

-Ahn... Provavelmente sim. Keiko não é dessas de desistir no meio trabalho. Principalmente por nós.- Ruki se acalmou e respondeu.

-Isso não é aproveitamento?- o confronto.

-É... A Keiko nos ama... Muito...- falou Azusa.

-Concordo.- falou Yuma.

-Não é aproveitamento. Quem vocês preferem... A Eve, ou a Keiko?- perguntou Ruki.

-A Eve.- Azusa e Yuma responderam.

Grr... Minha Keiko é a melhor pessoa desse mundo... Mas a Eve... A Eve...

Quando eu estava prestes a responder, o motorista abriu a porta.

Nós quatro saímos correndo em direção ao porteiro.

-Quem são vocês?

-Somos da família Mukami.- falou Ruki.

O homem olhou atrás de nós, e voltou a nos olhar.

-Onde está a senhora Mukami?- perguntou.

-Estou aqui.- Keiko surge.

-Mas você não é a senhorita Sakamaki?- perguntou o homem.

-Não. Só os acompanhei. Agora os Mukami podem entrar?- falou educadamente.

-... Podem.- falou e abriu as portas.

Ela entrou ao lado de nós.

-Você está linda Rosa...- falei e olhei em seus olhos.

-Obrigada, meu Sol. Agora, quem vai ir comigo representar a família Mukami?- perguntou e nos entre olhamos.

-Eu queria ir, mas o Ruki deve ir. Ele é o “cabeça” da família.- disse e Ruki ficou ao lado dela.

P.O.V Kou OFF

P.O.V Keiko (de novo :v)

-A apresentação já vai começar...- o homem disse.

... Várias famílias passaram, ou melhor, vários representantes passaram.

Ele estava apresentando de dois em dois.

-Agora, a família Sakamaki, e a família Mukami!- ele disse e eu e Ruki subimos ao palco, acompanhados de Reiji e Yui.- Senhor e Senhora Mukami, podem começar.

-Primeiramente, olá.- falei.- Me chamo Mukami Keiko.

-Eu sou Mukami Ruki. Nossa riqueza vem do segundo caçula, Mukami Kou. Ele é um cantor famoso, e nossa fortuna vem dele. Keiko e eu cuidamos da casa, enquanto Kou e os outros dois estudam e trabalham.- disse, apesar de que somente Kou trabalha. Ah, eu já disse que eu abri uma loja de flores junto com Yuma? Bem, agora vocês sabem.

-... Nós não temos muita coisa para contar. Nossa família é uma família rica, mas somos muito humildes...- falei.- Terminamos por aqui...

-Ok... Agora a família Sakamaki.- disse o homem.

...

Reiji e Yui se apresentaram, mas só Reiji falou.
Yui estava como uma cachorrinha perdida. Não desgrudava do braço de Reiji, e estava completamente corada.
Quando foi dizer qual era seu nome, gaguejou mais que um gago de nascença.

“-... E-Eu sou Sa-Sakamaki Yu-Yui...”

Nesse momento eu tive que segurar a risada. Se eu não estivesse no palco, eu ia me matar de rir.

P.O.V Keiko OFF

Enquanto Keiko e Reiji desciam do palco, Edward olhava fixamente para o rosto de Keiko.

   –Hey Jack.– cutuca o braço de Jack.– Aquele rosto não lhe é familiar?

   –Hum, da Keiko Mukami?– a olhou.– Será que é quem estou pensando?

   –Provavelmente...– falou Edward.

   –De quem estão falando?- Tsunade surge.

   –Ninguém... Estávamos opinando sobre as apresentações.– disse Jack.

   –Agora, a família Yamamoto e a família Fire.– o homem anunciou e Edward e Rin foram para o palco.–Yagami, podem começar...

Enquanto Edward e Rin se apresentavam, Keiko ficou arrepiada com a sensação que teve.

Ao olhar o rosto de Edward, lembrou de sua terrível infância.

    –Ah... Keiko?– Kou a chamou, mas ela não respondeu.

    –... Edward?– ela sussurra com seus olhos brilhando.

    – Ahn, o-kay...– Kou se afasta um pouco e olha Edward.

    “N-Não pode ser... Edward...”— pensava Keiko.


Notas Finais


E aí gostaram? Espero que sim. Beijos e bye!

(Na capa como Keiko: Rie Kaishou)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...