História MY Blood and YOUR Love - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Lolicon
Exibições 96
Palavras 562
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Harem, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência, Visual Novel
Avisos: Sadomasoquismo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey Guys!
Estamos com o cap. de hoje!
Boa leitura!

AVISO:

ESSE CAPÍTULO FARÁ VOCÊS TEREM UM ATAQUE CARDÍACO, OKAY?

Capítulo 20 - Reiji-San...


Fanfic / Fanfiction MY Blood and YOUR Love - Capítulo 20 - Reiji-San...

P.O.V Keiko

Ele me beijou.

E foi um beijo ótimo.

Não é com quem eu queria beijar mas... É um  beijo.

Bom, esse beijo significa duas coisas:

1: Que o Reiji já tá completamente na minha mão.

2: Que eu vou ficar com pena dele.

A cada dia está mais difícil acabar com esses Sakamaki's...

-Ah Keiko... Você não sabe o quanto eu te amo...- ele parou de me beijar e disse.

Ficamos ali, parados, agarrados um no outro.
Para Reiji, aqui era o céu.

-Sabe... Você é uma rosa espinhosa.- Laito surge.

-Laito?- falei e o olhei.

-O que faz aqui?- perguntou Reiji me soltando e o encarando.

-Absolutamente nada. Só estava olhando o teatrinho.- falou e começou a bater palmas.- E olha, foi uma ótima peça.

-Você é muito abusado.- falei para Laito e mandei uma piscadela para Reiji.

-Obrigado.- disse Laito sarcástico. Reiji me devolveu com um sorriso malicioso.

-Você vai ser castigado por isso.- eu e Reiji nos aproximamos dele.

-Ah é? O que vão fazer?- estalei os dedos e Laito paralisou.

Reiji deu uma leve mordida no meu pulso — e aquilo doeu – e o sangue começou a escorrer.

Fiz com que ele pudesse falar e abrir a boca.

-Esse cheiro...- ele falou e estendi meu pulso, e o deixei em frente a boca dele.

As gotas caíam no chão e eu podia ver o desespero no rosto de Laito.

-Você quer, não quer?- perguntei sarcástica.

-...- ele estendia a cabeça, tentando pegar uma gota, mas não conseguia, já que seu corpo estava paralisado.

Ficamos ali, torturando ele durante minutos, até que o fim do baile foi anunciado.

-Ok. Liberado.- assim que disse, ele voltou ao normal, e correu até meu pulso, e tomou o restinho de sangue que escorria.

.  .  .

Laito já havia ido para o salão, mas eu e Reiji íamos pra lá a pé mesmo.

-Eu nunca conheci alguém como você.- ele falou enquanto andávamos.- Você consegue ser desprezível, mas ao mesmo tempo, encantadora.

-Ah Reiji...- falei baixo, olhando para o lado oposto do dele.

-Por que você brinca comigo? Sente prazer ao fazer isso?- ele pergunta.

E por incrível que pareça, eu não consegui responder.

-Eu...- tentei responder, mas parecia que as palavras sumiram. A resposta estava na ponta da língua, mas eu não podia responder.

-Não consegue responder não é?- falou e riu.- Essa já é a minha resposta. Você brinca comigo porquê gosta de me ver sofrendo. Porque gosta de ver os outros sofrendo.

-... Eu disse isso?- parei de andar e ele me olhou.

-...- permaneceu em silêncio.

Ficamos um olhando o outro.

-Reiji... Como eu queria conseguir te amar...- me aproximei dele.

-... Eu queria que você me amasse apenas um pouco... Não estou afim de viver um amor platônico.

-... Me desculpe, Reiji...- coloco minha mão em seu rosto.

-...- ele segurou minha mão e fechou os olhos.- É... Definitivamente... Eu te amo...

Ele retirou seus óculos, e segurou minha cintura.

-Você me ama?- perguntou.

-Gostaria de saber responder...- falei e olhei em seus olhos.

-Não brinque comigo, Keiko...

-... Vou tentar...- mordi meu lábios inferior.

Ele me beijou. Mas não romanticamente como antes. Agora ele me beijou loucamente.

Meu coração estava à mil.

Meu corpo tremia.

Agora eu admito, meu coração pode não pertencer a ele, mas Reiji não é de se jogar fora...


Notas Finais


E aí, gostaram?
Sem me gabar, mas é claro que os shippadores amaram <3
Bom, foi isso, espero que tenham gostado.

Beijos e bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...